Pontifícia Universidade Católica de São Paulo                                         PUC-São Paulo                       ...
Resumo•         Como os segmentos industriais podem vir a conhecer e compreender de          forma mais eficaz o comportam...
Título•     Análise de desenvolvimento de ambientes digitais de representação de      objetos para segmentos industriais: ...
Questões de PesquisaQuestão Principal•    É possível através de uma metodologia baseada em elementos algoritmos, suportada...
Estado da Arte ... •    A problemática dos segmentos industriais em mapear as      ineficiências da flutuação da demandaTI...
Como eliminar a barreira que me impede deconhecer o comportamento de meus produtos omais próximo possível de meus clientes...
Como se consegue informação dedemanda de produtos                            Captura – Processamento - Publicação     Orig...
Estado da Arte •    Como os segmentos industrias podem usufruir de tecnologias de      inteligências em ambientes virtuais...
Arquitetura do Conhecimento daMetodologia Captare •       (a) Base Transacional de Demanda •       (b) Modelagem Estatísti...
Datamining>> A base do Conhecimentoda Metodologia Captare •    Esse é um tópico recente em Ciência da computação mas utili...
O modelo RFV e Termômetro                   BD                   Sendo assim:                                        5³ = ...
Matriz Captare: Associação deelementos signos.TIDD – Tecnologia de Inteligências e Design Digital   Karen Reis
A Matriz Captare e Pierce •    PRIMEIRIDADE tem relação com o sentimento, ou seja, a primeira apreensão das coisas, e aind...
Uma reflexão ... •    A tese central de Pierce é a de que ‘todo pensamento se dá em signos’, do que      decorre que [...]...
A Matriz e o processo semiótico •    Uma das questões levantadas pelos participantes no ciberespaço Captare, é      como t...
Formas de publicaçãoTIDD – Tecnologia de Inteligências e Design Digital   Karen Reis
Da cartografia à cartografia digital•     RAIZ (1953) "a arte de desenhar mapas é a mais antiga modalidade de comunicação,...
Da cartografia à cartografia digital •    O interator passa por um processo mental de compilação significativas baseadas e...
Cartografia no ambiente em rede:Ciberespaço•    A comunicação do muito para muitos, mas nem todos os que se conectam estão...
Captare e a Mobilidade                                                      ZoomTIDD – Tecnologia de Inteligências e Desig...
Captare e a Mobilidade                                                      ZoomTIDD – Tecnologia de Inteligências e Desig...
Captare e a Mobilidade                                                      ZoomTIDD – Tecnologia de Inteligências e Desig...
Canais Nômades e a mobilidade daInformação                                                      VoltarTIDD – Tecnologia de...
Canais Nômades e a mobilidade daInformação                                                      VoltarTIDD – Tecnologia de...
Canais Nômades e a mobilidade daInformação                                                      VoltarTIDD – Tecnologia de...
Conclusão•    Metodologia Captare busca as mais diversas formas de publicação, sua essência     de representatividade cogn...
Nossas Soluções | Produtos de Informação                                                                                  ...
Nossas Soluções | Produtos de Informação                                                                                  ...
Nossas Soluções | Produtos de Informação                                                                        Captare - ...
Nossas Soluções | Produtos de Informação                                                                                  ...
Nossas Soluções | Produtos de Informação                                                                                  ...
Nossas Soluções | Produtos de Informação                                                                                  ...
Nossas Soluções | Produtos de Informação                                                                                  ...
Nossas Soluções | Produtos de Informação                                                                                  ...
Nossas Soluções | Produtos de Informação                                                                                  ...
