Biologia anglo Aulas 1 a 4

29,827 views

Published on

Aula de Biologia Colégio/Cursinho Anglo Morumbi - Zoologia de Equinodermos a Mamíferos.

Published in: Education
0 Comments
2 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
29,827
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
6,909
Actions
Shares
0
Downloads
107
Comments
0
Likes
2
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Biologia anglo Aulas 1 a 4

  1. 1. Biologia – Leandro Aulas 1 a 4 Equinodermos - Peixes
  2. 2. Equinodermos <ul><li>Echinos – espinhos </li></ul><ul><li>Dermata - pele </li></ul>
  3. 3. 5 classes <ul><li>Asteroidea </li></ul><ul><li>Echinoidea </li></ul><ul><li>Holoturoidea </li></ul><ul><li>Crinoidea </li></ul><ul><li>Ophiuroidea </li></ul><ul><li>Animais totalmente revestidos de fina epiderme com presença de endoesqueleto </li></ul><ul><li>Colágeno </li></ul><ul><li>CaCO 3 – Carbonato de cálcio </li></ul>
  4. 4. Asteroidea - Asteróides <ul><li>5 braços – boca </li></ul><ul><li>Pés ambulacrários - predadores </li></ul>http://g1.globo.com/Noticias/Ciencia/0 ,, MUL359766 -5603,00. html
  5. 5. <ul><li>Ao longo de canais radiais, há centenas de pequenas bolsas, chamadas ampolas, de onde partem os pés ambulacrários. As contrações da ampola forçam a água para dentro do pé ambulacrário, que então se distende e projeta-se para fora do corpo através de pequenos orifícios do esqueleto. Quando a ampola relaxa, o pé correspondente contrai e expulsa a água do seu interior, retraindo-se. </li></ul><ul><li>A contração e a retração contínuas e coordenadas dos pés ambulacrários permitem que a estrela-do-mar se locomova e use os pés com pequenas ventosas, podendo capturar alimentos, fixar-se a um substrato, abrir conchas de moluscos, etc.   </li></ul>
  6. 6. Echinoidea - Equinóides <ul><li>Corpo circular </li></ul><ul><li>Pés ambulacrários distribuídos </li></ul><ul><li>Alimenta-se de algas </li></ul>
  7. 7. Holoturoidea - Holoturóides <ul><li>Corpo alongado e macio </li></ul><ul><li>Boca rodeada de tentáculos </li></ul><ul><li>Pés ambulacrários enfileirados </li></ul>
  8. 8. Crinoidea - Crinóides <ul><li>Maioria séssil presos em rochas </li></ul>
  9. 9. Ophiuroidea - Ofiuróides <ul><li>Corpo achatado </li></ul><ul><li>Braços muito finos e flexíveis – disco central </li></ul><ul><li>Não possuem ânus, locomoção por ondulações dos braços </li></ul>
  10. 10. Pés ambulacrários – Sistema hidrovascular Através da contração e relaxamento da ampola, permite saída dos pés ambulacrais através dos poros presente nos tentáculos
  11. 11. Fisiologia dos equinodermos <ul><li>Sistema digestório completo </li></ul><ul><li>Estômago se reverte sobre o alimento </li></ul><ul><li>Intestino e ânus pouco funcionais </li></ul>
  12. 12. Continuação - Fisiologia <ul><li>Respiração -> Brânquias rudimentares </li></ul><ul><li>Sistema Nervoso -> Anel nervoso – receptores químicos e táteis </li></ul><ul><li>Reprodução – dióicos e grande capacidade de regeneração </li></ul>
  13. 13. Cordados <ul><li>Tubo nervoso </li></ul><ul><li>Notocorda </li></ul><ul><li>Fendas faringianas </li></ul><ul><li>Cauda pós-anal </li></ul>
  14. 14. Cordados <ul><li>Urocordados </li></ul><ul><li>Cefalocordados </li></ul><ul><li>Craniados </li></ul>
  15. 15. Urocordados <ul><li>Sésseis – solitários e/ou colônias </li></ul><ul><li>Corpo revestido por envoltório – Túnica </li></ul><ul><li>Grande faringe em forma de cesto </li></ul>
