Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Boletim informativo12

513 views

Published on

Boletim Informativo da BE Alexandre Herculano

Published in: Education
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

Boletim informativo12

  1. 1. aluna Leonor da Silva, do 5ºA. A obra literária que teve de apresentar foi Cho- colate à Chuva, de Alice Vieira. Por fim, a representar o 3º Ciclo, esteve a aluna Bea- triz Lopes, do 8ºA, que ficou apurada para a fase seguinte. No dia 20 de abril, na Casa do Brasil, em Santarém, disputou-se o 2º momento da 1ª fase (fase municipal) da XII edição do Concurso Nacional de Leitura, organi- zada pela Biblioteca Muni- cipal de Santarém. Quanto ao júri, era constitu- ído por Filomena Rúbio, coordenadora interconce- lhia da RBE, Luísa Cotrim, bibliotecária do Município de Santarém e Vicente Ba- talha, agente cultural, ator e encenador. Começaram por prestar provas os alunos do 1ºCiclo e a representar o Agrupa- mento Alexandre Herculano esteve a Sofia Farinha da EB de Fontainhas. Na sua prova, teve de apresentar a obra literária A maior flor do mundo, de José Sarama- go. Quanto ao 2º Ciclo, repre- sentou o Agrupamento a E n t r e l i v r o s e l e i t u r a s Concurso Nacional de Leitura (CNL) - Fase municipal num conjunto de perguntas de es- colha múltipla de verdadeiro ou falso e numa pergunta de desenvolvimento. Apesar de ser uma excelente leitora, não conseguiu ser selecionada. A convite da Direção Geral do Livro, Arquivos e Biblio- tecas, a Câmara Municipal de Rio Maior, através da Biblio- teca Municipal Laureano Santos, promoveu a fase intermunicipal da 12ª edição Concurso Nacional de Leitu- ra (CNL), no dia 17 de maio, em Rio Maior, com a colabo- ração da Rede de Bibliotecas de Rio Maior. Após ter ultra- passado a fase municipal, a aluna Beatriz Lopes esteve presente em mais este desa- fio. Num primeiro momento, os alunos realizaram uma prova escrita que consistiu B o l e t i m I n f o r m a t i v o n º 1 2 d a B i b l i o t e c a E s c o l a r d a E s c o l a B á s i c a d e A l e x a n d r e H e r c u l a n o CNL—Fase intermunicipal—Rio Maior Nesta edição: Concursos 2 Encontros com auto- res/ilustradores 3 Cerimónia RBE 4 Oferta de livros 4 Festival de Letras 4 Apresenta da APP “PAES” 5 “Alexandre Hercu- lano”, o patrono 5 Sessão Ajudaris 5 Dia Internacional da Família 6-7 Visita Cultural 8-9 Atividades para o próximo ano letivo 2018-2019 10 julho de 2018
  2. 2. “Autores Digitais” “Uma Aventura...Literária 2018” nos e as professoras pelo trabalho realizado, aos quais foram entregues o certificado e o prémio. O concurso “Autores Digi- tais” foi promovido pelo CCTIC da ESE—IP Santa- rém e destinou-se aos alunos dos 1º e 2º Ciclos. O Agrupamento de Escolas Alexandre Herculano partici- pou com vários trabalhos que podem ser apreciados no blogue da biblioteca. Neste concurso, os alunos foram desafiados a criar uma história em que fosse aborda- da a temática da cidadania, a ilustrá-la, assim como a usar a ferramenta digital Storyjumper. Entre os vários livros digitais criados, obtivemos um ter- ceiro lugar com o livro Eco- patrulha da Natureza, cons- truído pelos alunos da T2 da EB Combatentes. No dia 18 de junho, recebe- mos na escola as professoras Cristina Novo e Teresa Pa- checo que elogiaram os alu- SuperTmatik—Fase Nacional • História de Portugal Neste último, o Rafael Rai- mundo ficou no TOP10, pois conseguiu um quinto lugar. Além deste resultado, outros alunos obtiveram excelentes posições, atendendo ao uni- verso dos participantes. Na fase nacional do concurso SuperTmatik, participaram 50 alunos entre várias moda- lidades e níveis de escolari- dade. Quanto aos resultados, podem ser consultados no blogue da biblioteca: • Calculo Mental • Astronomia • Ciências • Físico-Química • Inglês • Francês • Geografia A Editorial Caminho promo- veu o concurso “Uma Aven- tura Literária 2018” aberto aos jovens até aos 18 anos, no qual participámos com quatro trabalhos: dois na modalidade de desenho, da Filipa Ricardo e do Luís Ma- gro, um na modalidade texto original da Diana Barreto e um na modalidade Teatro, do Rafael Raimundo. Este ano, a Caminho recebeu 14 643 trabalhos no concurso, entre os quais foi premiado o tra- balho do Rafael Raimundo. E n t r e l i v r o s e l e i t u r a s P á g i n a 2 “As bibliotecas promovem a igualdade de oportunidades no acesso ao conhecimento e ao exercício da cidadania. Estimulam o gosto pela literatura, pelas artes e pelas ciências, constituindo-se como lugares de fruição e desenvolvimento educativo e cultural. Favorecem o encontro e partilha de interesses e saberes, as relações sociais e a vivência democrática”, RBE Para ler o livro, basta clicar na imagem O Rafael com o certificado no Pavilhão Carlos Lopes
