17. importa que ele cresça

719 views

Published on

Published in: Spiritual
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
719
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
7
Actions
Shares
0
Downloads
5
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

17. importa que ele cresça

  1. 1. 1| Apostila –Importa que Ele Cresça IMPORTA QUE ELE CRESÇAS João 3: 30O êxito da obra de Cristo, recebido pelo Batista com tanta alegria, foitambém anunciado às autoridades em Jerusalém. Os sacerdotes e rabishaviam tido ciúmes da influência de João, ao verem o povo deixando assinagogas e afluindo ao deserto; mas ali estava Alguém que possuíaainda maior poder de atrair as multidões. Aqueles guias de Israel nãoestavam dispostos a dizer como João: "É necessário que Ele cresça eque eu diminua". João 3:30. Ergueram-se com nova determinação depôr termo à obra que estava afastando deles o povo. (DTN, 181)A obra do Senhor não deve receber a imagem e a inscrição do homem.De tempos a tempos Ele introduz aí instrumentos diversos, mediante osquais melhor se pode cumprir o Seu desígnio. Felizes os que de boavontade se submetem à humilhação do próprio eu, dizendojuntamente com João: "É necessário que Ele cresça e que eudiminua". (DTN, 182)Deus não pode glorificar o Seu nome por meio de Seu povoenquanto eles estiverem se apoiando no homem e fazendo dacarne mortal o seu braço. Sua condição atual de debilidade continuaráaté que só Cristo seja exaltado; até que, com João Batista, eles digamcom coração humilde e reverente: "Convém que Ele cresça e que eudiminua." João 3:30. Foram-me dadas palavras para serem ditas aopovo de Deus: "Exaltai o Homem do Calvário. Recue a humanidadepara que todos contemplem Aquele em quem se centralizam as suasesperanças de vida eterna. Diz o profeta Isaías: Um menino nosnasceu, um filho se nos deu; o governo está sobre os Seus ombros; e oSeu nome será: Maravilhoso Conselheiro, Deus Forte, Pai daEternidade, Príncipe da Paz. Isa. 9:6. Olhem a igreja e o mundo para oseu Redentor. Proclamem todas as vozes com João: Eis o Cordeiro deDeus, que tira o pecado do mundo!" João 1:29. (MM, Exaltai-o, 232)
  2. 2. A p o s t i l a – Im p o r t a q u e E l e C r e s ç a |2É por meio da carne toda obra e ação de natureza humana. As obras dacarne são: Gal. 5: 19 – 21. 19 Porque as obras da carne são manifestas, as quais são: adultério, prostituição, impureza, lascívia, 20 Idolatria, feitiçaria, inimizades, porfias, emulações, iras, pelejas, dissensões, heresias, 21 Invejas, homicídios, bebedices, glutonarias, e coisas semelhantes a estas, acerca das quais vos declaro, como já antes vos disse, que os que cometem tais coisas não herdarão o reino de Deus.Rom 7: 15 – 25 15 Porque o que faço não o aprovo; pois o que quero isso não faço, mas o que aborreço isso faço. 16 E, se faço o que não quero, consinto com a lei, que é boa. 17 De maneira que agora já não sou eu que faço isto, mas o pecado que habita em mim. 18 Porque eu sei que em mim, isto é, na minha carne, não habita bem algum; e com efeito o querer está em mim, mas não consigo realizar o bem. 19 Porque não faço o bem que quero, mas o mal que não quero esse faço. 20 Ora, se eu faço o que não quero, já o não faço eu, mas o pecado que habita em mim. 21 Acho então esta lei em mim, que, quando quero fazer o bem, o mal está comigo. 22 Porque, segundo o homem interior, tenho prazer na lei de Deus; 23 Mas vejo nos meus membros outra lei, que batalha contra a lei do meu entendimento, e me prende debaixo da lei do pecado que está nos meus membros. 24 Miserável homem que eu sou! quem me livrará do corpo desta morte? 25 Dou graças a Deus por Jesus Cristo nosso Senhor. Assim que eu mesmo com o entendimento sirvo à lei de Deus, mas com a carne à lei do pecado.
