Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Os Custos da Qualidade e da Não Qualidade na Produção

2,553 views

Published on

Published in: Education
  • Be the first to comment

Os Custos da Qualidade e da Não Qualidade na Produção

  1. 1. OS CUSTOS DA QUALIDADE E DA NÃO QUALIDADE NA PRODUÇÃO Luiz Gustavo de Sassarrão Moraes Economista (FACESM), Especialista em Engenharia de Produção (FATEC)
  2. 2. Introdução: O aumento da competição impulsiona o desenvolvimento de novas formas de organização e gestão no setor produtivo; Neste contexto a busca por melhores custos e qualidade pode ser o caminho para a sobrevivência e manutenção no mercado; Aumentar a qualidade e ao mesmo tempo reduzir custos, gerou a necessidade de se estudar com mais precisão essa relação;
  3. 3. Introdução: A gestão dos custos da qualidade vem se tornando de grande interesse como estratégia competitiva sustentável; Contudo é necessário compreender, mensurar e rastrear os custos relacionados a qualidade, facilitando as tomadas de decisões; E assegurar o retorno dos investimentos através da redução dos custos da não qualidade e atendendo as necessidades dos clientes.
  4. 4. Desenvolvimento / Fundamentação Teórica: Sendo um tema relevante para tomada de decisões gerenciais, é necessário conhecer seus conceitos e concepções existentes; Os custos abrangem as diversas atividades de uma empresa e representa as múltiplas aplicações de bens ou serviços para obtenção de um bem de uso ou de troca; Já o conceito de qualidade é bem subjetivo, relacionado diretamente às percepções de cada indivíduo, podendo assumir diferentes significados até para os próprios teóricos da área; Através de seus conceitos é possível aplicar e interpretar métodos e técnicas que reduzam os custos e o aumente a qualidade;
  5. 5. Desenvolvimento / Fundamentação Teórica: As definições de custos da qualidade variam de acordo com o conceito de qualidade, mas sua aplicação deve responder: Qual o valor da qualidade que a empresa oferece? Quanto custa à qualidade que está sendo obtida na empresa? Quanto está custando à falta de qualidade para a empresa? Quanto custa à perda de um cliente por problemas de qualidade? Em que é viável investir para reduzir os custos da não qualidade? Como está o desempenho da empresa em qualidade? Este estudo é importante para o reconhecimento, organização e identificação do comportamento e tendências ao longo do tempo;
  6. 6. Desenvolvimento / Fundamentação Teórica: Os custos da qualidade podem ser divididos em: Custos do Controle Custos de prevenção Custos de avaliação Custos das Falhas Custos das falhas internas Custos das falhas externas A partir desta divisão pode se analisar as tendências de alocação dos recursos entre os custos do controle e os custos das falhas;
  7. 7. Desenvolvimento / Fundamentação Teórica: A busca por novas estratégias é relevante para sobrevivência empresarial, assegurando que o negócio não deixe de ser rentável; Tais estratégias devem se basear na capacidade das empresas de suprir as necessidades e expectativas dos clientes; Que podem ser conhecidas pela qualidade e o preço, o que torna o custo da qualidade uma ferramenta de grande valor; No combate do desperdício, eliminando as atividades que não agregam valor no desenvolvimento de estratégias competitivas.
  8. 8. Metodologia e Análise dos Resultados: O presente trabalho constitui-se numa pesquisa bibliográfica de caráter descritivo; E teve como meta ampliar a área de conhecimento utilizando-se de trabalhos acadêmicos, artigos e revistas científicas.
  9. 9. Considerações Finais: Os custos da qualidade possibilitam que as organizações reduzam seus gastos através da identificação de oportunidades; Visam melhorar o sistema produtivo minimizando ou até mesmo eliminando as falhas no processo; Ao implementarem programas, as empresas consolidam sua posição no mercado por tornar seus processos mais eficientes; Produzindo produtos com qualidade a custos menores para atender e suprir as expectativas dos clientes;
  10. 10. Considerações Finais: A implementação de um sistema de identificação baseado nos custos da qualidade pode ser tornar uma eficiente ferramenta na elaboração de estratégias e como diferencial competitivo; Os benefícios são muito significativos e todos os envolvidos tende a se beneficiar com esse sistema, uma vez que diminuindo os custos da não qualidade a empresa se torna mais competitiva.
  11. 11. Principais Referências:ALMEIDA, Thiago Alexandre das Neves; IDROGO, Aurélia. ANecessidade de Mensuração dos Custos da Qualidade na EstratégiaCompetitiva de Liderança de Custos. In: ENEGEP, 24., 2004,Florianópolis. Anais... Florianópolis; ABEPRO, 2004.CORTÊS, Ieris Ramalho. Custos da Qualidade como Ferramenta deDecisão. In: ENCONTRO NACIONAL DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO– ENEGEP, 21., 2001, Salvador. Anais... Salvador; ABEPRO, 2001.GOMES, L. D. Ferreira et al. A Relevância do Custo da Qualidadecomo Instrumento de Decisão para Otimizar Resultados. In: ENEGEP,23., 2003, Ouro Preto. Anais... Ouro Preto; ABEPRO, 2003.
  12. 12. Principais Referências:MARQUES, José Carlos et al. Custos da Qualidade. Disponívelem: <http://max.uma.pt/~a2093007/images/trabalho4.pd>.Acesso em: 22 agosto 2011.TOLEDO, José Carlos (de). Conceitos sobre Custos daQualidade. 2002. 14 f. Apostila (GEPEQ – Grupo de Estudos ePesquisa em Qualidade) - Departamento de Engenharia deProdução, Universidade Federal de São Carlos, São Carlos.WERNKE, Rodney; BORNIA, A. Cezar. Considerações acerca dosConceitos e Visões sobre os Custos da Qualidade. Revista FAE,Curitiba, v.3, n.2, p.77-88, maio/ago. 2000.

×