Successfully reported this slideshow.
Your SlideShare is downloading. ×

Fisiologia Vegetal II.pptx

Ad
Ad
Ad
Ad
Ad
Ad
Ad
Ad
Ad
Ad
Ad
Upcoming SlideShare
Teoria da evolução.pdf
Teoria da evolução.pdf
Loading in …3
×

Check these out next

1 of 15 Ad

Fisiologia Vegetal II.pptx

Download to read offline

ç´lpkojihugyftddrfchgjhklkklkojhgyfdrtfyguhijokkjihugyftghjkoplkojhgbjnkml,ç.,lmkjhgjkl iouhuygfytrdrysdtfjgkjhiomiuiorftdfghhjjkojihjgfdftuhiojjihgyfddfgjhhijokjlihjdfggdfftggguhiljkkllkçlkçklçklklklçjçjkljklkjlkjlkhjkjhjghgfdfhfdfddfdfdfdhtffgfjhjhkgjkhjgfggfgffgjjg

ç´lpkojihugyftddrfchgjhklkklkojhgyfdrtfyguhijokkjihugyftghjkoplkojhgbjnkml,ç.,lmkjhgjkl iouhuygfytrdrysdtfjgkjhiomiuiorftdfghhjjkojihjgfdftuhiojjihgyfddfgjhhijokjlihjdfggdfftggguhiljkkllkçlkçklçklklklçjçjkljklkjlkjlkhjkjhjghgfdfhfdfddfdfdfdhtffgfjhjhkgjkhjgfggfgffgjjg

Advertisement
Advertisement

More Related Content

Recently uploaded (20)

Advertisement

Fisiologia Vegetal II.pptx

  1. 1. Biologia Fisiologia vegetal I
  2. 2. Tipos de fitocromos Formas interconversíveis: forma inativa fitocromo Fv (Pr); forma ativa fitocromo Fvl (Pfr). Fitocromos e a percepção da luz Fotoperiodismo: é a resposta das plantas diante das variações do comprimento do dia. Fitocromo: fotorreceptor envolvido no fotoperiodismo.
  3. 3. Fitocromos e a percepção da luz Fitocromo fv (pr) Comprimento de onda 660 nanômetros Fitocromo Fvl (Pfr) Comprimento de onda 730 nanômetros
  4. 4. FOTOBLASTISMO Semente fotoblástica positiva  A luz estimula a germinação das sementes fotoblásticas positivas.  Quando exposta a luz ocorre o acumulo de Pfr que promove a germinação.  Essas sementes germinam em camada superficial do solo. Fitocromos e a percepção da luz
  5. 5. Semente fotoblástica negativa  A luz inibe a germinação das sementes fotoblásticas negativas.  O cumulo de Pfr inibe a germinação destas sementes.  Essas sementes germinam quando se encontram numa camada profunda do solo. Fitocromos e a percepção da luz FOTOBLASTISMO
  6. 6. Semente não-fotoblástica As sementes não-fotoblásticas germinam tanto na ausência quanto na presença de luz. Fitocromos e a percepção da luz FOTOBLASTISMO
  7. 7. ESTIOLAMENTO O conjunto das características apresentadas por uma planta que se desenvolve no escuro. Mecanismo que protege as plantas recém-germinadas do atrito com o solo e faz com que elas cresçam mais rapidamente em direção à luz. As folhas são pequenas e o ápice caulinar tem forma de gancho para evitar que as folhas e o meristema apical sejam danificados pelo atrito com o solo. Ao atingir a luz, a planta passa a ter desenvolvimento normal.
  8. 8. Fotoperíodo crítico: (FPC) Valor em horas de iluminação que determina a floração ou não de uma planta. O fotoperíodo crítico é específico de cada espécie. Plantas de dia-curto: Florescem quando a duração do período iluminado é inferior ao seu fotoperíodo crítico. Plantas de dia-longo: Florescem quando a duração do período iluminado é maior que o seu fotoperíodo crítico. Plantas indiferentes: A floração não depende do fotoperíodo. Fotoperiodismo
  9. 9. Plantas de dia-curto Fotoperíodo crítico da espécie = 11 hs 16 hs 8 hs 8 hs 16 hs Floresce quando submetida a um período de luminosidade inferior ao seu fotoperíodo crítico. Não floresce Floresce Dia Noite Dia Noite Verão Inverno Fotoperiodismo
  10. 10. Plantas de dia-longo Fotoperíodo crítico da espécie = 15 hs 16 hs 8 hs 8 hs 16 hs Floresce quando submetida a um período de luminosidade superior ao seu fotoperíodo crítico. floresce Não Floresce Dia Noite Dia Noite Verão Inverno Fotoperiodismo
  11. 11. Estudos posteriores revelaram que não é o período de luminosidade diária que efetua a floração, mas sim o período de escuro ao qual a planta é submetida. Plantas de dia-curto: necessitam de uma “noite longa” para florescer Plantas de dia-longo: necessitam de uma “noite curta” para florescer. Fotoperiodismo
  12. 12. Interrompendo o período noturno por um breve período luminoso a planta de dia- curto, não floresce, pois na verdade ela necessita é de uma “noite longa” contínua. Interrompendo o período noturno por um breve período luminoso a planta de dia-longo floresce, pois como ela necessita de “noite curta” para florescer a interrupção da noite longa faz com que a noite se torne curta para planta e ela floresce. Fotoperiodismo

×