Parábola do festim de núpcias!

363 views

Published on

Palestra proferida por Leonardo Pereira no Grupo Espírita Lamartine Palhano Jr em Vitória no ES.

Published in: Spiritual
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
363
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
2
Actions
Shares
0
Downloads
16
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Parábola do festim de núpcias!

  1. 1. PARÁBOLA DO FESTIM DE NÚPCIAS MATEUS XXII Leonardo Pereira
  2. 2. PARÁBOLA Conceito Do grego parabolé Pará (= ao longo de, ao lado de, passando perto, junto de) Bolé (= o que foi jogado). Bolé vem do verbo grego bállo, que significa jogar, lançar. Parábola é uma história que passa perto, sem atingir em cheio. Precisa de uma explicação ulterior.
  3. 3. Qual o significado da parábola da grande ceia ou do festim de núpcias? É possível aplicá-la nos dias que correm?
  4. 4. O reino dos Céus é semelhante a um rei que, querendo realizar as núpcias de seu filho, filho enviou seus servidores para chamar às núpcias aqueles que foram convidados; mas eles se recusaram a vir.
  5. 5. O filho! a festa! os servos! os convidados!
  6. 6. Os servos ! Profeta é uma palavra derivada do vocábulo grego profetés, composto pela preposição pro, que tem valor locativo e equivale a “diante de”, “na presença de”, e o verbo femí, que significa “dizer” ou “anunciar”. Na *LXX, encontramos profetés como tradução da palavra hebraica nabí, relacionada esta última a várias outras semíticas cujo sentido principal é anunciar ou comunicar alguma mensagem. *A tradução ficou conhecida como a Versão dos Setenta (ou Septuaginta, palavra latina que significa setenta, ou ainda LXX), pois setenta e dois rabinos trabalharam nela e, segundo a história, teriam completado a tradução em setenta e dois dias.
  7. 7. Os livros proféticos da Bíblia A segunda das três grandes seções em que se divide a Bíblia Hebraica é a chamada de os Profetas (hebr. nebiim), por sua vez, subdividida em dois grupos: Profetas anteriores e Profetas posteriores. Diferentemente das nossas Bíblias atuais, a Bíblia Hebraica considera proféticos e assim cataloga no grupo dos “anteriores” seis livros de caráter histórico: Josué, Juízes, 1 e 2 Samuel, 1 e 2 Reis. O conjunto dos posteriores é formado por Isaías, Jeremias, Ezequiel e os Doze profetas menores. PROFETAS BIBLICOS
  8. 8. Ele enviou ainda outros servidores com ordem de dizer de sua parte aos convidados: Eu preparei meu jantar; fiz matar meus bois e tudo o que havia feito cevar; tudo está preparado, vinde às núpcias. Mas eles não se preocuparam e se foram, um à sua casa de campo, e outro ao seu negócio. Os outros se apoderaram de seus servidores, e os mataram após lhes ter feito vários ultrajes.
  9. 9. Os convidados • Os israelitas são os primeiros a serem chamados. • A missão de Jesus == > transformar a lei do "dente por dente e olho por olho" na lei de amor.
  10. 10. RECUSA AOS CONVITES : • Eu não posso, preciso ganhar dinheiro para sustentar a minha família. • Espere um pouco mais, ainda não estou preparado para o grande banquete. “ CADA UM TEM SEU TEMPO”. • Por quê? Preciso gozar a vida. • Tememos seguir as pegadas de Cristo. • Consequência: vamos adiando a "salvação" de nossa alma.