  3. 3. Encontro com...Helena Inês de sabermos respeitar todos por igual independentemen- te das suas características. De seguida, respondeu às muitas perguntas colocadas pelos alunos da várias tur- mas. No final, cada turma ofereceu um presente alusi- vo à obra e feito por si. Esmeralda, a menina com síndrome do amor é uma obra com texto de Helena Inês e ilustrações de Nuno Ezequiel. Esta obra foi trabalhada pelas várias turmas da EB Mergu- lhão que prepararam com muito carinho a sua receção. Com muita ternura, Helena Inês falou da necessidade Encontro com...Danuta Wojciechowska No dia 12de Abril, tivemos o privilégio de receber a ilus- tradora Danuta Wojcie- chowska no JI Anacoreta, onde apresentou a sua obra literá- ria Água doce, fluir com o rio ...no JI do Choupal, onde dinamizou uma oficina de ilustração. Encontro com...Rosa Montez foi a Biblioteca de S. Domin- gos e quem a recebeu foram os alunos do pré-escolar e do 1ºano. No dia 23 de abril comemo- rou-se o Dia Mundial do Livro e dos Direitos de Au- tor. Esta data instituída em 1995 pela UNESCO, foi escolhida por ser um dia importante para a literatura mundial, pois foi a 23 de abril de 1616 que faleceu Miguel Cervantes e este mes- mo dia é recordado como o dia em que nasceu e morreu o escritor inglês William Shakespeare. No âmbito desta comemora- ção, convidámos Rosa Mon- tez, a autora da obra para crianças À espera do quê?. Quem organizou o Encontro P á g i n a 3 A Biblioteca Escolar é uma plataforma de saberes, de trabalho e de inovação que se constrói e se reinventa diariamente em cada escola. O seu sucesso resulta dos esforços de todos, e todos estamos convocados para a procura conjunta de um percurso colaborativo que conjuga continuidade e mudança, in http://www.rbe.min- edu.pt/np4/789.html Encontro da Danuta com os alunos na EB de Vale de Santarém Por fim, foi recebida na EB Vale de Santarém , onde os alunos trabalharam antecipa- damente a sua obra Portugal para crianças. Encontro da Helena Inês com os alunos da EB Mergulhão
  4. 4. Cerimónia da Rede de Bibliotecas Escolares Festival de Letras A Rede de Bibliotecas Esco- lares (RBE) organizou uma cerimónia para entrega de certificados de apoio aos vários projetos apresentados no âmbito de diferentes can- didaturas. Assim, no dia 18 de abril, a Escola Básica Alexandre Herculano viu o seu projeto “Trilhos para Saber+” ser contemplado com apoio fi- nanceiro para a compra de tablets, “por reunir um con- Oferta de livros à Biblioteca pelos Senhora Diretora e respetiva Direção, pela Se- nhora Presidente do Conse- lho Geral e alguns docentes desta turma. Um grupo de alunos do CEF 81 juntaram duas coleções de livros juvenis e ofereceram à biblioteca. Uma inicia- tiva que revela grande altruísmo e muita amabilidade que con- tribuiu para o enriquecimento do fundo documental da bi- blioteca. O gesto deste grupo de alunos foi testemunhado tentes, assim como do Clube de Teatro. O Agrupamento de Escolas Alexandre Herculano esteve representado no Festival de Letras com um stand onde estiveram expostos alguns trabalhos resultantes de pro- jetos de articulação entre a biblioteca e turmas de dife- rentes níveis de ensino. Além desta exposição, houve a participação das turmas de 2º ano das escolas do 1º Ci- clo de Fontainhas e Comba- E n t r e l i v r o s e l e i t u r a s P á g i n a 4 Os professores bibliotecários asseguram na escola (…) as atividades (…) de desenvolvimento das literacias e de formação de leitores, RBE Ainda no âmbito do Festival de Letras, a docente Rosa Montez apresentou a obra literária À espe- ra do quê?, da qual é autora junto de indicadores que permitem a melhoria dos serviços digitais da bibliote- ca, reforçando o seu papel na promoção da leitura e das literacias”, RBE. Para conhecer mais pormenores da cerimónia, basta clicar na imagem
