Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Fórum Câncer de Pulmão - 27/11/2017

1,296 views

Published on

Palestra apresentada pela Dra. Clarissa Mathias do Grupo de Oncologia da Bahia, com o tema "Como diagnosticar e tratar adequadamente o câncer de pulmão"

Published in: Healthcare
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

Fórum Câncer de Pulmão - 27/11/2017

  1. 1. Lançamento Oficial Diretrizes Câncer de Pulmão SBOC
  2. 2. De acordo com a Resolução 1595/2000 do Conselho Federal de Medicina e RDC 96/08 da ANVISA, declaro que: – Participo de estudos clínicos patrocinados pelas empresas: • Roche, Pfizer, BMS, BI, AZ, MSD – Participo como speaker de eventos das empresas: • Roche, AZ, Pfizer, BMS – Participo como membro do advisory board das empresas: • Roche, BMS, BI, MSD e Pfizer Conflitos de Interesse
  3. 3. Roteiro • Introdução • Câncer de Pulmão Pequenas Células • Câncer de Pulmão Não Pequenas Células
  4. 4. Roteiro • Introdução • Câncer de Pulmão Pequenas Células • Câncer de Pulmão Não Pequenas Células
  5. 5. Guias de orientação de conduta oficiais da SBOC • Objetivo: dar segurança aos especialistas no manejo dos pacientes.
  6. 6. Sugestões de conduta • Classificadas de acordo com as forças de recomendação e evidência na literatura
  7. 7. Diferenciais • Escrito em Língua Portuguesa • Reflete a realidade brasileira, considerando a relevância clínica e o impacto econômico
  8. 8. Evidências Científicas • As diretrizes seguem níveis pré-definidos de evidéncia científica e forća por trás de cada recomendaćáo • Náo sáo objetivos dessas diretrizes recomendaćóes a respeito de rastreamento, estadiamento, nem consideraćóes fisiopatológicas sobre as doenćas.
  9. 9. Diretrizes no Contexto Econômico Brasileiro • Cada općáo terapéutica recomendada foi avaliada quanto áreleváncia clínica • …mas também quanto ao impacto económico • Algumas alternativas podem (náo há obrigatoriedade) ser recomendadas como aceitáveis somente dentro de um cenário de restrićáo orćamentária, no sistema público de saúde brasileiro (devendo ser identificadas e com a ressalva de que náo configuram a alternativa ideal, dentro do espaćo consideraćóes)
  10. 10. Roteiro • Introdução • Câncer de Pulmão Pequenas Células • Câncer de Pulmão Não Pequenas Células
  11. 11. Roteiro • Introdução • Câncer de Pulmão Pequenas Células • Câncer de Pulmão Não Pequenas Células
  12. 12. 2011 2016 Realidade no Brasil – acesso
  13. 13. Médico precisa definir: Custo Benefício Efetividade Acesso
  14. 14. Estratégias de Acesso Discussões nas sociedades Risco compartilhado ? Qualy ? Pesquisa Clínica…
  15. 15. ~2-4 meses SG ~6 meses SG ~8-10 meses SG ~12 meses SG 1970 1980 1990 2000 Cisplatina 1978 Carboplatina 1989 Vinorelbina 1994 Pacllitaxel Gecitabina 1998 Docetaxel 1999 Erlotinibe Pemetrexede 2004 Carbo/Paclitaxel Bevacizumabe 2006 ~18 meses SG Seleção molecular* 2009 * Adaptado de Ferreira C. et al. Lung Cancer Manag 2013; 2: 381 PARA ONDE VAMOS? ? Imunoterapia
  16. 16. NEJM 2006 Alvo # 1 em Câncer de Pulmão

×