Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Genética bacteriana

78,459 views

Published on

  • Be the first to comment

Genética bacteriana

  1. 1. UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE - UFCG CENTRO DE SAÚDE E TECNOLOGIA RURAL - CSTR CAMPUS DE PATOS UNIDADE ACADÊMICA DE MEDICINA VETERINÁRIA DISCIPLINA: MICROBIOLOGIA VETERINÁRIA PROFESSOR: ALBÉRIO ANTONIO DE BARROS GOMES Genética Bacteriana Meire Maria da Silva Macêdo Discente
  2. 2. Genética Bacteriana• É o processo de evolução biológica de todo organismo vivo é produto de alteração em seu material genético.• Material genético:DNA;RNA (vírus).
  3. 3. Genética Bacteriana• As bactérias possuem material genético, o qual é transmitido aos descendentes no momento da divisão celular. Este material genético não está contido dentro de um núcleo, portanto o genoma destes microrganismos está disperso no citoplasma.
  4. 4. Organização do Genoma Bacteriano• O genoma bacteriano está condensado e organizado em uma estrutura denominada Nucleóide.• Nucleóide ou Cromossomo Bacteriano: constituído por uma única molécula de DNA fita dupla, circular, não delimitado por membrana nuclear, e é capaz de autoduplicação. Seus genes contém todas as informações necessárias à sobrevivência da célula.Possuem apenas uma cópia de seu cromossomo, sendoportanto haplóides.
  5. 5. Genética Bacteriana• O DNA bacteriano é uma macromolécula em forma de dupla fita e circular;• Apresenta a propriedade de replicação e transmissão das moléculas hereditárias durante a divisão celular;• A replicação é semiconservativa.
  6. 6. Genética Bacteriana• DNA bacteriano se divide em:Cromossomial• Fita dupla circular• 4.500 kb• Informações essenciaisExtra-cromossomial: são os plasmídios, Transposons, Integrons.
  7. 7. Elementos genéticos extracromossomais:Plasmídios: Segmentos de DNA fita dupla,circulares; auto-duplicam independentemente docromossomo. Carregam informação genética nãoessencial a célula, mas podem prover umavantagem seletiva para as bactérias que ospossuem.Ex.: genes de resistência múltipla a antibióticos;bacteriocinas; toxinas.
  8. 8. Elementos genéticos extracromossomais:• Transposons: também chamados genes saltadores ou sequências de inserção (IS), são elementos genéticos móveis que podem transferir DNA dentro de uma célula, de uma posição para outra no genoma ou entre diferentes moléculas de DNA (plasmídio-plasmídio ou plasmídeo-cromossomo). Não se auto-duplicam.• Integrons: segmentos de DNA fita dupla, menores que os tranposons, não se auto-duplicam, também são elementos genéticos móveis, e estão relacionados a captura de genes de resistência a drogas antimicrobianas.
  9. 9. Bacteriófagos• São vírus que infectam bactérias (fagos):• Fagos virulentos:Muito agressivos;Transdução pouco eficiente.• Fagos temperados:Menos agressivos; Estado de lisogenia (prófago);Ciclo lítico formação da partícula transdutora.
  10. 10. Ciclo Lisogênico e ciclo Lítico
  11. 11. Vídeo
  12. 12. Replicação do DNA Bacteriano
  13. 13. Replicação do DNA Bacteriano• As bactérias replicam por fissão binária, as células-filhas são geneticamente idênticas;• Durante a replicação, a sequência dos nucleotídeos purina e pirimidina no DNA é copiada em duas moléculas-filhas de fita dupla;• Cada uma delas é composta de uma fita da molécula-mãe e de uma fita complementar recém-sintetizada por um processo chamado replicação semiconservativa.
  14. 14. Replicação do DNA BacterianoTranscrição• Durante a transcrição, uma fita de DNA, a fita positiva para RNA mensageiro (RNAm) ;• A enzima RNA-polimerase DNA-dependente liga-se à região promotora, uma sequência especial de nucletídeos na fita positiva;
  15. 15. Replicação do DNA BacterianoTranscrição• As duas fitas de DNA são separadas, e uma fita de RNAm complementar é sintetizada;• A transcrição para RNAm cessa quando a enzima alcança a sequência terminadora do gene.
  16. 16. Replicação do DNA BacterianoTradução• A informação codificada no RNAm é traduzida em RNA tranportador (RNAt) proteína no ribossomo pelo envolvimento de RNA transportador (RNAt);• Cada molécula do RNAt tem uma trinca de três bases, o anticódon, que é complementar ao códon do RNAm.
  17. 17. Replicação do DNA BacterianoTradução• Cada trinca de RNAt transporta um aminoácido específico para o RNAm no ribossomo, onde os aminoácidos são ligados continuamnete para formar uma cadeia polipeptídica;• Após a ligação de dois aminoácidos, o RNAt do primeiro aminoácido é liberado do ribossomo;• A síntese da cadeia de proteína para quando um códon sem sentido (nonsense) é encontrado pelo ribossomo.
  18. 18. Replicação do DNA
  19. 19. Proteínas
  20. 20. Proteínas
  21. 21. Sequência do DNA e RNA
  22. 22. Variabilidade Genética em Bactérias• As bactérias podem apresentar variações que conduzem à formação de clones com propriedades distintas do clone “selvagem” original. A variação se dá através de mutação ou recombinação.
  23. 23. MutaçãoAlteração na sequência de nucleotídeos do DNA;Espontânea: erro da replicação do DNA ou pelaexposição do microrganismos a fatoresambientais extracelulares – radiações;Induzida: produto de uma ação deliberada naqual o organismo é exposto à ação de um agentegenotóxico.
  24. 24. RECOMBINAÇÃO• Processo de variabilidade genética que envolve trasnferência de material genético entre duas células.MUTAÇÃO X RECOMBINAÇÃO Processo verticalOcorre durante a replicaçãodo cromossomo bacteriano Processo horizontal Ocorre durante os processos de conjugação, transformação ou transdução
  25. 25. MECANISMOS DE RECOMBINAÇÃO GENÉTICA BACTERIANA• Conjugação;• Transdução;• Transformação.
  26. 26. ConjugaçãoÉ o mecanismo de transferência de informaçõesgenéticas que requer contato entre as células.Esse intercâmbio implica na transferência demoléculas de DNA Extracromossômicas –Plasmídio.Divide-se em 04 estágios: formação de uma uniãoespecífica doador-receptor (contato efetivo);preparação para transferência do DNA(mobilização); transferência do DNA; formação deum plasmídio funcional replicativo no receptor.
  27. 27. Conjugação Figura 3: Congugação
  28. 28. Transdução É o processo no qual o DNA bacteriano é transferido entre células mediadas por um vírus, podendo ser:- Transdução Generalizada- Transdução Especializada
  29. 29. Transdução Figura 2: Trandução
  30. 30. TransformaçãoProcesso no qual o DNA livre no meio étomado pela célula bacteriana, resultando emalterações genotípicas.A transformação tem sido observada tanto embactérias Gram-positivas quanto em Gram-negativas.
  31. 31. TransformaçãoFifura 1: Transformação genética em bactérias
  32. 32. Vídeo
  33. 33. DNA RecombinanteEngenharia genética;As metas primárias deste ramo são:• Isolamento de um gene particular;• Prudução de um RNA particular;• Melhoramento na produção;• Produção de plantas com características desejáveis;• Produção de organismos com características economicas;• Produção de vacinas;• Geneterapia.
  34. 34. DNA RecombinanteFigura 4: Procedimento de DNA recombinante
  35. 35. Obrigada...

×