Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.
PHP Aula 3 – 04/02/2009 Instrutor: Nelson Luis Rodrigues Pereira CURSO DE PHP E MYSQL www.php.net
Agenda <ul><li>O que é PHP? </li></ul><ul><li>Como surgiu o PHP </li></ul><ul><li>Páginas estáticas e dinâmicas  </li></ul...
O que é PHP <ul><li>PHP é uma linguagem de programação de scripts voltada para Web. </li></ul><ul><li>É considerado uma da...
Como surgiu o PHP <ul><li>A linguagem PHP foi concebida durante o outono de 1994 por Rasmus Lerdorf.  </li></ul><ul><li>Es...
Páginas estáticas e dinâmicas <ul><li>Páginas estáticas:  se constroem com a linguagem HTML, que não permite grandes manob...
Apache <ul><li>Programa de criação e administração de servidores Web para as diversas linguagens de programação. </li></ul...
Wampp <ul><li>Programa de criação de ambientes de desenvolvimento e criação de sites web integrado com diversas linguagens...
Wampp <ul><li>Depois de instalado o Xampp é necessário verificar se os serviços foram inicializados. É só procurar o Contr...
Wampp <ul><li>Os sites a serem desenvolvidos deverão ter seus arquivos salvos dentro da pasta WWW. Deve ser criada lá uma ...
Orientações Gerais <ul><li>Criem um projeto com o nome de vocês dentro do WWW para os exercícios de sala de aula. Dentro d...
Embutindo PHP em HTML <ul><li>Para embutir instruções do PHP em HTML é necessário utilizar o que se chama de tag’s de PHP,...
Comentários <ul><li>Única Linha:  utiliza-se os símbolos ‘//’ ou ‘#’ para indicar o início de um comentário que só irá val...
Exemplo Inicial <ul><li>Acrescente ao arquivo processorder.php da aula anterior, dentro do HEAD, o seguinte código PHP: </...
Variáveis de Formulário <ul><li>Pode-se acessar cada um dos campos de um formulário através de uma variável no PHP, cujo n...
Variáveis de Formulário <ul><li>Existem 3 maneiras de acessar variáveis de um formulário: </li></ul><ul><ul><li>Estilo abr...
Variáveis de Formulário <ul><li>Nos estilos médio e longo podem ser especificados os seguintes métodos: </li></ul><ul><ul>...
Exemplo <ul><li>Acrescentem no código PHP do arquivo processorder.php o seguinte: </li></ul><ul><li>//cria nome de variáve...
Concatenação de Strings <ul><li>Como mostrado no exemplo anterior, esta operação é feita usando o operador “ . “  </li></u...
Regras de Identificadores <ul><li>Os identificadores podem ter qualquer comprimento e podem ser formados por letras, númer...
Tipos de Variáveis <ul><li>O PHP suporta os seguintes tipos: </li></ul><ul><ul><li>Integer </li></ul></ul><ul><ul><li>Doub...
Regras para tipos <ul><li>Força do tipo:  tipagem fraca, ou seja, o tipo da variável pode ser alterado durante o código ap...
Constantes <ul><li>Armazenam valores como variáveis, mas não podem ser alterados depois de definidos. </li></ul><ul><li>De...
Exemplo <ul><li>Acrescente ao exemplo constantes que determinam o preço de cada peça. </li></ul><ul><li>//Definicao das co...
Escopo de variáveis <ul><li>Variáveis superglobais predefinidas são visíveis por toda parte dentro de um script. </li></ul...
Superglobais <ul><li>$GLOBALS -> array de globais </li></ul><ul><li>$_SERVER -> variáveis de ambiente do servidor. </li></...
Operadores Aritméticos <ul><li>Soma (+) </li></ul><ul><li>Subtração (-) </li></ul><ul><li>Multiplicação (*) </li></ul><ul>...
Operadores de Atribuição <ul><li>Atribuição (=) -> Pode ser feita também dentro de expressões. </li></ul><ul><li>Atribuiçã...
Incremento e Decremento <ul><li>Incremento (++) </li></ul><ul><li>Decremento (--) </li></ul><ul><li>Ambas podem ser efetua...