  3. 3. 3| Apostila –Importa que Ele CresçaDiz Pedro: "Peço-vos ... que vos abstenhais das concupiscênciascarnais que combatem contra a alma." I Ped. 2:11. Todacondescendência pecaminosa tende a embotar as faculdades e adestruir o poder de percepção mental e espiritual, e a Palavra ou oEspírito de Deus apenas poderão impressionar debilmente ocoração. Paulo escreve aos coríntios: "Purifiquemo-nos de toda aimundícia da carne e do espírito, aperfeiçoando a santificação no temorde Deus." II Cor. 7:1. E entre os frutos do Espírito - "caridade, gozo, paz,longanimidade, benignidade, bondade, fé, mansidão" - enumera a"temperança". Gál. 5:22 e 23. (GC, 474)"Portanto, agora, nenhuma condenação há para os que estão em CristoJesus, que não andam segundo a carne, mas segundo o Espírito." Rom.8:1. Ele exorta os gálatas: "Andai em Espírito e não cumprireis aconcupiscência da carne. Porque a carne cobiça contra o Espírito, e oEspírito, contra a carne." Gál. 5:16 e 17. Menciona algumas formas deconcupiscências carnais - a idolatria, bebedices e coisas semelhantes.Depois de mencionar os frutos do Espírito, entre os quais está atemperança, acrescenta: "E os que são de Cristo crucificaram acarne com as suas paixões e concupiscências." Gál. 5:24.(CSS, 69)A obra de reforma aqui exposta por João - o purificar o coração, amente e a alma - é grandemente necessária por parte de muitosque professam hoje ter fé em Cristo. Práticas errôneas toleradasnecessitam ser afastadas; caminhos tortuosos precisam serendireitados, e aplainados os caminhos escabrosos. Montanhas emontes da estima própria e do orgulho devem ser nivelados. Hánecessidade de produzir "frutos dignos de arrependimento". Mat. 3:8.Quando esta obra for feita na experiência do crente povo de Deus, "todacarne verá a salvação de Deus". Luc. 3:6. "Por seus frutos osconhecereis" (Mat. 7:16), Cristo disse. ... (MM, Maravilhosa Graça, 247)"Nisto é glorificado Meu Pai", disse Jesus, "que deis muito fruto."João 15:8. Deus deseja manifestar por meio de vós a santidade, abeneficência, a compaixão de Seu próprio caráter. Todavia oSalvador não ordena aos discípulos que se atropelem para produzirfrutos. Diz-lhes que permaneçam nEle. "Se vós estiverdes em Mim", diz,
  4. 4. A p o s t i l a – Im p o r t a q u e E l e C r e s ç a |4"e as Minhas palavras estiverem em vós, pedireis tudo o que quiserdes,e vos será feito." João 15:7. É por meio da Palavra que Cristo habita emSeus seguidores. Esta é a mesma vital união representada por comerSua carne e beber Seu sangue. As palavras de Cristo são espírito evida. Recebendo-as, recebeis a vida da Videira. Viveis "de toda apalavra que sai da boca de Deus". Mat. 4:4. A vida de Cristo em vósproduz os mesmos frutos que nEle. Vivendo em Cristo, aderindo a Ele,por Ele sustentados, e dEle tirando a nutrição, dareis frutos segundo aSua semelhança. (DTN, 677)O homem regenerado tem uma união vital com Cristo. Assim como oramo extrai seu sustento do tronco principal, e por causa distoproduz muito fruto, assim o verdadeiro crente está unido com Cristo,e revela em sua vida os frutos do Espírito. Os ramos se tornam um com avinha. A tormenta não pode levá-lo para longe. Geadas não podemdestruir suas propriedades vitais. Nada é capaz de separá-lo da vide. Éum ramo vivo, e produz o fruto da vinha. Assim se dá com o crente. Porboas palavras e boas ações ele revela o caráter de Cristo. Como o ramoextrai seu nutrimento da vide, assim todos que são verdadeiramenteconvertidos extraem vitalidade espiritual de Cristo. Ele declarou: "Emverdade, em verdade vos digo: se não comerdes a carne do Filho dohomem e não beberdes o Seu sangue, não tendes vida em vós mesmos.Quem comer a Minha carne e beber o Meu sangue tem a vida eterna, eEu o ressuscitarei no último dia. Pois a Minha carne é verdadeiracomida, e o Meu sangue é verdadeira bebida. Quem comer a Minhacarne e beber o Meu sangue permanece em Mim, e Eu, nele." João 6:53-56. Manuscrito 78, 17 de junho de 1898. (MM, Olhando Para Alto, 176)Afastai os olhos das imperfeições de outros, e fixai-os firmementeem Cristo. Coração contrito, estudai a Sua vida e o Seu caráter.Necessitais, não somente ser mais esclarecidos, mas avivados, paraque vejais o banquete que se acha diante de vós, e comais e bebais dacarne e do sangue do Filho de Deus, que é Sua Palavra. Provando aboa Palavra da vida, alimentando-vos do Pão da vida, podeis ver opoder de um mundo por vir, e ser novamente criados em Cristo Jesus.Se Lhe recebeis os dons, sereis renovados para a santidade, e Suagraça em vós produzirá frutos para a glória de Deus. (MM, Paraconhecê-lo, 94)
