UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS                          PIBID  PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA  ...
O presente relatório vise a expor as atividades realizadas pelosalunos bolsistas do PIBID II (Humanidades) na escola Insti...
A escola conta com uma equipe de 210 (duzentos e dez)integrantes, sendo 180 (cento e oitenta) professores e 30 (trinta)fun...
Esta diferença relevante pode ser explicada pelo fato de a escolaestar situada no centro da cidade de Pelotas, onde se con...
professor mal remunerado, desgastado psicológica e fisicamente, comsobrecarga de horas/aulas.DADOS ESPECÍFICOS POR ÁREAFil...
(14) O professor tem conseguido concluir o conteúdo programático aolongo do ano letivo?(15) Como ele (a) percebe a compree...
professor que caminha com a direção da escola, um profissional ético,responsável com sua opção e capaz de desenvolver seu ...
19 e 20 - Não existe aluno que não aprenda. Todos têm capacidade,mas existem alunos mais interessados pela disciplina.Obs....
30 - Dos alunos que responderam o questionário apenas trêstrabalham, ou seja, a minoria. A carga horária é de meio turno.3...
Aluno 03: Sim. Sim entendemos perfeitamente. Nossa sugestão é termais aulas onde ficamos em círculo.5) Você participa de a...
9) Você executa alguma atividade remunerada? Qual é a carga horáriadela?Aluno 01: Não.Aluno 02: Não.Aluno 03: Não.10) Você...
- Normalmente usamos o livro didático como complemento,pois os alunos reclamam muito de ter que trazer, devido ao peso dos...
Letras       A metodologia utilizada para elaboração desse relatório foi emforma de questionário elaborado pelos acadêmico...
Das três entrevistadas, duas comentaram que o principal obstáculo paradesenvolverem atividades diferenciadas com os alunos...
incentivar a leitura, inclusive cobrando essa atividade como parte daavaliação, nenhuma delas leva os alunos à biblioteca ...
De que modo trabalha a Língua Portuguesa? Usa livro didático, se sim,qual? Usa recursos audiovisuais para desenvolver, no ...
Produção TextualGreice de Oliveira (professor 2).Qual a disciplina que leciona? Em que série?Disciplina de Português para ...
Costuma levar os alunos à biblioteca? Os discentes costumam ler nesteambiente e nas salas de aula? E em casa eles lêem ?Nã...
Professora Ana Carolina ( professor 3)Qual a disciplina que leciona? Em que série?Português e Literatura. Aqui leciono par...
O meu estímulo é a nota porque é só o que os alunos querem. Eles nãorealizam os trabalhos se não ganham nota por eles. Uma...
Sociologia         De acordo com o projeto político pedagógico da escola, adisciplina de sociologia tem como objetivo faze...
Aula semanal     1 aula     1 aula     1 aula     TOTAL                                                   33 turmas   *Soc...
escola Assis Brasil no período da manhã, onde leciona a disciplina defilosofia (provisoriamente na substituição de uma pro...
Quando questionados se há articulação entre os professores daárea para expor os conteúdos que irão ser abordados, os profe...
Professora Zélia5ª e 6ª séries com 2 aulas semanais.Professora Lúcia7ª série com 2 aulas semanais.Professora Clarice8ª sér...
Há espaços próprios para desenvolvimento das aulas de Arte? Quais?Em que condições funcionam? (teatro, salas de arte, sala...
Há atividades extracurriculares em artes promovidas pela e na escola(grupos de teatro, de dança, de música, sessões de cin...
Não há nenhum projeto como “A Hora do Conto” na biblioteca, sóempréstimos de livros e local de estudo.Conteúdo de artes n...
OBS: Na grade curricular não há nenhuma atividade teatral para a 7ª  série. E todas essas atividades teatrais inclusas na ...
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Diagostico IEE Assis Brasil

2,251 views

Published on

Diagnóstico realizado pelos Bolsistas PIBID - UFPel no Instituto Estadual de Educação Assis Brasil, em Pelotas/RS

Published in: Education
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
2,251
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
2
Actions
Shares
0
Downloads
0
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Diagostico IEE Assis Brasil

  1. 1. UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS PIBID PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA DIAGNÓSTICO GERAL INSTITUTO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO ASSIS BRASIL COORDENADORES Sônia Schio e Eduardo Filho SUPERVISORES Maria Delvani e Marco AntônioBOLSISTAS POR ÁREAFilosofia: Ariano Bandeira, Jair Milpratz, Maria dos Reis, Maria Theresa eRaíza Alves.História:Letras: Míriam Saraiva, Nairana Sedrez, Pablo Elola, Patrícia Schimidt,Taísi Mota e Viviane Gonçalves.Sociologia: Aline Ferreira, Lairton da Silva, Letícia Lopes, Patrícia Aleixo,Tatiane Muller.Teatro: Ana Alice Muller, Diego Carvalho, Flávio Dornelles, GrazieleBarros e Jade Garisto. INTRODUÇÃO
  2. 2. O presente relatório vise a expor as atividades realizadas pelosalunos bolsistas do PIBID II (Humanidades) na escola Instituto Estadualde Educação Assis Brasil nos meses de agosto, setembro e outubro de2010. Os objetivos da sondagem foram o de realizar um “primeirocontato” do projeto PIBID com a escola, conhecer e reconhecer arealidade escolar, as dificuldades encontradas e as possibilidades deatuação. As áreas de Ciências Sociais, Filosofia, História, e Teatro elaborarama programação para a execução do diagnóstico referente à escola emque atuarão. Respeitando as especificidades de cada área foramcoletados dados sobre a quantidade de alunos, de professores, aestrutura física da escola (salas de aula, laboratórios, biblioteca, emespecial). Em seguida, foram questionados os professores: os dadosgerais de cada um (formação, tempo de trabalho, carga horária, entreoutros), as ementas das disciplinas lecionadas, as metodologiasutilizadas,os materiais empregados, as formas de avaliação. Foiquestionado se há diferenciação entre o diurno e o noturno: o horário,a didática, as formas de avaliação, por exemplo. Quanto aos alunos,algumas áreas puderam questioná-los, e o fizeram perguntando sobre asituação econômica, os interesses, as dificuldades e as sugestões. Para a execução das entrevistas foram agendados os horários comos professores supervisores (Marco Antonio e Maria Delvani) os quaisorganizaram com a direção, os setores, os professores e os alunosconforme as disponibilidades. Cada área realizou suas entrevistas, asquais transcorreram de forma satisfatória. Os dados coletados foram organizados em forma de relatóriosparciais (por área) e slides, os quais dentro das possibilidades, foramapresentados nas reuniões de áreas com a presença doscoordenadores. A partir disso, eles serão expostos em dois momentos:no primeiro, os dados gerais que são comuns a todas as áreas e que sereferem à escola. Em seguida são apresentados os conteúdos obtidosem cada coleta especifica formatado a partir da busca em atender asnecessidades e particularidades de cada área incluindo os resultadosobtidos.DADOS GERAIS DO COLÉGIO ASSIS BRASIL O Instituto Estadual de Educação Assis Brasil está localizado noperímetro urbano da cidade de Pelotas, na Rua Antônio dos Anjos, nº296, e foi fundada em 1929.