Operadores de comparação <ul><li>Igual (==) </li></ul><ul><li>Idêntico (===) </li></ul><ul><li>Diferente (!=, <>) </li></u...
Operadores Lógicos <ul><li>NOT (!) </li></ul><ul><li>AND (&&, and-> menor precedência) </li></ul><ul><li>OR (||, or-> maio...
Atribuição condicional <ul><li>Condição? Valor_se_true : valor_se_false; </li></ul><ul><li>Muito utilizado quando se desej...
Exemplo: Acrescente ao  processorder.php <ul><li>$totalqty = 0; </li></ul><ul><li>$totalqty = $tireqty + $oilqty + $sparkq...
Exemplos <ul><li>Construam um formulário que apresente três campos  Operador , Operando 1 e Operando 2,  os botões  Limpar...
Exemplos <ul><li>Crie uma variável total que receberá valor inicial 0. </li></ul><ul><li>Utilize a atribuição condicional ...
Exercícios de treinamento <ul><li>Procurar os exercícios para JavaScript e tentar resolvê-los usando PHP. </li></ul>
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Aula3

955 views

Published on

Published in: Technology
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

Aula3

  1. 1. PHP Aula 3 – 04/02/2009 Instrutor: Nelson Luis Rodrigues Pereira CURSO DE PHP E MYSQL www.php.net
  2. 2. Agenda <ul><li>O que é PHP? </li></ul><ul><li>Como surgiu o PHP </li></ul><ul><li>Páginas estáticas e dinâmicas </li></ul><ul><li>Apache </li></ul><ul><li>Orientações adicionais </li></ul><ul><li>Sintaxe Básica </li></ul><ul><li>Comentários </li></ul><ul><li>Tipos </li></ul><ul><li>Variáveis </li></ul><ul><li>Identificadores </li></ul><ul><li>Constantes </li></ul><ul><li>Expressões </li></ul><ul><li>Operadores </li></ul>
  3. 3. O que é PHP <ul><li>PHP é uma linguagem de programação de scripts voltada para Web. </li></ul><ul><li>É considerado uma das linguagens mais usadas na Web atualmente </li></ul><ul><li>Manual de referência: </li></ul><ul><ul><li>www.php.net </li></ul></ul>
  4. 4. Como surgiu o PHP <ul><li>A linguagem PHP foi concebida durante o outono de 1994 por Rasmus Lerdorf. </li></ul><ul><li>Estima-se que em 1996 PHP/FI estava sendo usado por cerca de 15.000 sites pelo mundo, e em meados de 1997 esse número subiu para mais de 50.000. </li></ul><ul><li>O interpretador foi reescrito por Zeev Suraski e Andi Gutmans, e esse novo interpretador foi a base para a versão 3. </li></ul><ul><li>Atualmente o uso do PHP vem crescendo numa velocidade incrível. </li></ul>
  5. 5. Páginas estáticas e dinâmicas <ul><li>Páginas estáticas: se constroem com a linguagem HTML, que não permite grandes manobras para criar efeitos nem funcionalidades mais além dos links.  </li></ul><ul><li>Páginas dinâmicas: quando se inclui qualquer efeito especial ou funcionalidade e para isso é necessário utilizar outras linguagens de programação, a parte do simples HTML.  </li></ul>
  6. 6. Apache <ul><li>Programa de criação e administração de servidores Web para as diversas linguagens de programação. </li></ul><ul><li>Mais Informações: </li></ul><ul><ul><li>www.apache.org </li></ul></ul>
  7. 7. Wampp <ul><li>Programa de criação de ambientes de desenvolvimento e criação de sites web integrado com diversas linguagens de programação. </li></ul><ul><li>Ele utiliza: </li></ul><ul><ul><li>APACHE: criar e administrar o servidor Web </li></ul></ul><ul><ul><li>PHP: Desenvolvimento de páginas em PHP </li></ul></ul><ul><ul><li>MYSQL: Utilização de Banco de Dados MySQL </li></ul></ul><ul><ul><li>PHPMYADMIN: Administração de Banco de Dados </li></ul></ul>