  5. 5. 5| Apostila –Importa que Ele CresçaA ceifa é uma reprodução das sementes semeadas. Cada sementeproduz fruto "segundo a sua espécie". Gên. 1:11. Assim é com os traçosde caráter que acariciamos. Egoísmo, amor-próprio, presunção,condescendência própria, reproduzem-se, e o fim é miséria e ruína."O que semeia na sua carne da carne ceifará a corrupção; mas o quesemeia no Espírito do Espírito ceifará a vida eterna." Gál. 6:8. Amor,simpatia, bondade, produzem frutos de bênçãos, colheita esta que éimperecível. (ED, 109)Nosso Pai Celestial dá a chuva, o orvalho e a luz do Sol, pararefrigerar as flores e fazer que a vegetação germine e cresça. Mas ohomem tem uma parte a agir: preparar o solo e lançar as sementesna terra, para assim poder ter colheita. Se cruzasse os braços edissesse: "Deixarei as coisas por sua própria conta. Nada tenho quefazer. Deus dará a colheita. Ele dará sol e chuva do céu, e eu ficarei àvontade" - que espécie de colheita haveria? O homem tem de cooperarcom Deus, fazendo sua parte no preparo do solo e no lançar a semente,e Deus então dará o crescimento. (MM, Nos Lugares Celestiais, 331)"O homem não pode receber coisa alguma", disse ele, "se do Céu nãolhe for dada. Vós mesmos sois testemunhas de que vos disse: Eu nãosou o Cristo, mas fui enviado como Seu precursor. ... Pois estaalegria já se cumpriu em mim. Convém que Ele cresça e que eudiminua." João 3:27-30. (MM, Maranata O Senhor Logo Vem 115)Falai às vossas crianças a respeito do poder de Deus de operarmilagres. Estudando elas o grande guia da natureza, Deus lhesimpressionará a mente. O lavrador ara sua terra, e lança a semente;mas ele não pode fazer com que a semente cresça. Deve confiarem que Deus fará aquilo que poder humano algum é capaz defazer. O Senhor põe Seu poder vital na semente, fazendo-a brotar àvida. Sob Seu cuidado, o germe da vida irrompe através da crosta duraque a envolve, e cresce para produzir fruto. ... Contando-se às criançasa obra que Deus faz com a semente, aprendem elas o segredo docrescimento na graça. (Conselhos aos Pais, Professores e Estudantes,pág. 124.)
  6. 6. A p o s t i l a – Im p o r t a q u e E l e C r e s ç a |6Se negligenciarmos fazer aquilo que está ao alcance praticamente decada família, e pedirmos ao Senhor que alivie nossas dores, quandosomos demasiado indolentes para fazer uso dos remédios que estão aonosso alcance, isto é simples presunção. O Senhor espera de nós quetrabalhemos para conseguir o alimento. Ele não promete quefaremos a colheita, a menos que quebremos os torrões, aremos ochão e o cultivemos para produzir. Então o Senhor envia a chuva, aluz do sol e as nuvens para fazer que a vegetação floresça. Deus operae o homem coopera com Deus. Então há uma semeadura e umacolheita. (MS, 230) Em toda pessoa realmente convertida haverá genuína, santificadasimpatia para com os sofrimentos de Cristo, por Ele suportados parasalvar o que era pecaminoso. Hão de, caso sejam colaboradores deCristo, vencer a comodidade egoísta, a satisfação própria, acondescendência com o próprio eu, e crescerão em nervos emúsculos espirituais mediante o exercício das habilidades a elesdadas por Deus para ganhar pessoas para Jesus Cristo. Essa obradesignada pelo Céu é calculada a dar largura e profundidade eestabilidade à experiência cristã e ao caráter, e levar os obreiros à uniãocom Deus para uma atmosfera mais elevada e pura, onde seu amor porCristo cresça sempre mais, e mais aumente seu amor para com ossemelhantes. Manuscrito 41, 1890. (MM, Nossa Alta Vocação, 297)Temos neste mundo deveres temporais a cumprir, e nocumprimento dos mesmos estamos formando caracteres que, ouresistirão à prova do juízo, ou serão pesados na balança e achadosem falta. Podemos cumprir os menores deveres nobre, firme e fielmente,como se víssemos toda a multidão celeste a contemplar-nos. Aprendei alição do jardineiro. Se ele quer que uma planta cresça, cultiva-a e poda-a;rega-a, cava em torno das raízes, planta-a onde bata bem o Sol, etrabalha dia a dia com ela, e não por esforços violentos, mas por atosconstantemente repetidos, ajeita o arbusto até que toma uma formaperfeita, e vem à plena florescência. (MM, Para conhecê-lo, 157)Essa mensagem é dada a nossas igrejas em toda a parte. Na falsaexperiência que está penetrando, está em atuação uma decididainfluência para exaltar os agentes humanos, e levar muitaspessoas a dependerem do julgamento humano e a seguirem o
