Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Atividade física e saúde na infância e adolescência

7,482 views

Published on

  • Be the first to comment

Atividade física e saúde na infância e adolescência

  1. 1. Atividade física e saúde na infânciae adolescênciaProfessora Silvia Arrelaro
  2. 2. Sociedade Brasileira de Medicina do EsporteBaseado em documento elaborado por médicosespecialistas em exercícios e esportes, publicado naRevista Brasileira de Medicina do Esporte,encontramos recomendações sobre atividade físicapara crianças e adolescentes.Do ponto de vista de saúde pública e medicinapreventiva, promover a atividade física na infância e naadolescência significa estabelecer uma base sólida paraa redução da prevalência do sedentarismo na idadeadulta, contribuindo desta forma para uma melhorqualidade de vida.
  3. 3. Atividade FísicaAtividade física é:qualquer movimento como resultado decontração muscular esquelética queaumente o gasto energético acima dorepouso e não necessariamente a práticadesportiva.
  4. 4. Atividade Física x Exercício Físico A “atividade física” não deve ser confundida com“exercício”. Exercício, é uma subcategoria da atividade física que éplanejada, estruturada, repetitiva e proposital no sentidode que a melhoria ou manutenção de um ou maiscomponentes da aptidão física é o objetivo. A atividade física inclui o exercício, bem como outrasatividades que envolvem o movimento corporal e sãofeitas como parte de jogar, trabalhar, transporte ativo,tarefas domésticas e atividades recreativas.
  5. 5. Documento elaborado por médicos Este documento, elaborado por médicos especialistas emexercício e esporte, baseia-se em conceitos científicos e naexperiência clínica e tem como objetivos: 1) estabelecer os benefícios da atividade física na criançae no adolescente; 2) caracterizar os elementos de avaliação e prescrição doexercício para a saúde nessa faixa etária; 3) estimular a recomendação e a prática da atividadefísica nas crianças e adolescentes, mesmo na presença dedoenças crônicas, visto que são raras as contra indicaçõesabsolutas. Documento aprovado em reunião realizada em 26/6/98 durante o 2o Congresso Sul-Brasileiro de Medicina Desportiva, Curitiba, PR.
  6. 6. RECOMENDAÇÕES A implementação da atividade física na infância e naadolescência deve ser considerada como prioridade em nossasociedade. Dessa forma, recomendamos que: 1) Os profissionais da área de saúde devem combater o sedentarismo na infância e na adolescência, estimulando a prática regular do exercício físico no cotidiano e/ou de forma estruturada através de modalidades desportivas, mesmo na presença de doenças, visto que são raras as contra indicações absolutas ao exercício físico;
  7. 7.  2) Os profissionais envolvidos com crianças eadolescentes que praticam atividade física devempriorizar seus aspectos lúdicos sobre os decompetição e evitar a prática em temperaturasextremas; 3) A educação física escolar bem aplicada deve serconsiderada essencial e parte indissociável doprocesso global de educação das crianças eadolescentes;
  8. 8.  4) Os governos, em seus diversos níveis, as entidadesprofissionais e científicas e os meios de comunicaçãodevem considerar a atividade física na criança e noadolescente como uma questão de saúde pública,divulgando esse tipo de informação e implementandoprogramas para a prática orientada de exercício físico.
  9. 9. Prescrição de Atividade Física O objetivo principal da prescrição de atividade física nacriança e no adolescente é criar o hábito e ointeresse pela atividade física, e não treinar visandodesempenho. Dessa forma, deve-se priorizar a inclusão da atividadefísica no cotidiano e valorizar a educação física escolarque estimule a prática de atividade física para toda a vida,de forma agradável e prazerosa, integrando as crianças enão discriminando os menos aptos.
  10. 10.  A competição desportiva pode trazer benefícios doponto de vista educacional e de socialização, uma vez queproporciona experiências de atividade em equipe,colocando a criança frente a situações de vitória ederrota. Entretanto, o objetivo de desempenho, principalmentequando há excessivas cobranças por parte de pais etreinadores, pode trazer consequências indesejáveis,como a aversão à atividade física.
  11. 11.  Por essa razão, o componente lúdico deve prevalecersobre o competitivo quando da prescrição de atividadefísica para as crianças. Igualmente importante é oferecer alternativas para aprática do desporto, de forma a contemplar os interessesindividuais e o desenvolvimento de diferentes habilidadesmotoras, contribuindo para o despertar de talentos.
  12. 12.  Nas associação entre sedentarismo, obesidade edislipidemias evidencia-se que crianças obesasprovavelmente se tornarão adultos obesos. Dessa forma, criar o hábito de vida ativo na infância ena adolescência poderá reduzir a incidência deobesidade e doenças cardiovasculares na idade adulta. A atividade física também pode exercer outrosefeitos benéficos a longo prazo, como aquelesrelacionados ao aparelho locomotor.
  13. 13.  A atividade física intensa, principalmente quandoenvolve impacto, favorece um aumento da massaóssea na adolescência e poderá reduzir o risco deaparecimento de osteoporose em idades maisavançadas, principalmente em mulheres pós-menopausa.
  14. 14. De acordo com COLBERG (2003) A Atividade Física regular ajuda a: ganhar músculos e a perder gordura, diminui o apetite, faz com que você coma mais semganhar gordura, melhora o humor, reduz o estresse e a ansiedade, aumenta o nível de energia, melhora a imunidade, torna as articulações mais flexíveis e melhora a qualidade de vida.
  15. 15. Principais Mudanças no Organismo  Melhoria do humor;  Diminuição do estresse ;  Prevenção e alívio da depressão;  Redução da ansiedade;  Aumento da auto estima;  Redução de hábitos não saudáveis;  Melhoria da qualidade do sono;  Prevenção do ganho de peso;  Manutenção do peso perdido.
  16. 16. Pirámide de Atividade Física
  17. 17. Referências COLBERG Sheri.Atividade Física e Diabetes. São Paulo:Editora Manole, 2003. Rev Bras Med Esporte _Vol. 4, Nº 4 – Jul/Ago, 1998. http://www.dicasdetreino.com.br/o-que-e-atividade-fisica/ http://sergionunespersonal.blogspot.com.br/2011/04/piramide-da-atividade-fisica.html

×