Repensar as TIC na Educação

1,858 views
1,658 views

Published on

Síntese de apoio às palestras realizadas em diferentes escolas, por esse país fora, a propósito da publicação do livro REPENSAR AS TIC NA EDUCAÇÃO.
COSTA, Fernando; RODRIGUEZ, Carla; CRUZ, Elisabete & FRADÃO, Sandra (2012). Repensar as TIC na Educação. O Professor como Agente Transformador. Lisboa: Santillana

Published in: Education
1 Comment
15 Likes
Statistics
Notes
No Downloads
Views
Total views
1,858
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
528
Actions
Shares
0
Downloads
0
Comments
1
Likes
15
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Repensar as TIC na Educação

  1. 1. aprendercom.org/comtic | Fernando Albuquerque Costa | fc@ie.ul.pt Fernando Albuquerque Costa ESCOLA SECUNDÁRIA EMÍDIO NAVARRO, ALMADA 5 de fevereiro 2014 Repensar as TIC na Educação
  2. 2. aprendercom.org/comtic | Fernando Albuquerque Costa | fc@ie.ul.pt Localidade e data
  3. 3. aprendercom.org/comtic | Fernando Albuquerque Costa | fc@ie.ul.pt Porquê esta obra?
  4. 4. aprendercom.org/comtic | Fernando Albuquerque Costa | fc@ie.ul.pt O QUE DIZEM OS ALUNOS?
  5. 5. aprendercom.org/comtic | Fernando Albuquerque Costa | fc@ie.ul.pt P|E|D|A|C|T|I|C|E Investigation in Primary Education Teachers’ Confidence and COmpetence. Supporting Innovation Educational Multimedia in Compulsory School: From Pedagogical Assessment to Product Assessment Digital Portfolio as a strategy for teachers’ professional development Teachers’ Aids on Creating Content for Learning Environments Projeto Escol@Digit@l (1997-2000) (2001-2004) (2005-2008) (2011-2014) (2012-2015)
  6. 6. aprendercom.org/comtic | Fernando Albuquerque Costa | fc@ie.ul.pt EVIDÊNCIAS I (PERALTA, 2002)  Muitos professores já usam computadores, mas não em classe com os seus alunos.  As TIC ainda não são um recurso integrado nas atividades de ensino.  Uso inconsistente com princípios de aprendizagem.  As TIC não mudaram de forma significativa atitudes, papéis e formas de ensino e de aprendizagem.
  7. 7. aprendercom.org/comtic | Fernando Albuquerque Costa | fc@ie.ul.pt EVIDÊNCIAS II (Peralta, 2002)  Falta de confiança… Falta de suporte…  Relação emocionalmente negativa com as TIC…  Dificuldades em lidar com as mudanças que as TIC implicam…  Atividade exigente, mas pouco tempo …  Constrangimentos da escola tal como está organizada…  Insuficiente formação…  Professores não estão devidamente preparados para compreender e utilizar as TIC no currículo.  Desadequação dos modelos tradicionais de formação de professores. (Peralta, 2002; Costa, 2005, 2008)
  8. 8. aprendercom.org/comtic | Fernando Albuquerque Costa | fc@ie.ul.pt Para quê? Como?
  9. 9. aprendercom.org/comtic | Fernando Albuquerque Costa | fc@ie.ul.pt “Ao invés de cortar caminho e, assim, desafiar a própria ideia de fronteiras entre as matérias, o computador agora definiu uma nova matéria; ao invés de mudar a ênfase de currículo formal impessoal para exploração viva e empolgante por parte dos estudantes, o computador foi agora usado para reforçar os meios da Escola. O que começara como um instrumento subversivo de mudança foi neutralizado pelo sistema e convertido em instrumento de consolidação.” (Papert, 1994 )
  10. 10. aprendercom.org/comtic | Fernando Albuquerque Costa | fc@ie.ul.pt O Professor como agente transformador é a pedra de toque da visão e da estratégia que aqui se partilham para transformar a face da escola, tal como a conhecemos.