  8. 8. Wampp <ul><li>Depois de instalado o Xampp é necessário verificar se os serviços foram inicializados. É só procurar o Control Panel e verificar se tudo está rodando. Caso não esteja clique em Start. </li></ul><ul><li>Feito isso, acesse http://localhost para saber se o xampp está funcionando normalmente. </li></ul><ul><li>Para acessar o PHPMYADMIN, acesse http://localhost/phpmyadmin </li></ul>
  9. 9. Wampp <ul><li>Os sites a serem desenvolvidos deverão ter seus arquivos salvos dentro da pasta WWW. Deve ser criada lá uma pasta para cada site. </li></ul>
  10. 10. Orientações Gerais <ul><li>Criem um projeto com o nome de vocês dentro do WWW para os exercícios de sala de aula. Dentro do projeto crie uma pasta que representa a aula. </li></ul><ul><li>Para os primeiros exemplos desta aula iremos apenas acrescentar códigos dentro dos arquivos processorder.php e formorder.php que estão em pdf no site </li></ul><ul><li>Os exemplos finais serão passados descrições e vocês farão as implementações. </li></ul>
  11. 11. Embutindo PHP em HTML <ul><li>Para embutir instruções do PHP em HTML é necessário utilizar o que se chama de tag’s de PHP, que delimitam um conjunto de instruções em PHP. </li></ul><ul><li>As tag’s PHP podem ser escritas de quatro maneiras: </li></ul><ul><ul><li>Estilo XML: <?php echo ‘Order’; ?> </li></ul></ul><ul><ul><li>Estilo Abreviado: <? echo ‘Order’; ?> </li></ul></ul><ul><ul><li>Estilo SCRIPT: <script language=“PHP”> echo ‘Order’; </script> </li></ul></ul><ul><ul><li>Estilo ASP: <% echo ‘Order’; %> </li></ul></ul>
  12. 12. Comentários <ul><li>Única Linha: utiliza-se os símbolos ‘//’ ou ‘#’ para indicar o início de um comentário que só irá valer para aquela linha. </li></ul><ul><li>Várias linhas: É necessário delimitar-se um bloco usando os símbolos ‘/*’, para abrir, e ‘*/’ para fechar. </li></ul>
  13. 13. Exemplo Inicial <ul><li>Acrescente ao arquivo processorder.php da aula anterior, dentro do HEAD, o seguinte código PHP: </li></ul><ul><li><?php </li></ul><ul><li>echo ‘<p>Order processed at’; </li></ul><ul><li>echo date(‘H:i, jS F’); </li></ul><ul><li>echo ‘</p>’; </li></ul><ul><li>?> </li></ul><ul><li>Deve aparecer uma frase com uma data capturada do sistema através da função date . </li></ul>
  14. 14. Variáveis de Formulário <ul><li>Pode-se acessar cada um dos campos de um formulário através de uma variável no PHP, cujo nome é uma referência ao nome do campo no formulário. </li></ul><ul><li>Variáveis no PHP iniciam-se sempre com o “$”. </li></ul><ul><li>Ex: $nome, $endereco. </li></ul>
  15. 15. Variáveis de Formulário <ul><li>Existem 3 maneiras de acessar variáveis de um formulário: </li></ul><ul><ul><li>Estilo abreviado: É fácil de ser usado, mas deve ter o REGITER_GLOBALS do PHP ativado. Pode Provocar erros de escopo. EX: $tireqty </li></ul></ul><ul><ul><li>Estilo médio: Array de variável. </li></ul></ul><ul><ul><li>EX: $_POST[‘tireqty’] </li></ul></ul><ul><ul><li>Estilo longo: Array de variável. </li></ul></ul><ul><ul><li>EX: $HTTP_POST_VARS[‘tireqty’] </li></ul></ul><ul><li>Deve-se especificar o método nas duas últimas maneiras para que seja evitada a confusão com variáveis locais. </li></ul>
  16. 16. Variáveis de Formulário <ul><li>Nos estilos médio e longo podem ser especificados os seguintes métodos: </li></ul><ul><ul><li>$_POST: Quando o método do formulário for POST. </li></ul></ul><ul><ul><li>$_GET: Quando o método do formulário for GET. </li></ul></ul><ul><ul><li>$_REQUEST: funciona em qualquer método. </li></ul></ul><ul><li>Os campos que serão mais usados no código podem ser atribuídos a variáveis simples logo no início da implementação, evitando o uso dos estilos médio e longo . </li></ul>
