GB#32678 - Overshipment
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

GB#32678 - Overshipment

on

  • 189 views

 

Statistics

Views

Total Views
189
Views on SlideShare
183
Embed Views
6

Actions

Likes
0
Downloads
0
Comments
0

2 Embeds 6

http://www.linkedin.com 4
https://www.linkedin.com 2

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

GB#32678 - Overshipment GB#32678 - Overshipment Presentation Transcript

  • GB # 32.678 Controle de Entregas Antecipadas ao Lead Time de Programação (Industrial Material)Líder Projeto: Thiago RochaChampion Projeto: Luiz Carlos SilvaBlack Belt: Marcos Silva BarbosaOrganização: MP&L Ford TaubatePlanta Projeto: Brasil – PlantaTaubateData de Fechamento Projeto: 12/nov/2012
  • 6 - SigmaTeam MembersNome Função DepartamentoLuiz Carlos Silva Champion MP&L Site ManagerMarcos S. Barbosa Black Belt MP&L Logística OperativaThiago Rocha Green Belt MP&L Industrial MaterialSônia Gonçalves Team Member Infrastructure Technology (IT)Gilson Santos Team Member MP&L GateAna Cembranelli Team Member MP&L GateJuliana Serafim Team Member MP&L GateLeonardo Borrego Team Member MP&L Industrial MaterialMichelle Santos Team Member MP&L Industrial MaterialAndreza Silva Team Member MP&L Industrial Material
  • D D M M A A I I C C DEFINE VOICE OF THE CUSTOMER Classificação do Projeto Indicador e Estratificação do Problema Controle de Processo. Declaração CTQ (Critical to Quality): Overshipment de material não produtivo. Declaração CTC (Critical to Cost): Antecipação de inventário Ford e antecipação de pagamento aos fornecedores. Declaração do Problema: O departamento de Logística do site de Taubaté recebe mensalmente dos fornecedores de materiais não produtivos entregas antecipadas de materiais em relação a data de programação do sistema IMIS (lead time de compra), gerando uma reposição de inventário não autorizada dentro do mês corrente e a antecipação de pagamento ao fornecedor, e assim comprometendo os objetivos de inventário de material não produtivo. Objetivo: Estabelecer um processo para controle e análise - pelo analista responsável - da necessidade de antecipação do material em relação ao mês da programação já no ato de recebimento da nota fiscal no Gate, reduzindo em 50% o volume (R$) de antecipações de materiais e gerando indicador para análise / controle / ações do time de material industrial.Thiago Rocha – trocha@ford.comPágina 1 de 19
  • D D M M A A I I C C DEFINE VOICE OF THE CUSTOMER I.M.F. – Fluxo de Material Industrial O objetivo do Fluxo de Material Industrial é fornecer os materiais onde e quando necessário, e ao menor custo total. Os Materiais Industriais são definidos como todos os materiais que são utilizados e dão suporte à manufatura, mas não saem da planta como produto. Eles incluem todo o material em inventário e as compras realizadas conforme o orçamento e também os projetos capitalizados. 1. Metas e objetivos utilizando o desenvolvimento da política de IMF; 2. Acompanhamento e melhoria dos objetivos de custo de IM; 5. Melhoria 3. Utilização de conceito master padrão (Ford 2. Custos Contínua Production System); 4. Processo para coleta, análise e relatório de dados de materiais industriais; 5. Melhoría contínua baseada em dados.Thiago Rocha – trocha@ford.comPágina 2 de 19
  • D D M M A A I I C C DEFINE VOICE OF THE CUSTOMER Tela de Programação do Sistema IMIS 05.08.2012: Data de Programação do Material para Entrega na Planta 25.07.2012: Data de Recebimento Efetiva do Material << ANTECIPAÇÃO>>Thiago Rocha – trocha@ford.comPágina 3 de 19
  • D D M M A A I I C C DEFINE VOICE OF THE CUSTOMER Fluxo Atual de Envio de Programação e Recebimento de Materiais Analista de IM Fornecedor Fornecedor Análise e Envio da Programação de Recebimento da Programação contendo: Entrega de Materiais Programados Materiais ao Fornecedor Código do Material, Descrição, Quantidade e Data para Entrega (Lead Time) Almoxarifado Sistemas SIAM e IMIS Gate Ford Recebimento, Conferência e Validação da Data e Volume de Recebimento das Notas Fiscais para Confirmação da Programação Programação Entrada no Gate GAPThiago Rocha – trocha@ford.comPágina 4 de 19
  • D D M M A A I I C C DEFINE VOICE OF THE CUSTOMER Mapeamento do Processo CTQ CTQ ´s ´s S uppliers I nputs P rocesses O utputs C ustomers • Analista Ford de • Analisar as • Fornecedor: • Entrada no sistema • Time de Inventário Material Industrial; necessidades de Receber as SIAM Ford de Industrial Material. • Sistema Ford IMIS – materiais de acordo programações e (Recebimento de Controle de com os volumes e separar, faturar e Materiais) e IMIS Inventário. datas de reposição transportar de acordo (Controle de (lead time do pedido com os materiais, Inventário) de acordo de compra) volumes e datas com o material, • Enviar as solicitadas nas volume e data de programações aos programações Ford. programação (lead fornecedores. time) Mapeamento do ProcessoThiago Rocha – trocha@ford.comPágina 5 de 19
