Resultados do 3º Trimestre 09/10
12 de Fevereiro de 2010
As afirmações contidas neste documento relacionadas a perspectivas sobre os negócios, projeções sobre resultados
operacion...
Receita líquida recorde no 9M 09/10: +14,3% (+1,3% no trimestre) em função dos maiores preços de
açúcar e etanol
EBITDA Aj...
Destaques Financeiros
Forte desempenho, impactado pela seca em Moçambique
R$ Milhões
3T Acumulado no Ano
Acumulado no Ano
...
Preços do açúcar nos maiores níveis em 28 anos
Fortes preços do açúcar suportados pelas previsões de manutenção do desequi...
Destaques Operacionais – 3T 09/10: Comportamento do Mercado de Etanol
Maiores preços e forte demanda doméstica durante o a...
Processamento de Cana-de-Açúcar
(MM t) 9M 09/10
Processamento de Cana-de-Açúcar
(MM t) 3T 09/10
Redução de 2,2% no process...
Produção de açúcar reduzida em 15,2% no 9M 09/10, impactada pelo menor teor de sacarose (ATR) na cana-de-açúcar,
enquanto ...
Receita Líquida
Receita líquida acumulada recorde, em função do aumento de preços
Receita líquida registrou crescimento de...
EBITDA Ajustado
Impacto do aumento de preços no Brasil e redução nas operações em Moçambique
EBITDA Ajustado de R$ 93,5 mi...
Resultado Líquido
Retorno ao lucro, ainda que com prejuízo em Moçambique
Lucro Líquido (R$ MM)
3T and 9M 09/10
Lucro líqui...
Dívida Líquida
R$ 1,1 bilhão
Dívida líquida de R$1,1 bilhão em dezembro de 2009, 2,4% superior ao trimestre precedente, de...
… para beneficiar-se do alto preço do açúcar:
Aumento da capacidade de moagem da unidade Tanabi de 1,4 milhão nesta safra ...
Renovação total das plantações de cana-de-açúcar até 2011/12
(15.900 ha)
Expansão das operações de irrigação em 5.000 ha (...
Cenário do Mercado de Açúcar
Preços fortalecidos pela redução na produção e nos rendimentos
A demanda global deve exceder ...
Cenário do Mercado de Etanol
Expectativa de consumo e preços fortalecidos no 4T 09/10 e na próxima safra
Mercado Doméstico...
Cenário
A Guarani está bem posicionada para aproveitar as oportunidades de mercado …
… e se beneficiar do cenário positivo...
Obrigado!
telefone: +55 (11) 3544-4900
e-mail: ri@aguarani.com.br
website: www.acucarguarani.com.br/ri
Jacyr S. Costa Filh...
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Apresentação teleconferência 3 t 0910

41

Published on

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
41
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
2
Actions
Shares
0
Downloads
1
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Apresentação teleconferência 3 t 0910

  1. 1. Resultados do 3º Trimestre 09/10 12 de Fevereiro de 2010
  2. 2. As afirmações contidas neste documento relacionadas a perspectivas sobre os negócios, projeções sobre resultados operacionais e financeiros e aquelas relacionadas a perspectivas de crescimento da Açúcar Guarani são meramente projeções e, como tais, são baseadas exclusivamente nas expectativas da administração sobre o futuro dos negócios. Essas expectativas dependem, substancialmente, de variações nas condições de mercado, do desempenho da economia brasileira e mundial, do setor sucroenergético e dos mercados internacionais e, portanto, estão sujeitas a mudanças sem aviso prévio. Aviso