  3. 3. A escola conta com uma equipe de 210 (duzentos e dez)integrantes, sendo 180 (cento e oitenta) professores e 30 (trinta)funcionários, com um número que se aproxima de 2400 (dois mil equatrocentos) alunos dispostos em três turnos (manhã, tarde e noite),com horário de funcionamento das 07h00min às 22h45min. Por seruma escola considerada de grande porte para a realidade do municípiode pelotas, apresenta diversas modalidades envolvendo educaçãoinfantil (até quarta serie), fundamental (de quinta a oitava serie), médio(primeiro, segundo e terceiro ano), normal (magistério),aproveitamento normal (técnico em magistério), Educação de jovens eadultos (EJA) e educação de surdos. O quadro de organização administrativa da escola conta com umdiretor geral (eleito), e um vice-diretor por turno, sua organizaçãodispõe de direção, secretaria, serviço de orientação pedagógica (SOP) eserviço de orientação educacional (SOE) Setor de Disciplina, Setor deRecursos Humanos e Setor Financeiro. Em termos de recursos didático-pedagógicos, a escola conta com uma biblioteca, biblioteca infantil, doislaboratórios de informática (a direção da escola relata que não possuiprofissionais especializados para atender a biblioteca infantil,laboratório de informática e laboratório de ciências. Sua estrutura físicaconta com um amplo espaço interno e externo, dispondo de Auditório(180 lugares), Duas salas de Audiovisual,refeitório, ginásio de esportes,quadras poliesportivas, sala de espelhos, Xerox bar, sala dosprofessores, dentre outros ambientes que passam por reformas físicas.Esta também conta com outros projetos, sendo eles: vôlei masculino efeminino, atletismo, grupo folclórico Alma Pampeana, Banda Marcial edança com o balé. A instituição exerce grande importância no contexto onde estáinserido, uma vez que recebe alunos de diferentes pontos da cidade eaté de outros municípios. De acordo com a direção da escola, o perfilsócio-econômico de seus discentes é diverso. Aproximadamente 70%dos alunos fazem parte do que podemos considerar a classe média(maior facilidade de acesso e posse a bens de consumo e materiais) e30% corresponde à classe baixa (dificuldade de acesso e posse a bensde consumo e materiais).Podemos analisar estes dados no gráfico abaixo:
  4. 4. Esta diferença relevante pode ser explicada pelo fato de a escolaestar situada no centro da cidade de Pelotas, onde se concentra aparcela mais favorecida da população, torneada de aparatos urbanosdos mais diversos, como por exemplo, linha de ônibus, asfalto, próximoa um hospital, do quartel da brigada militar e próxima também de umapraça. De acordo com o PPP da escola no aspecto pedagógico encontram-se algumas dificuldades, tendo em vista a diversidade sócio-econômicae cultural de seus alunos. Constatam-se casos de alunos queapresentam carências em sua formação pessoal, mais precisamente afalta de hábitos, postura e limites. A escola também apresenta um número elevado de evasão,principalmente no período da noite, que se caracteriza pela defasagemcom a seriação, justificada pelos aspectos sócio-econômicos efamiliares, o que freqüentemente provoca desinteresse, além de estaracompanhado de baixa auto-estima, falta de hábitos de sociabilidade ecarência afetiva. Para tentar amenizar esta situação a escola oferece serviços deorientação educacional e pedagógica, desenvolvendo um trabalhotécnico, humano e coletivo, para retomar aspectos significativos daformação integral do aluno. O ensino geral do Instituto Estadual de Educação Assis Brasil tempor objetivo oportunizar situações de aprendizagem, nos diferentesmomentos da evolução do sujeito, marcadas pela responsabilidade,respeito, socialização, espírito de tolerância, valorização, com vistas aocrescimento individual e coletivo deste cidadão. Também segundo o PPP da escola em termos gerais, esta apresentanos aspectos organizacionais e pedagógicos, algumas dificuldadespróprias da sua situação de Escola Pública, com recursos materiaisinsuficientes para realizar um trabalho com qualidade, além de um
  5. 5. professor mal remunerado, desgastado psicológica e fisicamente, comsobrecarga de horas/aulas.DADOS ESPECÍFICOS POR ÁREAFilosofia Com a finalidade de conhecer melhor a escola ondedesempenharemos nossas atividades, nós alunos do Curso deLicenciatura em Filosofia, conjuntamente com o professor EduardoFerreira das Neves e professora Sonia Schio elaboramos estequestionário que foi aplicado em quatro níveis: Sobre o ambienteescolar, O Programa de Filosofia, Os professores e Os alunos.Sobre o Ambiente Escolar(1) O PPP pode ser considerado como viável em relação à realidadeescolar?(2) A biblioteca possui material satisfatório? A saber: O número delivros, o número de livros didáticos de filosofia e os livros que poderiamauxiliar na sala de aula de filosofia.(3) Como a Direção da escola trata do reingresso obrigatório daFilosofia no currículo? E quais são as principais dificuldades?(4) Qual é o espaço físico destinado a atividades “filosóficas”?O Programa de Filosofia(5) Quais são os conteúdos previstos no currículo para a Filosofia?(6) Qual é (ou quais são) a(s) sua relação com a prática?(7) Tem-se buscado a contextualização entre os conteúdos deFilosofia e a realidade dos alunos? Se SIM, como ocorre estacontextualização?(8) Qual é o grau de flexibilidade dos conteúdos em relação aocurrículo? Há possibilidades de construção/reestruturação?(9) Há algum projeto interdisciplinar envolvendo a Filosofia? Ouquais são as possibilidades de elaboração deles?(10) Há atividades extracurriculares envolvendo a disciplina deFilosofia, na escola? Se existem, quais são e como são desenvolvidas?Os Professores(11) Qual é a bibliografia que apóia o seu trabalho em sala de aula? Epor que identificou (escolheu) este material como sendo o melhor?(12) Qual é a metodologia utilizada nas aulas? (Expositiva, de leitura,etc.).(13) Qual é a compatibilidade dos conteúdos ministrados na disciplinae aqueles previstos no currículo?