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Metodologia captare aplicado a canais nômades

809 views

Published on

Metodologia Captare aplicado a Canais Nômades -
Análise de desenvolvimento de ambientes digitais de representação de objetos para segmentos industriais

Published in: Education, Technology
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
809
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
22
Actions
Shares
0
Downloads
9
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Metodologia captare aplicado a canais nômades

  1. 1. Pontifícia Universidade Católica de São Paulo PUC-São Paulo PÓS-GRADUAÇÃO EM TECNOLOGIA DA INTELIGÊNCIA E DESIGN DIGITAL – TIDD Metodologia Captare aplicado a Canais NômadesAnálise de desenvolvimento de ambientes digitais de representação de objetos para segmentos industriaisTIDD – Tecnologia de Inteligências e Design Digital Karen Reis
  2. 2. Resumo• Como os segmentos industriais podem vir a conhecer e compreender de forma mais eficaz o comportamento da demanda[1] no varejo. – Tal processo será levado através da análise do como os softwares de inteligência com base cognitiva, coletam, processam, classificam e interpretam os dados gerados a partir de transações business to business – B2B[2]. – É um produto de informação (solução de eBusiness ) suportado por tecnologia de inteligência algoritma em um ciberespaço, cuja sua essência centra-se em modelos de representações cognitivas. – Sua concepção parte da convergência híbrida da multidisciplinaridade da estatística, datamining, marketing, trademarketing, tecnologia da informação, logística e semiótica possibilitando estratégias de comunicação interativa entre a tríade – “homem", "interface" e "computador"” – formando um conjunto para fazer acontecer o fenômeno da comunicação a fim de alcançar objetivos, sejam esses uma ação, reação, serviço ou informação. Palavras-chave: metodologia, ciberespaço, modelos cognitivos, datamining, interatividade, aprendizagem, produto de informação, eBusiness, B2B [1] Demanda entenda-se por transação compra do varejo junto aos canais de distribuição [2] Business to businessTIDD – Tecnologia de Inteligências e Design Digital Karen Reis
  3. 3. Título• Análise de desenvolvimento de ambientes digitais de representação de objetos para segmentos industriais: Case da metodologia CaptareExplicitação do Título• Como uma metodologia baseada em elementos algoritmos podem transcender clustering ao encontro de objetos cognitivos que facilitam os segmentos industriais à conhecer e entender o comportamento da demanda no varejo através de dados gerados a partir de transações business to business, utilizando como recurso, tecnologias de inteligências cognitivas que provêem a transformação de informações estratégicas em ações táticas no ciberespaçoTIDD – Tecnologia de Inteligências e Design Digital Karen Reis
  4. 4. Questões de PesquisaQuestão Principal• É possível através de uma metodologia baseada em elementos algoritmos, suportada por tecnologias de inteligência com representação cognitiva no ciberespaço, detectar as ineficiências e combater a flutuação da demanda e aumentar as vendas e criar valor nos canais de distribuição e no varejo?Questões secundáriasDo ponto de vista: Industrial• Diante da necessidade de inovações nos mais diversos aspectos, sejam eles no investimento em pesquisa e desenvolvimento, qualidade, marketing, administração, logística e tecnologia. Como os segmentos industriais podem usufruir de tecnologias de inteligência fundamentadas em convergências híbridas de diferentes ciências?Do ponto de vista: Datamining• O uso de elementos algoritmos e técnicas de datamining, tais como clusterização podem ser utilizados como base estrutural de pilares cognitivos?Do ponto de vista: Representação Cognitiva e o Ciberespaço• Explorar o uso da representação cognitiva no ciberespaço facilita o entendimento e introduz a (r)elaboração de estratégias com fins táticos?TIDD – Tecnologia de Inteligências e Design Digital Karen Reis
  5. 5. Estado da Arte ... • A problemática dos segmentos industriais em mapear as ineficiências da flutuação da demandaTIDD – Tecnologia de Inteligências e Design Digital Karen Reis