  3. 3. Receita líquida recorde no 9M 09/10: +14,3% (+1,3% no trimestre) em função dos maiores preços de açúcar e etanol EBITDA Ajustado: +8,2% (acumulado no ano), para R$ 208,3 milhões Operações brasileiras obtiveram Margem EBITDA Ajustado de 23,8% no 9M e 30,1% no 3T 09/10 Lucro líquido de R$ 15,7 milhões Lucro líquido de R$ 80,3 milhões nas operações brasileiras Prejuízo de R$ 64,6 milhões em Moçambique (queda na produção e desvalorização cambial) Destaques Financeiros Forte desempenho, impactado pela seca em Moçambique Prejuízo de R$ 64,6 milhões em Moçambique (queda na produção e desvalorização cambial) Dívida líquida de R$ 1,1 bilhão: redução de 12,8%, comparada com o mesmo período do ano anterior Cenário Positivo Preços Domésticos Maior produção de açúcar Aumento na cogeração de energia Aumento na cana-de-açúcar própria 3
  4. 4. Destaques Financeiros Forte desempenho, impactado pela seca em Moçambique R$ Milhões 3T Acumulado no Ano Acumulado no Ano Brasil1 09/10 08/09 09/10 08/09 09/10 08/09 Receita Líquida 363,8 359,1 970,7 849,2 928,9 802,4 EBITDA Ajustado Margem EBITDA 93,5 25,7% 116,0 32,3% 208,3 21,5% 192,5 22,7% 220,7 23,8% 174,4 21,7% 4 Notas: (1) Operações brasileiras Margem EBITDA 25,7% 32,3% 21,5% 22,7% 23,8% 21,7% Lucro Líquido Margem Líquida 1,8 0,5% (113,0) -31,5% 15,7 1,6% (241,4) -28,4% 80,3 8,6% (240,1) -29,9% CAPEX 44,3 37,1 109,3 183,2 87,5 177,4 Dívida Líquida 1.101,5 1.263,0 1.101,5 1.263,0 935,1 1.124,5
  5. 5. Preços do açúcar nos maiores níveis em 28 anos Fortes preços do açúcar suportados pelas previsões de manutenção do desequilíbrio entre oferta e demanda mundiais e pelo baixo nível de estoques Safra fraca na Índia e no leste da África (Moçambique) Chuvas no Brasil, com menor teor de sacarose na cana-de-açúcar Preços domésticos acima dos internacionais, devido à produção de açúcar branco/refinado menor do que a esperada Aumento nas exportações brasileiras tendo a Índia como principal destino Destaques Operacionais – 3T 09/10: Comportamento do Mercado de Açúcar Cenário de preços positivo e aumento das exportações Brasileiras Preço de Açúcar da Guarani (R$/ton) 5 Guarani (R$/ton) Nota: Preço médio, líquido de impostos 400 600 800 1000 1T07/08 2T07/08 3T07/08 4T07/08 1T08/09 2T08/09 3T08/09 4T08/09 1T09/10 2T09/10 3T09/10
  6. 6. Destaques Operacionais – 3T 09/10: Comportamento do Mercado de Etanol Maiores preços e forte demanda doméstica durante o ano Valorização significativa nos preços do etanol devido à menor oferta do produto Crescimento continuo no consumo doméstico em função, principalmente, do aumento da frota de veículos flex-fuel e das fortes vendas de carros Impacto limitado da redução de 20% na mistura de anidro à gasolina (300.000 m³) Aumentos de preço em outros importantes mercados, como EUA e União Européia Preço de Etanol da Guarani (R$/m³ 6 Guarani (R$/m³) Nota: Preço médio, líquido de impostos 400 600 800 1000 1T07/08 2T07/08 3T07/08 4T07/08 1T08/09 2T08/09 3T08/09 4T08/09 1T09/10 2T09/10 3T09/10