  6. 6. (14) O professor tem conseguido concluir o conteúdo programático aolongo do ano letivo?(15) Como ele (a) percebe a compreensão e o interesse dos alunospelos temas? E os alunos podem sugerir temas/assuntos?(16) Quais são os métodos de avaliação?(17) Qual é o seu grau de satisfação com as aulas?(18) Qual é o índice de evasão escolar?(19) Qual é o índice de assiduidade dos alunos nas aulas de Filosofia?(20) Qual é o rendimento (médio) e o índice de aprovação dos alunosde Filosofia?Os Alunos(21) O que você pensa sobre a Filosofia? Ela é necessária?(22) Qual é (ou são) sua(s) dificuldade(s) principal na disciplina deFilosofia?(23) Qual é a sua opinião sobre os professores de Filosofia? Eles estãopreparados?(24) Você gosta de como as aulas são ministradas? Você entende ametodologia utilizada pelo professor? Você teria sugestões?(25) Você participa de algum projeto extracurricular? Algum deles éde Filosofia? Em caso negativo, você gostaria que houvesse algum?Teria sugestões?(26) Qual é disciplina do currículo que mais o motiva? Por qual razão?(27) O que mais e o que menos te atrai na disciplina de Filosofia?(28) Qual é a tua opinião sobre a biblioteca?(29) O que mais te motiva a vir para a escola? E o que menos temotiva?(30) Você executa alguma atividade remunerada? Qual é a cargahorária dela?(31) Você passa por dificuldades financeiras para se locomover até aescola?No primeiro item Sobre o Ambiente Escolar obtivemos as seguintesrespostas:1 - Sim, pois o I.E.E. Assis Brasil é considerada uma escola de grandeporte para a realidade de nosso município, onde apresenta diversasmodalidades de ensino: Educação Infantil, Ensino Fundamental, EnsinoMédio, Curso Normal e Educação de Jovens e Adultos em Nível Médio.2 - Sim.3 - A Filosofia tem um papel importante na formação na visão da escolae o perfil docente vai de encontro com “o professor que queremos”, um
  7. 7. professor que caminha com a direção da escola, um profissional ético,responsável com sua opção e capaz de desenvolver seu trabalho comcompetência e dignidade; com o reingresso da Filosofia um professorcomprometido com a Instituição de Ensino e a Filosofia, capaz decompreender a dinâmica escolar nos seus altos e baixos e atuar em proldo I.E.E.A.B., seus profissionais , sua comunidade escolar eprincipalmente seu público alvo.No segundo item sobre O Programa de Filosofia levantamos asseguintes informações sobre os conteúdos trabalhados ao longo doano letivo:Primeiro Trimestre - ética, moral, vontade e razão, a questão dosvalores, cidadania e direitos humanos, dever, liberdade eresponsabilidade, história das concepções éticas, reflexões éticas atuaissobre a violência, discriminação, minorias, poder da mídia, odesenvolvimento da consciência moral e Piaget e Freud.Segundo Trimestre - estética, a criação artística, teorias do Belo,intuição, imagem, poesia, o artista na sociedade, concepções estéticas:Naturalismo-Romantismo-Classicismo-Vanguarda e Pós-Modernismo.Terceiro Trimestre - desafios e impasses na discussão filosófica atual –Bioética, Clonagem, Manipulação Genética, Eutanásia, Aborto, Eugeniae Vida e Morte.No terceiro item direcionado aos professores, o professor de FilosofiaUbirajara Velasco respondeu as seguintes questões:11 - Utilizo Marilena Chauí, “Filosofando” da Maria Lúcia Arruda e daMaria Helena Martins, “Pensando Melhor” da Ângela Sátiro e mais trêsautores.12 - Trabalhos, diálogos na aula e debates a partir de temas.13 - Cumpro o programa, porém abre espaço para outros temaspertinentes a serem debatidos sugeridos pelos próprios alunos.14 - Sim, às vezes há necessidade de atropelar o conteúdo, trabalhandode maneira sintética.15 - No último trimestre do ano os alunos escolhem temas para. Domeio do trimestre até o fim para cumprir o programa básico.16 - Trabalho e prova.17 - O resultado é que compensa, quando se percebe que o alunoentendeu, deu resultado.18 - No Primeiro e Segundo Ano ocorre o maior número, já no Terceirodiminui porque já estão prestes a se formar. Também aumenta ointeresse.
  8. 8. 19 e 20 - Não existe aluno que não aprenda. Todos têm capacidade,mas existem alunos mais interessados pela disciplina.Obs. Além do professor Ubirajara, na Escola trabalham as professorasAna Lúcia e Gisane, todos formados em Filosofia. Também trabalha comFilosofia o professor Fernando formado em Ciências Sociais. Os trêsúltimos ainda não responderam o questionário devido licenças eincompatibilidades de horários.No quarto item direcionado aos alunos, dezesseis educandos doSegundo Ano do turno da manhã responderam ao questionário. Apóstermos em mãos os questionários, fizemos a seguinte média dasrespostas:21 - Nesta primeira questão direcionada aos alunos, o grupo podeperceber que em 90% das respostas dadas os alunos consideraram aFilosofia uma disciplina necessária. As justificações em sua maioriatambém se encontram convergentes, pois afirmam que ela é necessáriapara a vida e ajuda-nos a refletir.22 - Nesta questão em 90% das respostas os alunos afirmam que amaior dificuldade com a disciplina é a interpretação e a linguagem.23 - A resposta foi que os professores de Filosofia estão preparados (emsua maioria estão preparados); alguns afirmaram que os professores deFilosofia são mais descontraídos.24 - Na maioria as respostas foram positivas com relação às aulas, jácom relação à metodologia há sugestões como: a aula poderia ser maisprática, poderiam ser ofertados aos alunos mais projetos como umavisita à biblioteca, etc. e aulas que os alunos ficam em círculo para odebate.25 - Apenas uma aluna realiza uma atividade extracurricular (dança),todos os outros alunos não realizam nenhuma atividade extracurricular,mas nenhum deles afirma com clareza que gostaria de participar deuma atividade extracurricular de Filosofia e sim de música, história,matemática, etc.26 - As respostas desta questão foram bem divididas, mas entre asdisciplinas escolhidas não encontramos Filosofia. Apenas em uma ondeencontramos a Filosofia e Sociologia. As mais citadas foram: História,Educação Física, Matemática, Biologia e Artes.27 - O que mais os atrai na disciplina de Filosofia é a liberdade dedebater e o que menos atrai é o “tamanho” dos textos e as provas.28 - A maioria dos alunos afirmou que a biblioteca é boa, porém oatendimento é ruim e tem um bom acervo.29 - Em sua maioria o que mais os motiva são algumas matérias e orefeitório, além das amizades e do conhecimento e o que menos motivaé algumas matérias consideradas chatas.
