SlideShare a Scribd company logo
Pré-História do Brasil
6o Ano
Professor: Marcos Alberto Rambo
O povoamento da América
Teoria do Estreito de Bering
● O estreito de Bering: um caminho
gelado.
○ Vindos da Ásia.
○ Teriam vindo há 12 mil anos, porém
estudos mais recentes indicam que a
travessia pode ter ocorrido há 20 ou
30 mil anos.
○ Evidências: sítios arqueológicos na
América do Norte.
○ Ao lado: lâminas da cultura Clovis
(EUA, cerca de 11.200 anos).
Caminhos diversos: por terra e por mar
● Grupos humanos, em pequenas
embarcações, partiram das ilhas
da Polínesia e da Oceania e
chegaram à América do Sul
navegando pelo Oceano Pacífico.
○ O povoamento da América teria
iniciado há 50 mil anos.
○ Os defensores dessa teoria
também aceitam que povos
asiáticos tenham atravessado
pelo Estreito de Bering.
Escavação em Monte Verde - Chile.
Assentamento humano de 13.500 anos atrás.
Responda em seu caderno
Quais são as duas teorias para a chegada do ser humano nas
Américas?
Luzia: o crânio humano mais antigo das
Américas
● O fóssil de Luzia foi encontrado em 1974 por Annette Laming-Emperaire,
uma arqueóloga francesa, na Lagoa Santa, em Minas Gerais.
● Mais tarde, em 1995, foi recuperado pelo antropólogo brasileiro Walter
Neves e recebeu o nome de Luzia em homenagem a Lucy, famoso fóssil
de australopiteco de 3,2 milhões de anos.
● Luzia era uma mulher na faixa dos 20 anos quando morreu e possuía
1,50m de altura. Neves defendia a tese de que ela era parecida com os
aborígenes australianos e os negritos de Nova Guiné e, assim, seria bem
diferente dos indígenas modernos.
Crânio de Luzia e reconstituição de seu rosto feita pelo
bioantropólogo britânico Richard Neave, em 2003.
● Final do período geológico chamado “Pleistoceno” e da última grande Era do
Gelo.
● Ao lado dos animais encontrados hoje no Brasil, havia ainda uma série de
espécies que foram extintas mais ou menos por esta época. Mudança do
clima ou ação humana?
● Mastodontes com 3 metros de altura, tigres dente-de-sabre com o dobro de
tamanho de uma onça-pintada e pesando 250 quilos, bichos preguiças
maiores do que vacas atuais e tatus do tamanho de Fuscas.
Como era a vida no tempo de Luzia?
Mastodonte
Era o elefante típico da
América do Sul, só que mais
baixo e comprido do que
seus parentes africanos
atuais. Podia pesar mais de 5
toneladas.
Glyptodon
O glyptodon, pesava mais de
700 quilos e tinha o tamanho
de um Fusca. Apesar de se
parecer com o atual tatu, era
muito diferente: sua carapaça
era óssea e rígida como uma
pedra. Os espinhos na cauda
serviam para a defesa.
Preguiça-gigante
Parente distante das atuais
preguiças, o eremotherium
pesava mais de 5 toneladas.
Consumia todo tipo de
vegetal.
Seres humanos: “paleoíndios”
● Carregavam longas lanças, usadas para caçar e se proteger dos
animais.
● Dominavam o fogo e tinham técnicas rudimentares de construção de
utensílios de pedra lascada, como pontas de lanças e lâminas de
quartzo capazes de cortar couro ou carne. É possível que fabricassem
cestas trançando fibras ou tiras de couro.
● os paleoíndios não moravam em cavernas, e sim em locais abertos
onde havia água corrente disponível, como no alto das chapadas,
onde ficam as nascentes, no meio dos vales por onde cruzam riachos
e na desembocadura dos boqueirões.
● As cavernas eram usadas como abrigos pelos caçadores e, provavelmente,
para a realização de rituais religiosos e fúnebres.
● A arqueologia também nos mostrou, mais recentemente, que homens do
Brasil paleolítico tinham respeito por seus mortos, depositando-os em
abrigos de pedra — o que garantia sua conservação ao longo dos milênios.
● Alguns grupos recuperavam ossos de seus antepassados depois que a carne
já havia se decomposto, para pintá-los, fabricar amuletos e enterrá-los uma
segunda vez, mas agora arranjando as ossadas de forma a criar símbolos.
Responda em seu caderno:
● Quem foi Luzia? Qual sua importância no estudo da povoação da
América?
● Quais animais existiam no Brasil no final do período pleistoceno?
● Como viviam os paleoíndios?
Parque Nacional da Serra da Capivara
● A arqueóloga Niéde Guidon e sua equipe foram os responsáveis pela
criação, em 1979, do Parque Nacional da Serra da Capivara, o mais bem
estruturado parque nacional do país — considerado Patrimônio Cultural
da Humanidade pela Unesco em 1991.
● Há 30 anos ela escava na região de São Raimundo Nonato, no meio do
sertão do Piauí, onde garante ter encontrado vestígios da presença
humana na região, que remonta 50 mil anos no passado.
Niéde Guidon: há 50 anos luta pela preservação da Serra da
Capivara.
Serra da Capivara
● Em suas cavernas e lapas, preserva o maior conjunto de pinturas
rupestres do mundo, algumas datadas com até 8 mil anos de
idade.
● Elas representam danças rituais, orgias, cenas de caça e diversos
tipos de animais, inclusive alguns extintos, como um parente da
lhama andina e a preguiça gigante.
Pinturas Rupestres na Serra da Capivara - PI
Responda em seu caderno:
● Quem é Niéde Guidon e qual sua importância no estudo e preservação da
pré-história brasileira?
● Que tipo de inscrições rupestres são encontradas no Parque Nacional da
Serra da Capivara?
Referência
A PRÉ-HISTÓRIA DO BRASIL: Material didático elaborado por Professor Caco - Colégio Santa Cruz
Disponível em: http://www.cei.santacruz.g12.br/~6ano/arqueologia/fichas_2012/humanidd_1.pdf

