Primeira Guerra Mundial

15,891 views

Published on

Primeira Guerra Mundial

  1. 1. A Primeira Guerra Mundial (1914–1918)
  2. 2. A Primeira Guerra Mundial <ul><li>Ao iniciar o século XX, o avanço do capitalismo, agora na fase monopolista ou financeira, provocou uma desigualdade entre as nações européias. A disputa por novas áreas, por novos mercados, pela hegemonia do continente acabou por causar uma grande guerra, que ficou conhecida como Primeira Guerra Mundial. </li></ul>
  3. 3. Imperialismo: Partilha da África
  4. 4. POR QUE ACONTECEU A PRIMEIRA GUERRA MUNDIAL ? <ul><li>a) Disputas econômicas as grandes potências industrializadas buscavam dificultar a expansão dos países entre as nações industrais concorrentes. </li></ul><ul><li>b) Disputa Colonial – Neocolonialismo: as potências industrializadas disputam por colônias na África e Ásia. </li></ul><ul><li>c) Conflitos nacionalistas: em diversas regiões surgiram movimentos nacionalistas com objetivo de agrupar sob um mesmo Estado, povos considerados de mesmas raízes culturais. Entretanto, esses movimentos políticos também estavam vinculados interesses econômicos </li></ul>
  5. 5. Principais movimentos nacionalistas <ul><li>Pan-eslavismo - liderado pela Rússia e Sérvia, pregava a união de todos os povos eslavos da Europa. </li></ul><ul><li>Pan-germanismo, liderado pela Alemanha, pregava a completa anexação de todos os povos germânicos da Europa. </li></ul><ul><li>Revanchismo Francês – vontade de vingar sua derrota para os alemães na Guerra Franco-Prussiana (1870-1871), recuperar seus territórios e reafirmar o orgulho francês. </li></ul>
  6. 6. POLÍTICA DE ALIANÇAS
  7. 7. PAZ ARMADA <ul><li>Desde o fim do século XIX até 1914, as nações européias fortaleceram-se, aumentando seu poderio bélico. Uma verdadeira corrida armamentista foi alimentando os países. Eles estavam em paz, mas ao mesmo tempo reforçando-se, armando-se para o grande conflito. </li></ul>
  8. 8. Momentos de Crise antes da Guerra <ul><li>● Os Incidentes nos Bálcãs – A Áustria anexou as províncias turcas da Bósnia e da Herzegovina, provocando reação da Rússia e da Sérvia. </li></ul><ul><li>● Os Incidentes no Marrocos – Entre 1905 e 1911, França e Alemanha quase chegaram à guerra, por causa da disputa da região do Marrocos, no norte da África. Em 1906, foi convocada uma conferência internacional, com o objetivo resolver as disputas entre franceses e alemães. Essa conferência deliberou que a França teria supremacia sobre o Marrocos. A Alemanha não se conformou com a decisão desfavorável, e em 1911 surgira novos conflitos com a França pela disputa da África. Para evitar a guerra, a França concedeu à Alemanha uma considerável parte do Congo francês. </li></ul>
  9. 9. Causa imediata (estopim) <ul><li>O Assassinato do Príncipe Francisco Ferdinando (28/06/1914) – herdeiro do trono austríaco, por um fanático estudante da Bósnia, Gravilo Princip, na cidade de Sarajevo. </li></ul>
  10. 10. <ul><li>Alianças militares européias em 1915. A Tríplice Aliança está representada em castanho, a Tríplice Entente em cinza e as nações neutras em amarelo </li></ul>
  11. 11. FASES DA GUERRA <ul><li>a) Guerra do Movimento (1914) – Rápida ofensiva das forças alemãs, . Na batalha do Marne os alemães foram derrotados, obrigando-os a retroceder para Leste, depois de perderem milhares de soldados e armamentos. Essa batalha salvou momentaneamente a França. Mas os alemães, não podendo levar avante a investida inicial, firmaram-se no Nordeste da França, abrindo trincheiras, como o fizeram também os franceses, os ingleses e os belgas. </li></ul>
  12. 12. <ul><li>Guerra de Trincheiras (1915-1917) – Abriram-se trincheiras em toda a frente ocidental. O armamento e o aparelhamento aéreo despertaram um novo surto industrial acelerado. Novas armas apareceram. </li></ul>
  13. 14. <ul><li>De cima para baixo e da esquerda para a direita: </li></ul><ul><li>Trincheiras na Frente Ocidental; o avião bi-planador Sopwith Camel ; um tanque britânico Mark I cruzando uma trincheira; uma metralhadora automática comandada por um soldado com uma máscara de gás ; o afundamento do navio de guerra Real HMS Irresistible após bater numa mina. </li></ul>
  14. 15. 1917 – o ano da mudança <ul><li>Saída da Rússia – Com o triunfo da Revolução Russa de 1917, onde os bolcheviques estabeleceram-se no poder, foi assinado um acordo com a Alemanha para oficializar sua retirada do grande conflito. Este acordo chamou-se Tratado de Brest-Litovsk, que impôs duras condições para a Rússia. </li></ul>
  15. 16. <ul><li>Entrada dos Estados Unidos – Os norte-americanos tinham muito investimentos nesta guerra com seus amigos aliados (Inglaterra e França). Era preciso garantir o recebimento de tais investimentos. Utilizou-se como pretexto o afundamento do navio &quot;Lusitânia&quot;, que conduzia passageiros norte-americanos. </li></ul>
  16. 17. <ul><li>Participação do Brasil – Os alemães, diante da superioridade naval da Inglaterra, resolveram empreender uma guerra submarina sem restrições. Na noite de 3 de abril de 1917, o navio brasileiro &quot;Paraná&quot; foi atacado pelos submarinos alemães perto de Barfleur, na França. O Brasil, presidido por Wenceslau Brás, rompeu as relações com Berlim e revogou sua neutralidade na guerra. Novos navios brasileiros foram afundados. No dia 25 de outubro, quando recebeu a notícia do afundamento do navio &quot;Macau&quot;, o Brasil declarou guerra à Alemanha. Enviou auxilio à esquadra inglesa no policiamento do Atlântico e uma missão médica. </li></ul>
  17. 18. CONSEQÜÊNCIAS DA GUERRA <ul><li>Perdas humanas e materiais dos países envolvidos </li></ul><ul><li>Desmembramento do império Austro- Húngaro. </li></ul><ul><li>A hegemonia do militarismo francês, em decorrência do desarmamento alemão. </li></ul><ul><li>A Inglaterra dividiu sua hegemonia marítima com os Estados Unidos. </li></ul><ul><li>O enriquecimento dos Estados Unidos. </li></ul><ul><li>Surgimento da Liga das Nações </li></ul>
  18. 19. Tratado de Versalhes <ul><li>O principal ponto do tratado determinava que a Alemanha aceitasse todas as responsabilidades por causar a guerra e que fizesse reparações a um certo número de nações da Tríplice Entente. </li></ul><ul><li>Os termos impostos à Alemanha incluíam a perda de uma parte de seu território para um número de nações fronteiriças, de todas as colônias sobre o oceano e sobre o continente africano, e uma restrição ao tamanho do exército. A Alemanha também aceitou reconhecer a independência da Áustria. O tratado foi ratificado pela Liga das Nações. </li></ul>

×