  7. 7. Processamento de Cana-de-Açúcar (MM t) 9M 09/10 Processamento de Cana-de-Açúcar (MM t) 3T 09/10 Redução de 2,2% no processamento de cana-de-açúcar no 9M 09/10, principalmente devido a: Seca em Moçambique, resultando em 200 mil toneladas a menos de cana-de-açúcar processada Fortes chuvas no Brasil, resultando em 100.000 toneladas a menos de cana-de-açúcar processada Redução de 11,0% na produção de ATR, comparada ao 9M 08/09, principalmente devido à queda de 6,6% no teor de sacarose, apesar do aumento de 14,8%, para 93 ton/ha, do rendimento agrícola Cana-de-açúcar de terceiros fornecedores representou 72,5% da moagem total, até dezembro de 2009 Início do processamento de cana-de-açúcar em 3 plantas industriais em março de 2010 Processamento de Cana-de-açúcar Chuvas intensas no Brasil e seca em Moçambique (MM t) 9M 09/10 (MM t) 3T 09/10 7 1,5 1,0 2,7 3,1 3T 08/09 3T 09/10 Própria Terceiros 4,14,2 4,1 3,9 10,3 10,2 9M 08/09 9M 09/10 Própria Terceiros 14,114,4
  8. 8. Produção de açúcar reduzida em 15,2% no 9M 09/10, impactada pelo menor teor de sacarose (ATR) na cana-de-açúcar, enquanto etanol teve redução de apenas 4,8% Prioridade nos açúcares cristal e refinado, devido às melhores margens. Continuidade das operações de refino durante o período de entressafra Mix com 56% para o açúcar e 44% para o etanol Aumento na cana-de-açúcar própria na próxima safra Produção de Açúcar e Etanol Impacto pelo baixo teor de açúcar na cana-de-açúcar, devido às intensas chuvas Produção de Açúcar (’000 t) 9M 09/10 Produção de Etanol (’000 m³) 9M 09/10 8 9M 09/10 9M 09/10 111 117 385 355 9M 08/09 9M 09/10 Anidro Hidratado 472496 493 455 512 453 149 71 9M 08/09 9M 09/10 Refinado Cristal VHP 1.154 979
  9. 9. Receita Líquida Receita líquida acumulada recorde, em função do aumento de preços Receita líquida registrou crescimento de 14,3% atingindo R$ 970,7 milhões no 9M 09/10 e, no 3T 09/10, +1,3%, atingindo R$363,8 milhões A receita de açúcar cresceu 10,2% no 3T 09/10, com um aumento de 35,2% nos preços e redução de 18,5% nas vendas A receita de etanol cresceu 17,7% no 3T 09/10, com um aumento de 21.0% nos preços, que atingiram R$ 916,3/m³ Foco no mercado doméstico devido a preços mais remuneradores Açúcar: 64,7% mercado doméstico e 35,3% exportações Etanol: 95,1% mercado doméstico e 4,9% exportações Receita Líquida (R$ MM) 3T 09/10 Receita Líquida (R$ MM) 9M 09/10 9 3T 09/109M 09/10 245 240 93 110 22 14 3T 08/09 3T 09/10 Açúcar Etanol Outros 359 364 504 632 272 27173 67 9M 08/09 9M 09/10 Açúcar Etanol Outros 849 971
  10. 10. EBITDA Ajustado Impacto do aumento de preços no Brasil e redução nas operações em Moçambique EBITDA Ajustado de R$ 93,5 milhões e Margem EBITDA Ajustado de 25,7% no 3T 09/10, comparada a 32,3% no 3T 08/09: No Brasil: Impacto positivo de preços mais elevados e custos inferiores para a cana-de-açúcar própria, compensados pelo aumento dos custos da cana-de-açúcar de terceiros e menor teor de sacarose na cana-de-açúcar. Margem EBITDA Ajustado de 30,1% Em Moçambique: EBITDA Ajustado negativo em R$ 9,8 milhões, impactado pela redução no volume de moagem No 3T 09/10, efeito negativo do hedge de R$15,0 milhões, devido aos maiores preços do açúcar, comparado ao efeito positivo de R$12,9 milhões no 3T 08/09 EBITDA Ajustado de R$208,3 milhões no 9M 09/10, com margem de 21,5% Para as operações brasileiras, EBITDA Ajustado de R$220,7 milhões e margem EBITDA Ajustado de 23,8% EBITDA Ajustado (R$ MM) 9M 09/10 10 9M 09/10 174,3 220,7 18,2 (12,4) 22,7% 21,5% 1,0% 3,0% 5,0% 7,0% 9,0% 11,0% 13,0% 15,0% 17,0% 19,0% 21,0% 23,0% 25,0% -20,0 30,0 80,0 130,0 180,0 230,0 280,0 9M 08/09 9M 09/10 Brasil Moçambique Margem EBITDA Ajustado
