Dados1

862 views
760 views

Published on

Este trabalho não foi objeto de qualquer correção!
Foi postado tal e qual como foi enviado por o(s) autor(es).
O mérito (se for caso disso) é exclusivo dele(s)!

Published in: Education
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
862
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
634
Actions
Shares
0
Downloads
0
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Dados1

  1. 1. Dados:  Área: 1.246.700 km²  Capital: Luanda  População: 20,82 milhões (2012)  Moeda: kuanza  Nome Oficial: República de Angola  Nacionalidade: angolana  Governo: República Presidencialista, Estado unitário  Presidente: José Eduardo dos Santos  Nacionalidade: Angola  Idioma: português (oficial), línguas  Angola é um país em desenvolvimento. Não há desenvolvimento sem crescimento, Angola é um país rico em recursos naturais regionais (principais: umbundo, quimbundo, que actualmente já estão a ser mais quicongo, ovimbundo, bacongo) explorados.  Antigamente Angola era uma das colónias de Portugal, após guerras e guerras o país tornou-se independente.  A História de Angola teve vários processos até o povo angolano conseguir a sua ´liberdade` Angola esta divida em províncias, municípios, comunas, cidades e Brasão de armas de Angola vilas.  Angola evoluiu também, nas suas infraestruturas, o alfabetismo diminui, o ensino básico passou a ser obrigatório contribuindo para a educação no país.  A alimentação passou a ser mais equilibrada / diversificada. Como é um país com temperatura quente elevada há doenças como a malária, dengue que se não forem tratadas como se deve ser leva a morte, mas com o conhecimento e aprendizagem dos nossos médicos já são efectuados tratamentos no próprio país sem ser preciso deslocar-se para outro país causando menos mortes .
  2. 2. Portanto, Angola está a desenvolver bem, pois as mudanças feitas foram bem-sucedidas para o bem da sociedade angolana, o país está em desenvolvimento, ainda tem muito que mudar e aprender com os outros países.

×