Interacções entre Professores e Estudantes no ensino à distância

2,308 views

Published on

Published in: Technology
  • Be the first to comment

Interacções entre Professores e Estudantes no ensino à distância

  1. 1. Educação E Internet Ensino à Distância
  2. 2. Educação E Internet <ul><li>Interacções e Papeis dos Estudantes </li></ul><ul><li>Interacções e Papeis dos Professores </li></ul>
  3. 3. Educação E Internet <ul><li>Papeis dos Estudantes e Interacções . </li></ul><ul><li>Para uma melhor compreensão o comportamento dos alunos no ensino online foram criados e desenvolvidos os seguintes modelos teóricos: </li></ul><ul><li>Distância Transaccional </li></ul><ul><li>Interacção </li></ul><ul><li>Presença Social </li></ul>
  4. 4. Educação E Internet <ul><li>Distância Transaccional </li></ul>
  5. 5. Educação E Internet <ul><li>A distância transaccional foi introduzida por Moore em 1980. </li></ul><ul><li>Moore definiu a distância transaccional como função do diálogo e da estrutura. </li></ul><ul><li>Para este autor a distância transaccional era proporcional à estrutura e inversamente proporcional ao diálogo. </li></ul><ul><li>Segundo o autor quanto maior fosse a distância transaccional menor era o envolvimento do estudante. </li></ul>
  6. 6. Educação E Internet <ul><li>Moore e Kearsley em 1996 colocaram a hipótese de outro factor a autonomia do estudante </li></ul><ul><li>A autonomia era considerada como o controlo do estudante sobre o seu processo de aprendizagem. </li></ul><ul><li>Estes três factores formaram um modelo de extrema importância, para a compreensão do papel do estudante na educação à distância e das suas interacções, a teoria da distância transaccional . </li></ul>
  7. 7. Educação E Internet <ul><li>Interacção </li></ul>
  8. 8. Educação E Internet <ul><li>Moore em 1989 sugeriu três tipos de interacções que são: </li></ul><ul><li>Aluno - conteúdo </li></ul><ul><li>Aluno – instrutor </li></ul><ul><li>Aluno – aluno. </li></ul><ul><li>A interacção é utilizada par uma melhor compreensão de como os estudantes evoluem no seu percurso estudantil em ambientes de Ensino à Distância </li></ul>
  9. 9. Educação E Internet <ul><li>Gunawardena e os seus colegas (1998) desenvolveram um esquema de codificação para a interacção online com cinco fases de construção de conhecimento: </li></ul><ul><li>Partilha/comparação de Informação; </li></ul><ul><li>Descoberta e exploração de conceitos; </li></ul><ul><li>Negociação de significado/co-construção de conhecimento; </li></ul><ul><li>Teste e modificação de sínteses propostas ou co-construção </li></ul><ul><li>Afirmações de acordo/aplicações de significados recentemente construídos. </li></ul>
  10. 10. Educação E Internet <ul><li>Salmon (2000) desenvolveu um modelo de cinco níveis para uma melhor compreensão do processo pelo qual os estudantes participam nas aulas online: </li></ul><ul><li>Acesso e motivação; </li></ul><ul><li>Socialização online; </li></ul><ul><li>Troca de Informação; </li></ul><ul><li>Construção do conhecimento; </li></ul><ul><li>Desenvolvimento. </li></ul><ul><li>Os alunos que frequentam cursos dão grande valor à interacção com os outros colegas e com o seu instrutor </li></ul>
  11. 11. Educação E Internet <ul><li>Presença Social </li></ul>
  12. 12. Educação E Internet <ul><li>Short e al (1976) introduziram este conceito como o grau de visibilidade de uma pessoa numa interacção e consequentemente numa relação interpessoal . </li></ul><ul><li>Segundo estes autores a intimidade e a proximidade são elementos constantes na presença social, a intimidade é determinada por respostas pessoais como sorrisos e contacto visual, enquanto que a proximidade é determinada por interacções verbais e não verbais, tais como, colocar questões, responder a solicitações ou reagir a observações. </li></ul><ul><li>O </li></ul>
  13. 13. Educação E Internet <ul><li>È através do conteúdo e da natureza da sua participação que os estudantes criam a sua presença social. </li></ul><ul><li>Os estudantes de cursos online valorizam as discussões entre professor e estudante, porém é a estrutura do curso que facilita essa discussão. </li></ul><ul><li>Uma estrutura consistente e bem definida é um elemento extremamente importante para o grau de satisfação dos estudantes e do seu sucesso no seu processo de aprendizagem. </li></ul>
  14. 14. Educação E Internet <ul><li>Interacções e Papeis dos Professores </li></ul>
  15. 15. Educação E Internet <ul><li>Presença do professor e Proximidade </li></ul><ul><li>Anderson e colegas (2001) definem a proximidade do professor em três partes: </li></ul><ul><li>Concepçaõ/ Coordenação; </li></ul><ul><li>Facilitação do discurso; </li></ul><ul><li>Instrução directa. </li></ul>
  16. 16. Educação E Internet <ul><li>1. Concepção e organização educacional </li></ul><ul><li>Configuração do curriculo. </li></ul><ul><li>Conceber métodos. </li></ul><ul><li>Estabelecer parâmetros de tempo. </li></ul><ul><li>Utilizar correctamente os recursos. </li></ul><ul><li>Estabelecimento da Netiqueta </li></ul>
  17. 17. Educação E Internet <ul><li>2. Facilitar a conversação </li></ul><ul><li>Identificar as áreas de concordância/discordância. </li></ul><ul><li>Procurar chegar a um consenso/entendimento. </li></ul><ul><li>Encorajando, reconhecendo ou reforçando contribuições dos estudantes. </li></ul><ul><li>Estabelecer um clima de aprendizagem. </li></ul><ul><li>Propondo discussão </li></ul><ul><li>Avaliar a eficácia do processo. </li></ul>
  18. 18. Educação E Internet <ul><li>3. Instrução Directa </li></ul><ul><li>Conteúdo/ Questões Presentes. </li></ul><ul><li>Centrar a discussão em questões especificas. </li></ul><ul><li>Resumir a discussão </li></ul><ul><li>Confirmar a aprendizagem através da avaliação dando feedback. </li></ul><ul><li>Diagnosticar concepções erróneas </li></ul>
  19. 19. Educação E Internet <ul><li>Larose e Whitten (2000) desenvolveram um esquema de codificação para identificar 4 tipos de comportamento dos professores: </li></ul><ul><li>Aprovação Social -> Estudantes elogiados e reconhecidos, Sorri </li></ul><ul><li>Reconhecimento /Posição -> Dirigem-se ao professor pelo nome próprio </li></ul><ul><li>Interesse social -> Dirigir-se aos alunos, chamando pelo nome, solicitar a opinião dos alunos. </li></ul><ul><li>Realces do Status -> Usam humor fora do contexto da aula, usam variadas expressões. </li></ul>
  20. 20. Educação E Internet <ul><li>Conclusão </li></ul><ul><li>Os estudantes, em cursos online , valorizam a discussão e a estrutura. </li></ul><ul><li>Os alunos valorizam a participação do professor nos debates. </li></ul><ul><li>Os estudantes afirmam que o seus sucesso na aprendizagem é facilitado quando estas condições estão presentes no ambiente online. </li></ul><ul><li>O sucesso do grupo depende do papel de facilitador e moderador do professor. </li></ul>

×