Apresentação Briefing de Planejamento de Mídia

24,008 views

Published on

Published in: Education
1 Comment
26 Likes
Statistics
Notes
  • ritakoneh@hotmail.co.uk
    Hei min nye venn
    Mitt navn er rita jeg så profilen din på (www.slideshare.net) og jeg elsker det jeg tror vi kan klikke så kan jeg vil gjerne at du skal email meg tilbake gjennom e-postadressen min slik: slik at jeg kan fortalt deg mer om meg og gi deg min søte bildet slik at du kan kjenne meg, skal ok.
    Venter å se dine herlige svar snarest.
    Miss rita ritakoneh@hotmail.co.uk

    ....................................................................................................................................

    ritakoneh@hotmail.co.uk
    Hello My New friend
    My name is rita i saw your profile at(www.slideshare.net) and i love it i think we can click so please i will like you to email me back through my email address thus: so that i can told you more about me and give you my sweet picture so that you can know me will ok.
    Awaiting to see your lovely reply soonest.
    Miss rita ritakoneh@hotmail.co.uk
       Reply 
    Are you sure you want to  Yes  No
    Your message goes here
No Downloads
Views
Total views
24,008
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
6
Actions
Shares
0
Downloads
885
Comments
1
Likes
26
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Apresentação Briefing de Planejamento de Mídia