  7. 7. 7| Apostila –Importa que Ele Cresçadomínio de mentes humanas. Essa influência está afastando de Deusa mente. Não permita Deus que nenhuma experiência assim seaprofunde e cresça em nossas fileiras de adventistas do sétimo dia.Devem nossas petições alcançar muito mais alto que o homem sujeitoao erro: alcançar a Deus. Deus não Se limita a lugar ou pessoa. Elecontempla dos Céus os filhos dos homens; vê suas perplexidades e estáfamiliarizado com as circunstâncias de cada experiência da vida.Compreende Seu trabalho no coração humano, e não necessita de quequalquer homem dirija a atuação de Seu Espírito. (TM, O. Evang. 484) ATENÇÃO!As necessidades urgentes que se fazem sentir nesta época,exige contínua educação na Palavra de Deus. Isto é a verdadepresente. Importa que haja em todo o mundo uma reforma noestudo da Bíblia, pois ela é agora mais necessária que nunca. Àmedida que essa reforma progredir, efetuar-se-á poderosa obra;quando Deus declarou que Sua Palavra não voltaria para Ele vazia,queria significar tudo quanto disse. O conhecimento de Deus e deJesus Cristo "a quem Ele enviou" (João 5:38), eis a mais altaeducação, e ela cobrirá a Terra com sua maravilhosa luz, assimcomo as águas cobrem o mar. (CSE, 117)Enquanto o espírito de crítica e de suspeita não for banido docoração, o Senhor não pode realizar Seu anelo para a igreja - abrir ocaminho para o estabelecimento de escolas; enquanto não houverunidade, Ele não moverá aqueles a quem confiou recursos e aptidõespara o progresso dessa obra. Os pais precisam atingir mais elevadanorma, observando o caminho do Senhor e praticando a justiça, demodo a serem portadores de luz. Importa que haja inteira transformaçãode espírito e caráter. O espírito de desunião nutrido no coração dealguns se comunicará a outros, e anulará a influência que a escolaexerceria para o bem. A menos que os pais estejam prontos eansiosos no sentido de cooperar com o professor para salvação de seusfilhos, não se acham preparados para o estabelecimento de uma escolaentre eles. (CSE, 188)
  8. 8. A p o s t i l a – Im p o r t a q u e E l e C r e s ç a |8Somente a virtude de Cristo é que pode operar umatransformação do coração e do espírito, a qual todos necessitama fim de poder com Ele partilhar a nova vida no reino dos Céus."Aquele que não nascer de novo", disse Jesus, "não pode ver o Reinode Deus." João 3:3. A religião que vem de Deus é a única que a Eleconduz. Para podermos servi-Lo como convém, importa nascer dodivino Espírito. Seremos então induzidos à vigilância, tendo purificadoo coração e renovado o entendimento, e obtido graça para conhecer eamar a Deus. Isto nos tornará dispostos para obedecer a todos osreclamos divinos. Nisto consiste o legítimo culto. Testimonies, vol. 9,págs. 153-156. (CSRA, 37)A fé e o amor são os elementos essenciais, poderosos, eficazes docaráter cristão. Os que os possuem são um com Cristo, e levamavante Sua missão. ... Temos de sentar-nos aos pés de Cristo comoconstantes alunos, e trabalhar com Seus dons de fé e de amor.Levaremos então o jugo de Cristo, e ergueremos Seus fardos, e Ele nosreconhecerá como um com Ele; dirá no Céu: "Sois colaboradores deDeus." Lembrar-se-á nossa juventude que sem fé é impossível agradara Deus? E importa que seja fé que atue por amor e purifique a alma.The Youths Instructor, 2 de agosto de 1894. (MM, Cuidado de Deus, 22)Todo aquele que desejar ser participante da natureza divina,considere que ele precisa escapar à corrupção que há no mundopor causa da concupiscência. Importa haver constante e veementeluta da alma contra as más imaginações do espírito. Precisa haverfirme resistência à tentação para pecar por pensamento e ação. Amente precisa ser salvaguardada de toda mancha, pela fé nAquele queé capaz de vos guardar de cair. Devemos meditar sobre as Escrituras,pensando sobriamente, candidamente nas coisas que dizem respeito anossa salvação eterna. A infinita misericórdia e amor de Jesus, osacrifício feito em nosso favor, exigem a mais séria e solene reflexão.Devemos demorar o pensamento no caráter de nosso querido Redentore Intercessor. Buscar compreender o sentido do plano da salvação.Meditar na missão dAquele que veio salvar Seu povo de seus pecados.Considerando constantemente os assuntos celestes, nossa fé e amor setornarão mais vigorosos. Nossas orações serão cada vez maisaceitáveis a Deus, porquanto se acharão mais e mais impregnadas de
  9. 9. 9| Apostila –Importa que Ele Cresçafé e amor. Serão mais inteligentes e fervorosas. Review and Herald, 12de junho de 1888. (MM, Cuidado de Deus, 25)Nossa obra é esforçar-nos para atingir, em nossa esfera, aperfeição que Cristo atingiu em todos os aspectos do caráter. Ele énosso exemplo. Devemos esforçar-nos para honrar a Deus no caráter.... Importa sermos de todo dependentes do poder que Ele nos prometeu.Manuscrito 148, 1902. (MM, Cuidado de Deus, 246)Não importa qual seja a sua profissão, nenhum homem tem amora Deus se não tiver amor altruísta por seu irmão. Ao amarmos aDeus porque Ele nos amou primeiro, amaremos a todos aquelespor quem Cristo morreu. Não nos sentiremos dispostos a permitirque a