SlideShare a Scribd company logo
TATIANA MALCHER
Resume um conjunto de fatos e de marcos
históricos, numa ótica muito pessoal dos
autores, que enxergam a química num contexto
mais amplo, não se limitando apenas à ciência
e à indústria química.
O escrivão da frota de Pedro Álvares
Cabral revela todo o seu espanto com as
cores vivas ornamentais dos seus
habitantes. Impressionou-o o vermelho e
a tinta negro-azulada com as quais os
indígenas esta- vam pintados. Processos
de extração de corantes naturais:
• O corante vermelho do urucum, a Bixa
orellana
• seiva dos frutos da árvore Genipa
americana, de nome genipapo, que ao
reagir com a pele, produz uma
coloração negro-azulada
1ª DESCRIÇÃO DE
QUÍMICA NO BRAIL:
• Cronistas se ocuparam da descrição
das virtudes das plantas medicinais
da flora nativa
• Houve um marasmo científico de
Portugal imposto pela da igreja,
liderada, principalmente, pela ordem
dos jesuítas
• Perdurou até a reforma feita por
Sebastião José de Carvalho e Melo,
Conde de Oeiras e, depois Marquês de
Pombal.
DA DESCOBERTA DA
NOVA TERRA ATÉ O
SÉCULO XIX
• Com a Reforma Pombalina levou à
criação de novos edifícios
destinados ao Laboratório
Químico, ao Observatório
Astronômico, à Imprensa da
Universidade e à instalação do
núcleo inicial do Jardim Botânico
REFORMA
POMBALINA(1772)
Mudanças só começaram no Brasil com a
vinda de D. João VI e a transferência
da corte portuguesa, em 1808, para o
Rio de Janeiro.
Aulas de química começam a ser
ministradas na Academia Real Militar
em 23 de abril de 1811, na verdade
uma extensão da Real Academia de
Artilharia, Fortificação e Desenho,
criada em 1792, por ordem de Dona
Maria I, rainha de Portugal
A CHEGADA DA
FAMÍLIA REAL
LABORATÓRIO QUÍMICO-PRÁTICO DO RIO DE
JANEIRO (1812-1819)
Pode-se afirmar que a
aventura da química começa,
no Brasil, com a criação do
Laboratório Químico-Prático
do Rio de Janeiro (1812-1819)
cujo propósito era o
desenvolvimento de pesquisas
químicas com finalidade
comercial.
O primeiro produto analisado
no Laboratório dos Condes –
como pode ser chamado o
Laboratório Químico-Prático do
Rio de Janeirofoi o pau-brasil
(Caesalpinia echinata) que os
portugueses desejavam
comercializar com a China.
LABORATÓRIO QUÍMICO-PRÁTICO DO RIO DE
JANEIRO (1812-1819)
ÁRVORE PAU-
ópio (Papaver somniferum)
a purificação
de aguardente de
cana
OUTROS LABORATÓRIOS DE QUÍMICA
• Laboratório Químico do
Museu Imperial e Nacional
(1824);
• Parte de química foi
dividida nos Laboratórios
de Química Analítica e de
Química Vegetal.
Pode-se dizer que hoje o que se conhece como química de produtos
naturais (fitoquímica) no Brasil era feita nas boticas do Rio de
Janeiro.
Os primeiros cursos de química surgem no Brasil
no início da década de 1910.
• O primeiro curso foi de química industrial, no nível técnico, no
Makenzie College (1915);
• Escola Superior de Química da Escola Oswaldo Cruz;
• Disciplinas de química eram ensinadas nas Escolas Superiores de
Agricultura e Medicina Veterinária, fundadas em Pernambuco em 1912,
por monges beneditinos.
• Em 1918, ocorreu a criação do Instituto de Química;
• Outro marco importante foi a criação, em 1959, do Instituto de
Química da Universidade do Brasil.
Escola Oswaldo
Cruz
Laboratório para análise de
terra do Instituto de Química
A fundação da Sociedade Brasileira de Química (SBQ), em 1977,
durante a Reunião Anual da Sociedade Brasileira para o Progresso da
Ciência, na Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, fecha um
ciclo da história da química no Brasil. A partir da refundação da
SBQ, cuja origem remonta ao ano de 1922, o mesmo ano da Semana de
Arte Moderna e da Fundação do Partido Comunista Brasileiro, é
iniciado um novo ciclo.
• O PDE visou a expansão pública da educação superior e, através
da Universidade Aberta do Brasil (UAB), tem levado quase duas
centenas de cursos em diferentes modalidades
• Já o PADCT é um verdadeiro divisor de águas na química
brasileira. Há o antes e o depois do PADCT. Graças a este
plano, a química teve um extraordinário desenvolvimento e hoje
é, dentro da grande área de ciências exatas, a que mais cresce
no país.
O Plano de Desenvolvimento da Educação (PDE) e do Plano de Apoio ao
Desenvolvimento Científico e Tecnológico(PADCT) que incentivou o
ensino e o progresso da química brasileira.
OLA@GRANDESITE.COM.BR