  9. 9. 30 - Dos alunos que responderam o questionário apenas trêstrabalham, ou seja, a minoria. A carga horária é de meio turno.31 - Todos responderam que não passam dificuldades financeiras paravirem até a escola.Obs. No final do questionário introduzimos uma questão opcional paraos alunos sugerirem temas para o Café Filosófico. Os mais citadosforam: sexo e aborto. Depois com uma citação: eutanásia, políticos eseu comportamento, cosplay e drogas.Após esse trabalho de coleta de dados sobre a metodologia de filosofiadentro da escola, abordamos alguns alunos com perguntas pessoais.Questões1) O que você pensa sobre a Filosofia? Ela é necessária?Aluno 01: Filosofia é uma matéria muito boa de estudar, ela é meiocomplicadinha de estudar, mas é legal até...Aluno 02: É muito importante para o mundo, pois as pessoas podem tersuas opiniões próprias e expressá-las, é necessária pois devemosrespeitar a opinião alheia e encontramos isso na filosofia.Aluno 03: Filosofia é uma arte do pensar. Sim.2) Quais são suas dificuldades principais na disciplina de Filosofia?Aluno 01: Por enquanto não há dificuldade em Filosofia.Aluno 02: A principal é achar a concentração e focalizá-la, construindouma idéia madura.Aluno 03: Na hora de nos expressar.3) Qual é a sua opinião sobre os prof. de Filosofia? Eles estãopreparados?Aluno 01: Ah sei lá eles escolheram dar aula de filosofia é porque elesdevem estar preparados.Aluno 02: A maioria não é capacitada, ou seja, dão a matéria só por dar,não ensinam com prazer.Aluno 03: Bom, pelo menos o nosso está4) Você gosta como as aulas são ministradas? Você entende ametodologia utilizada pelo prof.? você teria sugestões?Aluno 01: Gosto e entendo muito bem, mas não tenho sugestões.Aluno 02: Não, pois o método não varia, é sempre a mesma coisa quenão prende nossa atenção, sugerimos projetos que nos prendam, comopasseios a bibliotecas, buscando a história dos filósofos.
  10. 10. Aluno 03: Sim. Sim entendemos perfeitamente. Nossa sugestão é termais aulas onde ficamos em círculo.5) Você participa de algum projeto extracurricular? Algum deles é deFilosofia? Em caso negativo, você gostaria que houvesse algum? Teriasugestões?Aluno 01: Em caso negativo, você gostaria que houvesse algum? Teriasugestões? Não. Participo. Talvez sim, se fosse para melhorar odesempenho no colégio.Aluno 02: Não, gostaria sim, como oficinas de história da filosofia.Aluno 03: Não participamos de nenhum projeto. Não. Sim. Não temossugestões.6) Qual a disciplina do currículo que mais o motiva? Por qual razão?Aluno 01: Educação física, porque faz bem para a saúde e para o corpo.Aluno 02: Educação Física, pois hoje em dia é muito importante manteruma vida saudável.Aluno 03:História. Porque aprendemos e achamos que história tambémtem um pouco de filosofia.7) O que mais e o que menos te atrai na disciplina de Filosofia?Aluno 01: Sei lá para mim é tudo a mesma coisa.Aluno 02: O que mais atrai são os trabalhos propostos e o que menosatrai são os exercícios não compreendidos.Aluno 03: A maneira que compreendemos as coisas,o que menos nosatrai é quando temos de nos expressar.8) Qual é a tua opinião sobre a biblioteca da escola? O que mais temotiva para vir a escola? E o que menos te motiva?Aluno 01: Nunca entrei, o refeitório, e que menos me motiva ématemática.Aluno 02: É boa mas nem sempre está disponível para os alunos, o quemais me motiva na escola é o querer um futuro com uma educação dequalidade, a qual não temos disponível e o que menos me motiva é aseguida falta de profs.Aluno 03: Eles não nos incentivam a ler. O que mais nos motiva é amaneira como os professores dão aula e o que menos nos motiva é afalta de professores.
  11. 11. 9) Você executa alguma atividade remunerada? Qual é a carga horáriadela?Aluno 01: Não.Aluno 02: Não.Aluno 03: Não.10) Você passa por dificuldades financeiras para se locomover até aescola?Aluno 01: Não graças a Deus.Aluno 02: Não.Aluno 03: Não.História Entrevista realizada com Professores de Historia do ColégioAssis Brasil no dia 16 de setembro de 2010. O questionário foi aplicadoem conjunto aos professores de história Marco, Vice-diretor daInstituição e Docente, e Claudia Godinho. Qual a relação de vocês, quanto professores de história, comos alunos em sala de aula? - Boa. Na maioria são bons alunos. Obviamente existemalguns mais inquietos, mas na maioria são bons alunos que tem umgrande carinho com a escola. Como é relação de comportamento dos alunos em sala deaula? -Na média eles são comportados, porém tem horas que saemdo controle. Tem dias que palavrões são comuns em sala de aula, tentocontrolar o máximo possível. Sem falar que os hormônios estão na florda pele, o assunto preferido de conversa deles é relacionado a sexo. A escola promove eventos relacionados com a área deHistória? -Sim, por exemplo, na semana farroupilha a escola se envolvecom festas relacionadas ao tema, também temos um grupo detradições Gauchas que se apresenta regularmente em varias lugares,não somente na escola, como por exemplo na câmara municipal dePelotas. Qual a forma que vocês utilizam o livro didático em sala deaula? Que outros materiais didáticos são utilizados?
  12. 12. - Normalmente usamos o livro didático como complemento,pois os alunos reclamam muito de ter que trazer, devido ao peso dosvários livros que normalmente são pedidos por todas as matérias.Normalmente são feitos matérias pelos próprios professores para a salade aula e o livro didático. Mas o aluno usa o livro em casa comocomplemento, através dos trabalhos pedidos pelos professores, assimutilizando o livro didático como base de pesquisa. Na opinião de vocês, a escola tem uma boa infra-estruturapara desenvolver o ensino de história? - Achamos que sim, temos bons recursos materiais, comosalas de multimídia e informática entre outras coisas. Entretanto faltapessoal para trabalhar nessa parte de suporte. Por exemplo, abiblioteca e o laboratório de informática só ficam abertos em tempoparcial porque não tem ninguém para cuidar do local. Há outros profissionais de outras áreas do conhecimento queatuam na licenciatura de história aqui no colégio, ou o contrario,professores formados em história que atuam em outra área doconhecimento? - Todos os professores de história são formados nesta área, enão conhecemos alguém, aqui no colégio, que seja formado em históriae lecione em alguma outra área. Quais as principais dificuldades que os alunos têm com a áreade história? - Total desinteresse com a matéria, não somente com ahistória, com outras matérias também é facilmente constatado. Nãosão todos, temos alunos ótimos, na maioria fazem o que se pede,principalmente no final do ano. Qual o parâmetro de escolha dos conteúdos apresentados emsala de aula para os alunos? - O Currículo esta vinculado ao regimento da escola, queprioriza os conteúdos do PAVE e agora do ENEM, entretanto o professorpode privilegiar temas que ele julga de maior importância.