  17. 17. Exemplo <ul><li>Acrescentem no código PHP do arquivo processorder.php o seguinte: </li></ul><ul><li>//cria nome de variável abreviado </li></ul><ul><li>$tireqty = $_POST[‘tireqty’]; </li></ul><ul><li>$oilqty = $_POST[‘oilqty’]; </li></ul><ul><li>$sparkqty = $_POST[‘sparkqty’]; </li></ul><ul><li>//Escreva na tela os valores. </li></ul><ul><li>echo ‘<p>Sua ordem de serviço foi encontrada</p>’; </li></ul><ul><li>echo $tireqty.‘ pneus <br />’; </li></ul><ul><li>echo $oilqty.‘ litros de óleo <br />’; </li></ul><ul><li>echo $sparkqty.‘ park plugs <br />’; </li></ul>
  18. 18. Concatenação de Strings <ul><li>Como mostrado no exemplo anterior, esta operação é feita usando o operador “ . “ </li></ul><ul><li>e cho $tireqty.’ tires <br />’; </li></ul><ul><li>Pode ser realizadas entre textos ou variáveis. </li></ul><ul><li>Se a variável não for um array, pode ser colocada, já concatenada, dentro de uma string só delimitada por aspas duplas. </li></ul><ul><li>echo “$tireqty tires <br />”; </li></ul>
  19. 19. Regras de Identificadores <ul><li>Os identificadores podem ter qualquer comprimento e podem ser formados por letras, números e underlines. </li></ul><ul><li>Os identificadores não podem começar com dígitos. </li></ul><ul><li>O PHP é case sensitive, ou seja, faz diferença entre maiúsculo e minúsculo. </li></ul>
  20. 20. Tipos de Variáveis <ul><li>O PHP suporta os seguintes tipos: </li></ul><ul><ul><li>Integer </li></ul></ul><ul><ul><li>Double </li></ul></ul><ul><ul><li>String </li></ul></ul><ul><ul><li>Booleano </li></ul></ul><ul><ul><li>Array </li></ul></ul><ul><ul><li>Objeto </li></ul></ul>
  21. 21. Regras para tipos <ul><li>Força do tipo: tipagem fraca, ou seja, o tipo da variável pode ser alterado durante o código apenas através do que foi atribuído a ele. </li></ul><ul><li>Coerção de tipo: pode-se fingir, por exemplo, que uma variável que é inteiro seja double em determinado trecho do código, da seguinte maneira: </li></ul><ul><li>$total = 0; </li></ul><ul><li>$montantetotal = (double)$total; </li></ul>
  22. 22. Constantes <ul><li>Armazenam valores como variáveis, mas não podem ser alterados depois de definidos. </li></ul><ul><li>Define-se constante através da função define, passando como parâmetros o nome da constante e o valor a ela atribuído. </li></ul><ul><li>A referência a uma constante não requer o uso do cifrão. </li></ul><ul><li>Por convenção, usa-se nomes em maiúsculo para constantes. </li></ul>
  23. 23. Exemplo <ul><li>Acrescente ao exemplo constantes que determinam o preço de cada peça. </li></ul><ul><li>//Definicao das constantes </li></ul><ul><li>define(‘TIREPRICE’, 100); </li></ul><ul><li>define(‘OILPRICE’, 10); </li></ul><ul><li>define(‘SPARKPRICE’, 4); </li></ul><ul><li>//só para testar imprima uma das constantes </li></ul><ul><li>echo TIREPRICE; </li></ul>
  24. 24. Escopo de variáveis <ul><li>Variáveis superglobais predefinidas são visíveis por toda parte dentro de um script. </li></ul><ul><li>Variáveis globais declaradas em um script são visíveis por todo script, menos nas funções. </li></ul><ul><li>Variáveis utilizadas dentro de funções são locais às funções. </li></ul><ul><li>Variáveis utilizadas dentro de funções que são declaradas como globais referem-se a global de mesmo nome. </li></ul>