  16. 16. Fisiologia - Urocordados <ul><li>Circulação parcialmente aberta com reversão sistemática do fluxo – hemolinfa </li></ul><ul><li>Sistema nervoso - receptores táteis ao redor dos sifões </li></ul><ul><li>Reprodução sexuada – maioria hermafrodita </li></ul>
  17. 17. Cefalocordados <ul><li>Anfioxo </li></ul><ul><li>Apresentam notocorda por toda a vida </li></ul><ul><li>Musculatura metamerizada - Miótomos </li></ul>
  18. 18. Fisiologia - Cefalocordados <ul><li>Digestão – Água passa pelo corpo – Átrio </li></ul><ul><li>Circulação fechada </li></ul><ul><li>Tubo nervoso sensitivas e motoras </li></ul><ul><li>Sensores para luz, olfato, paladar e tato </li></ul><ul><li>Reprodução sexuada e dióica </li></ul>
  19. 20. Craniados - Vertebrados
  20. 21. Peixes <ul><li>Agnatos - Agnata </li></ul><ul><li>Cartilaginosos - Condrichthyes </li></ul><ul><li>Ósseos - Osteichthyes </li></ul><ul><li>Agnatos - Agnata </li></ul><ul><li>Cartilaginosos - Condrichthyes </li></ul><ul><li>Ósseos - Osteichthyes </li></ul>
  21. 22. Cartilaginosos <ul><li>Escamas placóides </li></ul>
  22. 23. Sistema digestório <ul><li>Válvula espiral </li></ul>
  23. 24. Celoma <ul><li>Cavidade corporal totalmente revestida de mesoderme, que permite distribuir substâncias e acomodar melhor os órgãos internos </li></ul>
  24. 25. Anelídeos <ul><li>Animais de corpo alongado e cilíndrico formado por anéis </li></ul><ul><li>Grupos de anelídeos: </li></ul><ul><li>Oligoquetas – minhoca Pherretina hawayana </li></ul><ul><li>Poliquetas – poliqueto Nereis vivens </li></ul><ul><li>Hirudíneos – Sanguessuga – Hirudus medicinallis </li></ul>
  25. 26. Revestimento <ul><li>Cutícula fina e transparente 85 a 95 metâmeros </li></ul><ul><li>14, 15 e 16 – clitelo – Produção de muco e formação do casulo e fecundação </li></ul>
  26. 27. Sistema digestório <ul><li>Completo </li></ul><ul><li>Prostômio – Boca – 1º segmento </li></ul><ul><li>Pigídio – ânus – Último segmento </li></ul><ul><li>Se alimenta de: </li></ul><ul><li>Detritos vegetais em decomposição </li></ul><ul><li>Larvas ingeridas com a terra </li></ul><ul><li>Microorganismos </li></ul><ul><li>TIFLOSSOLE = Aumento da capacidade de absorção </li></ul>
  27. 28. Sistema circulatório <ul><li>Fechado </li></ul><ul><li>Corações laterais </li></ul><ul><li>Vaso dorsal – Posterior -> Anterior </li></ul><ul><li>Vasos Frontais – Anterior -> Posterior </li></ul>
  28. 29. Sistema respiratório <ul><li>Respiração cutânea </li></ul><ul><li>Superfície corpórea úmida </li></ul>Sistema excretor <ul><li>Metanefrídeos – 1 par por segmento </li></ul><ul><li>Excreta amônia que fertiliza o solo </li></ul>
  29. 30. Sistema nervoso <ul><li>Par de gânglios cerebrais </li></ul><ul><li>Par de gânglios por segmento </li></ul><ul><li>Sensores: </li></ul><ul><li>Mecânicos </li></ul><ul><li>Químicos </li></ul><ul><li>Térmicos </li></ul><ul><li>Luminosos </li></ul>
  30. 31. Reprodução <ul><li>Reprodução sexuada - Dióicos = hermafroditas </li></ul><ul><li>Segmento 6, 7 e 8 – 3 pares de receptáculo seminal ou espermateca </li></ul><ul><li>Fecundação externa </li></ul><ul><li>Clitelo- óvulos – segmentos 14, 15 e 16 </li></ul><ul><li>Segmento 18 – há a liberação de espermatozóides </li></ul>
  31. 33. Moluscos <ul><li>Animais de corpo mole </li></ul><ul><li>3 classes mais importantes: </li></ul><ul><li>Bivalvia </li></ul><ul><li>Gastropoda </li></ul><ul><li>Cephalopoda </li></ul>
  32. 34. Bivalves <ul><li>Mar e água doce </li></ul><ul><li>Ostras, mexilhões, mariscos – 2 valvas </li></ul><ul><li>Alguns se deslocam por jatos de água </li></ul>