  13. 13. Letras A metodologia utilizada para elaboração desse relatório foi emforma de questionário elaborado pelos acadêmicos bolsistas da área deLetras Língua Portuguesa do PIBID-Humanidades e direcionado aosprofessores de Língua Materna regentes do Ensino Médio na EscolaAssis Brasil. Essa coleta de dados foi realizada pessoalmente pelos bolsistasde Letras aos profissionais da área, no ambiente escolar e com horamarcada pela supervisora da escola.As três professoras entrevistadas lecionam LP, dentre elas além daLíngua Materna, duas lecionam Literatura e uma leciona ProduçãoTextual. Quanto às séries de atuação há uma divisão entre elas sendoque a primeira docente atua nos 3ºs anos, a segunda nos 2ºs anos e aterceira nos 1ºs anos.Todas as professoras entrevistadas possuem uma experiênciaconsiderável na área de Letras, visto que oscila de 13 a 21 anos comoeducandas.As docentes têm formação em Letras, sendo que só a segunda possuiapenas graduação pela UFpel (Licenciatura em Português e Literatura),as outras duas além da graduação a primeira entrevistada possui Pós-Graduação pela UFpel e a última, mestrado na área de Lingüísticaaplicada.Em relação à carga horária verificamos que diferenças pois duas delaslecionam 40h e a outra apenas 20h, pois dá aulas particulares em turnoinverso ao que está na escola.Das três professoras entrevistadas apenas uma leciona em outra escola.Quanto à participação em eventos e congressos direcionados à área, aprimeira docente confessa que não participa por falta de tempo, asegunda diz que sempre que pode procura participar para manter-seatualizada e a última docente entrevistada diz participar comfreqüência.Das professoras entrevistadas apenas a primeira diz trabalhar com olivro didático, as demais alegam que os próprios alunos não gostam detrazê-lo para aula alegando excesso de “peso” ou até mesmo certo tipode preconceito com esse tipo de material, por isso elas utilizam jornais,revistas e outros tipos de materiais que despertem o interesse dosdiscentes à disciplina.
  14. 14. Das três entrevistadas, duas comentaram que o principal obstáculo paradesenvolverem atividades diferenciadas com os alunos é a falta detempo, já a terceira diz ser a indisciplina e o desrespeito sua maiordificuldade, ela ainda diz que o melhor estímulo para fazer o alunoparticipar das atividades propostas é a nota.Nenhuma das docentes entrevistadas leva os alunos à biblioteca. Asegunda professora diz disponibilizar um momento para leitura apenasna sala de aula, as demais alegam não haver tempo disponível para essaatividade nem interesse dos alunos.Quanto ao trabalho da Literatura em sala de aula as professoras dizemtentar incentivar essa leitura de diversas maneiras, usando a poesia, ohip hop, mas os alunos não demonstram muito interesse.Todas as professoras entrevistadas dizem não ter muito tempo paradialogar com os colegas da área, apenas as docentes 2 e 3 dizem queutilizam os 10 minutos de intervalo para trocar algumas informaçõescom os demais professores.Quando questionadas a respeito das atividades realizadas com outrasdisciplinas, apenas a primeira professora diz não ter experiências nessaárea, as demais já participaram desse tipo de atividade sendo que, asegunda relatou não ter sido uma experiência muito satisfatória, pois osalunos consideraram o trabalho muito repetitivo e cansativo por tratardo mesmo tema em todas as disciplinas e a terceira entrevistada diz tersido uma atividade muito produtiva na qual os alunos se envolverammuito pois , segundo ela, valia nota.No fim da entrevista, questionamos as docentes sobre sugestões deatividades e assuntos que poderiam ser trabalhados por nós Pibidianosfuturamente de maneira que pudéssemos complementar o trabalhoque elas já vêm desenvolvendo em sala de aula e elas algumas daspropostas mencionadas foram de trabalharmos com produção textual,com filmes, com intertextualidade e também com literatura xinformática. Todas elas alegam que por questões de horário não têmtempo suficiente para essas atividades mais elaboradas. A partir desse diagnóstico, chegamos a conclusão de que osproblemas enfrentados pelos professores dessa escola acabamcoincidindo em muitos pontos. Observamos que nenhum deles consegue trabalhar com aLiteratura em sala de aula, mesmo ministrando a disciplina dePortuguês e Literatura. Além disso, embora todas elas demonstraram
  15. 15. incentivar a leitura, inclusive cobrando essa atividade como parte daavaliação, nenhuma delas leva os alunos à biblioteca ainda que a escoladisponibilize esse recurso de forma privilegiada de outras escolas dacidade. Observamos também que não há diálogo entre os docentes o quedificulta qualquer tipo de trabalho interdisciplinar ou até mesmo nastrês áreas da Língua Materna. Segundo as professoras, os principais agravantes para que todasessas situações continuem acontecendo são a falta de tempo paradesenvolver atividades mais atrativas e o desinteresse dos discentespela aprendizagem e pela leitura.Questionário respondido pelos professores do IEEABNome do professor:Margareti Dias Soares (professor 1).Qual a disciplina que leciona? Em que série?L.P e Literatura nos terceiros anos (manhã).Quanto tempo está atuando como docente? Em quanto tempo está naescola?20 anos atuando e 20 na escola.Qual é sua formação acadêmica?Letras Licenciatura Plena e Pós-Graduação pela UFPel.Qual é sua carga horária de trabalho?20 horas semanais (turno da manhã), à tarde dá aulas particulares parao 2º grau.Leciona em quantas escolas?Atualmente só no Assis Brasil.Costuma participar de eventos? Por quê? Quais? Qual foi o último?Não. Por falta de tempo. Não lembra.
  16. 16. De que modo trabalha a Língua Portuguesa? Usa livro didático, se sim,qual? Usa recursos audiovisuais para desenvolver, no entanto, encontraalguma dificuldade?Além do livro didático que ela considera bom e atualizado (EditoraModerna, Maria Luiza Abaurre/ Marcela Nogueira Pontana/ TatianaFadel, Português- Vol. 3) ela também utiliza os jornais Zero Hora e DárioPopular e também a gramática.(1 aula de redação e 2 aulas de gramática)A partir das atividades propostas, quais os resultados obtidos?Háalguma atividade que gostaria de desenvolver, no entanto, encontraalguma dificuldade?Sim. Mais nas aulas de produção textual porque o tempo é muitolimitado.Costuma levar os alunos à biblioteca? Os discentes costumam ler nesteambiente e nas salas de aula? E em casa eles lêem?Não. Incentiva a leitura em casa.Por exemplo, fazer um paralelo entre José de Alencar nos livros OGaúcho (o autor escreve algo que nunca viveu) e O Sertanejo (o autorviveu lá no Sertão então conta fatos que lhe são conhecidos)Os alunos gostam de trabalhar com Literatura? Como esse estudo vemsendo feito?Gostam mas preferem fazer um trabalho com livros que eles já leram,não gostam de seguir uma linha sugerida pelo professor.Costuma conversar com todos os outros professores da área para saberquais atividades/conteúdos estão sendo desenvolvidos? Há reunião deárea? Com que freqüência?Não. Não.Já planejou alguma atividade com outro professor de área diferente?Qual? Vocês gostaram do resultado obtido?NãoExiste alguma atividade que você sugere para que nós possamostrabalhar com suas turmas?