More Related Content

Similar to Pré-História do Brasil, Luzia e Serra da Capivara

Povoamento do América
Povoamento do AméricaPovoamento do América
Povoamento do América
Patrícia Costa Grigório
 
A pré história do Brasil e do nordeste
A pré história do Brasil e do nordesteA pré história do Brasil e do nordeste
A pré história do Brasil e do nordeste
Andre Lucas
 
A conquista da América pelos europeus.pptx
A conquista da América pelos europeus.pptxA conquista da América pelos europeus.pptx
A conquista da América pelos europeus.pptx
RonaldoSouza222935
 
A “Pré-História” do Brasil e do Nordeste.ppt
A “Pré-História” do Brasil e do Nordeste.pptA “Pré-História” do Brasil e do Nordeste.ppt
A “Pré-História” do Brasil e do Nordeste.ppt
AndreSilva646815
 
A “Pré-História” do Brasil e do Nordeste.ppt
A “Pré-História” do Brasil e do Nordeste.pptA “Pré-História” do Brasil e do Nordeste.ppt
A “Pré-História” do Brasil e do Nordeste.ppt
CarlaSheyesllen
 
A “Pré-História” do Brasil e do Nordeste (1).ppt
A “Pré-História” do Brasil e do Nordeste (1).pptA “Pré-História” do Brasil e do Nordeste (1).ppt
A “Pré-História” do Brasil e do Nordeste (1).ppt
EscolaMiguelSaraivaP
 
A “Pré-História” do Brasil e do Nordeste.ppt
A “Pré-História” do Brasil e do Nordeste.pptA “Pré-História” do Brasil e do Nordeste.ppt
A “Pré-História” do Brasil e do Nordeste.ppt
EscolaMiguelSaraivaP
 