pessoa em maior perigo e maior necessidade fique sem seradvertida, auxiliada e cuidada. Não seremos propensos a manter oserrantes a distância e a ser críticos e exigentes, nem a desampará-lospara que se afundem em mais infelicidade e desalento, caindo nocampo de batalha de Satanás, pois Deus lidará conosco da maneiracomo Ele lida com nossos irmãos ou com os membros mais novos dafamília do Senhor. (MM, Cuidado de Deus, 276)Enquanto Pedro caminhava ao lado de Jesus, viu que João os seguia.Apoderou-se dele o desejo de conhecer o futuro daquele, e "disse aJesus: Senhor, e deste que será? Disse-lhe Jesus: Se Eu quero que elefique até que Eu venha, que te importa a ti? Segue-Me tu". João 21:20 e22. Pedro devia ter considerado que seu Senhor lhe revelaria tudoquanto lhe fosse melhor conhecer. É dever de cada um seguir a Cristo,sem indevida ansiedade quanto ao trabalho designado a outros. Aodizer a respeito de João: "Se Eu quero que ele fique até que Eu venha",Cristo não afirmou de maneira alguma que esse discípulo havia de viveraté à segunda vinda do Senhor. Afirmou simplesmente Seu supremopoder, e que mesmo que Ele quisesse que tal fosse assim, isso demaneira alguma deveria afetar a obra de Pedro. O futuro tanto deJoão como de Pedro estava nas mãos de seu Senhor. Obediênciaem O seguir, eis o dever exigido de cada um. (DTN. 816)
  10. 10. A p o s t i l a – I m p o r t a q u e E l e C r e s ç a | 10Não importa quão alta seja a profissão, aquele cujo coração não estácheio de amor a Deus e aos semelhantes, não é verdadeirodiscípulo de Cristo. Embora possua grande fé, e tenha poder mesmopara operar milagres, todavia sem amor sua fé será de nenhuma valia.Poderá ostentar grande liberalidade; mas se ele por qualquer outromotivo que não o genuíno amor, entregar todos os seus bens para osustento dos pobres, o ato não recomendará o favor de Deus. (AA, 318)Todos quantos dão provas de verdadeira conversão devem seranimados a trabalhar pelos outros. Que ninguém repila uma almaque deixa o serviço de Satanás pelo de Cristo. Quando uma pessoadá demonstração de que o Espírito de Deus está lutando com ela, dai-lhetodo ânimo para entrar no serviço do Senhor. "E tende piedade de uns,usando de discernimento." Jud. 22, Versão Trinitariana. Os que sãosábios na sabedoria que vem de Deus verão almas necessitadas deauxílio, pessoas que se arrependeram sinceramente, mas que, semanimação, mal se atreveriam a firmar-se na esperança. O Senhor porá nocoração de Seus servos receber com agrado essas criaturas trementes,arrependidas, para sua amorável convivência. Sejam quais forem seuspecados habituais, não importa quão baixo hajam elas caído, quando, emcontrição se achegam a Cristo, Ele as recebe. Dai-lhes então algumacoisa a fazer para Ele. Se elas desejam trabalhar no reerguimento deoutros do abismo da destruição de que elas próprias foram salvas, dai-lhes oportunidade. Ponde-as em contato com cristãos (CBV, 178)Essa é a obra especial que está agora diante de nós. Toda nossaoração e abstinência de alimentos de nada valerá a menos queresolutamente lancemos mão nessa obra. Sobre nós repousamsagradas obrigações. Nosso dever é claramente exposto. O Senhornos falou por meio do Seu profeta. Os pensamentos do Senhor e osSeus caminhos não são o que mortais cegos e egoístas crêem que sãoou desejam que sejam. O Senhor olha para o coração. Se aí habita oegoísmo, Ele o sabe. Podemos procurar esconder de nossos irmãos eirmãs nosso verdadeiro caráter, mas Deus o conhece. Dele nada sepode esconder. (BS, 30)
  11. 11. 11 | Apostila –Importa que Ele CresçaDeus reclama não apenas vossa benevolência, mas vossafisionomia alegre, vossas palavras de esperança, vosso aperto demão. Aliviai alguns dos aflitos de Deus. Alguns estão enfermos, e aesperança os abandonou. Devolvei-lhes a alegria. Há almas queperderam a coragem; falai com elas; por elas orai. Há os quenecessitam do pão da vida. Lede-lhes a Palavra de Deus. Há umaenfermidade da alma que nenhum bálsamo pode alcançar, nenhumremédio curar. Orai por esses e trazei-os a Jesus. E em todo o vossotrabalho esteja Cristo presente para fazer impressões no coraçãohumano. Manuscrito 105, 1898. (BS, 71)A língua que se deleita no dano que causa, a língua tagarela quediz: Conte, e eu o espalharei, diz o apóstolo Tiago que é inflamadapelo inferno. Espalha tições de fogo por toda parte. Que importa aotagarela se ele difama o inocente? Ele não deterá sua obra iníqua,embora destrua a esperança e o ânimo naqueles que já se estão asubmergir sob as suas cargas. Só se lhe dá condescender com a suainclinação de amar o escândalo. Mesmo professos cristãos fechamos olhos a tudo que é puro, honesto, nobre e amável,entesourando tudo que é objetável e