  33. 35. Gastrópodes <ul><li>Pé musculoso no estômago </li></ul><ul><li>Classe com maior número de espécies </li></ul><ul><li>Maior diversidade de hábitats </li></ul><ul><li>Concha espiralada </li></ul><ul><li>Muco viscoso para locomoção </li></ul>
  34. 36. Cefalópodes <ul><li>Só vivem no mar – Pé na cabeça </li></ul><ul><li>Concha interna -> Lula </li></ul><ul><li>Células epidérmicas -> Cromatóforos </li></ul><ul><li>Bolsa de tinta -> cortina escura - chineses </li></ul>
  35. 37. Moluscos - Fisiologia <ul><li>Simetria bilateral </li></ul><ul><li>Celoma </li></ul><ul><li>Concha CaCO 3 Carbonato de Cálcio </li></ul><ul><li>Pérola – Grão de areia que interpõe entre a concha e o manto – camadas de nácar </li></ul><ul><li>Sistema digestório completo </li></ul><ul><li>Hepatopâncreas </li></ul><ul><li>Rádula – 16 a 750 dentículos – vai e vem </li></ul>
  36. 38. Artrópodes <ul><li>Corpo segmentado </li></ul><ul><li>Apêndices articulados </li></ul><ul><li>Exoesqueleto – muda - ECDISE </li></ul>
  37. 39. Grupos de artrópodes <ul><li>Classes: </li></ul><ul><li>Crustáceos </li></ul><ul><li>Insetos </li></ul><ul><li>Aracnídeos </li></ul>
  38. 40. Característica Crustáceos Insetos Aracnídeos Miriápodes Hábitat principal Água salgada ou doce Terrestre Terrestre Terrestre Desenvolvimento Direto e indireto Direto e indireto Direto exceto carrapato Direto Divisões do corpo Cefalotórax e abdome Cabeça tórax e abdome Cefalotórax e abdome Cabeça e tronco Número de pernas 5 pares ou mais 3 pares 4 pares 1 par por segmento 2 pares por segmento Antenas 2 pares 1 par - 1 par Respiração Branquial Traqueal Traqueal Traqueal Exemplos Caranguejo, camarão, tatuzinho-de-jardim Barata, pulga, borboleta, gafanhoto Aranhas, carrapatos e escorpiões Piolho de cobra e centopéias
  39. 41. Tipos de desenvolvimento A – Ametábolo B – Hemimetábolo C – Holometábolo
  40. 42. Anfíbios <ul><li>Amphi – duas </li></ul><ul><li>Bio – vida </li></ul><ul><li>Ordens: </li></ul><ul><li>Anura – sem cauda – sapos, rãs e pererecas </li></ul><ul><li>Urodela – com cauda - salamandras </li></ul><ul><li>Apoda – sem pés – cecílias ou cobra-cega </li></ul>
  41. 43. Fisiologia <ul><li>Glândulas de muco – respiração cutânea </li></ul><ul><li>Digestão completa – adultos carnívoros </li></ul><ul><li>Presença de cloaca </li></ul>
  42. 44. Respiração, circulação e excreção <ul><li>Branquial e cutânea </li></ul><ul><li>Circulação dupla, fechada e incompleta </li></ul><ul><li>Excreção de uréia </li></ul>
  43. 45. Sistema nervoso e sentidos <ul><li>Olhos bem desenvolvidos </li></ul><ul><li>Só objetos em movimento </li></ul><ul><li>Linha lateral nos girinos </li></ul>
  44. 46. Reprodução <ul><li>Dióicos </li></ul><ul><li>Maioria ovíparos – Ovos na água </li></ul><ul><li>Canto e caixa de ressonância </li></ul><ul><li>Amplexo nupcial </li></ul><ul><li>Fecundação e desenvolvimento externos </li></ul><ul><li>Alguns ápodes – Cópula (cloaca na cloaca) </li></ul>
  45. 47. Amplexo nupcial
  46. 48. Metamorfose dos anfíbios <ul><li>Anuros </li></ul><ul><li>Urodelos </li></ul>
  47. 49. Origem dos anfíbios <ul><li>Crossopterígeos a 400 milhões de anos </li></ul>
  48. 50. Répteis <ul><li>Do latim reptilis – que se arrasta </li></ul><ul><li>Ovo amniótico – casca membranosa, fora d’água – estruturas extra-embrionária </li></ul>
  49. 51. Ordens dos répteis <ul><li>Squamata - escamados </li></ul><ul><li>Crocodilia - crocodilianos </li></ul><ul><li>Rhychocefalia - rincocéfalos </li></ul><ul><li>Testudines ou Chelonia - quelônios </li></ul>
  50. 52. Características gerais dos répteis <ul><li>Ectotérmicos </li></ul><ul><li>Vida fora da água </li></ul>