  17. 17. Produção TextualGreice de Oliveira (professor 2).Qual a disciplina que leciona? Em que série?Disciplina de Português para os 2ºs anos, e para o curso de magistério.Quanto tempo está atuando como docente? Em quanto tempo está naescola?20 anos atuando e 13 na escola.Qual é sua formação acadêmica?Letras Português e Literatura pela UFPel.Qual é sua carga horária de trabalho?40 horas semanais.Leciona em quantas escolas?Atualmente só no Assis Brasil.Costuma participar de eventos? Por quê? Quais? Qual foi o último?Sim, sempre que posso, pois gosto de me manter atualizada.De que modo trabalha a Língua Portuguesa? Usa livro didático, se sim,qual? Usa recursos audiovisuais para desenvolver, no entanto, encontraalguma dificuldade?Eu gosto muito de trabalhar com a produção textual, e os alunostambém gostam, trago artigos de jornais e revistas, assuntosinteressantes aos alunos. Contudo, gostaria de trabalhar maisdetalhadamente alguns aspectos que em função do tempo não épermitido. Os alunos não gostam do livro didático, eu já tentei trabalharcom ele, mas os alunos não o trazem para escola, reclamam do peso.Quanto aos recursos audiovisuais é difícil trabalhar com um materialdiferenciado, pois se eu usar um “data show” já perco boa parte dotempo só para montá-lo.
  18. 18. Costuma levar os alunos à biblioteca? Os discentes costumam ler nesteambiente e nas salas de aula? E em casa eles lêem ?Não costumo levá-los, mas os deixo livres para ir e incentivo-os sempre.Mas em aula sempre há um momento para a leitura, quando elesproduzem textos os que se sentem à vontade lêem.Os alunos gostam de trabalhar com Literatura? Como esse estudo vemsendo feito?Os alunos não têm muito contato a literatura, e por isso acredito quenão gostem tanto. Mas com algumas turmas eu já trabalhei com apoesia e foi bem produtivo.Costuma conversar com todos os outros professores da área para saberquais atividades/conteúdos estão sendo desenvolvidos? Há reunião deárea? Com que freqüência?Na verdade não há muito conversa os professores só se encontrameventualmente na sala dos professores. Mas no início do ano sempre háuma reunião de área, contudo, este ano infelizmente não pudeparticipar por motivos pessoais.Já planejou alguma atividade com outro professor de área diferente?Qual? Vocês gostaram do resultado obtido?Sim, mas em outra escola. Foi com a professora de Químicatrabalhamos com o tema “Lixo”. Mas os alunos acharam cansativotrabalhar sempre a mesma coisa em todas as aulas.Existe alguma atividade que você sugere para que nós possamostrabalhar com suas turmas?Eu sugiro trabalhar com filmes, eu gostaria muito, mas em função dotempo é muito complicado.
  19. 19. Professora Ana Carolina ( professor 3)Qual a disciplina que leciona? Em que série?Português e Literatura. Aqui leciono para os primeiros anos no turno damanhã, e no Pelotense, literatura, para os terceiros anos.Quanto tempo está atuando como docente? Em quanto tempo está naescola?Nesta escola 17 anos e no total 21 anos.Qual é sua formação acadêmica?Mestrado em Lingüística Aplicada pela UCPel em 2000.Qual é sua carga horária de trabalho?20 horas no Assis e 20 horas no Pelotense. Até o ano 2000 trabalhei 60horas.Leciona em quantas escolas?Duas como já haviam mencionado, Assis Brasil e Pelotense.Costuma participar de eventos? Por quê? Quais? Qual foi o último?Sim, muitos, já fiz diversos seminários na UFPel. Não lembro qual foi oúltimo, mas não faz muito tempo, o evento foi oferecido pelaprefeitura.De que modo trabalha a Língua Portuguesa? Usa livro didático, se sim,qual? Usa recursos audiovisuais para desenvolver, no entanto, encontraalguma dificuldade?Língua portuguesa, literatura, Diário Popular, revista Superinteressante.É difícil trabalhar com o livro didático, pois os alunos têm preconceitocom ele. Trabalho com a interpretação, poesias, leitura. Recursoaudiovisual poucas vezes porque eu preciso “vencer” o conteúdo entãouso somente mais no final do ano.A partir das atividades propostas, quais os resultados obtidos?Háalguma atividade que gostaria de desenvolver, no entanto, encontraalguma dificuldade?
  20. 20. O meu estímulo é a nota porque é só o que os alunos querem. Eles nãorealizam os trabalhos se não ganham nota por eles. Uma das maioresdificuldades é o desrespeito e a indisciplina.Costuma levar os alunos à biblioteca? Os discentes costumam ler nesteambiente e nas salas de aula? E em casa eles lêem ?Não, pois os alunos de segundo grau não lêem, mesmo que dê notapela leitura, muitos “preferem” rodar.Os alunos gostam de trabalhar com Literatura? Como esse estudo vemsendo feito?Não gostam de trabalhar com literatura. Eu trago literatura marginalque é o hip hop, porque é isso que eles gostam. Também trabalho como plano do PAVE que contém o Quinhentismo, Camões, entre outros.Costuma conversar com todos os outros professores da área para saberquais atividades/conteúdos estão sendo desenvolvidos? Há reunião deárea? Com que freqüência?Aqui não, somente na sala dos professores mas temos apenas 10minutos para conversar sobre o aproveitamento dos alunos e sobre asmatérias que são relacionadas.Já planejou alguma atividade com outro professor de área diferente?Qual? Vocês gostaram do resultado obtido?Com a professora de química sobre a vida saudável, os resultados forammuito produtivos, os alunos se envolveram muito, mas é claro, valianota. O problema é que não há tempo para os professores planejarem.Mas outros anos já trabalhei muito com a interdisciplinaridade.Existe alguma atividade que você sugere para que nós possamostrabalhar com suas turmas?Gostaria que vocês trabalhassem comigo porque vocês são novos e temmais proximidade com os alunos, seria uma boa experiência para mim epara vocês. Se for possível posso abrir um espaço na sala de aula. Eugostaria de poder trabalhar com a informática, e também com aintertextualidade, gostaria de ter laboratórios que funcionassem paratrabalhar informática e literatura.
