Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.
Anticoagulante e antiagregantes
plaquetários
Enfº R2 Renata Melo
Pronto Socorro Cardiológico de Pernambuco Profº Luiz Tava...
Objetivos
• Compreender o processo de hemostasia sanguínea.
• Compreender o processo de coagulação sanguínea.
• Entender c...
Hemostasia
•Hemostasia, significa prevenção da perda de sangue.
•A hemostasia é mantida por vários mecanismos:
Tampão plaquetário
• Concentração normal de plaquetas no sangue = 150.000 a 300.000 por
microlitro.
• Meia-vida de 8 a 12 ...
Coagulação sanguínea
• Tempo de formação de coágulo
- Lesão grave: 15 a 20 segundos.
- Lesão superficial: 1 a 2 minutos.
•...
• Via extrínseca
1. Liberação da tromboplastina tecidual.
2. Ativação do Fator X para formar o Fator X ativado.
3. Efeito ...
Antiagregantes plaquetários
• AASS(Acido acetil salicílico)
- Mecanismo de ação: Inibição irreversível> COX 1 e COX 2, que...
Antiagregantes plaquetários
• AASS(Acido acetil salicílico)
- Indicações
• SCA sem supra de ST e com supra de ST.
• Angina...
Antiagregantes plaquetários
• Abciximabe(ReoPro)
- O medicamento deve ser mantido em geladeira com temperatura
controlada ...
Antiagregantes plaquetários
• Abciximabe(ReoPro)
Indicações*
- Prevenção de complicações cardíacas isquêmicas em
pacientes...
Antiagregantes plaquetários
• Clopidogrel
- Seu mecanismo de ação é baseado na inibição da agregação plaquetária
induzida ...
Antiagregantes plaquetários
• Clopidogrel
Indicações
- FA(fibrilação atrial) que possuem pelo menos um fator de risco para...
Anticoagulantes
• WARFARIN
- O Warfarin não dissolve coágulos.Ele bloqueia a formação de novos coágulos, previne as
"embol...
Anticoagulantes
• Warfarin
Indicações
- Prevenção primária e secundária do TEV.
- Próteses valvares cardíacas.
- Fibrilaçã...
Anticoagulantes
• A vitamina K, ingerida através dos alimentos, interfere na ação do
anticoagulante.
Lista de alimentos qu...
Anticoagulantes
• HEPARINA
O tempo de meia-vida varia de 4-6 horas.
Revertido com protramina.
Dois tipos:
- Heparina não f...
Anticoagulantes
• HEPARINA
Indicações
- Prevenção primária de trombose venosa profunda em pacientes
submetidos a cirurgias...
Cuidados de enfermagem: anticoagulantes
• Trombocitopenia que pode ocorrer de forma transitória e imediata
durante a infus...
Cuidados de enfermagem: antiagregantes
plaquetários
• Suspender 5 a 7 dias antes de intervenção cirúrgica.;
• Administrar ...
Referências
• Amanda C. B; DIAGNÓSTICOS E INTERVENÇÕES DE ENFERMAGEM RELACIONADOS AO USO
DE ANTICOAGULANTES E ANTIAGREGANT...
OBRIGADA!
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Antiagregante plaquetário e anticoagulante