  51. 53. Sistema digestório e respiratório <ul><li>Maioria carnívoros </li></ul><ul><li>Alguns cágados e lagartos são herbívoros </li></ul><ul><li>Pulmões mais desenvolvidos – dobras internas </li></ul><ul><li>Músculos ao redor das costelas </li></ul>
  52. 54. Circulação dos répteis AE AD Pode existir comunicação entre os ventrículos entre um orifício chamado forâmen de panizza.
  53. 55. Sistema nervoso <ul><li>Bem desenvolvido – movimento </li></ul><ul><li>Olfato das serpentes – “Sentir gosto no ar” </li></ul><ul><li>Órgão de Jacobson – Língua bifurcada </li></ul>
  54. 56. Reprodução <ul><li>Órgão copulador </li></ul><ul><li>Fecundação interna, desenvolvimento direto </li></ul>
  55. 57. Ovos dos répteis <ul><li>Lagartos e tartarugas – Flexível, couro </li></ul><ul><li>Cágados e crocodilos – Casca rígida </li></ul>
  56. 58. Serpentes brasileiras <ul><li>Bothrops – jararacas - antibotrópico </li></ul><ul><li>Crotalus – cascavéis - anticrotálico </li></ul><ul><li>Micrurus – corais-verdadeiras – anti-elapídico </li></ul><ul><li>Lachesis – surucucus – anti-laquésico </li></ul>
  57. 59. Efeitos das peçonhas Gênero da serpente Ações predominantes Sintomas Bothrops jararaca Proteolítica e hemorrágica Inchaço, tempo de coagulação do sangue, hemorragias, necrose local Crotalus cascavéis Hemolítica e neurotóxica Visão dupla, queda das pálpebras, dilatação das pupilas, dificuldades respiratórias, insuficiência renal Lachesis surucucu Neurotóxica e hemorrágica Bradicardia, tempo de coagulação e hemorragias Micrurus coral-verdadeira Neurotóxica Visão dupla, queda das palpebras, dilatação das pupilas, mialgias, insuficiência respiratória
  58. 60. Aves <ul><li>Corpo aerodinâmico – penas – endotérmicos </li></ul><ul><li>Grupos: </li></ul><ul><li>Paleognatas – Avestruzes, emas, quivis, moás </li></ul><ul><li>Neognatas – tico-tico, pintassilgo, coruja, pinguim, tucano etc </li></ul>
  59. 61. Características gerais <ul><li>Glândula urupigial ou uropigiana </li></ul><ul><li>Pena – Raque, barbas e barbulas </li></ul>
  60. 62. Sistema digestório <ul><li>Papo – dilatação do esôfago </li></ul><ul><li>Partes do Estômago: Proventrículo e moela </li></ul><ul><li>Cloaca </li></ul>
  61. 63. Respiração, circulação e excreção <ul><li>Sacos aéreos </li></ul><ul><li>2 ciclos de respiração – posteriores e anteriores </li></ul><ul><li>Circulação dupla, fechada e completa </li></ul><ul><li>Excreção de ácido úrico – eliminado com as fezes </li></ul>
  62. 64. Reprodução <ul><li>Dióicos e ovíparos </li></ul><ul><li>Cópula e fecundação interna </li></ul><ul><li>Dimorfismo sexual </li></ul>
  63. 65. Mamíferos <ul><li>Glândulas mamárias </li></ul><ul><li>Corpo recoberto por pelos </li></ul><ul><li>Dentes diferenciados </li></ul><ul><li>Diafragma </li></ul>
  64. 66. Revestimento e esqueleto <ul><li>Folículo piloso e glândula sebácea </li></ul><ul><li>Panículo adiposo </li></ul><ul><li>Organização do esqueleto (crânio e membros) </li></ul>
  65. 67. Sistema digestório <ul><li>Varia de acordo com a alimentação </li></ul><ul><li>Dentição </li></ul><ul><li>Boca - Ânus </li></ul>
  66. 69. Respiração, circulação e excreção <ul><li>Pulmões – hematose </li></ul><ul><li>Circulação dupla, completa e fechada </li></ul><ul><li>Rins - uréia </li></ul>
  67. 71. Reprodução <ul><li>Dimorfismo sexual </li></ul><ul><li>Ritual de corte </li></ul><ul><li>Fecundação interna e desenvolvimento direto </li></ul>
  68. 72. Grupos de mamíferos <ul><li>Monotremados </li></ul><ul><li>Marsupiais </li></ul><ul><li>Placentários </li></ul>
  69. 73. Simulado, se der tempo!