A “Pré-História” do Brasil e do Nordeste.ppt
A “Pré-História” do Brasil e do Nordeste.pptA “Pré-História” do Brasil e do Nordeste.ppt
A “Pré-História” do Brasil e do Nordeste.ppt
RaphaelFerreira926156
 
Pré-historia brasileira
Pré-historia brasileiraPré-historia brasileira
Pré-historia brasileira
Lú Carvalho
 
00 pre historia america brasil
00 pre historia america brasil00 pre historia america brasil
00 pre historia america brasil
Julio Cesar Yusuf Cavalcanti
 
Origem criacionista, e Evolucionistas que são defendidas
Origem criacionista, e Evolucionistas  que são defendidasOrigem criacionista, e Evolucionistas  que são defendidas
Origem criacionista, e Evolucionistas que são defendidas
Ricardo Diniz campos
 
Os primeiros povos do Brasil. na América
Os primeiros povos do Brasil. na AméricaOs primeiros povos do Brasil. na América
Os primeiros povos do Brasil. na América
Ricardo Diniz campos
 
Sit 3 vol1 a pre historia sul americana brasileira e regional
Sit 3 vol1   a pre historia sul americana brasileira e regionalSit 3 vol1   a pre historia sul americana brasileira e regional
Sit 3 vol1 a pre historia sul americana brasileira e regional
AprendendoHistoriacomNemeis
 
O surgimento dos seres human
O surgimento dos seres humanO surgimento dos seres human
O surgimento dos seres human
historiando
 
Aula 2 - Grupo da SEDU - Origens da Humanidade.pptx
Aula 2 - Grupo da SEDU - Origens da Humanidade.pptxAula 2 - Grupo da SEDU - Origens da Humanidade.pptx
Aula 2 - Grupo da SEDU - Origens da Humanidade.pptx
AlexandreBelliniTasc1
 
PRÉ-HISTÓRIA - SLIDE.pdf
PRÉ-HISTÓRIA - SLIDE.pdfPRÉ-HISTÓRIA - SLIDE.pdf
PRÉ-HISTÓRIA - SLIDE.pdf
Luan Moraes
 
Aula de história, pré-história da América, pré-história do Brasil, 6 e 7 anos.
Aula de história, pré-história da América, pré-história do Brasil, 6 e 7 anos.Aula de história, pré-história da América, pré-história do Brasil, 6 e 7 anos.
Aula de história, pré-história da América, pré-história do Brasil, 6 e 7 anos.
Hallan de Oliveira
 
O surgimento do homem
O surgimento do homemO surgimento do homem
O surgimento do homem
direitounimonte
 
Pré história
Pré históriaPré história
Pré história
Lucas Reis
 
Civilizações pré históricas
Civilizações pré históricasCivilizações pré históricas
Civilizações pré históricas
Jorge Marcos Oliveira
 

Similar to Pré-História do Brasil, Luzia e Serra da Capivara (20)

Povoamento do América
Povoamento do AméricaPovoamento do América
Povoamento do América
 
A pré história do Brasil e do nordeste
A pré história do Brasil e do nordesteA pré história do Brasil e do nordeste
A pré história do Brasil e do nordeste
 
A conquista da América pelos europeus.pptx
A conquista da América pelos europeus.pptxA conquista da América pelos europeus.pptx
A conquista da América pelos europeus.pptx
 
A “Pré-História” do Brasil e do Nordeste.ppt
A “Pré-História” do Brasil e do Nordeste.pptA “Pré-História” do Brasil e do Nordeste.ppt
A “Pré-História” do Brasil e do Nordeste.ppt
 
A “Pré-História” do Brasil e do Nordeste.ppt
A “Pré-História” do Brasil e do Nordeste.pptA “Pré-História” do Brasil e do Nordeste.ppt
A “Pré-História” do Brasil e do Nordeste.ppt
 