  11. 11. aprendercom.org/comtic | Fernando Albuquerque Costa | fc@ie.ul.pt Pensar as tecnologias numa lógica transformadora das práticas atuais significa em primeiro lugar a decisão profissional, individual, de querer mudar em direção a um modelo em que seja assumida a centralidade do aluno, ou seja, do que o aluno é chamado a fazer, e não do que é feito para ele. Uma conceção em que se não visa apenas a substituição dos meios tradicionalmente usados para ensinar e aprender, mas sobretudo uma conceção em que se ambiciona a descoberta de novas e diferentes formas de fazer as coisas, preparando os jovens para eles próprios poderem vir a contribuir para a inovação na resolução dos problemas com que se irão confrontar no futuro.
  12. 12. aprendercom.org/comtic | Fernando Albuquerque Costa | fc@ie.ul.pt Onde estamos?
  13. 13. aprendercom.org/comtic | Fernando Albuquerque Costa | fc@ie.ul.pt
  14. 14. aprendercom.org/comtic | Fernando Albuquerque Costa | fc@ie.ul.pt Áreas de ação
  15. 15. aprendercom.org/comtic | Fernando Albuquerque Costa | fc@ie.ul.pt ACCESSO RECURSOS DIGITAISFORMAÇÃO INICIAL CURRÍCULO I&DDESENV. PROFISSIONAL ADMINISTRAÇÃO INCENTIVOS… fernando albuquerque costa | universidade de lisboa | instituto de educação
  16. 16. aprendercom.org/comtic | Fernando Albuquerque Costa | fc@ie.ul.pt Teachers’ Aids on Creating Content for Learning Environments. Metas de Aprendizagem na Área das TIC http://metasdeaprendizagem.dge.mec.pt http://aprendercom.org/pte/ Competências dos Professores em TIC http://taccle2.eu
  17. 17. aprendercom.org/comtic | Fernando Albuquerque Costa | fc@ie.ul.pt Desafios
  18. 18. aprendercom.org/comtic | Fernando Albuquerque Costa | fc@ie.ul.pt
  19. 19. aprendercom.org/comtic | Fernando Albuquerque Costa | fc@ie.ul.pt V I S Ã O  Formação centrada na escola e determinada pelas necessidades do currículo  TIC enquanto inovação de processos metodológicos  Colaboração e partilha…  Isomorfismo  Especial atenção às barreiras de 2ª ordem… (Costa, F. (Coord.) 2008) DESENVOLVIMENTO PROFISSIONAL DOS PROFESSORES
  20. 20. aprendercom.org/comtic | Fernando Albuquerque Costa | fc@ie.ul.pt REFERENCIAL DE COMPETÊNCIAS TIC I – (O PROFESSOR…) 1. Detém conhecimento atualizado sobre recursos tecnológicos e seu potencial de utilização educativo. 2. Acompanha o desenvolvimento tecnológico no que implica a sua responsabilidade profissional. 3. Executa operações com Hardware e sistemas operativos (usar e instalar programas, resolver problemas comuns com o computador e periféricos, criar e gerir documentos e pastas, observar regras de segurança no respeito pela legalidade e princípios éticos, …) 4. Acede, organiza e sistematiza a informação em formato digital (pesquisa, seleciona e avalia a informação em função de objectivos concretos…). 5. Executa operações com programas ou sistemas de informação online e/ou off-line (aceder à Internet, pesquisar em bases de dados ou diretórios, aceder a obras de referência, …) 6. Comunica com os outros, individualmente ou em grupo, de forma síncrona e/ou assíncrona através de ferramentas digitais específicas. 7. Elabora documentos em formato digital com diferentes finalidades e para diferentes públicos, em contextos diversificados. 