  70. 74. Simulado 1
  71. 75. <ul><li>1. O filo Mollusca inclui, entre outros organismos, as: </li></ul><ul><li>Águas-vivas. </li></ul><ul><li>Minhocas. </li></ul><ul><li>Planárias. </li></ul><ul><li>Ostras. </li></ul>
  72. 76. 2. Moluscos são animais: a) Acelomados, com corpo não segmentado. b) Pseudocelomados, com corpo não segmentado. c) Celomados, com corpo não segmentado. d) Celomados, com corpo segmentado.
  73. 77. 3. O filo Annelida inclui,entre outros organismos, as: a) Águas-vivas. b) Minhocas. c) Planárias. d) Ostras.
  74. 78. <ul><li>4. Os anelídeos são animais: </li></ul><ul><li>Acelomados, com corpo não segmentado. </li></ul><ul><li>Pseudocelomados, com corpo não segmentado. </li></ul><ul><li>Celomados, com corpo não segmentado. </li></ul><ul><li>Celomados, com corpo segmentado.  </li></ul>
  75. 79. 5. A distribuição dos nutrientes no corpo de um anelídeo é feita: a) Por difusão, pelo líquido do pseudoceloma. b) Pelo sistema circulatório, que é sempre do tipo aberto. c) Pelo sistema circulatório, que é sempre do tipo fechado. d) Pelo sistema circulatório, que pode ser aberto ou fechado.
  76. 80. 6. (Uesb-BA) Na evolução do sistema digestório dos animais aparecem, sucessivamente, seres sem tubo digestório , organismos com tubo digestório incompleto e seres com tubo digestório completo . Exemplos de animais com essas características são, respectivamente,   a) Esponjas, planárias e minhocas. b) Esponjas, medusas e anêmonas. c) Planárias, moluscos e minhocas. d) Planárias, esponjas e minhocas. e) Medusas, anêmonas e moluscos.
  77. 81. 7. (UFMS) Quando um determinado organismo é triblástico, celomado, com simetria bilateral e o corpo segmentado em metâmeros, é correto afirmar que esse animal pertence ao filo.   a) Annelida b) Porífera c) Nematoda d) Platyhelminthes e) Cnidaria
  78. 82. 8. (UFOP) A rádula, presente em certos moluscos, tem por função de:   a) Defendê-los do ataque de outros animais. b) Digerir quimicamente os alimentos. c) Favorecer a locomoção. d) Ralar os alimentos. e) Secretar a concha.
  79. 83. 9. (PUC-SP) Um biólogo coletou exemplares de uma espécie animal desconhecida, os quais foram criados em laboratório e analisados quanto a diversas características. Concluiu que se tratava de representantes do filo Annelida, pois eram animais:   a) Diblásticos, celomados, segmentados e de simetria radial. b) Triblásticos, celomados, não segmentados e de simetria radial. c) Triblásticos, celomados, segmentados e de simetria bilateral. d) Diblásticos, celomados, segmentados e de simetria bilateral. e) Triblásticos, celomados, segmentados e de simetria bilateral.