A “Pré-História” do Brasil e do Nordeste (1).ppt
A “Pré-História” do Brasil e do Nordeste (1).pptA “Pré-História” do Brasil e do Nordeste (1).ppt
A “Pré-História” do Brasil e do Nordeste (1).ppt
 
A “Pré-História” do Brasil e do Nordeste.ppt
A “Pré-História” do Brasil e do Nordeste.pptA “Pré-História” do Brasil e do Nordeste.ppt
A “Pré-História” do Brasil e do Nordeste.ppt
 
A “Pré-História” do Brasil e do Nordeste.ppt
A “Pré-História” do Brasil e do Nordeste.pptA “Pré-História” do Brasil e do Nordeste.ppt
A “Pré-História” do Brasil e do Nordeste.ppt
 
Pré-historia brasileira
Pré-historia brasileiraPré-historia brasileira
Pré-historia brasileira
 
00 pre historia america brasil
00 pre historia america brasil00 pre historia america brasil
00 pre historia america brasil
 
Origem criacionista, e Evolucionistas que são defendidas
Origem criacionista, e Evolucionistas  que são defendidasOrigem criacionista, e Evolucionistas  que são defendidas
Origem criacionista, e Evolucionistas que são defendidas
 
Os primeiros povos do Brasil. na América
Os primeiros povos do Brasil. na AméricaOs primeiros povos do Brasil. na América
Os primeiros povos do Brasil. na América
 
Sit 3 vol1 a pre historia sul americana brasileira e regional
Sit 3 vol1   a pre historia sul americana brasileira e regionalSit 3 vol1   a pre historia sul americana brasileira e regional
Sit 3 vol1 a pre historia sul americana brasileira e regional
 
O surgimento dos seres human
O surgimento dos seres humanO surgimento dos seres human
O surgimento dos seres human
 
Aula 2 - Grupo da SEDU - Origens da Humanidade.pptx
Aula 2 - Grupo da SEDU - Origens da Humanidade.pptxAula 2 - Grupo da SEDU - Origens da Humanidade.pptx
Aula 2 - Grupo da SEDU - Origens da Humanidade.pptx
 
PRÉ-HISTÓRIA - SLIDE.pdf
PRÉ-HISTÓRIA - SLIDE.pdfPRÉ-HISTÓRIA - SLIDE.pdf
PRÉ-HISTÓRIA - SLIDE.pdf
 
Aula de história, pré-história da América, pré-história do Brasil, 6 e 7 anos.
Aula de história, pré-história da América, pré-história do Brasil, 6 e 7 anos.Aula de história, pré-história da América, pré-história do Brasil, 6 e 7 anos.
Aula de história, pré-história da América, pré-história do Brasil, 6 e 7 anos.
 
O surgimento do homem
O surgimento do homemO surgimento do homem
O surgimento do homem
 
Pré história
Pré históriaPré história
Pré história
 
Civilizações pré históricas
Civilizações pré históricasCivilizações pré históricas
Civilizações pré históricas
 

Recently uploaded

Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptxVivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptx
Mauricio Alexandre Silva
 
CD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdf
CD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdfCD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdf
CD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdf
Manuais Formação
 
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasnTabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
CarlosJean21
 
Como montar o mapa conceitual editado.pdf
Como montar o mapa conceitual editado.pdfComo montar o mapa conceitual editado.pdf
Como montar o mapa conceitual editado.pdf
AlineOliveira625820
 
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptxVivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Mauricio Alexandre Silva
 
Podcast: como preparar e produzir um programa radiofônico e distribuir na int...
Podcast: como preparar e produzir um programa radiofônico e distribuir na int...Podcast: como preparar e produzir um programa radiofônico e distribuir na int...
Podcast: como preparar e produzir um programa radiofônico e distribuir na int...
Militao Ricardo
 
Eurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento Europeu
Eurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento EuropeuEurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento Europeu
Eurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento Europeu
Centro Jacques Delors
 
CLASSIFICAÇÃO DAS ORAÇÕES SUBORDINADAS SUBSTANTIVAS 9º ANO.pptx
CLASSIFICAÇÃO DAS ORAÇÕES SUBORDINADAS SUBSTANTIVAS 9º ANO.pptxCLASSIFICAÇÃO DAS ORAÇÕES SUBORDINADAS SUBSTANTIVAS 9º ANO.pptx
CLASSIFICAÇÃO DAS ORAÇÕES SUBORDINADAS SUBSTANTIVAS 9º ANO.pptx
Deiciane Chaves
 
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptxSlides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdfUFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
Manuais Formação
 
Pedagogia universitária em ciência e tecnologia
Pedagogia universitária em ciência e tecnologiaPedagogia universitária em ciência e tecnologia
Pedagogia universitária em ciência e tecnologia
Nertan Dias
 
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptxO século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
geiseortiz1
 
A Formação da Moral Cristã na Infância - CESB - DIJ - DIEF - G. de PAIS - 16....
A Formação da Moral Cristã na Infância - CESB - DIJ - DIEF - G. de PAIS - 16....A Formação da Moral Cristã na Infância - CESB - DIJ - DIEF - G. de PAIS - 16....
A Formação da Moral Cristã na Infância - CESB - DIJ - DIEF - G. de PAIS - 16....
MarcoAurlioResende
 
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdfAula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
vitorreissouzasilva
 
(44-ESTUDO - LUCAS) A ESPIRITUALIDADE EM CRISE NO VALE
(44-ESTUDO - LUCAS) A ESPIRITUALIDADE EM CRISE NO VALE(44-ESTUDO - LUCAS) A ESPIRITUALIDADE EM CRISE NO VALE
(44-ESTUDO - LUCAS) A ESPIRITUALIDADE EM CRISE NO VALE
Pr Davi Passos - Estudos Bíblicos
 
Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029
Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029
Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029
Centro Jacques Delors
 
Atividade Bio evolução e especiação .docx
Atividade Bio evolução e especiação .docxAtividade Bio evolução e especiação .docx
Atividade Bio evolução e especiação .docx
MARCELARUBIAGAVA
 
Razonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdf
Razonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdfRazonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdf
Razonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdf
Demetrio Ccesa Rayme
 
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionaisResumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
beatrizsilva525654
 

Recently uploaded (20)

Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
 
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptxVivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptx
 
CD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdf
CD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdfCD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdf
CD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdf
 
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasnTabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
 
Como montar o mapa conceitual editado.pdf
Como montar o mapa conceitual editado.pdfComo montar o mapa conceitual editado.pdf
Como montar o mapa conceitual editado.pdf
 
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptxVivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
 
Podcast: como preparar e produzir um programa radiofônico e distribuir na int...
Podcast: como preparar e produzir um programa radiofônico e distribuir na int...Podcast: como preparar e produzir um programa radiofônico e distribuir na int...
Podcast: como preparar e produzir um programa radiofônico e distribuir na int...
 
Eurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento Europeu
Eurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento EuropeuEurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento Europeu
Eurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento Europeu
 
CLASSIFICAÇÃO DAS ORAÇÕES SUBORDINADAS SUBSTANTIVAS 9º ANO.pptx
CLASSIFICAÇÃO DAS ORAÇÕES SUBORDINADAS SUBSTANTIVAS 9º ANO.pptxCLASSIFICAÇÃO DAS ORAÇÕES SUBORDINADAS SUBSTANTIVAS 9º ANO.pptx
CLASSIFICAÇÃO DAS ORAÇÕES SUBORDINADAS SUBSTANTIVAS 9º ANO.pptx
 
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptxSlides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
 
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdfUFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
 
