Módulo 8

891 views

Published on

  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

Módulo 8

  1. 1. MÓDULO 8: PRINCÍPIOS BÁSICOS DE SALVATAGEM 8.1 Histórico Após o acidente com o transatlântico Titanic, ocorrido em 1921 e com a mortede mil e quinhentas pessoas, autoridades mundiais sentiram a necessidade dacriação de leis, normas e diretrizes para construção de embarcações e acessóriosutilizados pelos navegantes em todo mundo. Foi criada então a Organização Marítima Internacional (IMO), uma entidadeligada a Organização das Nações Unidas (ONU). Os países que possuem frotamercante são associados a esta entidade e obedecem as recomendações editadaspelo comitê normativo. 8.2 Equipamentos Obrigatórios de Salvatagem • Embarcações de sobrevivência • Bóias Salva - Vidas • Colete Salva – Vidas • Roupa de Imersão e Proteção Térmica • Equipamentos de Proteção e Combate a Incêndios • Rações Sólidas e Líquidas • Foguetes pirotécnicos para Sinalização em Emergência • Palamentas – Uma série de acessórios auxiliares, tais como, apitos, canecos,lanternas, rádios VHF portáteis, bóias circulares, etc.8.2.1 Embarcações de Sobrevivência Segundo regulamentação de número 0407 da Diretoria de Portos e Costas(DPC), a embarcação salva – vidas são normalmente do tipo baleeira. Apresentaproa e popa afiladas. É rígida e possui propulsão própria, normalmente é arriada porturcos ou por queda livre e não podem ter lotação superior a 150 pessoas. Apresentam, normalmente, as seguintes características: 64
  2. 2. 1) Embarcação salva – vidas totalmente fechadas; dotada de propulsão a motor. É do tipo auto – aprumante e apresenta sistema de abastecimento de ar, além de ser à prova de fogo. 2) Embarcação salva – vidas parcialmente fechada, dotada de propulsão a motor, podendo ser auto – aprumante. 3) Embarcação de salva – vidas aberta, podendo ser com propulsão a motor, a remo, à vela ou outro meio mecânico e sem características de auto – aprumação. Segundo orientações do SOLAS -74, capítulo III, regra 13, todas asembarcações salva – vidas devem estar permanentemente prontas a seremutilizadas. A posição das baleeiras deve estar localizada estrategicamente posicionada napolpa do navio, para uma melhor acessibilidade em caso de acidentes.8.2.2 Bóias Salva – Vidas As bóias salva – vidas atende a regulamentação 2211 da DPC e de acordo coma seguinte classificação:▪ Classe 1: fabricado conforme requisitos internacionais do SOLAS.▪ Classe 2: Classe II - fabricada conforme requisitos internacionais, abrandados parauso em águas brasileiras.8.2.2.1 Distribuição a Bordo As bóias deverão ser distribuídas a bordo, de modo que uma pessoa não tenhaque se deslocar mais de 12 metros para poder lançá-la.8.2.2.2 Dispositivos de Sinalização No mínimo, a metade do total de bóias, em cada bordo, deverá estar munidacom dispositivo de iluminação automático, compatível com a classe da bóia. O tipo Classe 1 vem munida com um sinal fumigeno flutuante de 15 minutos deemissão. Para os de Classe 2 poderá ser aceito o sinal fumigeno de 3 minutos deemissão. 65
  3. 3. Portanto a embarcação em questão terá 44 bóias, sendo uma de cada lado, aolongo de todo o comprimento da embarcação e mais 12 bóias localizadas a ré,devido à maior concentração de pessoas e mais 12 avante, totalizando 68 bóias.8.2.3 Coletes Salva – Vidas Segundo as regulamentações sugeridas no SOLAS, a embarcação em questãodeverá possuir coletes salva-vidas, que ao entrarem em contato com a água,tenham aspecto brilhante e contenham luzes de emergência para sinalizar porsocorro. Segundo especificações deste regulamento, deverão ser selecionados 51coletes salva – vidas, que deverão ser dispostos em locais sinalizados. Sendo que 42 coletes de tamanho grande (próprio para adultos) e 09 detamanho pequeno (próprio para crianças). 8.2.4 Roupa de Imersão e Meio de Proteção Térmica Segundo as Normas da Autoridade Marítima (NORMAM), como estaembarcação opera em águas tropicais, o uso desses equipamentos torna-seopcional. Porém o SOLAS, exige um mínimo de 03 conjuntos completos de roupas deimersão para cada embarcação salva – vidas. 8.2.5 Equipamentos de Proteção e Combates a Incêndios Os requisitos contra incêndios são sugeridos pelas normas SOLAS e suasemendas de 1983. Dentre algumas resoluções de caráter específico, podemos citar:- as bombas d’água destinadas a extinguir o incêndio deverão ser capazes defornecer uma quantidade de água igual a 180 m3/h, em uma pressão especificada. 66
  4. 4. - as mangueiras e seus acessórios deverão ficar acondicionados em cabides ouestações de incêndio. São armários pintados de vermelho, dotado no anteparofrontal de uma porta com visor de vidro, destinado exclusivamente à guarda damangueira de incêndio e seus acessórios.- Não deverão ser utilizados para as redes de combate a incêndios, materiais comoplástico e PVC. Além de estarem dispostas em localizações de fácil acesso.- As seções de mangueira deverão ter no máximo 15 metros de comprimento edeverão ser providas de uniões necessárias e de um esguicho.- O diâmetro das mangueiras de incêndio não deve ser inferior a 38 milímetros (1,5polegadas). 67

×