  25. 25. Superglobais <ul><li>$GLOBALS -> array de globais </li></ul><ul><li>$_SERVER -> variáveis de ambiente do servidor. </li></ul><ul><li>$_GET -> variáveis passadas via GET. </li></ul><ul><li>$_POST -> variáveis passadas via POST. </li></ul><ul><li>$_COOKIE -> Variáveis de cookie. </li></ul><ul><li>$_FILES -> Variáveis de uploads de arquivos </li></ul><ul><li>$_SESSION -> Variáveis de sessão. </li></ul>
  26. 26. Operadores Aritméticos <ul><li>Soma (+) </li></ul><ul><li>Subtração (-) </li></ul><ul><li>Multiplicação (*) </li></ul><ul><li>Divisão (/) </li></ul><ul><li>Módulo (%) </li></ul>
  27. 27. Operadores de Atribuição <ul><li>Atribuição (=) -> Pode ser feita também dentro de expressões. </li></ul><ul><li>Atribuição com soma(+=) </li></ul><ul><li>Atribuição com subtração (-=) </li></ul><ul><li>Atribuição com multiplicação (*=) </li></ul><ul><li>Atribuição com divisão (/=) </li></ul><ul><li>Atribuição com módulo (%=) </li></ul><ul><li>Atribuição com concatenação (.=) </li></ul>
  28. 28. Incremento e Decremento <ul><li>Incremento (++) </li></ul><ul><li>Decremento (--) </li></ul><ul><li>Ambas podem ser efetuadas antes de ser feita a atribuição ($a++) ou depois da atribuição (++$a). </li></ul>
  29. 29. Operadores de comparação <ul><li>Igual (==) </li></ul><ul><li>Idêntico (===) </li></ul><ul><li>Diferente (!=, <>) </li></ul><ul><li>Menor e menor igual (<, <=) </li></ul><ul><li>Maior e maior igual (>, >=) </li></ul>
  30. 30. Operadores Lógicos <ul><li>NOT (!) </li></ul><ul><li>AND (&&, and-> menor precedência) </li></ul><ul><li>OR (||, or-> maior precedência) </li></ul>
  31. 31. Atribuição condicional <ul><li>Condição? Valor_se_true : valor_se_false; </li></ul><ul><li>Muito utilizado quando se deseja estruturas de controle simples. </li></ul>
  32. 32. Exemplo: Acrescente ao processorder.php <ul><li>$totalqty = 0; </li></ul><ul><li>$totalqty = $tireqty + $oilqty + $sparkqty; </li></ul><ul><li>echo ‘Total de itens: ‘.$totalqty.’<br />’; </li></ul><ul><li>$totalamount =0.00; </li></ul><ul><li>$totalamount = $tireqty*TIREPRICE + $oilqty*OILPRICE + $sparkqty*SPARKPRICE; </li></ul><ul><li>echo ‘Subtotal: $’.number_format($totalamount,3).’<br />’; </li></ul><ul><li>$taxrate = 0.10; //Imposto local de vendas </li></ul><ul><li>$totalamount= $totalamount * (1 + $taxrate); </li></ul><ul><li>echo ‘Total: $’.number_format($totalamount,2).’<br />’; </li></ul>
  33. 33. Exemplos <ul><li>Construam um formulário que apresente três campos Operador , Operando 1 e Operando 2, os botões Limpar e Confirmar. </li></ul><ul><li>Crie um arquivo que servirá como o action do formulário, ou seja, o arquivo que fará a programação do que irá acontecer com os dados. </li></ul><ul><li>Crie as três variáveis que representarão os campos e atribua as variáveis do formulário </li></ul>
  34. 34. Exemplos <ul><li>Crie uma variável total que receberá valor inicial 0. </li></ul><ul><li>Utilize a atribuição condicional para atribuir o valor da operação ao total </li></ul><ul><ul><li>EX: Se OPERADOR = +, então total recebe OPERADOR1 + OPERADOR2, senão recebe 0. </li></ul></ul><ul><li>Repita para as quatro operações básicas. </li></ul><ul><li>Exiba o resultado na tela seguindo o esquema “O resultado da operação A + B é = total” </li></ul>
  35. 35. Exercícios de treinamento <ul><li>Procurar os exercícios para JavaScript e tentar resolvê-los usando PHP. </li></ul>

×