Catalogação Cooperativa
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Catalogação Cooperativa

on

  • 4,449 views

 

Statistics

Views

Total Views
4,449
Views on SlideShare
4,224
Embed Views
225

Actions

Likes
0
Downloads
74
Comments
0

5 Embeds 225

http://extralibris.org 213
http://www.slideshare.net 9
http://209.85.207.104 1
http://rabci.infocultura.info 1
http://infocultura.info 1

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Adobe PDF

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

Catalogação Cooperativa Catalogação Cooperativa Presentation Transcript

  • Catalogação Cooperativa Atualidade Discente: Denise Lourenço dos Santos Orientadora: Plácida L. V. C. A. Santos 2007
  • Atualmente a catalogação cooperativa está diretamente vinculada às redes de bibliotecas uma vez que, sem a existência de uma não seria possível o desenvolvimento da outra.
  • Redes de Bibliotecas Redes de bibliotecas é um grupo de bibliotecas da mesma região ou mesmo tipo, que compartilham recursos e custos e possibilitam o desenvolvimento de serviços e programas cooperativos.
  • PORBASE ( Base Nacional de Dados Bibliográficos) • Maior base de dados bibliográficos de Portugal • Mais de 1.300.000 registros bibliográficos • Criada em 1986, está disponível ao público desde 1988. • Aberta à livre participação
  • Objetivos da PORBASE • Constituição e manutenção do catálogo coletivo on-line das biblioteca portuguesas; • Servir de suporte à investigação e à difusão cultural; • Fomentar o empréstimo entre bibliotecas e políticas de aquisições que visem uma otimização de recursos e a dinamização da leitura.
  • CCFr (Catálogo coletivo da França) • Maior base de dados bibliográficos da França • Mais de 4.000 estabelecimentos • Iniciada em julho de 1997, sua elaboração terminou em dezembro de 2000 • Administrado pela Biblioteca Nacional Francesa, desde Julho de 2001.
  • O CCFR dá acesso a três grandes catálogos da França: • BN - Biblioteca Nacional • SUDOC – Sistema Universitário de Documentação • BMR – Bibliotecas Municipais e Especializadas
  • Biblioteca Nacional Espanhola • Coopera Nacional e Internacionalmente.
  • A BNE pertence as seguintes associações internacionais: • ABINIA – Asociación de Bibliotecas Nacionales de Iberoamérica • ALA – American Library Association • AIB – Association Internacionale Bibliophile • CENL – Conference of European National Librarians • CERL – Consortium of European Research Libraries • EBLIDA – European Bureau of Library Information and Documentation Associations • ECPA – European Commission Preservation Access
  • A BNE pertence as seguintes associações internacionais: • IASA – Internacional Association of Sound Archives • IFLA – Internacional Federation of Library Associations • ISSN – Internacional Standard Serial Number • LIBER – Ligue de Bibliotheques Europeenes de Recherche • REDIAL – Red Europea de Documentación e Información sobre a America Latina • SECIB – Secretaría de Cooperación Iberoamericana • SCENAA – Standing Commitee of European National Audiovisual Archives.
  • BLAISE Serviço de Informação automatizado da Biblioteca Britânica • Bases de dados do Reino Unido • Acesso a 21 bases de dados • contém 18,5 milhões de registros bibliográficos • Criada em 1977 • Acesso restrito às instituições acadêmicas Britânicas.
  • O BLAISE fornece acesso a outros catálogos: • H&SS (Humanities e Social Sciences, 1984) • SRIS (Science References Information Service, 1987) • BLC( British Library Catalog,1988-1991) • Séries de DSC (Document Supply Centre, 1995).
  • Também a databases: • BNB (British National Bibliography) • ISSN (Internacional Standared Serial Number).
  • OCLC (Online Computer Library Center) • Maior programa de consórcio do mundo • 84 paises participantes • Mais de 45.000 bibliotecas no mundo inteiro. • Mais 49 milhões de registros catalogados. • Um novo registro a cada 12 segundos.
  • OCLC (Online Computer Library Center) • Fundada em 1967 • Em 1971 implantou a catalogação compartilhada • 1977 a OCLC iniciou serviços com bibliotecas fora do estado de Ohio • Acesso mediante assinatura
  • Missão da OCLC: Possibilitar o acesso, do usuário, à informação mundial bem como reduzir os custos com os serviços oferecidos.
  • LC (Biblioteca do Congresso Norte Americano) Missão da LC: Fazer seus recursos disponíveis e úteis ao Congresso e ao povo americano, sustentar e preservar a coleção universal do conhecimento e da criatividade para as gerações futuras.
  • A LC é Responsável pelo Programa de Catalogação Cooperativa (PCC). Objetivos do PCC: • Aumentar e agilizar, por meio de ações cooperativas, a disponibilidade de registros bibliográficos e de autoridades, produzindo catálogos a serem usados e compartilhados com outras instituições, a custo controlado; • Desenvolver e manter padrões comumente aceitos; • Promover a importância de acesso fácil e de custo controlado de catalogação e expandir o número de catalogadores, usando as regras aceitas; • Aumentar e compartilhar o uso de registros bibliográficos estrangeiros; • Manter um diálogo constante, sobre planejamento e operações entre os participantes deste programa, possibilitando assim levar adiante a missão do PCC.
  • BIBLIODATA • Maior base de dados do Brasil • Administrada pela Fundação Getúlio Vargas (FGV). • Cerca de 60 instituições • Aproximadamente 1,6 milhões de registros • Acesso mediante fechamento de contrato
  • BIBLIODATA Visa à difusão dos acervos bibliográficos do país, o aperfeiçoamento dos serviços de documentação e informação das instituições participantes e o compartilhamento dos recursos empregados por estas instituições.
  • Missão Disseminar informação através do compartilhamento de dados e serviços entre bibliotecas, gerando recursos e desta forma, contribuir para o desenvolvimento cultural e sócio- econômico do país.
  • Objetivo Desenvolver e manter o Catálogo Coletivo da Rede, desenvolver metodologias e instrumentos para a catalogação cooperativa, gerando subsídios para o compartilhamento de serviços e recursos entre as instituições participantes.