Como Transliteraram o Nome do Salvador?

865 views

Published on

Neste ponto, muitos estão se perguntando qual seria a transliteração correta do nome Yehôshua (צשרהי) ou Yeshua (צשי) para a língua portuguesa. Apresentamos uma síntese sobre a origem do nome de Jesus, para ajudar o leitor a ter uma compreensão correta, em virtude da celeuma que vem ocorrendo.

Published in: Spiritual
0 Comments
3 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
865
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
4
Actions
Shares
0
Downloads
34
Comments
0
Likes
3
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Como Transliteraram o Nome do Salvador?

  1. 1. Como Transliteraram o Nome do Salvador? Acessem: www.adventistasremanescentes.com.br Kaypym Araujo Y E S H U A J E S U S
  2. 2. Neste ponto, muitos estão se perguntando qual seria a tradução correta do nome Yehôshua (‫)צשרהי‬ ou Yeshua (‫)צשי‬ para a língua portuguesa. Na realidade nomes próprios não se traduzem. Não se traduz Bill Gates (do inglês) para Guilherme Portões em português. Também não se traduz Michael Jackson para Miguel Filho de Jacó. Também é errado simplesmente escrever um nome em português da forma como ouvimos em inglês: “Maicou Djéquisson”, por exemplo, seria uma aberração! O nome deve ser mantido da forma como se escreve no original e, na medida do possível, deve-se manter a pronúncia da língua original. Então isto significa que quando formos escrever o nome do Salvador devemos simplesmente escrever ‫?צשרהי‬ É lógico que não! Quando a língua original do nome próprio usar um conjunto de caracteres diferente do nosso, então se processa o que chamamos de transliteração. Transliteração é a “tradução” letra por letra (ou fonema por fonema) de um conjunto de caracteres para outro. Idiomas como o inglês, espanhol e italiano usam o mesmo conjunto de caracteres que o português (A, B, C, etc...), portanto não há transliteração entre palavras destes idiomas; mas idiomas como o árabe, japonês e grego usam outros conjuntos de caracteres.
  3. 3. Nestes casos utilizamos a transliteração para podermos representar em nosso conjunto de caracteres nomes próprios escritos originalmente em outro conjunto de caracteres. As regras de transliteração não são complicadas. Vamos tomar como exemplo o conjunto de caracteres gregos: α (alfa), β (beta), γ (gama), δ (delta), e assim por diante. Numa transliteração de nomes escritos com caracteres gregos, cada letra grega é substituída por uma letra do conjunto de caracteres latinos. Por exemplo, a letra α (alfa) seria transliterada para a letra “A”, a letra β (beta) seria transliterada para a letra B, e assim por diante.
  4. 4. Transliterar = Representar uma letra de uma palavra por letra diferente no correspondente vocábulo de outra língua. Veja exemplos abaixo : A questão da letra “ j “ diz o fundador das Testemunhas de Ierroshua que o nome correto de nosso Salvador não pode ser “ Jesus” por não existir a letra “j“ na língua hebraica. Tal argumento demonstra ausência de conhecimento. É verdade que o “j” não existe no hebraico, grego e latim. No hebraico a letra YOD representa tanto o som vogal “ i ” como a consoante “ y “ . O mesmo acontecia no latim com as letras “i“ e “u“ . O emprego das letras “j“ e “v“ , para representar “i“ e “u” consonânticos, ocorreu na época do renascimento, difundido por Pierre de la Ramée por isso lemos Jerusalém, e não Yerushalayim; Jeremias, e não Yeremiahu ; Jonas, e não Yonah ; Joaquim, e não Yehoiachin. e assim por diante.
  5. 5. O mesmo acontecia no latim com as letras “i“ e “u“ . O emprego das letras “j“ e “v“ , para representar “i“ e “u” consonânticos, ocorreu na época do renascimento, difundido por Pierre de la Ramée por isso lemos Jerusalém, e não Yerushalayim; Jeremias, e não Yeremiahu ; Jonas, e não Yonah ; Joaquim, e não Yehoiachin. e assim por diante. O nome não se traduz. É verdade que nome não se traduz, mas se translitera conforme a índole de cada língua. Os nomes Eva, David, e outros que levam a letra ‫ו‬ wav , “ v “ em hebraico , aparecem como Eua ; Dauid nos textos gregos . No grego moderno a letra β ( beta b) na Antigüidade, hoje é “v” . Hoje se escreve Dabid, para David, e Eba para Eva. Há nomes que permanecem inalteráveis em outras línguas, mas não são todos.