16,165 views

Published on

Antiagregante plaquetário e anticoagulante

Published in: Health & Medicine

Antiagregante plaquetário e anticoagulante

  1. 1. Anticoagulante e antiagregantes plaquetários Enfº R2 Renata Melo Pronto Socorro Cardiológico de Pernambuco Profº Luiz Tavares Programa de Especialização em Cardiologia Modalidade Residência Junho 2014
  2. 2. Objetivos • Compreender o processo de hemostasia sanguínea. • Compreender o processo de coagulação sanguínea. • Entender como funciona alguns medicamentos destas classes. • Reconhecer os cuidados de enfermagem para pacientes em terapêutica de anticoagulação sanguínea.
  3. 3. Hemostasia •Hemostasia, significa prevenção da perda de sangue. •A hemostasia é mantida por vários mecanismos:
  4. 4. Tampão plaquetário • Concentração normal de plaquetas no sangue = 150.000 a 300.000 por microlitro. • Meia-vida de 8 a 12 dias no sangue. • Uma plaqueta quando entra em contato com a superfície lesada , muda sua conformação e torna-se extremamente “pegajosa”, de modo que aderem às fibras de colágeno. (google imagens, 2014)
  5. 5. Coagulação sanguínea • Tempo de formação de coágulo - Lesão grave: 15 a 20 segundos. - Lesão superficial: 1 a 2 minutos. • Substâncias que promovem a coagulação: pró-coagulante. • Substâncias que inibem a coagulação: anticoagulantes. Formação do coágulo, em 3 fases: 1-Formação do ativador de protrombina 2- Conversão da protrombina em trombina 3- Conversão do fibrinogênio em fibrina Via extrínseca Via intrínseca
  6. 6. • Via extrínseca 1. Liberação da tromboplastina tecidual. 2. Ativação do Fator X para formar o Fator X ativado. 3. Efeito do Fator X ativado na formação do ativador de protrombina- papel do Fator V. • Via intrínseca 1. Ativação do Fator XII e liberação de fosfolipídios plaquetários. 2. Ativação do Fator XI. 3. Ativação do Fator IX pelo fator XI ativado. 4. Ativação do Fator X—função do Fator VIII. 5. Ação do Fator X ativado na formação do ativador da protrombina — função do Fator V. Coagulação sanguínea
  7. 7. Antiagregantes plaquetários • AASS(Acido acetil salicílico) - Mecanismo de ação: Inibição irreversível> COX 1 e COX 2, que propiciam a transformação do ácido aracdônico em PGH2, que é responsável pela liberação do tromboxane A2. - Tempo: aprox 10 dias (que é o tempo de meia-vida das plaquetas). - Adm por via oral. É completamente absorvida no estômago e porção superior do intestino delgado. - Início de ação: entre 20 e 30 minutos, com pico de ação em 1 a 2 horas.
  8. 8. Antiagregantes plaquetários • AASS(Acido acetil salicílico) - Indicações • SCA sem supra de ST e com supra de ST. • Angina estável • Revascularização miocárdica cirúrgica • Profilaxia de trombos em pacientes com próteses valvares cardíacas recebendo warfarina concomitante, nas doses de 100 mg, 500 mg e 1500 mg/dia. • Profilaxia de trombos em fístulas arteriovenosas de pacientes que realizam hemodiálise por longo tempo, na dose de 160 mg/dia. • IAM: redução da mortalidade precoce (35 dias), reinfarto não fatal e AVE na dose de 162,5 mg/dia. • Isquemia cerebral transitória em doses que variaram de 50mg a 1200 mg/dia. • AVE isquêmica para diminuição da mortalidade e da recorrência de AVE nas doses de 160mg a 300 mg/dia
  9. 9. Antiagregantes plaquetários • Abciximabe(ReoPro) - O medicamento deve ser mantido em geladeira com temperatura controlada de 2ºC a 8ºC. É importante não agitar a droga, tomando-se cuidado ao transportá-la e prepará-la. - Administração de doses de abciximab para adultos é de um bolus endovenoso de 0,25 mg/kg/peso, seguido imediatamente por uma infusão endovenosa contínua de 0,125 mg/kg/min (até, no máximo, 10 mg/min). - Utilizar filtros próprios para aspirar o bolus. - Apresentação: fr.-ampola de 5ml + diluente (2mg/ml)
  10. 10. Antiagregantes plaquetários • Abciximabe(ReoPro) Indicações* - Prevenção de complicações cardíacas isquêmicas em pacientes submetidos a uma intervenção coronária percutânea. - Na estabilização de doentes com angina instável, definida por ECG anormal** ** Para estabilização, a dose em bolus seguida pela infusão contínua, deve ser realizada 24h antes de um possível ATC e concluída 12h após a intervenção. * Como coadjuvante da heparina e da aspirina.
  11. 11. Antiagregantes plaquetários • Clopidogrel - Seu mecanismo de ação é baseado na inibição da agregação plaquetária induzida pelo ADP. - Apresentação: Comprimidos revestidos 75 mg: embalagens com 15 e 30 comprimidos. - Biodisponibilidade é maior quando são admininstrados após as refeições - Início de ação após duas horas. - Os efeitos colaterais descritos são diarréia e rash cutâneo. Foi relatada a ocorrência de púrpura trombocitopênica trombótica, que ocorre nas primeiras 2 semanas do uso do medicamento.
