Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

A atualidade da alegria eterna. parte 01

203 views

Published on

Ressurreição e arrebatamento são pilares do Cristianismo que motivam o cristão a estar animado e também animar os outros

Published in: Spiritual
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

A atualidade da alegria eterna. parte 01

  1. 1. “A atualidade da alegria eterna” Parte 01 Texto bíblico na Nova Tradução na Linguagem de Hoje Paulo Francisco dos Santos1 Portanto, animem uns aos outros com essas palavras. 1 Tessalonicenses 4.18 Todos os cristãos são impulsionados a animar uns aos outros... Palavras de Paulo, apóstolo dos não judeus sobre dois pilares do cristianismo – “ressurreição e arrebatamento” – sua excelente redação demonstra que quem abraçou a fé deve comportar-se diferentemente daqueles que desconhecem a realidade das bênçãos e promessas divinas. Ele convida aos irmãos de Tessalônica a ser condutores de uma energização espiritual a todos que decidiram seguir o Evangelho de Cristo pelo conhecimento dos pilares citados usando de maneira bem sucinta uma forte contra argumentando as teorias pagãs de sua época que deixavam as populações sem esperança, fé ou ânimo. A carta aos Tessalonicenses atravessou séculos e ainda hoje ecoa como um convite a todo o povo de Deus a não permitir que seus páreas tornem-se desanimados e afixados pelas velhas teorias pagãs que estão transvestidas em formatos contemporâneos. Vivemos em tempos que o transitório (busca de bens e prazeres) tem assumido mais e mais espaço nos corações daqueles que foram chamados para pertencer a seleta nação (cristãos) que crê na eternidade, e isto, tem causado grande preocupação aos defensores da fé. O pensamento mundano e a infecciosa doutrinação das filosofias e religiões por meios da mídia em geral inflamam a mente e distorcem as intenções e ainda tem gerado uma crise de identidade deslocando a visão que deve ser celeste para as belas paisagens (que em breve deixarão de existir) do período de peregrinação denominado vida terrena. O cidadão dos céus não deve esquecer que quem morreu firme no cristianismo em breve voltará a viver2 e os que estão vivos e com a fé abalizada nas Escrituras Sagradas devem acreditar que não sofrerão o dano temporal da morte, pois, Jesus prometeu levar todos os seus seguidores para estar ao seu lado3 . A pregação voltada para o céu não pode ter seu espaço diminuído pela ingerência das coisas passageiras... Jesus em breve voltará para buscar os seus... Ministros e todo aquele que verdadeiramente foi tocado pelo Calvário e hoje é um representante de Cristo (cristão) deve falar (pois o coração 1 Pastor, escritor, poeta, Teólogo e advogado. 2 João 11.25,26. 3 João 14.02. 1
  2. 2. “A atualidade da alegria eterna” Parte 01 fala do que está cheio4 ) de sua esperança de vida eterna. Trocar o céu pelo terreno tem causado ruína espiritual a muitas pessoas e isto, não é o desejo do Senhor Espírito Santo que desde pentecostes tem conduzido a Igreja preparando-a para apresenta-la como uma Noiva imaculada a Cristo. A atualidade da alegria eterna está intimamente relacionada a crença na ressurreição e no arrebatamento, pois ressuscitar é seguir os passos do Senhor Jesus e também vencer a morte, – ser arrebatado significa unir-se aos ressuscitados para assumir o plano melhor5 citado pelo escritor de aos Hebreus. Não percamos tempo, mas com unção e graça busquemos levantar caídos, empurremos adiante os que querem parar, façamos o que o versículo em tela nos diz: “animemos uns aos outros!” SP, janeiro de 2016. 4 Mateus 12.34 5 Hebreus 11.40 2

×