  6. 6. Como eliminar a barreira que me impede deconhecer o comportamento de meus produtos omais próximo possível de meus clientes? “Só consigo enxergar meu cliente direto” “Temos baixa integração com parceiros comerciais” Chinese R Wall R D R M A R F Chinese F Wall F Fabricantes Canais de Distribuição Pontos de VendaTIDD – Tecnologia de Inteligências e Design Digital Karen Reis
  7. 7. Como se consegue informação dedemanda de produtos Captura – Processamento - Publicação Origem da Informação Data Mining RDBMS ETL Funcionalidades DBMS-ETL Carga Datamarts ERP ETL Carga ETL Datamarts Staging Area DW Central Carga LEGADO ETL Carga Datamarts DB MS TERCEIROS ETL DBMS DBMS DBMS Metadata – Regras de Validação BI + DSS + EIS DBMS Ambiente ETL/EAI DBMS Fontes de Dados Central Data Data Marts Análise e Warehouse Acesso a Dados Qualidade da Informação ( Auto + Acomp. Manual) 52.000.000 de transações processadas/diaTIDD – Tecnologia de Inteligências e Design Digital Karen Reis
  8. 8. Estado da Arte • Como os segmentos industrias podem usufruir de tecnologias de inteligências em ambientes virtuais – A tecnologia impulsiona transformações culturais e é refletido intensamente nos ambientes corporativos. – Entre estas transformações holísticas emerge a necessidade de o indivíduo contemporâneo desenvolver habilidades essenciais de cooperação e interação, qualificando os profissionais para atuarem na sociedade contemporânea. – No ambiente corporativo, o homem necessita renovar seus conhecimentos, trocar idéias, compartilhar o tempo todo num exercício mental de arejamento e reciclagem e aprendizagem constante. – A construção, desconstrução e reconstrução de estratégias globais deverão ser planejadas e operacionalizados no lema: “Pensar globalmente e agir localmente”, e será um grande desafio. O relacionamento será a grande arma para sustentação da carteira de clientes. As técnicas de marketing de relacionamento serão aprimoradas, focadas em nichos com necessidades e desejos diferentesTIDD – Tecnologia de Inteligências e Design Digital Karen Reis
  9. 9. Arquitetura do Conhecimento daMetodologia Captare • (a) Base Transacional de Demanda • (b) Modelagem Estatística e técnicas de Datamining • (c) Matriz Captare – Processo Semiótico Ciberespaço Captare Matriz Captare – Processo Semiótico Recência Freqüência Valor Termômetro Captare Score RFV - 25 Clusters Modelo RFV - Datamining RFV - Até 125 Clusters Processa Modelo RFV Análise de Bloco Matriz Captare Ações Captare Base Transacional de Demanda - VarejoTIDD – Tecnologia de Inteligências e Design Digital Karen Reis
  10. 10. Datamining>> A base do Conhecimentoda Metodologia Captare • Esse é um tópico recente em Ciência da computação mas utiliza várias técnicas da Estatística, Recuperação de informação, Inteligência artificial e reconhecimento de padrões. • O Datamining consiste na extração automática de padrões que representam o conhecimento implicito em grandes bases de dados, normalmente é apresentado em duas categorias: preditiva[1] e descritiva[2]. Para Matriz Captare é utilizado a categoria preditiva, pois o método no qual utiliza é o Modelo RFV Captare. • [1] Categoria Preditiva: Uma predição é uma afirmação sobre um evento em particular que ocorrerá no futuro. A etimologia desta palavra é Latina (de præ- "antecipadamente" mais dicere "dizer"). Dizer antecipadamente; prever, profetizar, advertir, predeterminar, avisar. http://pt.wikipedia.org/wiki/Preditiva Acesso em 05/05/2007 • [2] Categoria Descritiva: é um ramo da estatística que aplica várias das muitas técnicas usadas para sumarizar um conjunto de dados. De certa forma estamos tentando descrever ou sumarizar as características dos dados que pertencem a esse conjunto. http://pt.wikipedia.org/wiki/Estat%C3%ADstica_descritiva Acesso em 05/05/2007TIDD – Tecnologia de Inteligências e Design Digital Karen Reis
  11. 11. O modelo RFV e Termômetro BD Sendo assim: 5³ = até 125 combinações Score: ( R * P ) + ( F * P )+ ( V * P ) R F V R F V RFV 1 1 1 111 Score Mínimo: (1*0) + (1*0)+ (1*5) = 5 2 2 2 Score Máximo: (5*0) + (5*0)+ (5*5) = 25 222 3 3 3 333 Score Perfil Descrição 4 4 4 444 25 Hot Heavy Buyers Altíssimo potencial de compras 5 5 5 555 20 Heavy Buyers Alto potencial de compras 15 Middle Buyers Médio potencial de comprasDentre outras combinações possíveis como: 10 Low Buyers Baixo potencial de compras 4 5 1 451 05 Very Low Buyers Baixíssimo potencial de comprasTIDD – Tecnologia de Inteligências e Design Digital Karen Reis