  21. 21. Sociologia De acordo com o projeto político pedagógico da escola, adisciplina de sociologia tem como objetivo fazer com que o aluno tenhacapacidade crítica e reflexiva sobre as questões da sociedade. Olhar deforma mais questionadora as formas de organização social e seusproblemas, bem como, o poder, as culturas, valores sociais dentreoutros. E essa reflexão o aluno fará com base em suas experiências nocontexto social e familiar em que está inserido, sendo capaz assim deinteragir com o meio social de forma ética e solidária. Fazendo uma análise do plano de trabalho de alguns dosprofessores de sociologia entrevistados, constata-se que existecompatibilidade com o plano de ensino que a escola dispõe, de certaforma constata-se também, uma aproximação com os parâmetroscurriculares nacionais (PCN’s), no que tange aos conceitosestruturadores da sociologia (trabalho, cultura e cidadania) e eixostemáticos apresentados. Porém, a disciplina de sociologia dispõe de apenas trinta e trêshoras semanais, uma aula semanal com duração de 45 minutos, o quetorna inviável, segundo os professores, desenvolver os conteúdos deforma integral, discuti-los em sala de aula com os alunos, realizaravaliações e criar meios para que o aluno expanda seu senso crítico eque os professores possam desenvolver de forma plena suas praticasdidático-pedagógicas.Tabela 1:Tabela referente às categorias de ensino, número de turmas equantidade de aulas de sociologia por série: Ensino 1º ano 2º ano 3º ano Total Médio 8 turmas 6 turmas 4 turmas 18 turmas Aula semanal 1 aula 1 aula 1 aula EJA 3 turmas 2 turmas 1 turma 5 turmas Aula semanal 1 aula 1 aula 1 aula Normal 3 turmas 3 turmas 1 turma 7 turmas Aula semanal 1 aula 2 aulas * 1 aula Educação de 1 turma 1 turma 1 turma 3 turmas surdos
  22. 22. Aula semanal 1 aula 1 aula 1 aula TOTAL 33 turmas *Sociologia da educação Pode-se notar na tabela, que a escola oferece quatro categoriasde ensino e em todas elas tem-se o primeiro, segundo e terceiro ano,possuindo um total de trinta e três turmas. Onde na maioria das turmashá apenas uma aula de sociologia semanalmente, exceto á turmareferente ao segundo ano do curso normal que possui duas aulas desociologia da educação.OBS: Além dos cursos citados na tabela acima a escola também ofereceo curso de aproveitamento normal (AN) este pode ser concluído em umano, tendo apenas uma turma anual, são ministradas para este cursoduas aulas semanais de sociologia da educação. Quadro docente de sociologia: A escola conta com um quadro docente de cinco professorespara a disciplina de sociologia, porém apenas um professor temformação em Ciências Sociais. Tabela 2: Professores de sociologia da escola IEEAB, regime e formaçãoacadêmica: Nome Regime Formação Ana Lúcia Pinto Almeida 40 horas Filosofia Fernando Rosário 40 horas Ciências sociais Rejane 40 horas Filosofia Ubirajara 40 horas Filosofia Simone 40 horas Pedagogia A escola conta com cinco professores da disciplina de sociologia,mas como se pode ver na tabela, apenas um destes professores tem suaformação no curso de ciências sociais. Todos os cinco professorestrabalham em um regime de quarenta horas semanais e possuemvinculo com pelo menos duas escolas, quatro dos professores sãoefetivos e apenas um é contratado. Realizou-se entrevistas com dois professores da escola, umprofessor com formação em ciências sociais possuindo um contratoestadual de 40hs/semanais. Destas 26hs/semanais são ministradas na
  23. 23. escola Assis Brasil no período da manhã, onde leciona a disciplina defilosofia (provisoriamente na substituição de uma professora),sociologia para o ensino médio e a disciplina de sociologia da educaçãopara o magistério. Totalizando dezenove turmas. E 14hs/semanais naescola Adolfo Fetter no período da noite, onde leciona a disciplina desociologia para o EJA, e a disciplina de Religião para a sexta e sétimaséries. Totalizando nove turmas. E outra com formação em filosofia,sendo que no referido período a graduação compreendia quatrohabilitações (sociologia, filosofia, psicologia e história) pela UFPEL, comduas nomeações, sendo elas na escola municipal Pelotense em quetrabalha 20h/semanais, onde leciona a disciplina de identidade eautonomia para o magistério. E a escola Assis Brasil com 20h/semanais,onde leciona as disciplinas de sociologia da educação, filosofia daeducação e relações humanas, também para o magistério. Totalizandonove turmas. É importante salientar que a cada vinte horas de trabalho osprofessores possuem quatro horas para pesquisar e planejar as aulas,além de corrigir trabalhos e provas. Nesse sentido, eles expõem queenfrentam dificuldades de concluir estas atividades em tão limitadotempo, passando muitas vezes o seu tempo livre realizando tais tarefas. Ambos relataram que o ensino de sociologia enfrenta inúmerasdificuldades, devido ao fato de que a disciplina possui em cada sérieapenas um período de 45 minutos por semana, o que para eles é umtempo insuficiente para realizarem suas atividades, como fazer achamada, transpor o conteúdo, propor atividades e fazer avaliações.Além disso, os professores expõem que a escola não possui umavariedade significativa de material para a disciplina em sua biblioteca eque estes compram seus próprios materiais, com exceção de um livrodisponibilizado governo do estado chamado “lições do Rio Grande” edos PCN´s. Para amenizar esta problemática de falta de tempo um dosprofessores criou um blog de sociologia, com a finalidade de promovercontato e adesão com alunos, já que seu método de ensino foge dotradicional, onde procura uma maior dinâmica dos alunos com adisciplina, aplicando recursos modernos e eficazes que se aproximamdo “mundo jovem”. Os alunos que vêem a sociologia pela primeira veztêm mais dificuldade, porém como a aula é ministrada a partir de umreferencial temático dinâmico e não conteúdista se torna maiscompreensível aos alunos. Outra problemática relatada é o fato de que se o professorpossui horas sobrando no seu regime, o Estado o convoca a preencherseu horário muitas vezes com disciplinas que ele não possui domínio,tendo assim um desvio de função. Eles criticam o governo por nãocolaborar com os mesmos