8. Conhece e utiliza ferramentas digitais como suporte de processos de avaliação e/ou de investigação. 9. Utiliza o potencial dos recursos digitais na promoção do seu próprio desenvolvimento profissional numa perspectiva de aprendizagem ao longo da vida (diagnostica necessidades, identifica objectivos). 10. Compreende vantagens e constrangimentos do uso das TIC no processo educativo e o seu potencial transformador do modo como se aprende. II – (O ALUNO…) * PERSPETIVA HOLÍSTICA ISOMORFISMO
  21. 21. aprendercom.org/comtic | Fernando Albuquerque Costa | fc@ie.ul.pt REFERENCIAL DE COMPETÊNCIAS TIC
  22. 22. aprendercom.org/comtic | Fernando Albuquerque Costa | fc@ie.ul.pt DESENVOLVIMENTO PROFISSIONAL DOS PROFESSORES TPACK Adaptado de Koehler & Mishra (2006)
  23. 23. aprendercom.org/comtic | Fernando Albuquerque Costa | fc@ie.ul.pt (Costa, 2013) DESENVOLVIMENTO PROFISSIONAL DOS PROFESSORES
  24. 24. aprendercom.org/comtic | Fernando Albuquerque Costa | fc@ie.ul.pt ATITUDE VISÃO PRÁTICA PILARES DA FORMAÇÃO SUPERVISÃO PARTILHA SUPORTE (Costa & Viseu, 2008) DESENVOLVIMENTO PROFISSIONAL DOS PROFESSORES
  25. 25. aprendercom.org/comtic | Fernando Albuquerque Costa | fc@ie.ul.pt O professor constrói o seu RATIONALE Com o apoio do formador decide o que fazer Experimenta com os alunos Interage com colegas e formador Reflete sobre o processo, resultados; mais valias, dificuldades...      VISÃO PLANO PRÁTICA INTERAÇÃO REFLEXÃO (Costa & Viseu, 2008) SUPERVISÃO PARTILHA SUPORTE DESENVOLVIMENTO PROFISSIONAL DOS PROFESSORES
  26. 26. aprendercom.org/comtic | Fernando Albuquerque Costa | fc@ie.ul.pt DESENVOLVIMENTO PROFISSIONAL DOS PROFESSORES (Costa, 2012) Conceções do Professor Função atribuída às TIC LEGENDA II III I IV Deficit tecnológico e metodológico Deficit metodológico Potencial transformador (ideal) MODELO DE ENSINO INOVADOR MODELO DE ENSINO TRADICIONAL APRENDER DA TECNOLOGIA APRENDER COM TECNOLOGIA
  27. 27. aprendercom.org/comtic | Fernando Albuquerque Costa | fc@ie.ul.pt V I S ÃO Papel das TIC no currículo nacional muito pobre, superficial e difuso, independentemente da área científica.  As TIC podem trazer mais-valias…  As TIC como inovação dos processos de ensino…  As TIC muito para além de instrumento de suporte…  As TIC como competência transversal…  As TIC como ferramenta de desenvolvimento pessoal e social dos indivíduos… EVIDÊNCIAS (Cruz, 2010) (Costa, 2010) CURRÍCULO
  28. 28. aprendercom.org/comtic | Fernando Albuquerque Costa | fc@ie.ul.pt META-APRENDIZAGEM AUTO-AVALIAÇÃO AUTO-REGULAÇÃO EXPRESSÃO CRIATIVIDADE ÉTICA... INFORMAÇÃO COMUNICAÇÃO PRODUÇÃO SEGURANÇA SABERESTIC (PLANO II)(PLANO I) (PLANO III) SABER USAR SABER USAR PARA APRENDER O CURRÍCULO SABER USAR PARA PENSAR CURRÍCULO REFERENCIAL DE METAS TIC (Costa, 2010)
  29. 29. aprendercom.org/comtic | Fernando Albuquerque Costa | fc@ie.ul.ptfernando albuquerque costa | universidade de lisboa | instituto de educação COMPETÊNCIAS TRANSVERSAIS GERAIS (III) SABERES TIC (I) Meta aprendizagem Auto avaliação Auto regulação Auto expressão Criatividade Ética COMPETÊNCIAS TRANSVERSAIS EMTIC(II) INFORMAÇÃO saber o quê, saber com quê, saber como, saber ser COMUNICAÇÃO saber o quê, saber com quê, saber como, saber ser PRODUÇÃO (CRIAÇÃO) aber o quê, saber com quê, saber como, saber ser SEGURANÇA aber o quê, saber com quê, saber como, saber ser REFERENCIAL DE METAS DE APRENDIZAGEM TIC Áreas científicas CURRÍCULO