desagradável, e publicando-oao mundo. (CSE, 87)Ninguém que possua o senso de sua responsabilidade diante deDeus permitirá que as propensões sensuais controlem a razão. Osque isto fazem não são cristãos, não importa quem sejam ou quãoexaltada seja sua profissão de fé. A injunção de Cristo é: "Sede vós,pois, perfeitos, como é perfeito o vosso Pai, que está nos Céus." Mat.5:48. Aqui Ele nos mostra que podemos ser tão perfeitos em nossaesfera quanto o é Deus na Sua. Testimonies, vol. 4, págs. 454 e 455.Devemos manter-nos cingidos à Palavra de Deus. Precisamos desuas admoestações e incentivos, de suas advertências epromessas. Necessitamos do exemplo perfeito encontradounicamente na vida e caráter de nosso Salvador. Os anjos de Deusguardarão o Seu povo enquanto este trilhar o caminho do dever, masnão existe certeza alguma dessa proteção para os que deliberadamentese colocam no terreno de Satanás. Um agente do grande impostor dirá
  12. 12. A p o s t i l a – I m p o r t a q u e E l e C r e s ç a | 12e fará qualquer coisa para alcançar o seu objetivo. Pouco importa se elese chama espírita, "mágico" ou "hipnotizador". Por meio de pretensõesenganosas, conquista ele a confiança do incauto. Pretende ele ler ahistória da vida e entender todos os problemas e aflições dos que a elerecorrem. Disfarçado em anjo de luz, enquanto as trevas do infernoestão em seu coração, manifesta grande interesse pelas mulheres quelhe pedem o conselho. Diz-lhes que todas as suas dificuldades sãodevidas a um casamento infeliz. Isto pode ser verdadeiro também; talconselho, entretanto, não melhora a sua situação. Diz-lhes que elasprecisam de amor e simpatia. Fingindo ter grande interesse por seubem-estar, lança seu encantamento sobre suas confiantes vítimas,seduzindo-as como a serpente seduz o trêmulo pássaro. Sem demoraestão elas inteiramente em seu poder, e o pecado, a desgraça e a ruínasão o terrível resultado.(CSS, 459)Na obra para este tempo, não é tanto de dinheiro, talento, saber oueloqüência que necessitamos, mas de fé adornada de humildade.Oposição alguma pode predominar contra a verdade apresentada comfé e humildade, por obreiros que suportam voluntariamente labuta esacrifício e vitupério por amor do Mestre. Precisamos ser coobreiros deCristo se quisermos ver coroados de êxito os nossos esforços. Importachorar como Ele chorou por aqueles que não choram por simesmos, e interceder como Ele intercedia pelos que por si nãointercedem. Manuscrito 24, 1903 (I ME, 118)A mensagem que damos deve ser tão direta quanto a de João. Elecensurou a reis por sua iniqüidade. Repreendeu o adultério deHerodes. Não obstante estar em risco a sua vida, não lheesmoreceu nos lábios a verdade. E importa que nossa obra paraeste século seja feita com igual fidelidade. Os habitantes do mundohoje são representados pelos que viviam na Terra ao tempo do dilúvio.A impiedade dos habitantes do velho mundo é positivamente declarada:"E viu o Senhor que a maldade do homem se multiplicara sobre a Terrae que toda a imaginação dos pensamentos de seu coração era só mácontinuamente." Gên. 6:5. Deus Se cansou dessa gente cujospensamentos eram só de prazer e satisfação própria. Nãobuscavam o conselho do Deus que os criara, nem se importavam defazer Sua vontade. A repreensão de Deus estava sobre eles por
  13. 13. 13 | Apostila –Importa que Ele Cresçaseguirem continuamente a imaginação de seus corações; e haviaviolência na Terra. "Então arrependeu-Se o Senhor de haver feito ohomem sobre a Terra, e pesou-Lhe em Seu coração." "E viu Deus aTerra, e eis que estava corrompida; porque toda a carne haviacorrompido o seu caminho sobre a Terra. Então disse Deus a Noé: Ofim de toda a carne é vindo perante a Minha face, porque a Terraestá cheia de violência; e eis que os desfarei com a Terra." Gên. 6:6,12 e 13. ... (II ME, 151)Não vos perturbeis pelo que outros pensem ou falem, ... mas apegai-vosao Senhor; Ele nunca vos faltará. ... Precisamos ter sempre em menteque Satanás está trabalhando com afinco no desígnio de conseguir todaalma. Precisamos trabalhar do lado do Senhor, não dando a mínimaocasião de que alguém se possa aproveitar. ... Se são proferidaspalavras e feitas acusações para vos provocar, a melhor repreensãoque podeis dar é permanecer em silêncio, como se não ouvísseis. ...Devemos todos lembrar que nos achamos sob o jugo de Cristo, e importanão trazermos desonra a nosso Salvador ou ao jugo que Ele nosconvidou a levar. Se levarmos realmente o jugo, é certo regermos onosso espírito. Carta 117, 1899. (MM, Nossa Alta Vocação, 172)Para Deus não existem castas. Ele desconhece qualquer coisadessa espécie. Toda alma é valiosa aos Seus olhos. Trabalhar pelasalvação das almas é um emprego extremamente