More Related Content

Recently uploaded

MÁQUINAS SIMPLES-ALAVANCAS-POLIAS-ENGRENAGENS.pptx
MÁQUINAS SIMPLES-ALAVANCAS-POLIAS-ENGRENAGENS.pptxMÁQUINAS SIMPLES-ALAVANCAS-POLIAS-ENGRENAGENS.pptx
MÁQUINAS SIMPLES-ALAVANCAS-POLIAS-ENGRENAGENS.pptx
MnicaPereira739219
 
EVOLUÇÃO-EVOLUÇÃO- A evolução pode ser definida como a mudança na forma e no ...
EVOLUÇÃO-EVOLUÇÃO- A evolução pode ser definida como a mudança na forma e no ...EVOLUÇÃO-EVOLUÇÃO- A evolução pode ser definida como a mudança na forma e no ...
EVOLUÇÃO-EVOLUÇÃO- A evolução pode ser definida como a mudança na forma e no ...
jenneferbarbosa21
 
Grupo_3-Como_o_conhecimento_cientifico_e_construido_e_divulgado.pptx ________...
Grupo_3-Como_o_conhecimento_cientifico_e_construido_e_divulgado.pptx ________...Grupo_3-Como_o_conhecimento_cientifico_e_construido_e_divulgado.pptx ________...
Grupo_3-Como_o_conhecimento_cientifico_e_construido_e_divulgado.pptx ________...
MelissaSouza39
 
2-10-EF - 9º ANO - CIÊNCIAS - LUZ E CORES.pdf
2-10-EF - 9º ANO - CIÊNCIAS - LUZ E CORES.pdf2-10-EF - 9º ANO - CIÊNCIAS - LUZ E CORES.pdf
2-10-EF - 9º ANO - CIÊNCIAS - LUZ E CORES.pdf
FlorAzaleia1
 
anatomia e fisiologia de peixes CRMVCP.
anatomia e fisiologia de peixes  CRMVCP.anatomia e fisiologia de peixes  CRMVCP.
anatomia e fisiologia de peixes CRMVCP.
FERNANDACAROLINEPONT
 
Aula 1. Introdução ao estudo da célula.ppt
Aula 1. Introdução ao estudo da célula.pptAula 1. Introdução ao estudo da célula.ppt
Aula 1. Introdução ao estudo da célula.ppt
cleidianevieira7
 
Cards das Espécies da Coleção-Carpoteca Temática Itinerante sediada no Labora...
Cards das Espécies da Coleção-Carpoteca Temática Itinerante sediada no Labora...Cards das Espécies da Coleção-Carpoteca Temática Itinerante sediada no Labora...
Cards das Espécies da Coleção-Carpoteca Temática Itinerante sediada no Labora...
jenneferbarbosa21
 
Taxonomia: é a ciência que classifica os seres vivos, estabelecendo critérios...
Taxonomia: é a ciência que classifica os seres vivos, estabelecendo critérios...Taxonomia: é a ciência que classifica os seres vivos, estabelecendo critérios...
Taxonomia: é a ciência que classifica os seres vivos, estabelecendo critérios...
jenneferbarbosa21
 

Recently uploaded (8)

MÁQUINAS SIMPLES-ALAVANCAS-POLIAS-ENGRENAGENS.pptx
MÁQUINAS SIMPLES-ALAVANCAS-POLIAS-ENGRENAGENS.pptxMÁQUINAS SIMPLES-ALAVANCAS-POLIAS-ENGRENAGENS.pptx
MÁQUINAS SIMPLES-ALAVANCAS-POLIAS-ENGRENAGENS.pptx
 
EVOLUÇÃO-EVOLUÇÃO- A evolução pode ser definida como a mudança na forma e no ...
EVOLUÇÃO-EVOLUÇÃO- A evolução pode ser definida como a mudança na forma e no ...EVOLUÇÃO-EVOLUÇÃO- A evolução pode ser definida como a mudança na forma e no ...
EVOLUÇÃO-EVOLUÇÃO- A evolução pode ser definida como a mudança na forma e no ...
 