  11. 11. Resultado Líquido Retorno ao lucro, ainda que com prejuízo em Moçambique Lucro Líquido (R$ MM) 3T and 9M 09/10 Lucro líquido de R$ 15,7 milhões nos 9 meses, incluindo ganho de R$ 80,3 milhões no Brasil, contra prejuízo líquido de R$ 241,4 milhões no 9M 08/09, compensados por: Prejuízo de R$ 64,6 milhões em Moçambique, resultado da redução na produção e pelo efeito não-caixa da desvalorização cambial (39.9) (64.6) 41.7 80.3 3T 09/10 9M 09/10 Moçambique Brasil 11 Lucro Líquido Consolidado R$15.7 milhão 3T and 9M 09/10 R$1,8 milhão
  12. 12. Dívida Líquida R$ 1,1 bilhão Dívida líquida de R$1,1 bilhão em dezembro de 2009, 2,4% superior ao trimestre precedente, devido: Ao maior capital de giro, refletindo o ciclo normal de negócios da Guarani A relação dívida líquida/EBITDA ajustado atingiu 4,5x em dezembro de 2009 comparados aos 4,0x em setembro de 2009, devido à sazonalidade de nosso negócio A dívida de curto prazo representou 55,4% da dívida total (excluindo os mútuos) A dívida em moeda estrangeira totalizou R$758,4 milhões, equivalente a 68,9% da dívida total Taxa média efetiva de juros no 3T 09/10 de 7,7% Dívida Líquida por Moeda Dívida Líquida por Vencimento 12 Dívida Líquida por Moeda Dívida Líquida por Vencimento Nota: Inclui a dívida líquida relativa à unidade Sena, em Moçambique Nota: Excluindo mútuos e líquido de caixa e equivalentes de caixa Curto Prazo 55% Longo Prazo 45% Moeda Estrangeira 69% Real 31%
  13. 13. … para beneficiar-se do alto preço do açúcar: Aumento da capacidade de moagem da unidade Tanabi de 1,4 milhão nesta safra para 1,7 milhão de toneladas na próxima safra e construção de uma nova fábrica de açúcar para a produção adicional de 100 mil toneladas, a partir da próxima safra Aumento da capacidade da unidade São José para 3,2 milhões de toneladas de cana-de-açúcar processadas, com aumento de 50 mil toneladas na produção de açúcar. Crescimento esperado nas vendas de energia elétrica CAPEX Aumento do processamento de cana-de-açúcar e da capacidade da produção de açúcar Aumento dos níveis de mecanização da colheita e plantio, bem como melhoria dos níveis de produtividade Moçambique: Aumento da área de plantio e irrigação, para assegurar a disponibilidade de cana-de-açúcar Cogeração na unidade Andrade 13
  14. 14. Renovação total das plantações de cana-de-açúcar até 2011/12 (15.900 ha) Expansão das operações de irrigação em 5.000 ha (total de 10.000 ha em 2012) 1.500 ha em 2010 1.600 ha em 2011 1.900 ha em 2012 Mozambique Investimento para aumento de produtividade Refinanciamento das dívidas em 2010 para reestruturar o atual endividamento em Rands Sul-Africanos 14