  24. 24. Quando questionados se há articulação entre os professores daárea para expor os conteúdos que irão ser abordados, os professoresrelatam que não há articulação entre eles, pois ocorrem desencontrosde horários, o que dificulta o diálogo dos mesmos. Observou-se no decorrer da pesquisa, que a disciplina desociologia no IEEAB possui um quadro de professores onde apenas umapequena parcela é realmente habilitada para ministrar a disciplina.Além disto, os professores possuem uma quantidade de turmas queultrapassa suas capacidades, fazendo com que estes não consigampreparar suas aulas e desenvolve-las em tempo hábil e um agravantepara isto esta no fato de que a disciplina de sociologia possui apenasuma aula semanal. Ou seja, a maior insatisfação dos professores esta nafalta de tempo para o planejamento de suas aulas, tendo em vista quegrande parte dos professores trabalha em mais de uma escola epossuem muitas turmas. O sistema de ensino visa formar alunos e cidadãos mais críticoscapazes de reconhecer os problemas sociais e suas possíveis soluções,capazes também de compreender o seu lugar e papel no mundo, sendoa sociologia um elemento fundamental e propiciador desta capacidadecabe ao sistema valorizar esta disciplina ainda mais e ampliar o tempode aula para que esta pudesse ser ministrada com maior qualidade ealcançar seus objetivos tão relevantes para a sociedade em geral. Diante dos aspectos apresentados sobre a Sociologia do EnsinoMédio no Instituto Estadual de Educação Assis Brasil, conclui-se emrelação à escola que esta dispõe de estrutura física, porém apresentacarência de recursos humanos para o atendimento integral de certosdepartamentos. Já em relação à disciplina de sociologia, constata-seque é necessária urgente adequação aos Parâmetros CurricularesNacionais para implementação de práticas metodológicas que ampliemdiversas atividades com os alunos, tanto de pesquisas, de incentivo aleitura quanto à aplicação dos recursos áudio-visuais existente.TeatroNa área de teatro foi necessário fazer um diagnostico da área de Artesdentro do IEEAB, para isso utilizamos questionário, entrevistas, visitas àescola e coleta de fotos e vídeos.Há aulas regulares de Artes na grade curricular? Em que séries?Quantas horas semanais?O colégio Assis Brasil conta com 4 professoras de arte:
  25. 25. Professora Zélia5ª e 6ª séries com 2 aulas semanais.Professora Lúcia7ª série com 2 aulas semanais.Professora Clarice8ª série com 2 aulas semanais.Professora Maria Delvani6ª série com 2 aulas semanais .1° e 2° anos com 1 aula semanal. Todas as turmas de 3°ano do Assis Brasil não têm aula de Artena Grade Curricular. Todas as turmas do Ensino Fundamental das séries iniciais (1ª a4ª série), têm aula de Arte uma vez por semana, aula ministrada pelaprofessora da turma, são professoras fixas de formação polivalente.Total de 13 professoras.TURNO DA MANHÃSuelenLilianCarlaRosaneMagdaAna PaulaTURNO DA TARDEEuniceMárciaNairaElisabeteDulceTURNO MANHÃ E TARDEGilneidaClaudia
  26. 26. Há espaços próprios para desenvolvimento das aulas de Arte? Quais?Em que condições funcionam? (teatro, salas de arte, salas de música,auditório,etc.)Audiovisual:Sala 01Sala conta carteiras para aproximadamente 30 alunos.Sala 02Material de TV e DVD, e cadeiras para aproximadamente 40 alunos.Orfeão:Espaço utilizado para palestras, reuniões e apresentações artísticas.Com 180 lugares.Tem material de TV e DVD.E um piano.Sala de Espelho:Sala de ensaio e aulas de dança e balé.Tem estrutura como barras, piso de madeira, espelho em uma dasparedes, e um armário com todo o material do balé.Pavilhão:Local com palco, para todo tipo de apresentação.Espaço para 350 lugares.Estrutura de som, muito boa, com 4 caixas de alta potência. Duas pertodo palco e duas no meio da platéia.Pátio e Quadra:Lugar bem amplo, onde acontecem todas as atividades esportivas docolégio.Há materiais adequados para desenvolvimento das aulas disponível(material artes visuais, instrumentos, figurinos, etc.) na escola?Sim, o colégio tem material para aula de artes visuais, banco deimagens e desenho, instrumentos musicais como o piano e material demúsica da banda.O colégio não tem nenhum material de figurino.
  27. 27. Há atividades extracurriculares em artes promovidas pela e na escola(grupos de teatro, de dança, de música, sessões de cinema, exposições,mostras, etc.)? Quem coordena estas atividades? Quem participa é opúblico destas atividades?Dança:Grupo Folclórico Alma Pampeana – IEEABCoordenado pelo Professor Marco Antonio.O grupo é composto por cerca de trinta pessoas, desde alunos da quintae sexta séries, até alunos do ensino médio e curso normal, incluindotambém alguns ex-alunos do IEEAB, duas mães, dois alunos de outrasescolas e a professora Simone Leiria, que realiza alguns números solocom o professor Marco Antônio. Além da dança, também sãorealizadas declamações e tem-se o objetivo de incluir canto e teatro,em breve, criando espetáculos que encadeiem toda a apresentação.Balé: Coordenado pela Professora Solange. Ensaios de Segundas e Quartas à tarde. Grupo que engloba alunos do ensino fundamental. E prepara apresentações para todo o público.Música:Banda Assis BrasilCoordenada pela Diretora do Colégio Sra. Valeska.Ensaios as Quartas e Sextas à noiteInclui também performances de danças dirigidas pela professoraSimone.Biblioteca Assis Brasil:Coordenada pela Professora Eva formada em Letras – Português naUfpel.Uma rica biblioteca, que conta com uma estante somente para oteatro, com livros de peças e livros voltados para a preparação do ator.No colégio Assis Brasil tem também uma Biblioteca Infantil, que hojeestá fechada por não ter recursos humanos para movimentá-la.Biblioteca rica em seus acervos.
  28. 28. Não há nenhum projeto como “A Hora do Conto” na biblioteca, sóempréstimos de livros e local de estudo.Conteúdo de artes na grade curricular6.ENSINO FUNDAMENTAL (Séries Finais)6.1. MATRIZ CURRICULAR7.3.2. Educação Artística Cênica• Jogos Dramáticos 5ª e 6ª• Atividades globais de expressão 5ª e 6ª• Utilização de Técnicas Coreográficas 5ª• Teatro de Bonecos, de Sombra e de Máscara 5ª• Utilização do Espaço 6ª• Técnicas coreográficas 6ª• Técnicas de Cenário 6ª• Apresentação Teatral 6ª• Técnicas coreográficas 6ª• Técnicas de Cenário 6ª• Apresentação Teatral 6ª• Introdução ao conceito de Teatro 8ª8. ENSINO MÉDIO – DIURNO e NOTURNO8.1. MATRIZ CURRICULAR 8.3.2. ARTE• Conceito, importância e significação• Principais movimentos na Arte Moderna: Impressionismo; Art-Noveau,Fovismo, Expressionismo, Cubismo, Abstracionismo, Dadaismo,Surealismo e Modernismo• Principais movimentos da Arte Contemporânea, Pop-Art e, Op-Art• Historia em quadrinhos• Cinema• Publicidade; Slogan, logotipo e Outdoor• Mídia: imprensa, jornais, revistas, rádio, televisão e jornalismo(charge, caricatura e cartoon)• História Artístico Cultural do indígena• História Artístico Cultural dos afro-descendentes• Teatro
  29. 29. OBS: Na grade curricular não há nenhuma atividade teatral para a 7ª série. E todas essas atividades teatrais inclusas na matriz curricular não acontecem dentro da sala de aula. Através do bate papo com as professoras de arte percebemos que todas as aulas de arte que elas ministram na escola são voltadas para artes visuais ou então aula de desenho livre. Atualmente o colégio Assis Brasil não tem nenhum trabalho relacionado ao teatro, a professora Clarice que fazia esse tipo de projeto finalizou suas atividades teatrais em agosto de 2010. Tivemos a informação que os alunos do curso normal (magistério) têm muito interesse em montar um grupo de teatro.

×