Livia Tirone - ICS
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Livia Tirone - ICS

on

  • 758 views

Integrado num conjunto de acções de comunicação promovidas pela Iniciativa CONSTRUÇÃO SUSTENTÁVEL sobre o tema sustentabilidade urbana, o enfoque deste Workshop está na demonstração das ...

Integrado num conjunto de acções de comunicação promovidas pela Iniciativa CONSTRUÇÃO SUSTENTÁVEL sobre o tema sustentabilidade urbana, o enfoque deste Workshop está na demonstração das oportunidades de intervenção que vão ao encontro de uma maior RESILIÊNCIA DAS CIDADES – a resiliência é abordada à escala da prevenção do risco no planeamento urbano, da mitigação do risco nas intervenções durante catástrofes e eventos extremos e da regeneração dos sistemas urbanos. O Workshop é dirigido a todos os decisores que influenciam a qualidade de construção e a gestão do meio edificado.

Statistics

Views

Total Views
758
Views on SlideShare
740
Embed Views
18

Actions

Likes
0
Downloads
29
Comments
0

3 Embeds 18

http://static.slideshare.net 8
http://www.construcaosustentavel.pt 8
http://construcaosustentavel.pt 2

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Adobe PDF

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

Livia Tirone - ICS Livia Tirone - ICS Presentation Transcript

  • CONSTRUÇÃO SUSTENTÁVEL SOLUÇÕES PARA UMA PROSPERIDADE RENOVÁVEL WORKSHOP CIDADES RESILIENTES A DIMENSÃO DO PLANEAMENTO Livia Tirone Iniciativa CONSTRUÇÃO SUSTENTÁVEL www.construcaosustentavel.p WORKSHOP CIDADES SUSTENTÁVEL CURSO CONSTRUÇÃORESILIENTES I www.construcaosustentavel.pt
  • AS CIDADES SÃO O NOSSO DESAFIO 50% da população mundial vive em cidades (hoje 3.000 Milhões de pessoas) 80% da população da Europa vive em cidades (hoje 400 Milhões de pessoas) A população do planeta vai aumentar de 6.000 para 9.000 Milhões durante a nossa vida WORKSHOP CIDADES SUSTENTÁVEL CURSO CONSTRUÇÃORESILIENTES I www.construcaosustentavel.pt
  • AS CIDADES SÃO O NOSSO DESAFIO Os edifícios são um dos principais sectores responsáveis pela produção de resíduos; A indústria da construção explora os recursos naturais para além de níveis sustentáveis; O ambiente construído é um estável recurso ambiental; WORKSHOP CIDADES SUSTENTÁVEL CURSO CONSTRUÇÃORESILIENTES I www.construcaosustentavel.pt
  • CIDADES COMPACTAS E MULTIFUNCIONAIS VULNERABILIDADE Os novos instrumentos de planeamento urbano precisam de que salvaguardar a qualidade de vida das populações; Quais são os indicadores da sustentabilidade na cidade compacta ? WORKSHOP CIDADES RESILIENTES www.construcaosustentavel.pt
  • CIDADES COMPACTAS E MULTIFUNCIONAIS VULNERABILIDADE 32% da energia produzida nos países da OCDE é utilizada nos transportes - em Lisboa 42% da energia primária é consumida em transportes; A boa acessibilidade é fundamental para o bom funcionamento das cidades e pode ser optimizada através do planeamento urbano; WORKSHOP CIDADES RESILIENTES www.construcaosustentavel.pt
  • AS CIDADES SÃO O NOSSO DESAFIO VULNERABILIDADE 40% da energia primária produzida nos países da OCDE é utilizada para operar edifícios; Em Lisboa os edifícios são responsáveis por da 50% da energia primária consumida; Em Lisboa, 65% desta energia é consumida para operar edifícios de serviços e 35% para operar edifícios de habitação; WORKSHOP CIDADES SUSTENTÁVEL CURSO CONSTRUÇÃORESILIENTES I www.construcaosustentavel.pt
  • PROSPERIDADE RENOVÁVEL TEMPERATURAS NA EUROPA As temperaturas médias na região mediterrânica coincidem com as temperaturas que as pessoas consideram confortáveis em espaços interiores; WORKSHOP CIDADES SUSTENTÁVEL CURSO CONSTRUÇÃORESILIENTES I www.construcaosustentavel.pt
  • PROSPERIDADE RENOVÁVEL RADIAÇÃO SOLAR NA EUROPA A radiação solar na região mediterrânica é extremamente favorável para a produção descentralizada de energia; WORKSHOP CIDADES SUSTENTÁVEL CURSO CONSTRUÇÃORESILIENTES I www.construcaosustentavel.pt