  12. 12. Matriz Captare: Associação deelementos signos.TIDD – Tecnologia de Inteligências e Design Digital Karen Reis
  13. 13. A Matriz Captare e Pierce • PRIMEIRIDADE tem relação com o sentimento, ou seja, a primeira apreensão das coisas, e ainda não se trata de sensação ou pensamento articulado • “[...] mas partes constituintes da sensação e do pensamento, ou de qualquer coisa que esteja imediatamente presente na consciência”, prossegue, “[...] sentimento é, pois um quase-signo do mundo: nossa primeira forma rudimentar, vaga, imprecisa e indeterminada de predicação das coisas.” (SANTAELLA, 1983, p.45-46). • Se o processo semiótico continuar a sensação é explicada pela reação, existência, dependente, relativo, aqui-agora, choque, determinado, polaridade e ação-reação, e são as características da SECUNDIDADDE, pois • “[...] há um mundo real, reativo, um mundo sensorial, independente do pensamento e, no entanto, pensável, que se caracteriza pela secundidade.” (SANTAELLA, 1983, p. 47). • SECUNDIDADE necessita de outra ação, pois como o mundo não se divide em coisas, de um lado, e signos, de outro, mas vive da mistura das coisas que, sem deixar de ser coisas, são também signos, e dos signos que só podem ser signos porque são também coisas, as ações, que movem o mundo, são de duas ordens irredutíveis, mas inseparáveis e superpostas: a ação diádica, embutida dentro da ação [triádica] do signo, ação inteligente ou semiose. Uma não pode ser concebida sem a outra. (SANTAELLA, 1992, p.77). • TERCERIDADE significa signo, continuidade, semiose, aprendizagem, cognição, tempo, mediação, lei, mente e se encontra no terreno da razão e da tríade, mas a razão, em Peirce, não pode ser confundida com consciência. Matriz CaptareTIDD – Tecnologia de Inteligências e Design Digital Karen Reis
  14. 14. Uma reflexão ... • A tese central de Pierce é a de que ‘todo pensamento se dá em signos’, do que decorre que [...] a cognição é uma relação de três termos, isto é, triádica, uma relação entre um sujeito e um objeto inevitavelmente mediada pelo signo. (SANTAELLA, 1992, p.70). • Lévy (1996) aponta a diferença da informação e do conhecimento frente a dois processos ligados ao virtual. Desse modo, quando alguém utiliza uma informação, interpretando-a, ligando-a às outras informações para fazer sentido ou tomar alguma decisão, atualiza-a. Já o conhecimento é fruto de uma aprendizagem, ou seja, o resultado de uma virtualização da experiência, que por sua vez, pode ser aplicado em outras situações, atualizando-seTIDD – Tecnologia de Inteligências e Design Digital Karen Reis
  15. 15. A Matriz e o processo semiótico • Uma das questões levantadas pelos participantes no ciberespaço Captare, é como tomadas de decisões, baseadas em elementos cognitivos podem ter uma assertividade maior do que números absolutos publicados em planilhas. • NÖTH (1998), no livro “Panorama da Semiótica: de Platão a Peirce”, remete ao período grego-romano antigo, no qual Platão (427-347) tratou de vários aspectos da teoria dos signos. • O modelo platônico obedecia a uma estrutura triádica na qual é possível distinguir os três componentes do signo: o nome, a noção/idéia e a coisa à qual o signo se refere. • A compreensão desse pensamento é a porta de entrada para a teoria semiótica. Nunca o signo é igual à coisa à qual se refere, pois se fosse, não seria signo, seria a própria coisa. • Para isso, entender e compreender o fluxo da demanda de produtos é de extrema importância para o segmentos industriais, e ter o Captare como produto de inteligência que transcende o real comportamento da demanda no ponto de venda traz para gestor da informação a elaboração semiotica para agir e decidir diante de um determinado problemaTIDD – Tecnologia de Inteligências e Design Digital Karen Reis
  16. 16. Formas de publicaçãoTIDD – Tecnologia de Inteligências e Design Digital Karen Reis