honroso. Nãoimporta qual seja a forma de nosso trabalho, ou entre que classe,seja, se é alta, se é baixa. À vista de Deus, essas distinções não lheafetarão o real valor. A alma sincera, fervorosa, contrita, emboraignorante, é preciosa aos olhos do Senhor. Ele coloca Seu selo sobre oshomens, julgando-os, não pela categoria que ocupam nem por suariqueza, ou pela grandeza intelectual, mas por sua unidade com Cristo.O ignorante, o excluído, o escravo, que haja aproveitado o melhorpossível suas oportunidades e privilégios, se tem acariciado a luz quelhe foi dada por Deus, tem feito tudo quanto se exige. O mundo talvezlhe chame ignorante, mas Deus o considera sábio e bom, e assim onome dele se acha registrado nos livros celestes. Deus o habilitará paraO honrar, não somente no Céu, mas na Terra. (O. Evang. 332)
  14. 14. A p o s t i l a – I m p o r t a q u e E l e C r e s ç a | 14Há um lado correto - o lado dAquele que declarou: "Tenho guardadoos mandamentos de Meu Pai." João 15:10. "A lei do Senhor é perfeita erestaura a alma." Sal. 19:7. Há um lado errado, o lado daquele que noCéu rebelou-se contra Deus. Com seus simpatizantes ele foi expulsodas cortes celestes, e de sua ação podemos compreender que nãoimporta quão elevada seja a posição que um homem possa ocupar naigreja ou no mundo, se for desleal a Deus, se aceitar as leis humanasem vez das leis de Jeová, ele nunca poderá entrar no Céu, pois estávivendo em direta oposição a Deus. Receberá punição de acordo com opoder da influência que, em lugar de ser posta do lado de Deus, foiposta do lado de Satanás. Quanto maiores os talentos e influência quelhe foram dados, maior será sua punição. Deus requererá de suasmãos as pessoas que ele desviou da verdade para a falsidade. Emvez de conduzi-las a Deus, ele as desviou de Deus, e o seu sanguelhe será cobrado. ... (MM, Olhando Para Alto, 134)Somos admoestados pelo apóstolo: "O amor seja sem hipocrisia.Detestai o mal, apegando-vos ao bem. Amai-vos cordialmente uns aosoutros com amor fraternal, preferindo-vos em honra uns aos outros."Rom. 12:9 e 10. Paulo queria que fizéssemos distinção entre o amorpuro e altruísta que é inspirado pelo espírito de Cristo, e ainexpressiva e enganosa simulação de que o mundo está cheio.Essa desprezível contrafação tem desencaminhado muitas pessoas.Pretende eliminar a distinção entre o que é certo e o que é errado,concordando com o transgressor, ao invés de mostrar-lhe fielmente osseus erros. Semelhante atitude nunca promana de verdadeiraamizade. O espírito que a instiga habita somente no coraçãocarnal. Se bem que o cristão sempre seja bondoso, compassivo eclemente, ele não pode sentir-se em harmonia com o pecado. Detestaráo mal e apegar-se-á ao bem, em detrimento da associação ou amizadecom os ímpios. O espírito de Cristo nos levará a odiar o pecado, aopasso que estaremos dispostos a fazer qualquer sacrifício para salvar opecador. (Testimonies, vol. 5, págs. 169-171)É-me solicitado pelo Espírito de Deus que aconselhe aos meus irmãosque se unam uns aos outros no trabalho. Amai como irmãos, sedepiedosos, corteses, verdadeiros como o aço um para com o outro,mas subjugai esse sentimento de superioridade sobre vossos
  15. 15. 15 | Apostila –Importa que Ele Cresçairmãos pastores que leva a pessoa a sentir que não se pode uniraos outros no trabalho. Nenhum homem deve achar que ele devefazer todo o trabalho. Por mais experiente ou bem qualificado que seja,há necessidade de que outros talentos se unam ao seu. É um erropensar que a linha de pensamentos de um homem realize a obra emfavor de todos os corações num culto. Necessitam-se homens dediferentes mentalidades, homens cujo coração seja ternamente impelidopara ganhar almas. Diferentes métodos de trabalho são realmenteessenciais na disseminação da semente da verdade e no fazer acolheita. Freqüentemente se dá o caso de homens da mais humildehabilidade alcançarem corações que se têm tornado endurecidos contrao trabalho de outro homem. Há necessidade de muita oração.Aproximar-se de Deus em comunhão, significa aproximar-Se Deusda alma que O está buscando. Deve haver maior consagração docoração e da vida ao serviço de Deus. (TM, O, Evang, 251)Pedro exorta seus irmãos: "Semelhantemente vós, mancebos, sedesujeitos aos anciãos; e sede todos sujeitos uns aos outros, erevesti-vos de humildade, porque Deus resiste aos soberbos, masdá graça aos humildes." I Ped. 5:5. Também o apóstolo Paulo exortaos irmãos filipenses à unidade e humildade: "Portanto, se há algumconforto em Cristo, se alguma consolação de amor, se algumacomunhão no Espírito, se alguns entranháveis afetos e compaixões,completai o meu gozo, para que sintais o mesmo, tendo o mesmo amor,o mesmo ânimo, sentindo uma mesma