Artig solninguémmotivaninguémmar11

236 views

Published on

  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

Artig solninguémmotivaninguémmar11

  1. 1. “Ninguém motiva ninguém” José Bancaleiro Managing Partner da Stanton Chase internationalDurante os últimos trinta a anos, os gestores de É a diferença entre “ter a camisola suada” ou apenasequipas levaram horas incontáveis a serem “ter a camisola vestida”. A satisfação é, habitualmente,sensibilizados para a absoluta necessidades de uma condição auxiliadora da motivação e é por isso quemotivarem os seus colaboradores e a serem treinados as empresas procuram construir culturas nas quais assobre a forma de o fazerem. Não estranho, por isso, o pessoas se sintam bem e onde exista espaço paraespanto que transparece nas suas faces quando me poderem dar vazão à sua energia e criatividade.ouvem afirmar que nenhuma pessoa, por melhor líder Confunde-se motivar com estimular ou incentivar.que seja, consegue motivar outra pessoa. Motivação é, como vimos, um processo intrínseco àDe facto, de Mazlow a McLelland, passando por pessoa e por isso provoca uma enorme energia e temHerzberg e McGregor, todas as teorias sobre a uma duração prolongada. É por esta razão que são asmotivação foram sendo ligadas à liderança, no pessoas motivadas que conseguem níveis superiores depressuposto que a motivação seria uma das principais produtividade e os mantêm durante muito mais tempo.ferramentas das pessoas que têm por missão atingir Um estímulo ou um incentivo é uma acção externa àresultados através do trabalho de equipas. Dominar a pessoa que também origina um aumento de energia,arte de motivar as outras pessoas tornou-se, assim, mas orientado para um objectivo específico e com umanum dos principais objectivos dos que aspiram a tornar- duração muito limitada, energia e duração essas quese líderes. vão sendo cada vez menores à medida que esse estímulo se vai repetindo. Um estímulo aplicado a umaNo entanto, todos os estudos provam que a motivação pessoa motivada pode ser muito eficaz na orientaçãoé um processo intrínseco (interno) à pessoa, das energias para objectivos específicos.influenciado por um conjunto vivências e interessespessoais e que as levam a tomar várias acções Por último, confunde-se motivar com mobilizar. Comoorientadas para atingirem determinados objectivos. Ou vimos a motivação é um processo interno a cadaseja, por muito eficaz que seja o líder, em última pessoa que origina acções orientadas, consciente ouinstância, quem se motiva é a própria pessoa. É neste inconscientemente, para a satisfação de necessidadesenquadramento, que eu defendo que ninguém motiva pessoais. As teorias comportamentais vieram chamar àninguém. Quando muito, um líder eficaz cria as atenção para a necessidade das organizaçõescondições (facilita) para um colaborador se motivar. mobilizarem esta energia através da utilização deUsando uma linguagem figurativa, pode levar-se um variáveis externas (recompensas e punições)cavalo até à fonte, mas ele só bebe se quiser. orientando-a para os seus objectivos. Motivar é, assim, algo interno, individual e que provoca energia.Talvez devido à minha formação jurídica, sempre dei Mobilizar é externo, dirigido por quem domina asuma grande importância ao significado preciso de cada variáveis ambientais e com o objectivo de direccionarvocábulo. E a palavra motivação (do latim motivum) tão essa energia para fins específicos. É, pois, mais ao nívelabundantemente usada, é daquelas que mais é da mobilização do que da motivação que os líderes deconfundida e inadequadamente usada. Confunde-se equipas se devem concentrar.motivação com satisfação, quando se sabe que amotivação é um estado activo que origina energia As pessoas não podem ser motivadas, mas podem serorientada para atingir um determinado objectivo, mobilizadas.enquanto satisfação é um estado passivo de bem-estar. José Bancaleiro In Sol, 11 de Março de 2011

×