  30. 30. aprendercom.org/comtic | Fernando Albuquerque Costa | fc@ie.ul.pt METAS TIC (FINAL DE CICLOS) CURRÍCULO
  31. 31. aprendercom.org/comtic | Fernando Albuquerque Costa | fc@ie.ul.pt Mais do que um currículo autónomo, a ideia nuclear é a de que estas metas constituam o referencial a considerar por cada professor na sua área específica, numa óptica de desenvolvimento global do aluno, permitindo-lhe compreender em que matérias, para que fins e como será pertinente e adequado mobilizar as TIC. CURRÍCULO
  32. 32. aprendercom.org/comtic | Fernando Albuquerque Costa | fc@ie.ul.pt “Trata-se de ver como torná-lo [o sonho] mais possível!”[o sonho] Seymour Papert
  33. 33. aprendercom.org/comtic | Fernando Albuquerque Costa | fc@ie.ul.pt COSTA, Fernando (2012). Desenvolvimento curricular e TIC: Do deficit tecnológico, ao defict metodológico. In Albano Estrela e Júlia Ferreira (Eds.). Revisitar os Estudos Curriculares – Onde estamos e para onde vamos? Lisboa: Secção Portuguesa da AFIRSE. 159-171. Costa, F. (2010) Metas de Aprendizagem na área das TIC: Aprender Com Tecnologias. in Fernando Costa et al (2010). I Encontro Internacional TIC e Educação. Inovação Curricular com TIC. Lisboa. Instituto de Educaçãoo da Universidade de Lisboa. (931-936). (http://aprendercom.org/miragens/wp-content/uploads/2010/11/398.pdf) COSTA, F. (Coord.) (2008). Competências TIC. Estudo de Implementação. Vol. I. Lisboa: GEPE-Ministério da Educação. Costa, F. (2005). About the Portuguese reality of ICT in education, Interactive Educational Multimedia (Vol. 11, Editorial).(http://www.ub.es/multimedia/iem/) Costa, F., Cruz, E., Belchior, M., Fradão, S., Soares, F., & Trigo, V. (2010). Metas de Aprendizagem na área das TIC. DGIDC/ME (http://metasdeaprendizagem.dge.mec.pt) Costa, F. & Viseu, S. (2008). Action and reflection – nuclear strategies of teacher training for ICT use. The Learning Teacher Journal, vol. 2, n.2, 27-44. Cruz, E. (2010). Análise da Integração das TIC no Currículo Nacional do Ensino Básico. Dissertação de Mestrado em Ciências da Educação. Especialidade em Tecnologias Educativas. Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação. Universidade de Lisboa. Salomon, G. (2002). Technology and pedagogy: Why don't we see the promised revolution? Educational Technology, 71-75. Peralta, H. (2002). Qualitative research into tracing (elements of) current/perspective innovatory practices. Lisbon: Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação - Universidade de Lisboa. REFERÊNCIAS
  34. 34. aprendercom.org/comtic | Fernando Albuquerque Costa | fc@ie.ul.pt
  35. 35. aprendercom.org/comtic | Fernando Albuquerque Costa | fc@ie.ul.pt
  36. 36. aprendercom.org/comtic | Fernando Albuquerque Costa | fc@ie.ul.pt aprendercom.org/comtic/
  37. 37. aprendercom.org/comtic | Fernando Albuquerque Costa | fc@ie.ul.pt Fernando Albuquerque Costa ESCOLA SECUNDÁRIA EMÍDIO NAVARRO, ALMADA 5 de fevereiro 2014 Repensar as TIC na Educação

×