  5. 5. Sessão Ajudaris Bandeira, em Santarém Na cerimónia, tivemos a partici- pação da Sofia que interpre- tou uma peça em flauta trans- versal. Quanto às alunas do 1º Ciclo, recitaram o seu poema No âmbito da participação no projeto “Histórias da Ajuda- ris 2017”, os alunos do 1º e 2º ciclos foram desafiados a escrever um texto que abor- dasse a temática “família”. Através da sua escrita, a Dia- na Barreto, da EB Alexandre Herculano, a Sofia Farinha, da EB Fontainhas, a Madale- na Gorjão, a Beatriz Hemei e a Laura Batista, da EB São Domingos, participaram com autores solidários. No final de outubro, em Gondomar, foi o lançamento do livro que integrou os tex- tos das nossas jovens autoras. Agora, esse mesmo livro foi apresentado no Teatro Sá da Apresentação da APP “PAES” lização da atividade e de agradecimento às várias enti- dades envolvidas. A apresentação da APP refe- rente aos vários patronos, foi da responsabilidade de cada Agrupamento de Escolas. Quanto à APP do Agrupa- mento Alexandre Herculano, foi apresentada pela aluna Diana Barreto. A APP “PAES—Patronos dos Agrupamentos das Esco- las de Santarém” foi constru- ída tendo por base o trabalho de alunos e professores, nos vários Agrupamentos de Escolas do concelho de San- tarém, promovido pelos pro- fessores bibliotecários. Quanto à conceção, realiza- ção e produção da APP, este- ve a cargo do Centro de Competência TIC da Escola Superior de Educação IP Santarém. Em relação à di- vulgação e organização do evento, contámos com o apoio da Câmara Municipal de Santarém. O início da sessão foi marcado por al- guns discursos de contextua- “Alexandre Herculano ”, o patrono do “nosso” Agrupamento de Escolas foram representadas por outros alunos, caracterizados pela professora Ana Bettencourt. O aluno Rafael Raimundo foi o aluno que representou e apresentou a biografia de Ale- xandre Herculano.: “Boa tarde, ilustres concidadãos escalabi- tanos! Certamente já haveis percebido que tendes à vossa frente Alexandre Herculano de Carvalho e Araújo”. Foi com esta introdução que “Alexandre Herculano” iniciou a apresentação da sua biogra- fia. As muitas personalidades que se cruzaram na sua vida P á g i n a 5 A Senhora Diretora do Agrupa- mento de Escolas Alexandre Herculano, acompanhada da Senhora Vereadora da Educação, da Diana e do Rafael No final, receberam o certificado de particpação Cartaz de divulgação da cerimónia de apresentação da APP “PAES”
  6. 6. Dia Internacional da Família —Workshops Semana comemorativa do Dia Internacional da Família—Exposições A comemoração do Dia In- ternacional da Família decor- reu com várias atividades: workshops, apresentação de histórias pelos alunos do 1º Ciclo e cerimónia pública de entrega de certificados. Docentes e não docentes, alunos e familiares foram convidados a participar nos Workshops de temáticas variadas: fuxicos, encaderna- ção em tecido, macramé e reciclagem de peças de rou- pa. O workshop “Fuxicos” foi dinamizado pela docente Mafalda Grego. Dia Internacional da Família—Workshops Um outro workshop foi o de “Macramé” dinamizado pela docente Margarida Pereira. O workshop “Reciclagem de peças de roupa” foi dinami- zado pelas docentes Lucília Silva e Maria da Encarna- ção Rosa. Trabalhos realiza- dos nos workshops. Ao longo da semana comemora- tiva do Dia Internacional da Família, foram várias as exposi- ções, organizadas pela bibliote- ca, patentes ao público. Dia Mundial do Ambiente/do Sol / da Família. Dia Mundial da Diversidade Cultural. E n t r e l i v r o s e l e i t u r a s P á g i n a 6 A biblioteca, através da sua ação e mediação, contribui significativamente para a melhoria qualitativa da aprendizagem e para o domínio das capacidades leitoras. RBE Trabalhos realizados no workshop “Fuxicos” e “Encadernação com tecido” Mulheres Pioneiras em Portugal no século XX Quanto ao workshop “Encadernação com tecido” foi dinamizado pela docente Violeta Vitorino.