  • PROSPERIDADE RENOVÁVEL VENTO NA EUROPA O Vento na Europa é muito favorável para a produção descentralizada de energia; WORKSHOP CIDADES SUSTENTÁVEL CURSO CONSTRUÇÃORESILIENTES I www.construcaosustentavel.pt
  • PROSPERIDADE RENOVÁVEL CHUVA NA EUROPA A chuva na Europa na região mediterrânica é extremamente favorável para a produção descentralizada de energia bem como para o aproveitamento para usos não potáveis. WORKSHOP CIDADES SUSTENTÁVEL CURSO CONSTRUÇÃORESILIENTES I www.construcaosustentavel.pt
  • RECURSOS NATURAIS E ECOSSISTEMAS “O sistema terrestre é finito, materialmente fechado e não cresce…” Herman Daly “Devemos apenas explorar recursos naturais provenientes de ecossistemas bem geridos, utilizando-os da forma mais eficiente e produtiva, exercendo cautela em todas as modificações que fazemos à Natureza.” Karl-Henrik Robert WORKSHOP CIDADES RESILIENTES www.construcaosustentavel.pt
  • A.1.b Conceitos e Medidas de Valorização Social O valor de mercado dos edifícios aumenta automaticamente quando os utilizadores se identificam com a sua qualidade; É por isso importante conhecer concretamente o que o mercado entende como qualidade; Klas Tham WORKSHOP CIDADES RESILIENTES www.construcaosustentavel.pt
  • CIDADES COMPACTAS E MULTIFUNCIONAIS O conceito cidade compacta e multifuncional obriga à definição Verão Inverno de novos parâmetros de desempenho para o ambiente edificado: saúde, conforto, gestão racional dos recursos naturais e a salvaguarda dos eco-sistemas. Considerar: ganhos solares adequados, qualidade do ar interior e exterior, conforto térmico, acústico e visual... WORKSHOP CIDADES RESILIENTES www.construcaosustentavel.pt
  • CIDADES COMPACTAS E MULTIFUNCIONAIS ORIENTAÇÃO SOLAR DOS EDIFÍCIOS WORKSHOP CIDADES RESILIENTES www.construcaosustentavel.pt
  • CIDADES COMPACTAS E MULTIFUNCIONAIS ORIENTAÇÃO SOLAR DOS EDIFÍCIOS WORKSHOP CIDADES RESILIENTES www.construcaosustentavel.pt
  • CIDADES COMPACTAS E MULTIFUNCIONAIS ORIENTAÇÃO SOLAR DOS EDIFÍCIOS WORKSHOP CIDADES RESILIENTES www.construcaosustentavel.pt
  • CIDADES COMPACTAS E MULTIFUNCIONAIS ORIENTAÇÃO SOLAR DOS EDIFÍCIOS WORKSHOP CIDADES RESILIENTES www.construcaosustentavel.pt
  • CIDADES COMPACTAS E MULTIFUNCIONAIS ORIENTAÇÃO SOLAR DOS EDIFÍCIOS WORKSHOP CIDADES RESILIENTES www.construcaosustentavel.pt
  • CIDADES COMPACTAS E MULTIFUNCIONAIS ORIENTAÇÃO SOLAR DOS EDIFÍCIOS WORKSHOP CIDADES RESILIENTES www.construcaosustentavel.pt
  • CIDADES COMPACTAS E MULTIFUNCIONAIS ORIENTAÇÃO SOLAR DOS EDIFÍCIOS H ≈ 0,6 d + h H - Altura do edifício 2 (edifício que sombreia) d - Distância entre edifícios h - Altura do piso 0 do edifício 1 (medida entre a cota de soleira e o pavimento do piso 1). WORKSHOP CIDADES RESILIENTES www.construcaosustentavel.pt
  • CONFORTO, IDENTIDADE E DURABILIDADE DO MEIO EDIFICADO Durabilidade do Meio Edificado Espaços urbanos acolhedores que respondem às nossas necessidades são apreciados e bem tratados; Uma sociedade próspera consegue operar e manter o seu edificado adequadamente; As melhores tecnologias disponíveis contribuem para aumentar a resistência às intempéries; WORKSHOP CIDADES RESILIENTES www.construcaosustentavel.pt
  • CONFORTO, IDENTIDADE E DURABILIDADE DO MEIO EDIFICADO A qualidade arquitectónica das propostas pode ser potenciada e motivada pelo Planeamento Urbano; Regras urbanísticas que visam o bom desempenho dos edifícios estimulam a criatividade da equipa projectista; WORKSHOP CIDADES RESILIENTES www.construcaosustentavel.pt
  • CONFORTO, IDENTIDADE E DURABILIDADE DO MEIO EDIFICADO Na Europa existe uma forte tendência a favor da cidade compacta, onde se vive, se trabalha e se vai às compras a pé; WORKSHOP CIDADES RESILIENTES www.construcaosustentavel.pt
