Golpe Militar de 64 - 1a versão

6,540 views

Published on

Esta apresentação fez parte de um projeto que desenvolvi em outubro de 2009 para mostrar a manipulação por meio de informações distorcidas e montagem de imagens. O objetivo foi mostrar de forma simplificada a atuação do IPES (Instituto de Pesquisas e Estudos Sociais) na divulgação de um terror anti-comunista e na conquista do apoio popular para o que viria a ser o Golpe Militar de 1964. O experimento obteve êxito no convencimento das informações apresentadas e a concordância de 98% do público presente à idéia de que uma intervenção militar salvou o Brasil de uma revolução comunista.

Published in: News & Politics, Travel, Business

Golpe Militar de 64 - 1a versão

  1. 1. Alessandra Bourdot - outubro de 2009<br />
  2. 2. Golpe de 64<br />Abertura de arquivos e novas visões da história<br />Alessandra Bourdot - outubro de 2009<br />
  3. 3. Jânio é eleito Presidente, tendo Jango como vice.<br />Alessandra Bourdot - outubro de 2009<br />
  4. 4. Jânio se aproxima politicamente de Cuba e condecora Che Guevara pela Revolução Comunista.<br />Alessandra Bourdot - outubro de 2009<br />
  5. 5. Pressionado por diversos setores, Jânio renuncia. O poder passa ao vice-presidente João Goulart.<br />Alessandra Bourdot - outubro de 2009<br />
  6. 6. No momento da renúncia Jango estava na China, realizando uma série de encontros com o líder Mao-Tsé.<br />Alessandra Bourdot - outubro de 2009<br />
  7. 7. Nesses encontros foram feitos acordos de apoio entre China e Brasil.<br />Alessandra Bourdot - outubro de 2009<br />
  8. 8. Jango discursa na China em defesa da Revolução Comunista.<br />Alessandra Bourdot - outubro de 2009<br />
  9. 9. Começa o período de Jango.<br />Alessandra Bourdot - outubro de 2009<br />
  10. 10. O jornal “Tribuna da Imprensa” publica a “Carta Brandi”, do dep. argentino Antonio Brandi a Jango, mostrando a compra ilegal de armas argentinas para o Brasil. <br />Alessandra Bourdot - outubro de 2009<br />
  11. 11. Presidente faz visita oficial a Alemanha Oriental<br />Alessandra Bourdot - outubro de 2009<br />
  12. 12. Luis Carlos Prestes reafirma seu apoio a Jango.<br />Alessandra Bourdot - outubro de 2009<br />
  13. 13. Inflação dispara e país enfrenta uma série de greves.<br />Alessandra Bourdot - outubro de 2009<br />
  14. 14. Manifestação do PCB em apoio a Jango.<br />Alessandra Bourdot - outubro de 2009<br />
  15. 15. Abertura de arquivos do PCB mostram o plano para uma Revolução Comunista marcada para maio de 64. <br />Alessandra Bourdot - outubro de 2009<br />
  16. 16. Os mesmos arquivos revelam que guerrilhas de esquerda recebiam treinamento há 2 anos. (foto de 63)<br />Alessandra Bourdot - outubro de 2009<br />
  17. 17. O movimento revolucionário recrutava civis e membros das ligas camponesas. <br />Alessandra Bourdot - outubro de 2009<br />
  18. 18. Atentado guerrilheiro a base militar no Pará mata 30 civis e 12 militares. O caso é abafado pelo governo.<br />Alessandra Bourdot - outubro de 2009<br />
  19. 19. Mais civis mortos em ações de guerrilhas. (local desconhecido)<br />Alessandra Bourdot - outubro de 2009<br />
  20. 20. Janeiro de 64: Goulart decreta a desapropriação de terras.<br />Alessandra Bourdot - outubro de 2009<br />
  21. 21. Leonel Brizola pede o fechamento do Congresso e começa a estatizar companhias, como a ITT.<br />Alessandra Bourdot - outubro de 2009<br />
  22. 22. Lacerda pede ajuda a população e às Forças Armadas para impedir que se repetisse a história de Cuba ou do Vietnã.<br />Alessandra Bourdot - outubro de 2009<br />
  23. 23. Marcha dos 100 mil pede intervenção e fim do governo Jango<br />Alessandra Bourdot - outubro de 2009<br />
  24. 24. Civis e militares cercam o Palácio da Guanabara. <br />Alessandra Bourdot - outubro de 2009<br />
  25. 25. Jango foge para o Uruguai.<br />Alessandra Bourdot - outubro de 2009<br />
  26. 26. O povo sai às ruas em comemoração.<br />Alessandra Bourdot - outubro de 2009<br />
  27. 27. “A contra-propaganda da esquerda ousa negar provas indesmentíveis. A verdade incomoda. É inútil convencer mitômanos. O Brasil foi salvo de virar uma imensa Cuba.”. ex-Ministro Jarbas Passarinho, 31-3-09. <br />Alessandra Bourdot - outubro de 2009<br />

×