  11. 11. Uma pessoa ouve vozes, vê vultos, sente a presença de entidades espirituais, tem sonhos tumultuados etc. Corre ao Centro Espírita. Espíritos de luz estimulam-no a se debruçar sobre a Doutrina Espírita. O fenômeno foi o chamariz; o aprendizado doutrinário, o fim.
  12. 12. A PORTA ESTREITA O chamamento: Necessidade de evolução! PORTA LARGA PORTA ESTREITA É A DA PERDIÇÃO - DAS PAIXÕES MÁS - DO CAMINHO DO MAL É A DA SALVAÇÃO - EXIGE ESFORÇOS -VENCER MÁS TENDÊNCIAS
  13. 13. O rei, tendo sabido disso, se encheu de cólera, e tendo enviado seus exércitos, exterminou esses homicidas e queimou a sua cidade. Então, ele disse aos seus servidores: O festim de núpcias está todo preparado; mas aqueles que haviam sido chamados, dele não foram dignos.
  14. 14. Como as Leis Divinas opera? MAIOR RIGOR MENOR RIGOR AOS CONHECEDORES DA VONTADE DO SENHOR AOS DESCONHECEDORES DA VONTADE DO SENHOR EXEMPLOS: OS FARISEUS, OS ESPÍRITAS E OS MÉDIUNS EM GERAL EXEMPLO: O POVO IGNORANTE
  15. 15. MUITO SE PEDIRÁ OS PRECEITOS DO CRISTO OS ENSINOS DOS ESPÍRITOS ESTÃO NOS EVANGELHOS: -SÓ ESPALHADO ENTRE SEITAS CRISTÃS -MESMO AÍ, MUITOS NÃO O LÊEM -DOS QUE O LÊEM, MUITOS NÃO O COMPREENDEM ESTÃO POR TODA A PARTE: -ENTRE LETRADOS OU ILETRADOS - ENTRE CRENTES OU INCRÉDULOS -ENTRE CRISTÃOS OU NÃO AS PALAVRAS DE JESUS SÃO PERDIDAS PARA A MAIORIA DOS HOMENS OS ENSINOS DE JESUS SÃO COLOCADOS AO ALCANCE DE TODOS
  16. 16. DEUS NÃO RETIRA PERDE-SE O QUE SE TEM RECEBE-SE MAIS QUANDO NÃO SE CONQUISTOU O SENTIDO DA PALAVRA DIVINA QUANDO SE CONQUISTOU O SENTIDO DA PALAVRA DIVINA MOTIVO: MOTIVO: NÃO SABER CULTIVAR O QUE SE TEM ESFORÇAR-SE PARA O BEM VIVE SÓ DE TEORIA NÃO VIVE SÓ DE TEORIA
  17. 17. Ide, pois, nas encruzilhadas e chamai para as núpcias todos aqueles que encontrardes. Seus servidores indo então pelas ruas reuniram todos àqueles que encontraram bons e maus; e a sala de núpcias ficou cheia de pessoas, que se sentaram à mesa.
  18. 18. Os convidados • Os israelitas, ao recusarem Jesus, excluem-se do reino de Deus. • Em seu lugar, Jesus mandou buscar os "pecadores", os coxos e os pagãos.
  19. 19. Paulo chamou os gentios ao reino de Deus. Sofreu todo o tipo de apodo, principalmente dos seus pares políticos e da sua família. Não se intimidou ante o trabalho de divulgação da boa nova do Cristo. Prisão, doenças, preconceito e contradições não conseguiram abalar a sua convicção.
  20. 20. O rei entrou em seguida para ver aqueles que estavam à mesa, e tendo notado um homem que não estava com a roupa nupcial, lhe disse: Meu amigo como entrou aqui sem ter a roupa nupcial? E esse homem permaneceu mudo. Então o rei disse aos seus servos: atai- lhe as mãos e os pés e lançai- o nas trevas exteriores; aí haverá pranto e ranger de dentes; porque há muitos chamados e poucos escolhidos. .
  21. 21. A Bíblia compara o banquete a uma participação no reino de Deus. O convite à veste nupcial nada mais é do que pedir para que as pessoas aceitem o Evangelho. A veste nupcial é a imagem da pureza de coração, de sentimento, de pensamento e de ações.
  22. 22. Não basta dizer-se cristão, nem sentar-se à mesa nupcial. É preciso estar revestido da túnica nupcial. A túnica nupcial resume-se nestas palavras: Fora da caridade não há salvação. Entre todos que ouvem a palavra divina, poucos são os que a guardam e a aplicam. Eis por que disse Jesus: Chamados haverá muitos; poucos, no entanto, serão os escolhidos.
  23. 23. É preciso amor, é preciso amar !

×