  7. 7. Dia Internacional da Família —16 de maio texto e desenhos dos alunos para cada parte da história. No dia 16 de maio, decorreu mais uma cerimónia come- morativa do Dia Internacio- nal da Família. O momento cultural pertenceu à T1 da EB Fontainhas, em que os alunos contaram a história No meu coração pequenino, usando caixas que foram pintadas de diferentes cores e no seu interior tinham alguns objetos alusivos à parte da história que enunciavam. Em simultâneo com o relato da história, era mostrada uma apresentação digital com o Dia Internacional da Família—Entrega de prémios assim como aos participantes nos concursos “Uma aventu- ra literária”, “Repórteres do Ambiente”, “Faça lá um Poe- ma” e no clube da diversida- de, integrado no projeto Erasmus + “No place for hate”. As cerimónias de entrega dos prémios, aos alunos que se evidenciaram nos vários con- cursos promovidos pela biblio- teca, decorreram nos dias 15 e 16 de maio. No dia 15, foram distribuídos prémios aos alunos que se destacaram nos concursos: Top Leitor À descoberta de autores e de livros Autores digitais Histórias da Ajudaris Amigos da Biblioteca. No dia 16, foram distribuídos os prémios aos vencedores do CNL, ao nível de escola, aos alunos participantes nas Ofici- nas de escrita e de ilustração, Dia Internacional da Família —15 de maio mãe lhe compra na loja Desigual […]”. No dia 15 de maio, em ceri- mónia pública, alguns alu- nos da T2 da EB Mergu- lhão conta- ram a histó- ria criada coletiva- mente pela turma: “Chantal, a nossa amiga especial”. “Chantal é uma jovem de estatura média e corpulenta com um sorriso ori- ginal. Co- mo é habi- tual, usa roupa colo- rida que a P á g i n a 7 A promoção da leitura, através da utilização de suportes digi- tais, é uma opção pedagógica atual, ao alcance dos educado- res e professores. Virgínia Santos, PNL. Cada página do livro foi re- presentada com um desenho diferente o que correspondia a uma caixa distinta Para folhear o livro digital criado a partir da história e das imagens criadas pela T2 da EB Mergulhão, basta clicar na imagem
  8. 8. Visita Cultural a Aveiro Museu de Arte Nova– Aveiro Há vários anos que a biblio- teca escolar organiza, anu- almente, uma visita cultu- ral. Este ano foi à cidade de Aveiro. Arte Nova em Aveiro A visita teve o seu início no centro da cidade no Museu Arte Nova, onde fomos recebidos por duas excelen- tes guias que nos acompa- nharam não só no interior deste museu, como nos levaram a apreciar o con- junto de edifícios de Arte Nova que realçam pelas suas fachadas, pelos seus ornamentos com ferro for- jado e pedra lavrada, pai- néis de azulejo, colunas decoradas... .No Museu de Arte Nova, conhecemos os pressupos- tos desta revolução estética e os setores artísticos abran- gidos: pinturas, arquitetura, mobiliário, ourivesaria, vestuário, calçado, escultu- ra, cerâmica, têxteis... Em Portugal, surgiu tardia- mente e deu-se durante muito pouco tempo, tendo sido aplicada em prédios da burguesia urbana, em pala- cetes, pequenos espaços comerciais, etc. E n t r e l i v r o s e l e i t u r a s P á g i n a 8 Aveiro e a sua ria, conhecida como a “Veneza portuguesa” Traseiras do Museu de Arte Nova Museu de Arte Nova em Aveiro Situada na costa oeste por- tuguesa cresceu junto à Ria de Aveiro e é conhecida como a "Veneza portugue- sa". Saramago descreve-a como um "corpo vivo que liga a terra ao mar como um enorme coração". Esta cidade distingue-se pelos canais que percorrem a cidade e por onde nave- gam barcos coloridos (barcos moliceiros) tradici- onalmente utilizados para a colheita de algas.