Pedagogia universitária em ciência e tecnologia
Pedagogia universitária em ciência e tecnologiaPedagogia universitária em ciência e tecnologia
Pedagogia universitária em ciência e tecnologia
 
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptxO século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
 
A Formação da Moral Cristã na Infância - CESB - DIJ - DIEF - G. de PAIS - 16....
A Formação da Moral Cristã na Infância - CESB - DIJ - DIEF - G. de PAIS - 16....A Formação da Moral Cristã na Infância - CESB - DIJ - DIEF - G. de PAIS - 16....
A Formação da Moral Cristã na Infância - CESB - DIJ - DIEF - G. de PAIS - 16....
 
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdfAula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
 
(44-ESTUDO - LUCAS) A ESPIRITUALIDADE EM CRISE NO VALE
(44-ESTUDO - LUCAS) A ESPIRITUALIDADE EM CRISE NO VALE(44-ESTUDO - LUCAS) A ESPIRITUALIDADE EM CRISE NO VALE
(44-ESTUDO - LUCAS) A ESPIRITUALIDADE EM CRISE NO VALE
 
Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029
Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029
Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029
 
Atividade Bio evolução e especiação .docx
Atividade Bio evolução e especiação .docxAtividade Bio evolução e especiação .docx
Atividade Bio evolução e especiação .docx
 
Razonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdf
Razonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdfRazonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdf
Razonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdf
 
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionaisResumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
 