  • DIVERSIDADE DE COR, TEXTURA, FORMA, USO, PROPRIEDADE, TIPOLOGIA... “O bom planeamento urbano não pode ser destruído pela má arquitectura, mas nem a melhor arquitectura pode salvar o mau planeamento urbano” Klas Tham; São os contextos urbanos dinâmicos e repletos de diversidade que mais estimulam o bem estar das pessoas; BO01 Malmö Suécia WORKSHOP CIDADES RESILIENTES www.construcaosustentavel.pt
  • DIVERSIDADE DE COR, TEXTURA, FORMA, USO, PROPRIEDADE, TIPOLOGIA... WORKSHOP CIDADES RESILIENTES www.construcaosustentavel.pt
  • FLEXIBILIDADE DOS ESPAÇOS QUE HABITAMOS Trabalhar de casa resulta na necessidade de espaços adequados mas flexíveis; Pisos térreos devem ser concebidos (com pé direitos adequados) de forma a permitirem eventuais futuras utilizações públicas; Torre Sul Parque das Nações WORKSHOP CIDADES RESILIENTES www.construcaosustentavel.pt
  • FLEXIBILIDADE DOS ESPAÇOS QUE HABITAMOS WORKSHOP CIDADES RESILIENTES www.construcaosustentavel.pt
  • FLEXIBILIDADE DOS ESPAÇOS QUE HABITAMOS WORKSHOP CIDADES RESILIENTES www.construcaosustentavel.pt
  • FLEXIBILIDADE DOS ESPAÇOS QUE HABITAMOS Flexibilidade do Meio Edificado Espaços urbanos que se adaptam às nossas necessidades são apreciados e bem tratados; Usos, Actividades, Agilidade, Capacidade de Transformação... WORKSHOP CIDADES RESILIENTES www.construcaosustentavel.pt
  • COMUNIDADES RESILIENTES A RELEVÂNCIA DA DIMENSÃO SOCIAL Os espaços públicos da cidade exprimem o seu primeiro nível de identidade; A plenitude com a qual os utilizadores se identificam com os espaços que habitam e utilizam determina a atitude que tomam perante esses espaços e perante as outras pessoas; WORKSHOP CIDADES RESILIENTES www.construcaosustentavel.pt
  • COMUNIDADES RESILIENTES WORKSHOP CIDADES RESILIENTES www.construcaosustentavel.pt
  • COMUNIDADES RESILIENTES WORKSHOP CIDADES RESILIENTES www.construcaosustentavel.pt
  • COMUNIDADES RESILIENTES ESPAÇOS DE ATENUAÇÃO CLIMÁTICA WORKSHOP CIDADES RESILIENTES www.construcaosustentavel.pt
  • COMUNIDADES RESILIENTES WORKSHOP CIDADES RESILIENTES www.construcaosustentavel.pt
  • COMUNIDADES RESILIENTES A qualidade do espaço habitado é uma condição essencial para o bem-estar das pessoas; A transformação da forma como vivemos ao longo das últimas décadas tem de ser acompanhada por composições espaciais que permitem um melhor desempenho funcional e emocional; WORKSHOP CIDADES RESILIENTES www.construcaosustentavel.pt
  • INTEGRAÇÃO DO CUSTO REAL DA DIMENSÃO AMBIENTAL “No novo modelo económico, o progresso não pode ser visto com a expansão quantitativa, mas terá que ser visto como a melhoria qualitativa que assenta no facto do sistema terrestre ser finito, não crescente e materialmente fechado.” Herman Daly, Beyond Growth WORKSHOP CIDADES RESILIENTES www.construcaosustentavel.pt
  • INTEGRAÇÃO DO CUSTO REAL DA DIMENSÃO AMBIENTAL O valor de mercado dos edifícios aumenta automaticamente quando os utilizadores se identificam com a sua qualidade; É por isso importante conhecer concretamente o que o mercado entende como qualidade; Klas Tham WORKSHOP CIDADES RESILIENTES www.construcaosustentavel.pt
  • A ESCALA HUMANA DA RESILIÊNCIA As pessoas passam 90% do seu tempo em espaços interiores Cada 1 em 10 Portugueses sofre de doenças do fórum respiratório Para além das pessoas, entre as principais fontes de contaminação do ar interior estão: - Os materiais que revestem as superfícies em contacto com o ar interior; - Os sistemas de tratamento do ar; - O gás; WORKSHOP CIDADES SUSTENTÁVEL CURSO CONSTRUÇÃORESILIENTES I www.construcaosustentavel.pt
  • A ESCALA HUMANA DA RESILIÊNCIA WORKSHOP CIDADES SUSTENTÁVEL CURSO CONSTRUÇÃORESILIENTES I www.construcaosustentavel.pt
  • A ESCALA HUMANA DA RESILIÊNCIA O nosso estilo de vida mudou e os espaços que utilizamos precisam ser adaptados às necessidades contemporâneas; WORKSHOP CIDADES RESILIENTES www.construcaosustentavel.pt