  9. 9. Costa Nova A Costa Nova é um espaço entre a ria e o mar. As suas casas típicas dão um colorido único à paisa- gem. Museu da Troncalhada– Aveiro Após o almoço, seguiu-se um passeio de moliceiro com degustação de ovos moles e espumante. Ainda de manhã, visitámos o Ecomuseu Marinha da Troncalhada, onde conhe- cemos os métodos de pro- dução artesanal do sal, as- sim como a paisagem, a fauna e a flora característi- cas da Ria de Aveiro. A visita pelas salinas pro- porcionou a observação de algumas plantas e aves que têm o seu habitat no ecos- sistema lagunar. Visita à capela, fábrica e museu Vista Alegre depois, ainda que de acordo com o projeto inicial. Antes da visita ao museu, fomos convidados a entrar na Capela da Vista Alegre. É uma capela que data dos finais do século XVII. Sen- do uma obra do bispo D. Manuel de Moura Manuel, com exceção de duas torres da capela que foram levan- tadas pelo fundador da fá- brica, José Ferreira Pinto Basto, quase dois séculos P á g i n a 9 Docentes e não docentes juntaram-se num passeio a Aveiro, no qual esti- veram em sintonia com a cultura, a boa disposição e o prazer de convi- ver Um passeio de moliceiro... Fábrica de Porcelana Vista Alegre
  10. 10. Projetos “Trilhos para Saber+” “Porcelanas de lá e de cá” “Saber ler e aprender a apren- der” “Aprender em Partilha” Encontro com Autores Encontro com Ilustradores Implementação do Referencial “Aprender com a Biblioteca Escolar” Formação Interna: “Desenhar e gerir uma Biblioteca Digital” Exposições temáticas Visita Cultural O Boletim Informativo Entre Livros e Leituras pretende divul- gar as atividades realizadas pela Equipa da Biblioteca Escolar da Escola Básica de Alexandre Herculano. Assim, promovemos a articulação das atividades da BE com os objetivos do PE, incentivámos a leitura, desenvolvemos ativida- des de enriquecimento curricular, assim como promovemos uma gestão eficaz e eficiente da BE. Este Boletim, difundido apenas em suporte digital, é divulgado via e-mail e no blogue da BE, no final de cada período letivo. Atividades relevantes para o próximo ano letivo 2018-2019 No próximo ano letivo, a BE continuará o seu propósito de promover a articulação curri- cular, pelo que desenvolverá atividades que terão como objetivo principal desenvolver as literacias (da leitura, dos média e da informação). Além desta vertente, as restan- tes atividades distribuir-se-ão por três polos: Comemorações Mês da Biblioteca Escolar Dia Mundial do Professor Dia da Internet Segura Semana da Leitura Dia Mundial da Poesia Dia do Livro Português Dia Mundial do Teatro Dia Mundial do Livro e dos Direitos de Autor Dia Internacional da Família Concursos da BE Top Leitor À descoberta de autores e de livros Um poema a Santarém Concursos Nacionais Concurso Nacional de Leitura Literacia 3D Faça lá um poema Uma aventura literária Autores Digitais SuperTmatik Outros do PNL “Histórias da Ajudaris” Estamos na WEB http://aeahbiblioteca.blogspot.pt/ Quinta do Mergulhão Senhora da Guia 2005-075 Santarém Tel: 243 309 420 Fax: 243 309 426 Correio eletrónico: secretaria@ae-aherculano.pt E n t r e L i v r o s e L e i t u r a s B i b l i o t e c a E s c o l a r d a E s c o l a B á s i c a d e A l e x a n d r e H e r c u l a n o Para conhecer o Referencial Apren- der com a Biblioteca Escolar, basta clicar na imagem

×