  80. 84. 10. (UFSCar) Um biólogo encontra uma nova espécie animal de aspecto vermiforme. A princípio fica em dúvida se este é um representante do filo Annelida ou Nematoda. Para decidir entre as duas opções, você recomendaria que ele examinasse a presença de:   A) Simetria bilateral. B) Segmentação corporal. C) Sistema circulatório aberto. D) Sistema digestivo completo. E) Sistema nervoso difuso.
  81. 85. 11. (UFRGS-RS) O filo Mollusca é o segundo filo com maior diversidade de espécies, possuindo representantes nos ambientes marinho, de água-doce e terrestre. Considere as afirmações abaixo, relacionadas às características apresentadas por esse filo. I. O corpo compreende três regiões distintas: região cefálica, massa visceral e pé. II. O sistema nervoso é centralizado e do tipo ganglionar. III. A reprodução é sexuada e se dá mediante fecundação externa ou interna.   Quais estão corretas? a) Apenas I. d) Apenas II e III. b) Apenas II. e) I, II e III. c) Apenas I e III.
  82. 86. 12. (UEL) A figura seguinte mostra órgãos excretores de um invertebrado são, respectivamente: a) Glândula verde e camarão. b) Nefrídio e minhoca. c) Célula-flama e planária. d) Vacúolo pulsátil e paramécio. e) Túbulo de Malpighi e barata.
  83. 87. 13. Artrópodes são animais: a) acelomados, com corpo segmentado. b) pseudocelomados, com corpo segmentado. c) celomados, com corpo não segmentado. d) celomados, com corpo segmentado.
  84. 88. 14. Um artrópode difere de todos os outros animais por apresentar : a) corpo segmentado. b) endoesqueleto calcário. c) exoesqueleto de quitina e apêndices corporais articulados. d) corpo dividido em cabeça, tórax e membros.
  85. 89. 15. Qual das alternativas reúne as características de um crustáceo? a) Corpo dividido em cefalotórax e abdome; quatro pares de pernas; sem antenas. b) Corpo dividido em cefalotórax e abdome; dois pares de antenas. c) Corpo dividido em cabeça, tórax e abdome; dois pares de pernas; um par de antenas. d) Corpo dividido em cabeça, tórax e abdome, dois pares de pernas por segmento; sem antenas.
  86. 90. 16. Crustáceos podem ser encontrados: a) apenas no mar. b) apenas em água doce. c) apenas no mar e em água doce. d) no mar, em água doce e em ambientes de terra firmes e úmidos.  
  87. 91. 17. Os crustáceos incluem, entre outros organismos: a) escorpiões. c) lesmas. b) caramujos. d) camarões.
  88. 92. 18. Órgãos excretores típicos dos crustáceos são: a) protonefrídios. c) metanefrídios. b) túbulos de Malpighi. d) glândulas antenais.
  89. 93. 19. A distribuição dos nutrientes no corpo de um crustáceo é feita: a) Por difusão, pelo líquido do pseudoceloma. b) Pelo sistema circulatório, que é sempre do tipo aberto. c) Pelo sistema circulatório, que é sempre tipo fechado. d) Pelo sistema circulatório, que pode ser aberto ou fechado.
  90. 94. 20. Qual das alternativas reúne as características de um quelicerado? a) Corpo dividido em cefalotórax e abdome; quatro pares de pernas; sem antenas. b) Corpo dividido em cefalotórax e abdome; dois pares de antenas. c) Corpo dividido em cabeça, tórax e abdome; três pares de pernas; um par de antenas. d) Corpo dividido em cabeça, tórax e abdome, dois pares de pernas por segmento; sem antenas.  
  91. 95. 21. Órgãos excretores típicos dos quelicerados são: a) Protonefrídeos. b) Túbulos de Malpighi. c) Metanefrídeos. d) Glândulas coxais.
  92. 96. 22. A distribuição dos nutrientes no corpo de um quelicerado é feita: a) Por difusão, pelo líquido do pseudoceloma. b) Pelo sistema circulatório, que é sempre do tipo aberto. c) Pelo sistema circulatório, que é sempre do tipo fechado. d) Pelo sistema circulatório, que pode ser aberto ou fechado.