  1. 1. Briefing de Mídia UNIVERSIDADE DO VALE DO ITAJAÍ – UNIVALI Comunicação Social – Habilitação em Publicidade e Propaganda Adriana Stela Bassini Edral
  2. 2. Para que serve o Briefing?
  3. 3. Para que serve o Briefing? Encontrar e sistematizar informações: Informações sobre o produto muitas vezes estão dispersas, umas com o cliente, outras com o consumidor, outras no mercado, entre outros. Organizar e disponibilizar as informações certas para a equipe envolvida no trabalho. O briefing é o centralizador físico das informações ; Fundamentar e sustentar a ação publicitária: a ação publicitária deve se basear em informações razoavelmente precisas e em premissas corretas;
  4. 4. Para que serve o Briefing? Inspirar e alimentar idéias e soluções criativas: as informações do briefing podem e devem ser usadas como inspiração criativa para a Criação e Mídia; Direcionar e delimitar o trabalho publicitáriio: sem uma trilha definida, o planjamento pode se desviar do objetivo de mkt e de comunicação.
  5. 5. O briefing de mídia
  6. 6. O briefing de mídia <ul><li>Informações do produto:  </li></ul><ul><ul><ul><li>Formulação do produto ou serviço </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Benefícios evidenciados pela marca; </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Diferenciais em relação aos concorrentes potenciais diretos e indiretos; </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Performance  em vendas; </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Evolucão da categoria e da marca ao longo do tempo;  </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>P erformance  da marca em relação a seus concorrentes em geral. </li></ul></ul></ul>
  7. 7. O briefing de mídia <ul><li>Público-alvo consumidor:  </li></ul><ul><ul><li>Determinação do perfil socioeconômico e psicográfico do consumidor; </li></ul></ul><ul><ul><li>Abordagem sobre hábitos e atitudes em geral; </li></ul></ul><ul><ul><li>Considerações entre consumidor usuário e da marca; </li></ul></ul><ul><ul><li>Variações do perfil consumidor por mercado, região e período. </li></ul></ul>
  8. 8. O briefing de mídia <ul><li>Posicionamento da marca: </li></ul><ul><ul><ul><li>Fatores relevantes a serem observados na comunicação; </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Diferenciações em relação à concorrência; </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Demonstração, diversidade de usos do produto; </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Possibilidade de diferença de imagem do produto em cada mercado de atuação; </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Top-of-mind, top-of-heart; </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Status do produto. </li></ul></ul></ul>
  9. 9. O briefing de mídia <ul><li>Geografia: </li></ul><ul><ul><ul><li>Mercados de atuação da marca; </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Potencial de consumo por mercado da categoria e da marca; </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Potencial de mercado das marcas concorrentes. </li></ul></ul></ul>
  10. 10. O briefing de mídia <ul><li>Distribuição:  </li></ul><ul><ul><ul><li>Estrutura e capacidade de distribuição atual; </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Problemas localizados; </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Diferenciais e conceito de eficácia em relação a concorrência; </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Custos de expansão. </li></ul></ul></ul>
  11. 11. O briefing de mídia <ul><li>Sazonalidade: </li></ul><ul><ul><li>Posicionamento da marca em relação às estações do ano ou oscilações de </li></ul></ul><ul><ul><li>temperatura; </li></ul></ul><ul><ul><li>Momentos especiais de consumo da marca; </li></ul></ul><ul><ul><li>Eventuais modismos de consumo localizado; </li></ul></ul><ul><ul><li>Posicionamento da marca diante das datas promocionais e religiosas; </li></ul></ul><ul><ul><li>Hábitos localizados; </li></ul></ul><ul><ul><li>Comportamento e influências regionais etc.; </li></ul></ul>
  12. 12. O briefing de mídia <ul><li>Atividades promocionais:  </li></ul><ul><ul><ul><li>Informações sobre o calendário promocional concebido para a </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>marca; </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Atividades promocionais previstas pela concorrência; </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Previsão de eventos, feiras, </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>convenções e outras manifestações de marketing envolvendo direta </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>ou indiretamente a marca e concorrência etc.; </li></ul></ul></ul>
  13. 13. O briefing de mídia Disponibilidades de verba:  Alocação de recursos e investimentos determinados ao período; Base racional da geração da verba publicitária; Relação entre investimentos publicitários ou marketing e  performance  em vendas;  
  14. 14. Dicas para fazer um bom briefing de mídia
  15. 15. Dicas para fazer um bom briefing de mídia <ul><li>Não seja formal demais </li></ul><ul><ul><li>Entre o roteiro e o briefing, existe um elemento fundamental: o ATENDIMENTO </li></ul></ul><ul><ul><li>EM MÍDIA. Não apoie-se exclusivamente nos aspectos formais do briefing, </li></ul></ul><ul><ul><li>Subjulgando a importância do contato pessoal, visão estratégica e </li></ul></ul><ul><ul><li>questionamento das informações contidas no briefing; </li></ul></ul>
  16. 16. Dicas para fazer um bom briefing de mídia <ul><li>Não seja apenas um receptor de informações </li></ul><ul><ul><li>Quem faz o briefing de mídia, assim como todo briefing, não deve ter uma </li></ul></ul><ul><ul><li>Postura passiva, ser um moço de recados. Ele não deve ser apenas o </li></ul></ul><ul><ul><li>comunicador da empresa sobre o briefing. Ele deve adotar uma postura CRÍTICA, </li></ul></ul><ul><ul><li>proativa e co-participativa no processo. Um atendimento crítico elimina problemas </li></ul></ul><ul><ul><li>de comunicação, bem como outros fatores e erros comuns no processo. </li></ul></ul>
  17. 17. Dicas para fazer um bom briefing de mídia <ul><li>Não dê informação a menos... Nem demais. </li></ul><ul><ul><li>Seja tão curto quanto possível e tão longo quanto necessário. Como disse Sampaio, </li></ul></ul><ul><ul><li>“ O briefing deve conter todas as informações relevantes e nenhuma que não seja. </li></ul></ul><ul><ul><li>Um briefing muito grande, por exemplo, é ruim não apenas porque é extenso em </li></ul></ul><ul><ul><li>demasia, mas principalmente porque não é seletivo e sem seleção todo o processo </li></ul></ul><ul><ul><li>acaba ficando dispersivo”. </li></ul></ul>
  18. 18. Dicas para fazer um bom briefing de mídia <ul><li>Não seja excessivamente técnico </li></ul><ul><ul><li>Um briefing muito sistematizado transforma o instruimento em si em algo mais </li></ul></ul><ul><ul><li>importante do que a informação que ele deve transmitir.O problema de um </li></ul></ul><ul><ul><li>briefing muito dogmático é que ele estrangula a criatividade da pessoa e traz o </li></ul></ul><ul><ul><li>desânimo ao processo. </li></ul></ul>
  19. 19. Dicas para fazer um bom briefing de mídia <ul><li>Não fique preso ao roteiro </li></ul><ul><ul><li>O roteiro de um briefing é apenas um guia e não uma camisa-de-força. Se precisar, </li></ul></ul><ul><ul><li>mude as perguntas, faça mais perguntas, exclua perguntas, faça o que quiser. </li></ul></ul><ul><ul><li>O importante é saber qual informação vai te trazer base para uma campanha </li></ul></ul><ul><ul><li>baseada no produto, na mensagem e criativa! </li></ul></ul>
  20. 20. Dicas para fazer um bom briefing de mídia <ul><li>Não perca o foco </li></ul><ul><ul><li>O briefing deve expressar o OBJETIVO de comunicação do cliente. O briefing deve </li></ul></ul><ul><ul><li>responder a seguinte pergunta: o que você quer ? </li></ul></ul><ul><ul><li>Se seu briefing não responde essa pergunta, ele não está completo. </li></ul></ul>
  21. 21. EXERCÍCIOS
  22. 22. Jogo do par perfeito
  23. 23. Veja as fotos e escolha o par que mais te agrada; Cada dupla deverá descobrir com qual pessoa sua dupla acha mais atraente; Conte o número de perguntas que você fez; Depois, no grande grupo, cada um deverá dizer quais perguntas fez, quem a pessoa escolheu e porque você errou ou acertou a resposta. Jogo do par perfeito
  24. 33. Objetivo do jogo Perceber como é difícil ver o que o cliente quer sem as perguntas corretas. Perceber que o briefing, quando BEM colocado, pode perceber todas as necessidades do cliente. A pergunta deve ser MUITO BEM formulada, de maneira que o cliente não passe informações erradas.

×