Successfully reported this slideshow.

Artrópodos

3,420 views

Published on

  • Be the first to comment

Artrópodos

  1. 1. FILO ARTHROPODA   Os artrópodos (do grego arthron = articulação, e podos = pés) reúne o maior número de espécies do reino animal, compreendendo mais de 800 mil (cerca de 3/4 do total de espécies conhecidas). Estes animais podem ser encontrados em todos os ambientes: terrestres, aéreos, de água doce e marinhos; desde altitudes de 6 mil metros até mais de 9 mil metros de profundidade nos oceanos. Podem apresentar vida livre ou serem parasitas de animais e plantas. Trata-se de um grupo bastante diversificado, incluindo entre seus representantes os insetos, aranhas, escorpiões, lagostas, camarões, centopéias, lacraias e piolhos-de-cobra.
  2. 2. <ul><li>Apesar da grande diversidade, todos os artrópodes exibem, em comum, as seguintes características: </li></ul><ul><li>Exoesqueleto: constituído principalmente por quitina. Nas regiões de articulações de patas, antenas, ou entre as diferentes regiões do corpo, a cutícula é fina e flexível, permitindo a movimentação. Por possuírem este revestimento externo rígido, os artrópodes apresentam crescimento descontínuo, por meio de mudas e ecdises . </li></ul><ul><li>Desta forma, periodicamente, um novo esqueleto mole forma-se sob o mais antigo; a velha cutícula se rompe e o animal se solta, ocorre rápido aumento do volume do corpo enquanto a cutícula está mole e flexível. Após este processo a cutícula se torna rígida como a anterior. </li></ul>Características gerais:
  3. 4. - Apêndices articulados: No caso dos apêndices locomotores, sempre em número par, compostos por articulações móveis. Os apêndices podem ser de vários tipos dependendo da função que realizam, como pernas, antenas e aparelhos bucais. - Tubo digestório completo: inclusive com glândulas salivares, fígado e pâncreas, estes últimos fundidos em um único órgão.
  4. 5. - Sistema respiratório: a maioria com respiração traqueal; entretanto os que vivem na água apresentam respiração branquial. - Segmentação: os artrópodos são, além dos anelídeos, os únicos invertebrados segmentados, diferindo deles por não apresentarem septos intersegmentares internamente. - Excreção: se faz por meio dos tubos de Malpighi, na maioria deles.
  5. 6. Classe Insecta: Apresentam o corpo dividido em cabeça, tórax e abdome; possuem três pares de pernas e duas antenas. Podem apresentar indivíduos com um par de asas (dípteros) ou dois pares de asas (tetrápteros). Apresentam respiração traqueal e a excreção é feita por túbulos de Malpighi. São dióicos, com dimorfismo sexual e fecundação interna. O desenvolvimento pode ser direto (jovens muito semelhantes aos adultos) ou indireto (apresentam fase de larva, pupa, imago ou ninfas). Os Artrópodos compreendem cinco classes principais:
  6. 7. MORFOLOGIA de um INSETO
  7. 9. NINFA de GAFANHOTO
  8. 10. CIGARRA
  9. 11. TRAQUÉIAS extraídas de uma BARATA
  10. 12. Classe Crustacea: Os crustáceos são artrópodes com carapaça rígida e impregnada por cálcio. O corpo é formado por cefalotórax (fusão da cabeça e tórax) e abdome. Possuem dois pares de antenas e vários pares de apêndices bífidos, com formas e funções diversas. A respiração é branquial e a excreção é realizada por glândulas verdes . A maioria dos crustáceos é dióica, embora algumas espécies possam ser monóicas, ocorrendo tanto fecundação interna quanto externa.  A grande maioria das espécies vive na água (na orla marítima, mares profundos e água doce). O Porcellio (tatuzinho-de-jardim) é uma das poucas espécies que vivem longe da água, mas em ambientes úmidos. Fazem parte deste grupo os camarões, lagostas, siris, caranguejos e outros.
  11. 15. Classe Arachnida: Possuem quatro pares de pernas articuladas, sem antenas e corpo dividido em cefalotórax e abdome. A respiração é feita por filotraquéias ou pulmões foliáceos. Presença de palpos (apêndices semelhantes a pernas, mas sem finalidade de locomoção; servem para prender vítimas e alimentos ou possuem função sexual) e quelíceras. A classe dos aracnídeos compreende as ordens dos Araneídeos (aranhas), Acarinos (ácaros), Escorpionídeos (escorpiões), Pseudo-escorpionídeos (pseudo-escorpiões), e Opiliões. Os aracnídeos são dióicos, podendo apresentar nítido dimorfismo sexual. A fecundação é interna. Nas aranhas e escorpiões o desenvolvimento é direto, embora nos ácaros seja indireto. Muitas espécies são peçonhentas e perigosas. Outras são parasitas (sarna, acne, carrapatos), ocorrendo, através de algumas a tramissão de doenças infecto-contagiosas.
  12. 16. OPILIÃO
  13. 17. EXÚVIA DE ARANHA
  14. 18. ESCORPIÕES
  15. 20. Classe Chilopoda: Possuem corpo longo e cilíndrico, ligeiramente achatado dorsoventralmente, segmentado em numerosos anéis, nos quais se prendem as patas (um par em cada segmento). A divisão do corpo é simples, compreendendo apenas a cabeça e o tronco. Há um par de antenas longas e um aparelho bucal adaptado para a inoculação de veneno, com ação muito dolorosa mas raramente mortal. Na parte posterior do animal existe um apêndice que simula uma estrutura inoculadora de veneno.                                                                                            Lacraia ou centopéia
  16. 21. Classe Diplopoda: São animais muito parecidos com os quilópodos, porém apresentam dois pares de pernas articuladas por segmento, sendo todos inofensivos, já que não possuem nenhuma estrutura inoculadora ou glândulas secretoras de veneno. Vivem em buracos no solo e enroscam-se quando agredidos. São vulgarmente conhecidos como piolhos-de-cobra.                                                                                                                 Piolho-de-cobra
  17. 22. Piolho-de-cobra

×