Sandra apresentação sime

975 views
922 views

Published on

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
975
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
2
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Sandra apresentação sime

  1. 1. Universidade de Aveiro 2012 Programa Doutoral em Multimédia em Educação SIME Blearning no Ensino Superior Politécnico Estudo de avaliação do Mestrado emTurismo, Inovação e Desenvolvimento na ESTG de Viana do Castelo
  2. 2. Doutoranda:Sandra VasconcelosOrientadores:Doutora Ana Balula DiasDoutor Pedro Almeida
  3. 3. Finalidades• Avaliar a implementação e desenvolvimento do M e s t r a d o e m Tu r i s m o , I n o v a ç ã o e Desenvolvimento na ESTG de Viana do Castelo na sua vertente mista;• Propor melhoramentos;• (Promover mudanças ao nível institucional).
  4. 4. Objectivos• Contribuir para o desenvolvimento conceptual que sustente as opções metodológicas na escolha e implementação de um curso neste formato;• Identificar pontos fortes e fracos, potencialidades e constrangimentos na sua implementação e na integração de ferramentas tecnológicas;• Delinear e promover a aplicação de um plano de intervenção que vise contribuir para a resolução dos problemas identificados;
  5. 5. • Avaliar o impacte deste plano nas dinâmicas de ensino e aprendizagem com vista à elaboração de um conjunto de recomendações a propor à instituição.
  6. 6. Questões de Investigação• Quais as percepções conceptuais e expectativas de alunos e professores face à implementação do M e s t r a d o e m Tu r i s m o , I n o v a ç ã o e Desenvolvimento na modalidade de blearning?• Q u e c o n d i ç õ e s , re c u r s o s , e s t r a t é g i a s e instrumentos foram mobilizados pelos docentes para a sua implementação e de que forma estes se adequam aos princípios enunciados na declaração de Bolonha e ao paradigma de blearning neste contexto?
  7. 7. • Que constrangimentos e potencialidades é possível identificar na implementação e desenvolvimento da modalidade online deste curso?• Que soluções podem ser implementadas para melhorar estes constrangimentos?• Qual o impacte desta modalidade de ensino nos resultados e processos de aprendizagem dos alunos antes e depois da implementação das soluções encontradas?• Que recomendações poderão ser feitas no sentido de melhorar futuras iterações do curso avaliado?
  8. 8. Etapas do Estudo• Estudo de Avaliação • 3 Fases: • Avaliação estratégica • Avaliação processual • Avaliação dos resultados e apresentação das conclusões
  9. 9. • Avaliação estratégica (estudo de caso) • Etapa 1- Enquadramento teórico e contexto do estudo (análise documental, observação e inquéritos por questionário); • Etapa 2- Análise das expectativas e percepções dos participantes (análise documental, inquérito por questionário/entrevista e focus group); • Etapa 3- Acompanhamento, definição e implementação de plano de acção (observação com registo e análise documental);
  10. 10. • Avaliação Processual • Etapa 1- Monitorização das actividades online (observação com registo e análise documental); • Etapa 2- Elaboração de lista de recomendações;
  11. 11. • Avaliação dos resultados e apresentação das conclusões• Etapa 1- Análise de dados recolhidos (análise estatística e de conteúdo);• Etapa 2- Recolha da opinião dos alunos e docentes (inquérito por questionário); • Análise do impacte da intervenção na percepção dos docentes (inquérito por entrevista);
  12. 12. Plano
  13. 13. Plano vs. Realidade
  14. 14. ✔ ✔ ✔✔ ✔ ✔ ✔ ✔ ✔ ✔ ✔
  15. 15. Resultados preliminares• Aspectos técnicos • Infra-estruturas e equipamentos adequados; • Falta de apoio; • Falhas de comunicação: docentes - técnicos - responsáveis institucionais;
  16. 16. • Alunos: • 21% de alunos de instituições estrangeiras; • 53% de trabalhadores estudantes; • 79% já trabalhou com LMS; • 49% já frequentou cursos em formato de e- ou blearning; • 32% aponta o formato do curso como determinante para a sua escolha;
  17. 17. • Indicadores • Portabilidade; • Prevalência de utilização de redes sociais e serviços de media sharing; • Dúvidas quanto à promoção da interacção entre alunos;
  18. 18. Limitações• Dependência de elementos externos;• Interdependência de conteúdos e resultados;• Variáveis inesperadas e volúveis;
  19. 19. Desafios e novos rumos• Participação em conferências e escrita de artigos; • ATHE Oxford (Dezembro 2011) ✔ • Archanes, Grécia (Maio 2012) • Seminário de Doutorandos - ESGHT Faro (Julho 2012)• Resultados preliminares;• Revisão de prioridades e interesses;

×