  17. 17. Da cartografia à cartografia digital• RAIZ (1953) "a arte de desenhar mapas é a mais antiga modalidade de comunicação, sendo inclusive anterior à arte de escrever e que, exemplos de mapas de antigas civilizações demonstram que o homem conhecia muito bem seu ambiente, através da representação dos objetos que o compunham, apresentando a posição relativa de cada objeto, com razoável precisão".• SANTOS (1989) define Cartografia como "uma ciência porque" "para alcançar exatidão satisfatória procura um apoio científico que se obtêm pela coordenação de determinações astronômicas e matemáticas com topográficas e geodésicas. É arte quando se subordina às leis estéticas da simplicidade, clareza e harmonia, procurando atingir o ideal artístico de beleza".• TAYLOR (1991) diz que a "a Cartografia corresponde à organização, apresentação, comunicação e utilização de geoinformações nas formas gráficas, digital ou tátil, podendo incluir todas as etapas desde a apresentação dos dados até o uso final na criação de mapas e produtos relacionados à informação espacial".TIDD – Tecnologia de Inteligências e Design Digital Karen Reis
  18. 18. Da cartografia à cartografia digital • O interator passa por um processo mental de compilação significativas baseadas em informação e experiências vivenciadas, o aspecto geo-informacional opera seus processamentos, sejam elas analógicas ou digitais, de maneira intencional e simbólica. • O uso do GoogleEarth para plotar as informações cognitivas da metodologia Captare, em um ciberespaço resulta de um movimento de comunicação coletivo. – ambiente de inteligência coletiva, onde possibilita uma nova-velha forma de comunicação e publicação da informação, onde cada signo possui um significado, enobrecido com experiências do interator da informação. – Tornou-se uma forma democrática de aliar a informação a uma visão espacial e temporal. • Um dos propósitos do Captare publicado no GoogleEarth é conhecer e compreender a realidade de cada local a partir da observação dos dados produzidos pelos vínculos entre ponto de venda e seu espaço. – Esse objetivo exige que o Captare assuma a multidisciplinaridade, relacionando e coordenando três disciplinas e suas técnicas de pesquisa sobre o indivíduo: a cartografia, a geografia e o trademarketing. – Essas disciplinas são responsáveis pelos estudos e pela representação dos fenômenos que interagem no meio físico, cultural, econômico e comportamental, fundamentais para as análises de geo-trademarketing.TIDD – Tecnologia de Inteligências e Design Digital Karen Reis
  19. 19. Cartografia no ambiente em rede:Ciberespaço• A comunicação do muito para muitos, mas nem todos os que se conectam estão necessariamente usufruindo daquilo que este ambiente tem de especifico.• A linguagem cartográfica dispõe da percepção visual – Semiologia Gráfica – tendo a finalidade de informar e transmitir conhecimentos.• Por conta da automação dos mapas, por sua vez, também influenciou diretamente na Semiologia Gráfica pelas novas possibilidades de representação gráfica.• A topologia no mapa digital descreve como os pontos, linhas e polígonos estão posicionados espacialmente.• É através dela que obtém-se a capacidade para identificar relações espaciais existentes entre os diversos elementos gráficos.• Formam a base para avançadas funções de SIGs e principalmente para análises espaciais e geográficas – o garimpo de informações.TIDD – Tecnologia de Inteligências e Design Digital Karen Reis
  20. 20. Captare e a Mobilidade ZoomTIDD – Tecnologia de Inteligências e Design Digital Karen Reis
  21. 21. Captare e a Mobilidade ZoomTIDD – Tecnologia de Inteligências e Design Digital Karen Reis
  22. 22. Captare e a Mobilidade ZoomTIDD – Tecnologia de Inteligências e Design Digital Karen Reis
  23. 23. Canais Nômades e a mobilidade daInformação VoltarTIDD – Tecnologia de Inteligências e Design Digital Karen Reis
  24. 24. Canais Nômades e a mobilidade daInformação VoltarTIDD – Tecnologia de Inteligências e Design Digital Karen Reis
  25. 25. Canais Nômades e a mobilidade daInformação VoltarTIDD – Tecnologia de Inteligências e Design Digital Karen Reis
  26. 26. Conclusão• Metodologia Captare busca as mais diversas formas de publicação, sua essência de representatividade cognitiva, de modo que, a diferença está em como, quem e por que o interator a utiliza e também é claro, na capacidade de compreender e aplicar com eficácia e eficiência as informações sugeridas por essa metodologia potencializando a interatividade.