Pré-História do Brasil, Luzia e Serra da Capivara

  • 1. Pré-História do Brasil 6o Ano Professor: Marcos Alberto Rambo
  • 2. O povoamento da América
  • 3. Teoria do Estreito de Bering ● O estreito de Bering: um caminho gelado. ○ Vindos da Ásia. ○ Teriam vindo há 12 mil anos, porém estudos mais recentes indicam que a travessia pode ter ocorrido há 20 ou 30 mil anos. ○ Evidências: sítios arqueológicos na América do Norte. ○ Ao lado: lâminas da cultura Clovis (EUA, cerca de 11.200 anos).
  • 4. Caminhos diversos: por terra e por mar ● Grupos humanos, em pequenas embarcações, partiram das ilhas da Polínesia e da Oceania e chegaram à América do Sul navegando pelo Oceano Pacífico. ○ O povoamento da América teria iniciado há 50 mil anos. ○ Os defensores dessa teoria também aceitam que povos asiáticos tenham atravessado pelo Estreito de Bering. Escavação em Monte Verde - Chile. Assentamento humano de 13.500 anos atrás.
  • 5. Responda em seu caderno Quais são as duas teorias para a chegada do ser humano nas Américas?
  • 6. Luzia: o crânio humano mais antigo das Américas ● O fóssil de Luzia foi encontrado em 1974 por Annette Laming-Emperaire, uma arqueóloga francesa, na Lagoa Santa, em Minas Gerais. ● Mais tarde, em 1995, foi recuperado pelo antropólogo brasileiro Walter Neves e recebeu o nome de Luzia em homenagem a Lucy, famoso fóssil de australopiteco de 3,2 milhões de anos. ● Luzia era uma mulher na faixa dos 20 anos quando morreu e possuía 1,50m de altura. Neves defendia a tese de que ela era parecida com os aborígenes australianos e os negritos de Nova Guiné e, assim, seria bem diferente dos indígenas modernos.
  • 7. Crânio de Luzia e reconstituição de seu rosto feita pelo bioantropólogo britânico Richard Neave, em 2003.
  • 8. ● Final do período geológico chamado “Pleistoceno” e da última grande Era do Gelo. ● Ao lado dos animais encontrados hoje no Brasil, havia ainda uma série de espécies que foram extintas mais ou menos por esta época. Mudança do clima ou ação humana? ● Mastodontes com 3 metros de altura, tigres dente-de-sabre com o dobro de tamanho de uma onça-pintada e pesando 250 quilos, bichos preguiças maiores do que vacas atuais e tatus do tamanho de Fuscas. Como era a vida no tempo de Luzia?
  • 9. Mastodonte Era o elefante típico da América do Sul, só que mais baixo e comprido do que seus parentes africanos atuais. Podia pesar mais de 5 toneladas.
  • 10. Glyptodon O glyptodon, pesava mais de 700 quilos e tinha o tamanho de um Fusca. Apesar de se parecer com o atual tatu, era muito diferente: sua carapaça era óssea e rígida como uma pedra. Os espinhos na cauda serviam para a defesa.
  • 11. Preguiça-gigante Parente distante das atuais preguiças, o eremotherium pesava mais de 5 toneladas. Consumia todo tipo de vegetal.
  • 12. Seres humanos: “paleoíndios” ● Carregavam longas lanças, usadas para caçar e se proteger dos animais. ● Dominavam o fogo e tinham técnicas rudimentares de construção de utensílios de pedra lascada, como pontas de lanças e lâminas de quartzo capazes de cortar couro ou carne. É possível que fabricassem cestas trançando fibras ou tiras de couro. ● os paleoíndios não moravam em cavernas, e sim em locais abertos onde havia água corrente disponível, como no alto das chapadas, onde ficam as nascentes, no meio dos vales por onde cruzam riachos e na desembocadura dos boqueirões.
  • 13.
  • 14. ● As cavernas eram usadas como abrigos pelos caçadores e, provavelmente, para a realização de rituais religiosos e fúnebres. ● A arqueologia também nos mostrou, mais recentemente, que homens do Brasil paleolítico tinham respeito por seus mortos, depositando-os em abrigos de pedra — o que garantia sua conservação ao longo dos milênios. ● Alguns grupos recuperavam ossos de seus antepassados depois que a carne já havia se decomposto, para pintá-los, fabricar amuletos e enterrá-los uma segunda vez, mas agora arranjando as ossadas de forma a criar símbolos.
  • 15. Responda em seu caderno: ● Quem foi Luzia? Qual sua importância no estudo da povoação da América? ● Quais animais existiam no Brasil no final do período pleistoceno? ● Como viviam os paleoíndios?
  • 16. Parque Nacional da Serra da Capivara ● A arqueóloga Niéde Guidon e sua equipe foram os responsáveis pela criação, em 1979, do Parque Nacional da Serra da Capivara, o mais bem estruturado parque nacional do país — considerado Patrimônio Cultural da Humanidade pela Unesco em 1991. ● Há 30 anos ela escava na região de São Raimundo Nonato, no meio do sertão do Piauí, onde garante ter encontrado vestígios da presença humana na região, que remonta 50 mil anos no passado.
  • 17.
  • 18.
  • 19.
  • 20. Niéde Guidon: há 50 anos luta pela preservação da Serra da Capivara.
  • 21. Serra da Capivara ● Em suas cavernas e lapas, preserva o maior conjunto de pinturas rupestres do mundo, algumas datadas com até 8 mil anos de idade. ● Elas representam danças rituais, orgias, cenas de caça e diversos tipos de animais, inclusive alguns extintos, como um parente da lhama andina e a preguiça gigante.
  • 22. Pinturas Rupestres na Serra da Capivara - PI
  • 23.
  • 24.
  • 25.
  • 26. Responda em seu caderno: ● Quem é Niéde Guidon e qual sua importância no estudo e preservação da pré-história brasileira? ● Que tipo de inscrições rupestres são encontradas no Parque Nacional da Serra da Capivara?
  • 27. Referência A PRÉ-HISTÓRIA DO BRASIL: Material didático elaborado por Professor Caco - Colégio Santa Cruz Disponível em: http://www.cei.santacruz.g12.br/~6ano/arqueologia/fichas_2012/humanidd_1.pdf

Editor's Notes

  1. c