Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.
FÍSICA


                               CINEMÁTICA ESCALAR
1. INTRODUÇÃO                                                  ...
Se o móvel avançar e, em seguida, recuar so-                Vm =
                                                         ...
5   A respeito dos conceitos de movimento e re-
    pouso, julgue os itens:
    1 A Terra está em movimento em relação ao
...
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

02 cinemtica escalar-conceitos

3,010 views

Published on

  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

02 cinemtica escalar-conceitos

  1. 1. FÍSICA CINEMÁTICA ESCALAR 1. INTRODUÇÃO 1.5. Espaço ou Posição Escalar (S) A cinemática escalar é a parte da Mecânica Determina a localização do ponto material em que apenas descreve o movimento, sem se preocupar uma determinada escala ao longo da trajetória. Ob- com a sua causa. serve que a posição não representa o quanto a partí- Só podemos dizer que conhecemos o movi- cula deslocou-se. Quando se diz, por exemplo, que há mento de um corpo se, e somente se, em qualquer um automóvel quebrado no quilômetro 20 da BR instante, pudermos informar qual a posição, a veloci- 040, você com certeza sabe sua localização; no en- dade e a aceleração que esse corpo terá. tanto, não pode determinar quanto ele viajou para chegar lá, pois não sabe de onde o automóvel partiu. 1.1. Ponto Material Corpo cujas dimensões são desprezíveis, quando 1.6. Deslocamento Escalar ou Variação comparadas com outras dimensões envolvidas no es- de Espaço (∆s): tudo do fenômeno. Seja So a posição escalar de uma partícula de Exemplo: a Terra em relação à Via Láctea tem um instante t0 e S sua posição escalar no instante t. O dimensões desprezíveis. Assim, em relação à Via deslocamento escalar é definido por: Láctea, a Terra é um ponto material. ∆S = S − S 0 No estudo de um ponto material, devemos desprezar seu movimento de rotação. 100 Km 300 Km 1.2. Corpo Extenso Corpo cujas dimensões não podem ser des- S0 S prezadas no estudo de um determinado fenômeno. Exemplo: Na figura, um automóvel sai do quilômetro Um carro fazendo uma manobra em uma gara- 100 e vai ao quilômetro 300. Para calcular o deslo- gem é um corpo extenso. O mesmo carro em relação camento escalar temos: à rodovia Belém-Brasília é um ponto material. ∆S = S – So 1.3. Trajetória Linha que une todas as sucessivas posições de ∆S = 300 – um objeto. 100 P2 ∆S = 200 km 1.7. Velocidade Escalar Média (Vm) É muito comum, ao assistirmos a uma corrida P1 P3 de automóveis, o locutor dizer qual foi a velocidade média dos carros em uma determinada volta ou mes- A forma da trajetória depende do referencial mo em toda a corrida. Isto não significa, porém, que adotado. aquela tenha sido a velocidade do carro em todo o percurso. Exemplo: Define–se velocidade escalar média de um Um estudante, sentado no banco de um ônibus móvel, o quociente entre a variação de espaço e o in- em movimento retilíneo uniforme, lança uma borra- tervalo de tempo gasto. cha para cima, na vertical. Para o estudante, a trajetó- ria da borracha, será uma reta. Para um observador ∆S parado na estrada, a trajetória será um arco de pará- Vm = ∆t bola. 1.4. Movimento e repouso. Para converter km/h em m/s, basta dividir o Um ponto material está em repouso em relação valor em km/h pelo fator de conversão 3,6. Para a a um certo referencial quando sua posição não varia transformação inversa – converter m/s em km/h – para este referencial. Caso ocorra variação na posi- basta multiplicar o valor em km/h por 3,6. ção, o ponto material estará em movimento para a- Dizer que a velocidade de um móvel é cons- quele referencial. tante significa que essa velocidade é a mesma em qualquer instante e que é igual à velocidade escalar média em qualquer intervalo de tempo. Editora Exato 4
  2. 2. Se o móvel avançar e, em seguida, recuar so- Vm = ∆s , vamos substituir = 5= ∆s , como o bre a mesma trajetória, voltando ao ponto de partida, ∆t 30 temos: número 30 está dividindo, o ∆s ele passa para o outro ∆S = 0 e Vm = 0. lado multiplicando o 5, olhe 5.30 = ∆s ESTUDO DIRIGIDO ∆s = 150m 1 Defina ponto material e cite um exemplo. 3 Um automóvel possui velocidade média de 100km/h. Calcule o tempo que ele gasta para percorrer 400km. Resolução: 2 Um estudante sentado no banco de um ônibus Dados que viaja a 60km/h estará certamente em mo- Vm=100km/h vimento. Certo ou errado? Justifique. ∆s 400km ∆t = ? Vm = ∆s = 100 = 400 ∆t ∆t 400 // 3 Qual a fórmula para se calcular a velocidade ∆t = 100 // escalar média? Escreva o significado de cada símbolo e sua respectiva unidade no sistema ∆t = 4h internacional. EXERCÍCIOS 1 Calcule a velocidade escalar média de um homem que corre 200m num intervalo de EXERCÍCIOS RESOLVIDOS tempo de 40s. 1 Um carro percorre 300km em 3 horas. Calcule sua velocidade escalar média. Dê a resposta 2 Um carro leva 8 horas para ir de Brasília a em km/h e depois transforme para m/s. Belo Horizonte. Considerando que o mesmo Resolução: tenha desenvolvido uma velocidade média de Dados: 93km/h, calcule a distância percorrida pelo ∆s = 300km veículo. ∆t = 3h Vm = ? ∆s 300 3 A prova mais rápida de uma Olimpíada é a Vm = → Vm = corrida de 100m no atletismo. Sabendo que ∆t 3 km esta prova dura aproximadamente 10s, qual a Vm = 100 h velocidade média desenvolvida pelos atletas Para transformar km/h para m/s basta dividir por nesta prova? 3,6, assim: 100 ÷3,6 = Vm = 27,7m/s. 4 Juliano foi a um concerto de uma orquestra 2 Um cavalo corre com velocidade média de sinfônica, mas, como chegou um pouco atra- 5m/s. Calcule o seu deslocamento após 30s de sado, teve que se sentar nas últimas cadeiras. corrida. Considerando que ele estava a 99m do palco, Resolução: onde estava a orquestra, quanto tempo o som Dados: levaria para sair do palco e chegar aos ouvidos Vm = 5m/s de Juliano? (velocidade do som no ar = ∆t = 30s 330m/s) ∆s = ? Editora Exato 5
  3. 3. 5 A respeito dos conceitos de movimento e re- pouso, julgue os itens: 1 A Terra está em movimento em relação ao Sol. 2 Um móvel pode estar em movimento em rela- ção a um referencial e em repouso em relação a outro. 3 As estrelas do céu estão em repouso. 4 Se uma pessoa está em repouso em relação à Terra, ela está em repouso em relação a todos os outros referenciais. GABARITO Estudo dirigido 1 Corpo de dimensões desprezíveis quando o comparamos com outras dimensões. Exemplo: a terra em relação ao universo é desprezível, já em relação a você ela é muito grande; logo, em relação ao universo, a Terra é um ponto material e em relação a você, não. 2 Errado. Depende do referencial. Por exemplo: para uma árvore na estrada, o estudante estaria em movimento; já, para o banco do ônibus, ele está parado (repouso). ∆s 3 Vm = ∆t Vm = velocidade média (m/s) ∆s = deslocamento (m) ∆t = variação de tempo (s) Exercícios 1 5m/s. 2 744km. 3 10 m/s. 4 0,3s. 5 C, C, E, E Editora Exato 6

×