Grupo_3-Como_o_conhecimento_cientifico_e_construido_e_divulgado.pptx ________...
Grupo_3-Como_o_conhecimento_cientifico_e_construido_e_divulgado.pptx ________...Grupo_3-Como_o_conhecimento_cientifico_e_construido_e_divulgado.pptx ________...
Grupo_3-Como_o_conhecimento_cientifico_e_construido_e_divulgado.pptx ________...
 
2-10-EF - 9º ANO - CIÊNCIAS - LUZ E CORES.pdf
2-10-EF - 9º ANO - CIÊNCIAS - LUZ E CORES.pdf2-10-EF - 9º ANO - CIÊNCIAS - LUZ E CORES.pdf
2-10-EF - 9º ANO - CIÊNCIAS - LUZ E CORES.pdf
 
anatomia e fisiologia de peixes CRMVCP.
anatomia e fisiologia de peixes  CRMVCP.anatomia e fisiologia de peixes  CRMVCP.
anatomia e fisiologia de peixes CRMVCP.
 
Aula 1. Introdução ao estudo da célula.ppt
Aula 1. Introdução ao estudo da célula.pptAula 1. Introdução ao estudo da célula.ppt
Aula 1. Introdução ao estudo da célula.ppt
 
Cards das Espécies da Coleção-Carpoteca Temática Itinerante sediada no Labora...
Cards das Espécies da Coleção-Carpoteca Temática Itinerante sediada no Labora...Cards das Espécies da Coleção-Carpoteca Temática Itinerante sediada no Labora...
Cards das Espécies da Coleção-Carpoteca Temática Itinerante sediada no Labora...
 
Taxonomia: é a ciência que classifica os seres vivos, estabelecendo critérios...
Taxonomia: é a ciência que classifica os seres vivos, estabelecendo critérios...Taxonomia: é a ciência que classifica os seres vivos, estabelecendo critérios...
Taxonomia: é a ciência que classifica os seres vivos, estabelecendo critérios...
 

Featured

Content Methodology: A Best Practices Report (Webinar)
Content Methodology: A Best Practices Report (Webinar)Content Methodology: A Best Practices Report (Webinar)
Content Methodology: A Best Practices Report (Webinar)
contently
 
How to Prepare For a Successful Job Search for 2024
How to Prepare For a Successful Job Search for 2024How to Prepare For a Successful Job Search for 2024
How to Prepare For a Successful Job Search for 2024
Albert Qian
 
Social Media Marketing Trends 2024 // The Global Indie Insights
Social Media Marketing Trends 2024 // The Global Indie InsightsSocial Media Marketing Trends 2024 // The Global Indie Insights
Social Media Marketing Trends 2024 // The Global Indie Insights
Kurio // The Social Media Age(ncy)
 
Trends In Paid Search: Navigating The Digital Landscape In 2024
Trends In Paid Search: Navigating The Digital Landscape In 2024Trends In Paid Search: Navigating The Digital Landscape In 2024
Trends In Paid Search: Navigating The Digital Landscape In 2024
Search Engine Journal
 
5 Public speaking tips from TED - Visualized summary
5 Public speaking tips from TED - Visualized summary5 Public speaking tips from TED - Visualized summary
5 Public speaking tips from TED - Visualized summary
SpeakerHub
 
ChatGPT and the Future of Work - Clark Boyd
ChatGPT and the Future of Work - Clark Boyd ChatGPT and the Future of Work - Clark Boyd
ChatGPT and the Future of Work - Clark Boyd
Clark Boyd
 
Getting into the tech field. what next
Getting into the tech field. what next Getting into the tech field. what next
Getting into the tech field. what next
Tessa Mero
 