  • D D M M A A I I C C MEASURE CTQ (y) CAPABILITY Coleta de Dados (Dez/10 a Set/11)Thiago Rocha – trocha@ford.comPágina 6 de 19
  • D D M M A A I I C C MEASURE CTQ (y) CAPABILITY Nível Sigma no Período de Dez/10 a Set/11Thiago Rocha – trocha@ford.comPágina 7 de 19
  • D D M M A A I I C C ANALYZE y= f (x) Identificação dos Problemas Apresentados no Processo Atual MÁQUINA MATERIAL MEDIÇÃO O sistema SIAM – IMIS não Falta controle de esta capacitado a detectar volumes antecipados no se a entrega de material é mês para análise e antecipada em relação a data ações do time de de programação (lead time material industrial negociado no pedido de compras) EFEITO (Y) Entregas antecipadas de materiais em relação a data Os analistas não têm Falta comprometimento de programação do sistema condições de bloquear a do fornecedor com a data IMIS (lead time de compra) entrada de materiais entregues correta de entrega dos antecipadamente ou analisar a materiais necessidade de antecipação MÃO DE OBRA AMBIENTE MÉTODOThiago Rocha – trocha@ford.comPágina 8 de 19
  • D D M M A A I I C C ANALYZE y= f (x) Matriz de Causa e EfeitoThiago Rocha – trocha@ford.comPágina 9 de 19
  • D D M M A A I I C C ANALYZE y= f (x) Y = f (x) X1: O sistema SIAM – IMIS não esta capacitado a detectar se a entrega de material é antecipada em relação a data de programação (lead time negociado no pedido de compras). X2: Falta controle de volumes antecipados no mês para análise e ações do time de material industrial.Thiago Rocha – trocha@ford.comPágina 10 de 19
  • D D M M A A I I C C IMPROVE y= f (x) X1 = Y: O sistema SIAM – IMIS não esta capacitado a detectar se a entrega de material é antecipada em relação a data de programação (lead time negociado no pedido de compras). X1’: Criar uma trava no sistema SIAM (*) que faça a leitura da data e volume programados no sistema IMIS (*) e possibilite a liberação em caso de antecipação de data ou excesso no volume através de análise do analista responsável. (*) Sistema SIAM (Sistema Integrado de Acompanhamento de Materiais): Sistema responsável pelo gerenciamento de entrada de notas fiscais. (*) Sistema IMIS (Industrial Material Inventory System): Sistema responsável pelo gerenciamento de inventário de material industrial.Thiago Rocha – trocha@ford.comPágina 11 de 19
  • D D M M A A I I C C IMPROVE y= f (x) Implementação da Trava de Antecipação (a partir de out/2011) Tentativa de entrega do material de part number 02.002.00038 no dia 06/nov/2012, sendo que o mesmo possui programação em aberto somente para o dia 20/dez/2012. O sistema SIAM faz a leitura no sistema IMIS e bloqueia a entrada do material, que somente será liberado mediante solicitação da fábrica e autorização da supervisão de MP&L. Com isto, o analista de material industrial realiza a liberação no sistema IMIS que registra a operação (motivo / data / bzb).Thiago Rocha – trocha@ford.comPágina 12 de 19
  • D D M M A A I I C C IMPROVE y= f (x) X2 = Y: Falta controle de volumes antecipados no mês para análise e ações do time de material industrial. X2’: Criar indicador de entregas analisadas e liberadas para antecipação visando análise, controle e ações do time.Thiago Rocha – trocha@ford.comPágina 13 de 19
  • D D M M A A I I C C IMPROVE y= f (x) INDICADOR – FECHAMENTO JULHO/2012Thiago Rocha – trocha@ford.comPágina 14 de 19
  • D D M M A A I I C C IMPROVE y= f (x) Coleta de Dados (Out/11 a Jul/12) Após o mapeamento do processo, a implementação do controle via sistema SIAM e IMIS e a definição das regras para bloquear a entrada de materiais antecipados ao lead time de programação, os analistas passaram a ter controle para análise de liberação de antecipação de lead time e volumes programados de acordo com a necessidade de uso da planta de Taubaté, reduzindo em média 67 % o volume de antecipações.Thiago Rocha – trocha@ford.comPágina 15 de 19
  • D D M M A A I I C C IMPROVE y= f (x) Nível Sigma no Período de Dez/10 a Set/11 Nível Sigma no Período de Out/11 a Jul/12 DPMO: Redução de 69 %Thiago Rocha – trocha@ford.comPágina 16 de 19
  • D D M M A A I I C C CONTROL X’s Controle do Processo  Revisão de controle de antecipação de materiais (Over Shipment) -Revisão mensal com todo o time nas reuniões de P.O.R. (Plant Operation Review) ** Ação de controle e monitoramento já implementada **Thiago Rocha – trocha@ford.comPágina 17 de 19
  • D D M M A A I I C C CONTROL X’s Indicador de Perfomance (P.O.R. Julho/2012)Thiago Rocha – trocha@ford.comPágina 18 de 19
  • D D M M A A I I C C CONTROL X’sThiago Rocha – trocha@ford.comPágina 19 de 19