  93. 97. 23. Os quelicerados incluem, entre outros organismos: a) Escorpiões. b) Lagostas. c) Mariposas. d) Minhocas.
  94. 98. 24. Qual das alternativas reúne as características de um inseto? a) Corpo dividido em cefalotórax e abdome; quatro pares de pernas; sem antenas. b) Corpo dividido em cefalotórax e abdome; dois pares de antenas. c) Corpo dividido em cabeça; tórax e abdome; três pares de pernas; um par de antenas. d) Corpo dividido em cabeça; tórax e abdome; dois pares de pernas por segmento; sem antenas.
  95. 99. 25. A distribuição dos nutrientes no corpo de um inseto é feita: a) Por difusão, pelo líquido do pseudoceloma. b) Pelo sistema circulatório, que é sempre do tipo aberto. c) Pelo sistema circulatório, que é sempre do tipo fechado. d) Pelo sistema circulatório, que pode ser aberto ou fechado.  
  96. 100. 26. A distribuição de gás oxigênio no corpo de um inseto é feita: a) por difusão, pelo líquido do pseudoceloma. b) pelo sistema circulatório, que é sempre do tipo aberto. c) pelo sistema circulatório, que é sempre do tipo fechado. d) pelo sistema circulatório, que pode ser aberto ou fechado. e) pelo sistema traqueal.
  97. 101. 27. Os insetos incluem, entre outros organismos: a) aranhas. c) formigas. b) escorpiões. d) lesmas.  
  98. 102. 28. (UFPE) Determine a alternativa que indica um crustáceo, um aracnídeo e um inseto, nessa ordem: a) Camarão, pulga e aranha. b) Lacraia, siri e lagosta. c) Lagosta, escorpião e abelha. d) Caranguejo, lacraia e escorpião.
  99. 103. 29. (Unifor-CE) Craca, água-viva e minhoca pertencem a filos diferentes. Aos mesmos filos dos organismos citados pertencem, respectivamente: A) caranguejo, esponja e tênia. B) mexilhão, medusa e lombriga. C) lula, planária e ancilostoma. D) siri, anêmona e sanguessuga. E) ostra, ascídia e centopéia.
  100. 104. 30. (UEMS) Artrópodes que apresentam corpo marcadamente subdividido em cabeça, tórax e abdome, apresentando três pares de apêndices locomotores: a) Chilopoda b) Arachnida c) Crustacea d) Insecta e) Diplopoda
  101. 105. 31. (UFVJM-MG) Com relação aos artrópodes, diversos espécimes foram coletados para pesquisas e dispostos segundo suas características, em três grupos, conforme segue: Grupo I Um par de antenas; três pares de patas; corpo dividido em cabeça, tórax e abdome; respiração traqueal.   Grupo II Corpo dividido em cefalotórax e abdome; quatro pares de patas; quelíceras e pedipalpos; sem antenas.   Grupo III Dois pares de antenas; corpo dividido em cefalotórax e abdome; respiração branquial.   Com base nessa caracterização, é correto afirmar que os artrópodes acima descritos pertencem, respectivamente, as classes: a) crustáceos, insetos e aracnídeos. b) Insetos, crustáceos e aracnídeos. c) aracnídeos, crustáceos e insetos. d) Insetos, aracnídeos e crustáceos.
  102. 106. 32. (Fuvest-SP) Metamorfose é a transformação do estágio jovem para o adulto. Alguns insetos têm metamorfose completa (holometábolos), em outros a metamorfose é incompleta (hemimetábolos). Quais insetos exemplificam o primeiro e o segundo tipo de metamorfose, respectivamente? Gafanhoto e libélula. Borboleta e barata. Mariposa e abelha. Percevejo e mosquito. Besouro e mosca.  
  103. 107. 33. (UFRGS) Os animais reconhecidos popularmente como “tatuíras”, comuns nas praias do litoral gaúcho, pertencem ao grupo dos crustáceos. Qual das alternativas apresenta somente animais que fazem parte desse grupo taxonômico? a) Ostra – caramujo – lula. b) Siri – tatuzinho-de-jardim – camarão. c) Craca – lagostim – marisco. d) Centopéia – mexilhão – lacraia. e) Ouriço-do-mar – caranguejo – anêmona.

×