Google's Just Not That Into You: Understanding Core Updates & Search Intent
Google's Just Not That Into You: Understanding Core Updates & Search IntentGoogle's Just Not That Into You: Understanding Core Updates & Search Intent
Google's Just Not That Into You: Understanding Core Updates & Search Intent
Lily Ray
 
How to have difficult conversations
How to have difficult conversations How to have difficult conversations
How to have difficult conversations
Rajiv Jayarajah, MAppComm, ACC
 
Introduction to Data Science
Introduction to Data ScienceIntroduction to Data Science
Introduction to Data Science
Christy Abraham Joy
 
Time Management & Productivity - Best Practices
Time Management & Productivity -  Best PracticesTime Management & Productivity -  Best Practices
Time Management & Productivity - Best Practices
Vit Horky
 
The six step guide to practical project management
The six step guide to practical project managementThe six step guide to practical project management
The six step guide to practical project management
MindGenius
 
Beginners Guide to TikTok for Search - Rachel Pearson - We are Tilt __ Bright...
Beginners Guide to TikTok for Search - Rachel Pearson - We are Tilt __ Bright...Beginners Guide to TikTok for Search - Rachel Pearson - We are Tilt __ Bright...
Beginners Guide to TikTok for Search - Rachel Pearson - We are Tilt __ Bright...
RachelPearson36
 
Unlocking the Power of ChatGPT and AI in Testing - A Real-World Look, present...
Unlocking the Power of ChatGPT and AI in Testing - A Real-World Look, present...Unlocking the Power of ChatGPT and AI in Testing - A Real-World Look, present...
Unlocking the Power of ChatGPT and AI in Testing - A Real-World Look, present...
Applitools
 
12 Ways to Increase Your Influence at Work
12 Ways to Increase Your Influence at Work12 Ways to Increase Your Influence at Work
12 Ways to Increase Your Influence at Work
GetSmarter
 
ChatGPT webinar slides
ChatGPT webinar slidesChatGPT webinar slides
ChatGPT webinar slides
Alireza Esmikhani
 
More than Just Lines on a Map: Best Practices for U.S Bike Routes
More than Just Lines on a Map: Best Practices for U.S Bike RoutesMore than Just Lines on a Map: Best Practices for U.S Bike Routes
More than Just Lines on a Map: Best Practices for U.S Bike Routes
Project for Public Spaces & National Center for Biking and Walking
 
Ride the Storm: Navigating Through Unstable Periods / Katerina Rudko (Belka G...
Ride the Storm: Navigating Through Unstable Periods / Katerina Rudko (Belka G...Ride the Storm: Navigating Through Unstable Periods / Katerina Rudko (Belka G...
Ride the Storm: Navigating Through Unstable Periods / Katerina Rudko (Belka G...
DevGAMM Conference
 
Barbie - Brand Strategy Presentation
Barbie - Brand Strategy PresentationBarbie - Brand Strategy Presentation
Barbie - Brand Strategy Presentation
Erica Santiago
 
Good Stuff Happens in 1:1 Meetings: Why you need them and how to do them well
Good Stuff Happens in 1:1 Meetings: Why you need them and how to do them wellGood Stuff Happens in 1:1 Meetings: Why you need them and how to do them well
Good Stuff Happens in 1:1 Meetings: Why you need them and how to do them well
Saba Software
 

Featured (20)

Content Methodology: A Best Practices Report (Webinar)
Content Methodology: A Best Practices Report (Webinar)Content Methodology: A Best Practices Report (Webinar)
Content Methodology: A Best Practices Report (Webinar)
 
How to Prepare For a Successful Job Search for 2024
How to Prepare For a Successful Job Search for 2024How to Prepare For a Successful Job Search for 2024
How to Prepare For a Successful Job Search for 2024
 
Social Media Marketing Trends 2024 // The Global Indie Insights
Social Media Marketing Trends 2024 // The Global Indie InsightsSocial Media Marketing Trends 2024 // The Global Indie Insights
Social Media Marketing Trends 2024 // The Global Indie Insights
 
Trends In Paid Search: Navigating The Digital Landscape In 2024
Trends In Paid Search: Navigating The Digital Landscape In 2024Trends In Paid Search: Navigating The Digital Landscape In 2024
Trends In Paid Search: Navigating The Digital Landscape In 2024
 