  • A ESCALA HUMANA DA RESILIÊNCIA No clima mediterrânico é estremamente importante criar condições de conforto em espaços exteriores e semi- exteriores, aos quais podemos aceder directamente dos espaços interiores privados; WORKSHOP CIDADES RESILIENTES www.construcaosustentavel.pt
  • A ESCALA HUMANA DA RESILIÊNCIA WORKSHOP CIDADES RESILIENTES www.construcaosustentavel.pt
  • DESCENTRALIZAÇÃO DA OFERTA DE RECURSOS = RESILIÊNCIA Com a directiva da Comissão Europeia sobre Eficiência Energética e Serviços de Energia são criadas as condições de base para a descentralização da produção de energia e é promovido o acesso à riqueza de recursos renováveis que a natureza oferece; WORKSHOP CIDADES RESILIENTES www.construcaosustentavel.pt
  • COMPACT, COMPLETE AND... CONNECTED WORKSHOP CIDADES RESILIENTES www.construcaosustentavel.pt
  • CONCEITO: UTILIZADOR-PRODUTOR Natura Towers LISBOA Edifícios de Serviços; WORKSHOP CIDADES RESILIENTES www.construcaosustentavel.pt
  • CONCEITO: ARMAZENAMENTO DESCENTRALIZADO WORKSHOP CIDADES RESILIENTES www.construcaosustentavel.pt
  • CONCEITO: ARMAZENAMENTO DESCENTRALIZADO WORKSHOP CIDADES RESILIENTES www.construcaosustentavel.pt
  • OPTIMIZAÇÃO DA PROCURA DE ÁGUA A água própria para consumo humano existe em quantidade ínfima no nosso planeta; Os edifícios podem ser concebidos e construídos de forma a optimizar consideravelmente a procura de água potável, canalizando-a apenas para aqueles usos que precisam de todas as suas qualidades; WORKSHOP CIDADES RESILIENTES www.construcaosustentavel.pt
  • OPTIMIZAÇÃO DA PROCURA DE ÁGUA Novo Sistema Voluntário de Certificação de Eficiência Hídrica, desenvolvido pela ANQIP em Aveiro, no âmbito do Programa Nacional para o Uso Eficiente da Água, irá certificar equipamentos e dispositivos hídricos, favorecendo aqueles com melhor desempenho; WORKSHOP CIDADES RESILIENTES www.construcaosustentavel.pt
  • APROVEITAMENTO DE ÁGUAS DA CHUVA Toda a água da chuva que cai nas coberturas dos edifícios, deve ser recolhida e, com o devido tratamento, reutilizada para as funções que não carecem de água potável; WORKSHOP CIDADES RESILIENTES www.construcaosustentavel.pt
  • RECICLÁGEM DE ÁGUAS CINZENTAS A água potável que utilizamos pode ser reciclada e reutilizada. Com o devido tratamento as águas cinzentas, devem ser reutilizadas para as funções que não carecem de água potável; WORKSHOP CIDADES RESILIENTES www.construcaosustentavel.pt
  • MATERIAIS LOCAIS Cada acto de compra é a nossa expressão de poder individual mais directa, e é interpretada como o nosso desejo em relação à forma como o mercado se deve transformar; É importante que nos informemos sobre a origem do produto, os seus impactos energético- ambientais e sociais durante todo o seu ciclo de vida; WORKSHOP CIDADES RESILIENTES www.construcaosustentavel.pt
  • MATERIAIS RECICLADOS Os edifícios devem contribuir para promover a reutilização e reciclagem de produtos em fim de vida; O Meio edificado deve dispor de espaços a várias escalas que facilitem aos utilizadores dar o seu melhor contributo para os processos de valorização de resíduos; WORKSHOP CIDADES RESILIENTES www.construcaosustentavel.pt
  • DIMENSÃO AMBIENTAL “Devemos acrescentar qualidade em todos os processos que intervimos... Os materiais, após serem por nós utilizados devem ser reintegrados na biosfera ou na tecnosfera...” STEELCASE - 32 second chair Michael Braungart - Cradle to Cradle WORKSHOP CIDADES RESILIENTES www.construcaosustentavel.pt
  • PROPRIEDADE INTELECTUAL Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported Para ver uma cópia desta licença, visite: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-sa/3.0 WORKSHOP CIDADES RESILIENTES www.construcaosustentavel.pt