  6. 6. O nome “ João” por exemplo, é Yohanan, em hebraico; Ioannes, em grego; John , em inglês; Jean, em francês; Giovani em italiano; Juan, em espanhol; Johannes, em alemão. Jacó, em hebraico, é Yaakov. O argumento, portanto, de que o nome deve ser preservado na forma original, em todas as línguas é inconsistente, sem apoio bíblico. Iesous. Alegam que o nome Iesous é uma zombaria do nome de Deus, pois ‫סוס‬ (sus) significa “cavalo” em hebraico. Esse argumento não tem fundamento, porque Iesus é nome grego, e (sus) e hebraico. O nome Iesus e a forma grega do nome hebraico Ieshua. Segundo o Novo Dicionário Internacional de teologia do Novo Testamento, o “s” foi acrescido para facilitar a declinação: “ Iesus” e a forma grega do antigo nome judaico Yesua ,forma essa que se obtêm mediante a transcrição do hebraico acrescentando-se um – s para facilitar a declinação. “Cavalo”, em grego é Hyppos, e não (sus) .
  7. 7. O nome "Jesus", como se sabe, é simplesmente uma forma latina do grego "Iesous". Na verdade, Iesous não é originalmente um nome grego, e sim uma forma grega de um nome hebraico, "Yeshua" que significa que provavelmente era pronunciado Yahweh é salvação. Não é difícil perceber como a mudança de Yehoshua, que no linguajar coloquial era às vezes abreviado para Yeshua ou até mesmo Yeshu, foi transliterada para o grego Iesous e o latim Jesus. O nome Ieshua é formado de duas partes. A primeira, "Ye", é a forma abreviada do nome próprio hebraico de Deus, "YHWH". A segunda, "shua", é palavra hebraica que significa salvação". Fonte: Ver "lesous" in Gerhard Kittel, org., Theological Dictionary of the New Testament (Grand Rapids, MI:
  8. 8. No original grego o nome do Salvador está escrito da seguinte forma: Ιησους. Veja nesta figura o trecho de Filipenses 2:11 escrito em grego. O nome do Salvador está em destaque: Vamos agora transliterar o nome Ιησους para o conjunto de caracteres latinos. Versão grega retirada de http://www.tyndale.cam.ac.uk/biblon/biblon2000.html Regra de Transliteração em: http://www.italnet.nd.edu/AMBROS/text/Greek_transliteration.html http://www.libraries.psu.edu/iasweb/catsweb/rarebook/greek.htm http://www.olivetree.com/bible/Frames/GreekNewTestament.htm
  9. 9. (*) No grego o ditongo ου (ou) pronuncia-se u. (**) Ambas σ e ς são representações válidas da letra grega sigma. Dai notamos que o nome "Jesus" é resultado da transliteração pura e simples do original grego Ιησους (pronuncia-se Iesus), contradizendo a hipótese de que o nome "Jesus" originou-se através de uma tentativa mal intencionada de Jerônimo no século V.
  10. 10. Para definitivamente remover qualquer dúvida sobre o assunto, basta consultar a versão Septuaginta (LXX), uma tradução do Velho Testamento feita por setenta mestres judeus no segundo século antes de Cristo. Eles traduziram o Velho Testamento do hebraico para o grego a fim de atingir os judeus da dispersão. (Lembre-se que o grego era a língua mais falada no império Romano). Nesta versão o nome de Josué, que em hebraico se escreve Yehôshua (‫,)צשרהי‬ foi transliterado para o grego exatamente da mesma forma que o nome de Jesus no Novo Testamento, ou seja, Ιησουσ (Iesus). (Lembre-se que σ e ς são equivalentes) Trecho do Livro de Josué 1:10-12 na Septuaginta Versão da LXX retirada de http://www.geocities.com/Heartland/Trail/2704/Septuagint.htm
  11. 11. Os sábios judeus transliteraram a letra hebraica ‫(ש‬shin) para a letra grega σ (sigma). A transliteração de "shin" para "sigma" foi feita em outros casos. Veja a tabela abaixo: Os sábios judeus transliteraram a letra hebraica ‫(ש‬shin) para a letra grega σ (sigma). A transliteração de "shin" para "sigma" foi feita em outros casos. Veja a tabela abaixo:
  12. 12. Analisando os exemplos acima, podemos perceber que os sábios judeus que traduziram o Velho Testamento para o grego transliteraram a letra hebraica shin (‫)ש‬ para a letra grega sigma (). É importante ressaltar que na transliteração de um conjunto de caracteres para outro, nem sempre a pronúncia original é mantida. Isto ocorre porque nem todos os fonemas de um idioma têm representação gráfica e podem ser devidamente pronunciados em outro idioma. Da análise destes fatos concluímos que a forma Ιησους (Iesus ou Jesus) é totalmente adequada para nos referirmos ao nosso Salvador e nada há de blasfêmia colocada por Jerônimo.
  13. 13. Conclusão Que possamos refletir sobre este tema sem tirar conclusões precipitadas, povo de Deus deve ser capaz de distinguir entre o genuíno e o espúrio. Mas o Espírito expressamente diz que nos últimos tempos apostatarão alguns da fé, dando ouvidos a espíritos enganadores, e a doutrinas de demônios; I Timóteo 4.1 Não dando ouvidos às fábulas judaicas, nem aos mandamentos de homens que se desviam da verdade.Tito 1.14
  14. 14. MAIS INFORMAÇOES Se você gostou deste estudo e esta em busca de mais verdades sobre a verdadeira formula Batismal, então entre em contato conosco nos seguintes endereços abaixo: SITE www.adventistasremanescentes.com.br CANAL DO YOUTUBE https://www.youtube.com/user/adventistaspioneiros PAGINA FACEBOOK https://www.facebook.com/adventistasremanescentes WHATSAPP (98) 991315278

×