5 Public speaking tips from TED - Visualized summary
5 Public speaking tips from TED - Visualized summary5 Public speaking tips from TED - Visualized summary
5 Public speaking tips from TED - Visualized summary
 
ChatGPT and the Future of Work - Clark Boyd
ChatGPT and the Future of Work - Clark Boyd ChatGPT and the Future of Work - Clark Boyd
ChatGPT and the Future of Work - Clark Boyd
 
Getting into the tech field. what next
Getting into the tech field. what next Getting into the tech field. what next
Getting into the tech field. what next
 
Google's Just Not That Into You: Understanding Core Updates & Search Intent
Google's Just Not That Into You: Understanding Core Updates & Search IntentGoogle's Just Not That Into You: Understanding Core Updates & Search Intent
Google's Just Not That Into You: Understanding Core Updates & Search Intent
 
How to have difficult conversations
How to have difficult conversations How to have difficult conversations
How to have difficult conversations
 
Introduction to Data Science
Introduction to Data ScienceIntroduction to Data Science
Introduction to Data Science
 
Time Management & Productivity - Best Practices
Time Management & Productivity -  Best PracticesTime Management & Productivity -  Best Practices
Time Management & Productivity - Best Practices
 
The six step guide to practical project management
The six step guide to practical project managementThe six step guide to practical project management
The six step guide to practical project management
 
Beginners Guide to TikTok for Search - Rachel Pearson - We are Tilt __ Bright...
Beginners Guide to TikTok for Search - Rachel Pearson - We are Tilt __ Bright...Beginners Guide to TikTok for Search - Rachel Pearson - We are Tilt __ Bright...
Beginners Guide to TikTok for Search - Rachel Pearson - We are Tilt __ Bright...
 
Unlocking the Power of ChatGPT and AI in Testing - A Real-World Look, present...
Unlocking the Power of ChatGPT and AI in Testing - A Real-World Look, present...Unlocking the Power of ChatGPT and AI in Testing - A Real-World Look, present...
Unlocking the Power of ChatGPT and AI in Testing - A Real-World Look, present...
 
12 Ways to Increase Your Influence at Work
12 Ways to Increase Your Influence at Work12 Ways to Increase Your Influence at Work
12 Ways to Increase Your Influence at Work
 
ChatGPT webinar slides
ChatGPT webinar slidesChatGPT webinar slides
ChatGPT webinar slides
 
More than Just Lines on a Map: Best Practices for U.S Bike Routes
More than Just Lines on a Map: Best Practices for U.S Bike RoutesMore than Just Lines on a Map: Best Practices for U.S Bike Routes
More than Just Lines on a Map: Best Practices for U.S Bike Routes
 
Ride the Storm: Navigating Through Unstable Periods / Katerina Rudko (Belka G...
Ride the Storm: Navigating Through Unstable Periods / Katerina Rudko (Belka G...Ride the Storm: Navigating Through Unstable Periods / Katerina Rudko (Belka G...
Ride the Storm: Navigating Through Unstable Periods / Katerina Rudko (Belka G...
 
Barbie - Brand Strategy Presentation
Barbie - Brand Strategy PresentationBarbie - Brand Strategy Presentation
Barbie - Brand Strategy Presentation
 
Good Stuff Happens in 1:1 Meetings: Why you need them and how to do them well
Good Stuff Happens in 1:1 Meetings: Why you need them and how to do them wellGood Stuff Happens in 1:1 Meetings: Why you need them and how to do them well
Good Stuff Happens in 1:1 Meetings: Why you need them and how to do them well
 