  15. 15. Cenário do Mercado de Açúcar Preços fortalecidos pela redução na produção e nos rendimentos A demanda global deve exceder a produção em 6 milhões de toneladas nesta safra mundial Os preços devem se manter em níveis historicamente altos nos próximos 18 a 24 meses Os preços futuros do açúcar dependerão do clima no inicio da safra brasileira e da próxima safra da Índia, com início em outubro de 2010 Perspectivas positivas para os preços do açúcar, devido à expectativa de um expressivo déficit para os açúcares refinado e cristal Balanço Mundial do AçúcarPreço do Açúcar Bruto (NY 11) 15 Balanço Mundial do AçúcarPreço do Açúcar Bruto (NY 11) 15 20 25 30 35 40 45 50 8 12 16 20 24 28 01-abr-08 01-jul-08 01-out-08 01-jan-09 01-abr-09 01-jul-09 01-out-09 01-jan-10 centavosR$/lb centavosUS$/lb centavos US$/lb centavos R$/lb 2T09 1T101T09 3T09 4T09 Fonte: ICE 2T10 3T10 100 120 140 160 180 30 40 50 60 98/99 99/00 00/01 01/02 02/03 03/04 04/05 05/06 06/07 07/08 08/09 09/10E Produção/Consumo(MMton) Estoque(MMton) Estoque Produção Consumo Fonte: LMC
  16. 16. Cenário do Mercado de Etanol Expectativa de consumo e preços fortalecidos no 4T 09/10 e na próxima safra Mercado Doméstico: Preço do etanol sustentado por menores estoques comparativamente à safra anterior A forte venda de veículos flex-fuel – atualmente 85% do total de veículos leves vendidos – será o principal responsável pelo crescimento no consumo de etanol Mercado Internacional: Os maiores preços nos EUA e UE sugerem uma possível janela para as exportações brasileiras a partir da próxima safra Apesar do aumento na produção mundial, a oferta dificilmente atenderá a demanda devido aos preços recorde do açúcar que favorecem a produção de açúcar Vendas de Veículos por tipo dePreços do Etanol Hidratado e Anidro (Estado de SP) 16 Combustível (Brasil)Anidro (Estado de SP) 0 50 100 150 200 250 300 350 abr-08 jul-08 out-08 jan-09 abr-09 jul-09 out-09 '000unidades Etanol + Flex-Fuel Gasolina + Diesel 2T09 1T101T09 3T09 4T09 Fonte: Anfavea 2T10 3T10 0,55 0,65 0,75 0,85 0,95 1,05 1,15 1,25 01-abr-08 01-jul-08 01-out-08 01-jan-09 01-abr-09 01-jul-09 01-out-09 01-jan-10 R$/l Hidratado Anidro 2T09 1T101T09 3T09 4T09 Fonte: Esalq 2T10 3T10
  17. 17. Cenário A Guarani está bem posicionada para aproveitar as oportunidades de mercado … … e se beneficiar do cenário positivo: Cenário positivo para os preços do açúcar durante a safra 2010/11 devido à demanda maior que a oferta Cenário positivo para os preços do etanol durante o 4T 09/10 devido à menor oferta e forte demanda no Brasil. Expectativa de preços mais estáveis na próxima safra, em função da maior quantidade de cana-de- açúcar destinada à produção de açúcar 17 Aumento do volume de cana-de-açúcar própria Suporte do acionista controlador Tereos à estratégia de crescimento da Companhia
  18. 18. Obrigado! telefone: +55 (11) 3544-4900 e-mail: ri@aguarani.com.br website: www.acucarguarani.com.br/ri Jacyr S. Costa Filho CEO Reynaldo F. Benitez Diretor Financeiro e de Relações com Investidores Alexandre L. Menezio Gerente de Relações com Investidores Felipe F. Mendes Analista de Relações com Investidores Renato N. Zanetti Neto Analista de Relações com Investidores
  1. A particular slide catching your eye?

    Clipping is a handy way to collect important slides you want to go back to later.

×