Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Sir William Osler

638 views

Published on

Sir William OSler e sua influência na prática da Medicina nos dias atuais.

Published in: Health & Medicine
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

Sir William Osler

  1. 1. Valentina Metsavaht Cará Orientadora: Profa. Dra. Maria Helena Itaqui Lopes FACULDADE DE MEDICINA DA UCS 13 DE ABRIL DE 2016 SirSir William OslerWilliam Osler sua influência na Arte e na Prática dasua influência na Arte e na Prática da MedicinaMedicina SirSir William OslerWilliam Osler sua influência na Arte e na Prática dasua influência na Arte e na Prática da MedicinaMedicina
  2. 2. ““A Medicina é a ciência da incerteza e aA Medicina é a ciência da incerteza e a arte da probabilidade.”arte da probabilidade.” ““A Medicina é a ciência da incerteza e aA Medicina é a ciência da incerteza e a arte da probabilidade.”arte da probabilidade.”
  3. 3. Algumas condições clínicas… O que elas têm em comum?
  4. 4. Teleangiectasia Hemorrágica Hereditária • TEXTINHO
  5. 5. Endocardite não-bacteriana: Estágio final em LES
  6. 6. Endocardite Bacteriana: nódulos doloridos em dedos dos pés e das mãos
  7. 7. Cálculos biliares obstruindo ampola de Vater
  8. 8. Policetemia Vera
  9. 9. Algumas condições clínicas… O que elas têm em comum?
  10. 10. • Síndrome de Rendu-Osler-Weber • Síndrome de Osler-Libman-Sacks • Nódulos de Osler • Síndrome de Osler • Síndrome Osler-Vaquez SIR WILLIAM OSLER
  11. 11. Dados biográficos: primeiros anos • Nascimento: 12 de julho de 1849, Bond Head, Ontário (Canadá). • Interesse pelas ciências naturais. • “Religio Medici”, de Thomas Browne.
  12. 12. Trajetória Acadêmica • Graduou-se em Medicina em 1872,Graduou-se em Medicina em 1872, na McGill University ->na McGill University -> Professor em 1874.Professor em 1874. • Em 1889, foi um dos fundadores daEm 1889, foi um dos fundadores da Johns HopkinsJohns Hopkins Medical SchoolMedical School (USA).(USA). • Em 1905:Em 1905: Regius Professor of MedicineRegius Professor of Medicine, em Oxford,, em Oxford, na Inglaterra.na Inglaterra.
  13. 13. Trajetória Pessoal • Casou-se com Grace Osler e teve um filho. • Nomeado Cavaleiro da Ordem do Império Britânico, em 1911. • Faleceu em 29/12/1919..
  14. 14. “The Principles and Practice of Medicine” (1892) Patologista, pesquisador, clínico. Médico. O Grande Médico
  15. 15. O Grande Educador • Medicina com 3 “H”s: humanismo, humildade e humor. ““O bom médico trata aO bom médico trata a doença. O grande médicodoença. O grande médico trata o paciente que tem atrata o paciente que tem a doença.doença. É mais importanteÉ mais importante saber que tipo de pessoasaber que tipo de pessoa tem esta doença, do quetem esta doença, do que qual tipo de doença estaqual tipo de doença esta pessoa tempessoa tem”.”.
  16. 16. ““Médico, escute o paciente. Ele está dizendo oMédico, escute o paciente. Ele está dizendo o diagnóstico para você”.diagnóstico para você”.
  17. 17. ““Estudar as doenças sem auxílio deEstudar as doenças sem auxílio de livroslivros éé navegar no oceano sem um mapa, porémnavegar no oceano sem um mapa, porém apenas ler livros semapenas ler livros sem examinar pacientesexaminar pacientes equivale a ser um navio atracado ao porto".equivale a ser um navio atracado ao porto".
  18. 18. “O valor da experiênciaexperiência não está em ver muito, mas em enxergar com sabedoria.”
  19. 19. ““O futuro de uma universidade ou hospitalO futuro de uma universidade ou hospital encontra-se nos homens que trabalham emencontra-se nos homens que trabalham em suas salas e nos ideais que eles cultivam esuas salas e nos ideais que eles cultivam e ensinam”.ensinam”.
  20. 20. ““Aequanimitas”Aequanimitas” (equanimidade)(equanimidade)
  21. 21. O LEGADO DE OSLER NA ATUALIDADEO LEGADO DE OSLER NA ATUALIDADE O ensino da MedicinaO ensino da Medicina
  22. 22. APROXIMAÇÃO ÀAPROXIMAÇÃO À PRÁTICA MÉDICAPRÁTICA MÉDICA PROPEDÊUTICAPROPEDÊUTICA MÉDICAMÉDICA
  23. 23. PUCRS INFORMAÇÃO Nº 152 • Novembro/Dezembro 2010
  24. 24. ““Os médicos registram a história clínica sem prestar muitaOs médicos registram a história clínica sem prestar muita atenção ao paciente. Entretanto, nunca devemosatenção ao paciente. Entretanto, nunca devemos esquecer que o olhar no rosto do paciente, o tremor emesquecer que o olhar no rosto do paciente, o tremor em suas mãos, a sua fala hesitante, os sonhos que elesuas mãos, a sua fala hesitante, os sonhos que ele mantém, os desenhos que faz, são todos sinais prováveismantém, os desenhos que faz, são todos sinais prováveis (janelas) do que realmente o incomoda.”(janelas) do que realmente o incomoda.”
  25. 25. ““Na anamnese, não interrogue apenas o essencial eNa anamnese, não interrogue apenas o essencial e nunca sugira. Leve em consideração as própriasnunca sugira. Leve em consideração as próprias palavras do doentepalavras do doente”.”.
  26. 26. ““Não há arte mais difícil de se aprender do que a arte daNão há arte mais difícil de se aprender do que a arte da observação médica e, para alguns homens, também é difícilobservação médica e, para alguns homens, também é difícil registrar uma observação em linguagem concisa e simples.”registrar uma observação em linguagem concisa e simples.”
  27. 27. ““Nenhuma bolha de sabão é tãoNenhuma bolha de sabão é tão iridescente ou flutua mais do que aquelairidescente ou flutua mais do que aquela soprada pelo professor maissoprada pelo professor mais competente”.competente”. Sir William Osler

×