apresentação da HISTÓRIA DA QUIMICA NO BRASIL.pptx

  • 2. Resume um conjunto de fatos e de marcos históricos, numa ótica muito pessoal dos autores, que enxergam a química num contexto mais amplo, não se limitando apenas à ciência e à indústria química.
  • 3. O escrivão da frota de Pedro Álvares Cabral revela todo o seu espanto com as cores vivas ornamentais dos seus habitantes. Impressionou-o o vermelho e a tinta negro-azulada com as quais os indígenas esta- vam pintados. Processos de extração de corantes naturais: • O corante vermelho do urucum, a Bixa orellana • seiva dos frutos da árvore Genipa americana, de nome genipapo, que ao reagir com a pele, produz uma coloração negro-azulada 1ª DESCRIÇÃO DE QUÍMICA NO BRAIL:
  • 4. • Cronistas se ocuparam da descrição das virtudes das plantas medicinais da flora nativa • Houve um marasmo científico de Portugal imposto pela da igreja, liderada, principalmente, pela ordem dos jesuítas • Perdurou até a reforma feita por Sebastião José de Carvalho e Melo, Conde de Oeiras e, depois Marquês de Pombal. DA DESCOBERTA DA NOVA TERRA ATÉ O SÉCULO XIX
  • 5. • Com a Reforma Pombalina levou à criação de novos edifícios destinados ao Laboratório Químico, ao Observatório Astronômico, à Imprensa da Universidade e à instalação do núcleo inicial do Jardim Botânico REFORMA POMBALINA(1772)
  • 6. Mudanças só começaram no Brasil com a vinda de D. João VI e a transferência da corte portuguesa, em 1808, para o Rio de Janeiro. Aulas de química começam a ser ministradas na Academia Real Militar em 23 de abril de 1811, na verdade uma extensão da Real Academia de Artilharia, Fortificação e Desenho, criada em 1792, por ordem de Dona Maria I, rainha de Portugal A CHEGADA DA FAMÍLIA REAL
  • 7. LABORATÓRIO QUÍMICO-PRÁTICO DO RIO DE JANEIRO (1812-1819) Pode-se afirmar que a aventura da química começa, no Brasil, com a criação do Laboratório Químico-Prático do Rio de Janeiro (1812-1819) cujo propósito era o desenvolvimento de pesquisas químicas com finalidade comercial. O primeiro produto analisado no Laboratório dos Condes – como pode ser chamado o Laboratório Químico-Prático do Rio de Janeirofoi o pau-brasil (Caesalpinia echinata) que os portugueses desejavam comercializar com a China.
  • 8. LABORATÓRIO QUÍMICO-PRÁTICO DO RIO DE JANEIRO (1812-1819) ÁRVORE PAU- ópio (Papaver somniferum) a purificação de aguardente de cana
  • 9. OUTROS LABORATÓRIOS DE QUÍMICA • Laboratório Químico do Museu Imperial e Nacional (1824); • Parte de química foi dividida nos Laboratórios de Química Analítica e de Química Vegetal.
  • 10. Pode-se dizer que hoje o que se conhece como química de produtos naturais (fitoquímica) no Brasil era feita nas boticas do Rio de Janeiro.
  • 11. Os primeiros cursos de química surgem no Brasil no início da década de 1910. • O primeiro curso foi de química industrial, no nível técnico, no Makenzie College (1915); • Escola Superior de Química da Escola Oswaldo Cruz; • Disciplinas de química eram ensinadas nas Escolas Superiores de Agricultura e Medicina Veterinária, fundadas em Pernambuco em 1912, por monges beneditinos. • Em 1918, ocorreu a criação do Instituto de Química; • Outro marco importante foi a criação, em 1959, do Instituto de Química da Universidade do Brasil.
  • 12. Escola Oswaldo Cruz Laboratório para análise de terra do Instituto de Química
  • 13. A fundação da Sociedade Brasileira de Química (SBQ), em 1977, durante a Reunião Anual da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência, na Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, fecha um ciclo da história da química no Brasil. A partir da refundação da SBQ, cuja origem remonta ao ano de 1922, o mesmo ano da Semana de Arte Moderna e da Fundação do Partido Comunista Brasileiro, é iniciado um novo ciclo.
  • 14. • O PDE visou a expansão pública da educação superior e, através da Universidade Aberta do Brasil (UAB), tem levado quase duas centenas de cursos em diferentes modalidades • Já o PADCT é um verdadeiro divisor de águas na química brasileira. Há o antes e o depois do PADCT. Graças a este plano, a química teve um extraordinário desenvolvimento e hoje é, dentro da grande área de ciências exatas, a que mais cresce no país. O Plano de Desenvolvimento da Educação (PDE) e do Plano de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico(PADCT) que incentivou o ensino e o progresso da química brasileira.
  • 15.