• Aliada com GoogleEarth, democratiza o conceito de redes colaborativas em um ciberespaço, são os epicentros de projetos embrionários e inovadores de um futuro presente, sejam em torno de objetivos especificos (ações táticas) ou objetivos macros (ações estratégicas), atuando como canais de distribuição rápida de divulgação de ações / reações baseadas em signos, para Captare é presente em cada signo do Termômetro do Captare. Para LEÃO (2007), em sua matéria publicada no Folha Online, “O cotidiano contemporâneo é repleto de excessos. Excessos de dados, de imagens, de links e de novas tecnologias. Nesse mundo em constante transformação, surgem, a cada dia, projetos de organização de dados, muitas vezes chamados de mapas, que são muito mais que representações bidimensionais de espaços tridimensionais. Outra vertente são os mapas on-line, que geram muitos recursos e conquistam público aos borbotões, tanto que a senda aberta pelo Google Earth recebe agora a poderosa concorrência da Microsoft.TIDD – Tecnologia de Inteligências e Design Digital Karen Reis
  27. 27. Nossas Soluções | Produtos de Informação Captare voltarTermômetro Matriz Web Panorama 360 Zoom Zoom Zoom ZoomCaptare Light Indicare para Captare Zoom Zoom TIDD – Tecnologia de Inteligências e Design Digital Karen Reis
  28. 28. Nossas Soluções | Produtos de Informação Captare voltar Termômetro Mix de Produtos Termômetro Captare O termômetro Captare é baseado em modelo estatístico que compõe diferentes cluster Analysis.Exemplo ilustrativo São considerados três variáveis primárias para caracterizar o perfil do ponto de venda, Neste exemplo ilustrativo nota-se que os são elas: • Última data de compra Pontos de vendas (37%) que possuem o perfil • Freqüência de compra Captare acima de MB representam 87% da • Unidades/Valor de Demanda demanda O resultado após pontecialização é simples, quanto maior e potencial do ponto de venda é maior a concentração de demanda TIDD – Tecnologia de Inteligências e Design Digital Karen Reis
  29. 29. Nossas Soluções | Produtos de Informação Captare - Matriz voltarTIDD – Tecnologia de Inteligências e Design Digital Karen Reis
  30. 30. Nossas Soluções | Produtos de Informação Captare Captare Web voltarWeb • 5 módulos Perfil Distribuidores Força de Vendas Tracking Campanha Análise individualizada do pdv Perfil de Acesso – Usuário e Gestor Publicação a cada 15 dias Exportar dados para MS Excel Quanto aos benefícios - Aumentar o giro e a colocação dos produtos. - Aumentar o volume de produtos demandados como decorrência da melhor colocação de produtos. - Atribuir e associar fatores secundários - Crescer em Mkt Share tanto em volume quanto em faturamento -Amplia a visão do comportamento real da Distribuição do produtos TIDD – Tecnologia de Inteligências e Design Digital Karen Reis
  31. 31. Nossas Soluções | Produtos de Informação Captare voltar Panorama 360 Panorama 360 O PANORAMA 360 é um completo “pacote consultivo”, entregue como um estudo customizado e estruturado de forma a permitir que o Cliente obtenha uma navegação descendente e ascendente dos níveis estratégicos e operacionais de maneira ágil e eficiente. É a solução ideal para reformular estratégias de distribuição, avaliar e monitorar campanhas promocionais, lançamentos de produtos, realocação da força de vendas. Com base nos dados obtidos através dos canais de distribuição, toda e qualquer variável pode ser complementada ao Panorama 360, tornando-o a mais completa solução para avaliação de cenários. Estudos mercadológicos periódicos e específicos para análise do Mercado de Interesse versus Produto do Fabricante, disponibilizado em CD ouvia FTP, com arquivo do Microsoft Excel que utiliza recursos Tecnologia de Inteligências e Design Digital TIDD – de Cubo OLAP Offline. Karen Reis
  32. 32. Nossas Soluções | Produtos de Informação Captare voltarIndicare para CaptareProd01Prod01Prod01Prod01Prod01Prod01Mix ProdutoMix ProdutoMix ProdutoMix ProdutoMix ProdutoMix Produto Zoom TIDD – Tecnologia de Inteligências e Design Digital Karen Reis
  33. 33. Nossas Soluções | Produtos de Informação Captare voltarIndicare para CaptareProd01Prod01Prod01Prod01Prod01Prod01Mix ProdutoMix ProdutoMix ProdutoMix ProdutoMix ProdutoMix Produto Zoom TIDD – Tecnologia de Inteligências e Design Digital Karen Reis
  34. 34. Nossas Soluções | Produtos de Informação Captare voltarIndicare para CaptareProd01Prod01Prod01Prod01Prod01Prod01 Mix Produto ProdutoMix ProdutoMix ProdutoMix ProdutoMix ProdutoMix Produto TotalMix Produto Mix Produto Produto Produto TIDD – Tecnologia de Inteligências e Design Digital Karen Reis
  35. 35. Nossas Soluções | Produtos de Informação Captare voltarCaptare Light TIDD – Tecnologia de Inteligências e Design Digital Karen Reis

×