coisa. Nada façais por contendaou por vanglória, mas por humildade; cada um considere os outrossuperiores a si mesmo. Não atente cada um para o que é propriamenteseu, mas cada qual também para o que é dos outros. De sorte que hajaem vós o mesmo sentimento que houve também em Cristo Jesus." Filip.2:1-5. E outra vez Paulo exorta os irmãos: "O amor seja não fingido.Aborrecei o mal e apegai-vos ao bem. Amai-vos cordialmente uns aosoutros com amor fraternal, preferindo-vos em honra uns aos outros."Rom. 12:9 e 10. Escrevendo aos Efésios, diz ele: "Sujeitando-vos unsaos outros no temor de Deus." Efés. 5:21. (I TS, 344)Deus opera por meio de instrumentos humanos; e quem quer quedesperte a consciência dos homens, induzindo-os às boas obras eao real interesse no avançamento da causa da verdade, não o faz
  16. 16. A p o s t i l a – I m p o r t a q u e E l e C r e s ç a | 16por si mesmo, mas pelo Espírito de Deus a operar nele. Aspromessas feitas em tais circunstâncias são de um caráter sagrado,sendo o fruto da operação do Espírito do Senhor. Ao serem essescompromissos satisfeitos, o Céu aceita a oferta, e esses obreiros liberaissão creditados pela importância investida no banco celeste. Os queassim procedem estão pondo um bom fundamento contra o tempo porvir, de modo a lançarem mão da vida eterna. (Testemunhos Seletos, vol.1, págs. 552 e 553.) MÃO DE DEUSAquele por quem Deus criara todas as coisas, e por quem tinhapromovido a redenção. Ele declarou que a mão que sustém osmundos no espaço, e mantém na ordem perfeita e incansávelatividade todas as coisas através do Universo de Deus, é a mãoque foi pregada na cruz por eles. "NEle foram criadas todas as coisasque há nos céus e na Terra", escreveu Paulo, "visíveis e invisíveis,sejam tronos, sejam dominações, sejam principados, sejam potestades;tudo foi criado por Ele e para Ele. E Ele é antes de todas as coisas, etodas as coisas subsistem por Ele." Col. 1:16 e 17. "A vós também, quenoutro tempo éreis estranhos, e inimigos no entendimento pelas vossasobras más, agora contudo vos reconciliou no corpo da Sua carne, pelamorte, para perante Ele vos apresentar santos, e irrepreensíveis, einculpáveis." Col. 1:21 e 22. (AA, 472)Mas a mão do Senhor se movia invisível no meio das trevas. Naprovidência de Deus, João fora colocado onde Cristo lhe podia dar umamaravilhosa revelação de Si mesmo e da divina verdade parailuminação das igrejas. (AA, 581)Todos os que se empenham no ministério constituem mãoajudadora de Deus. Não há setor de trabalho em que seja possível àjuventude receber maior benefício. Eles são coobreiros dos anjos; oumelhor, são agentes humanos por cujo intermédio os anjos cumpremsua missão. Os anjos falam pela voz deles e por suas mãostrabalham. E os obreiros humanos, cooperando com os instrumentos
  17. 17. 17 | Apostila –Importa que Ele Cresçacelestiais, recebem o benefício de sua educação e experiência. Comomeio de educação, que "curso universitário" pode igualar-se a isso?Com um exército de obreiros como o que pode fornecer nossajuventude quando devidamente preparada, quão depressa a mensagemdo Salvador crucificado, ressurgido e prestes a vir poderia ser levada aomundo! The Youths Instructor, 3 de março de 1908. (BS, 109)"Semelhantemente vós, mancebos, sede sujeitos aos anciãos; e sedetodos sujeitos uns aos outros, e revesti-vos de humildade, porque Deusresiste aos soberbos, mas dá graça aos humildes. Humilhai-vos poisdebaixo da potente mão de Deus, para que a seu tempo vos exalte;lançando sobre Ele toda a vossa ansiedade, porque Ele temcuidado de vós. Sede sóbrios; vigiai; porque o diabo, vosso adversário,anda em derredor, bramando como leão, buscando a quem possatragar. Ao qual resisti firmes na fé." I Ped. 5:5-9. (AA, 528)Os redimidos encontrarão e reconhecerão os que os dirigiram aoexaltado Salvador. Que bendita palestra terão com essas almas!"Eu era um pecador", dirão, "sem Deus e sem esperança no mundo, eviestes a mim, e chamastes minha atenção para o precioso Salvadorcomo minha única esperança." ... Outros expressarão sua gratidão aosque alimentaram os famintos e vestiram os nus. "Quando o desesperocircundava minha vida de incredulidade, o Senhor vos enviou a mim",dirão, "para dizer palavras de esperança e conforto. Deste-me alimentospara minhas necessidades físicas, e abristes-me a Palavra de Deus,despertando-me para as minhas necessidades espirituais. Tratastes-mecomo um irmão. Simpatizastes comigo em minhas tristezas erestaurastes meu amargurado e ferido coração, de maneira que pudesegurar a mão de Cristo que estava estendida para salvar-me. Emminha ignorância ensinastes-me pacientemente que eu tinha um Pai noCéu que cuidava de mim." (Testimonies, vol. 6, pág. 311.)

×