  12. 12. Antiagregantes plaquetários • Clopidogrel Indicações - FA(fibrilação atrial) que possuem pelo menos um fator de risco para a ocorrência de eventos vasculares e que não podem fazer uso do tratamento com medicamentos conhecidos como “antagonistas da vitamina “K” (AVK). - Em combinação com o ácido acetilsalicílico (AAS) na prevenção de eventos aterotrombóticos e tromboembólicos, incluindo derrame cerebral. - Síndrome coronária aguda: angina instável
  13. 13. Anticoagulantes • WARFARIN - O Warfarin não dissolve coágulos.Ele bloqueia a formação de novos coágulos, previne as "embolias", e facilita a dissolução do coágulo pelo nosso próprio organismo. - O Warfarin exibe efeito depressor sobre os fatores VII, IX e X ao competir com a vit K pelos sítios reativos. - Dose variável para cada pessoa. Geralmente, a maioria delas atinge um estado de anticoagulação com 4 a 6mg/ dia. As doses (em miligramas- mg) não são fixas, e não há uma “dose máxima”. - Dose ideal torna-se necessário realizar – tempo de protrombina (TAP c/ INR). - Na maioria das doenças o INR alvo está entre 2,0 e 3,0. - Efeito anticoagulante dentro de 24 horas após a 1ª dose. O efeito pleno pode levar de 03 a 05 dias para ocorrer. - O valor ideal de INR necessário vai variar de acordo com a doença, e será determinado pelo médico.
  14. 14. Anticoagulantes • Warfarin Indicações - Prevenção primária e secundária do TEV. - Próteses valvares cardíacas. - Fibrilação atrial. - Pós-IAM para prevenção de TEV. - Redução de risco de IAMs recorrentes.
  15. 15. Anticoagulantes • A vitamina K, ingerida através dos alimentos, interfere na ação do anticoagulante. Lista de alimentos que contém vit K: Chá verde ALTO TEOR TEOR MODERADO BAIXO TEOR Chá verde Maionese Óleos (canola, soja) Brócolis Couve-de-bruxelas Repolho Couve verde Pepino com casca Endívia Cebolinha verde Alfaces (qualquer côr) Mostarda Salsa Espinafre Nabiça Agrião Margarina Aspargo Abacate Repolho vermelho Ervilhas Quiabo Azeite Chá preto Sucos, refrigerantes Leite, queijo, manteiga Pão, massas Cereais, aveia Arroz, polvilho Milho, óleo de milho Ovos Iogurtes Farinha de trigo Frutas Todas as carnes Vagem Cenoura Couve-flor Cebola, aipo Pepino sem casca Beringela, cogumelos Batata, abóbora
  16. 16. Anticoagulantes • HEPARINA O tempo de meia-vida varia de 4-6 horas. Revertido com protramina. Dois tipos: - Heparina não fracionada (HNF) Droga mais conhecida é o Liquemine. Potencializa o efeito do fator antitrombina III. Em síndromes coronarianas agudas sem supradesnível de segmento ST (angina instável e infarto do miocárdio) heparina deve ser administrada com ácido acetilsalicílico para evitar efeito rebote pós-suspensão de heparina. - Heparina de baixo peso molecular(HBPM) Principal mecanismo é a inibição do fator Xa Droga mais conhecida é o enoxaparina(clexane) Atualmente o mais utilizado é a fondaparinux(Arixtra)
  17. 17. Anticoagulantes • HEPARINA Indicações - Prevenção primária de trombose venosa profunda em pacientes submetidos a cirurgias de grande duração ou com imobilização prolongada. - Tratamento de trombose venosa profunda e embolia pulmonar. - Tratamento adjuvante no infarto agudo de miocárdio com e sem supradesnível de segmento ST.
  18. 18. Cuidados de enfermagem: anticoagulantes • Trombocitopenia que pode ocorrer de forma transitória e imediata durante a infusão venosa em bolus; • Queda inexplicada do hematócrito; • Síndrome purpúrica dos pés; • Aparecimento de hematomas e equimoses; • Desenvolvimento de anemia; • Atentar para a dieta do paciente no caso do uso de Warfarin; • Deve ser suspenso de 5 a 2 dias antes do procedimento percutâneo; • Monitorar temperatura corporal; • Punção exclusiva de uma veia para administração do ABCIXIMABE (respeitando rigorosamente a sua quantidade, velocidade de tempo de infusão e também a dose de manutenção.) •Admininstrar protamina, de acordo com prescrição médica em caso de crise hemorrágica(heparina).
  19. 19. Cuidados de enfermagem: antiagregantes plaquetários • Suspender 5 a 7 dias antes de intervenção cirúrgica.; • Administrar após as refeições; • Pode ser mastigado no caso de suspeita de IAM; • Atentar para sangramentos(observar braços e pernas), com relação ao aparecimento de hematomas e petéquias; • Nauseas, vômitos, dor epigástrica, hematêmese e melena.
  20. 20. Referências • Amanda C. B; DIAGNÓSTICOS E INTERVENÇÕES DE ENFERMAGEM RELACIONADOS AO USO DE ANTICOAGULANTES E ANTIAGREGANTES PLAQUETÁRIOS; 10º SINADEN • Pauline R. L; CUIDADOS DE ENFERMAGEM PARA PACIENTES EM USO DE TERAPIA ANTICOAGULANTE ORAL. Rev Enferm UNISA 2011; 12(2): 107-11 • Gláucia M. M. O; Revisão Antiagregantes plaquetários. Rev SOCERJ Vol XIV. 2001 • Rodolfo S. Et al; Heparina Não-Fracionada e de Baixo Peso Molecular: Equivalência ou Superioridade na Intervenção Coronária Percutânea? RBCI, vol 12 nº03, set 2004
  21. 21. OBRIGADA!

×