Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

25 de Abril de 1974

8,324 views

Published on

História, revolução dos cravos, 9.º ano

Published in: Education
  • like
       Reply 
    Are you sure you want to  Yes  No
    Your message goes here

25 de Abril de 1974

  1. 1. O 25 de Abril
  2. 2. O 25 de Abril foi uma acção militar que pôs fim ao regime que oprimia o país há quase cinco décadas. Era o caminho de regresso à Liberdade e à democracia. . O Cravo vermelho tornou-se num dos símbolos do 25 de Abril, ficando esta acção militar mundialmente conhecida como a Revolução dos Cravos.
  3. 3. Revolução dos Cravos <ul><li>O golpe de estado militar do dia 25 de Abril de 1974 derrubou, num só dia, o regime político que vigorava em Portugal desde 1926, sem grande resistência das forças leais ao governo, que cederam perante a revolta das forças armadas. Este levantamento é conhecido por Dia D , 25 de Abril ou Revolução dos Cravos . O levantamento foi conduzido pelos oficiais intermédios da hierarquia militar (o MFA), na sua maior parte capitães que tinham participado na Guerra Colonial. Considera-se, em termos gerais, que esta revolução trouxe a liberdade ao povo português (denominando-se &quot;Dia da Liberdade&quot; o feriado instituído em Portugal para comemorar a revolução ). </li></ul>
  4. 4. Capitão Salgueiro Maia <ul><li>Em 1 de Julho de 1944, nasce em Castelo de Vide, Fernando José Salgueiro Maia, filho de Francisco da Luz Maia, Ferroviário, e de Francisca Silvéria Salgueiro. Frequenta a escola primária em São Torcato, Coruche. Faz os estudos Secundários em Tomar e em Leiria. Em 1945 termina a 2ªGuerra Mundial. </li></ul><ul><li>Em 1961 começa a guerra em Angola. A Índia invade os territórios Portugueses de Goa, Damão e Diu. </li></ul><ul><li>Salgueiro Maia ingressa em Outubro de 1964 na Academia Militar, em Lisboa. Humberto Delgado é assassinado em 1965 pela PIDE. </li></ul><ul><li>Em 1966 Salgueiro Maia apresenta-se na EPC (Escola Prática de Cavalaria), em Santarém para frequentar o tirocínio. Integrado na 9ª Companhia de Comandos em 1968, parte para o Norte de Moçambique. </li></ul><ul><li>Em 1970 é promovido a capitão. </li></ul><ul><li>Em 1973 regressa a Portugal, sendo colocado na EPC. Começam as reuniões do MFA. </li></ul><ul><li>Em 25 de Abril, comanda a coluna de carros de combate que, vinda de Santarém, põe cerco aos ministérios no Terreiro do Paço e força depois, já ao fim da tarde, a rendição de Marcelo Caetano no Quartel do Carmo. </li></ul>
  5. 5. 00:20min Transmissão da canção “Grândola Vila Morena” na rádio Renascença ! É difundido pelo Rádio Clube Português, o primeiro comunicado ao país do Movimento das Forças Armadas (MFA). 4:20min 13:30min As forças para-militares leais ao regime, começam a render-se. A Legião Portuguesa é a primeira.
  6. 6. 14:00min Inicia-se o cerco ao Quartel do Carmo. No exterior, no Largo do Carmo e nas ruas vizinhas, juntam-se milhares de pessoas.
  7. 7. Milhares de pessoas no largo do Carmo.
  8. 8. Termina o prazo inicial para a rendição. Este é anunciado por megafone pelo Capitão Salgueiro Maia . 16:30min E Marcelo Caetano faz saber que está disposto a render-se. O Quartel do Carmo iça a bandeira branca. 19:30min Marcelo Caetano rende-se!
  9. 9. 20:00min Alguns elementos da PIDE disparam sobre manifestantes que começavam a afluir à sua sede, na Rua António Maria Cardoso, fazendo 4 mortos e 45 feridos.
  10. 11. FIM!!!

×