Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.
 
Por que a Morte ainda nos traz tanto Medo? 17ª Semana Espírita de Macaíba [email_address] http://estudosespiritas.tk
Uma pequena estória para começar: (HILÁRIO SILVA, Do Livro: A Vida Escreve, por Chico Xavier e Waldo Vieira.  O Temor da M...
Primeiramente, precisamos mudar a forma como pintamos a morte:
Antes ainda de começar, tenho uma notícia para dar para vocês: Todos nós que estamos aqui iremos morrer! E os que não vier...
Os vários medos da Morte: 1. Medo de não mais viver 2. Medo de doer 3. Medo do não saber 4. Medo de sofrer  (no  post-mort...
1. Medo de não mais viver: “ Este temor é um efeito da sabedoria da Providência e uma conseqüência do  instinto de conserv...
2. Medo de doer: “ Muitas pessoas temem a morte  por causa dos sofrimentos físicos que a acompanham . Sofremos, é verdade,...
 
3. Medo do Desconhecido: “ O temor da morte decorre, portanto, da  noção insuficiente da vida futura , embora denote també...
 
4. Medo de Sofrer: “ Outra causa de apego às coisas terrenas, mesmo nos que mais firmemente crêem na vida futura, é  a imp...
5. Medo de Perder: “ O medo da morte é o medo do ego de desaparecer. Por esse motivo o indivíduo, movido pelos desejos egó...
A contribuição do Espiritismo: “ Para libertar-se do temor da morte, é mister poder encará-la sob seu verdadeiro ponto de ...
“ E quando, enfim, após uma existência bem completada, vier a hora solene, será com calma, sem pesar, que acolherá a morte...
Ensino em Vida - “A morte, meus irmãos, é coisa à-toa” - Pregava Nhô Picanço Albergaria “ A morte é o despertar em novo di...
“ Aquele que crê em mim, ainda que esteja morto, viverá.”  (João, 11:25)
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Por que a Morte ainda nos traz tanto medo?

12,552 views

Published on

Apresentação realizada durante XVII Semana Espírita de Macaíba / RN.

Published in: Spiritual

Por que a Morte ainda nos traz tanto medo?

  1. 2. Por que a Morte ainda nos traz tanto Medo? 17ª Semana Espírita de Macaíba [email_address] http://estudosespiritas.tk
  2. 3. Uma pequena estória para começar: (HILÁRIO SILVA, Do Livro: A Vida Escreve, por Chico Xavier e Waldo Vieira. O Temor da Morte ) Há pessoas que passam a vida toda mergulhadas no medo de morrer... Que acabam esquecendo-se de VIVER!
  3. 4. Primeiramente, precisamos mudar a forma como pintamos a morte:
  4. 5. Antes ainda de começar, tenho uma notícia para dar para vocês: Todos nós que estamos aqui iremos morrer! E os que não vieram também...
  5. 6. Os vários medos da Morte: 1. Medo de não mais viver 2. Medo de doer 3. Medo do não saber 4. Medo de sofrer (no post-mortem ) 5. Medo de perder (afetos e bens materiais )
  6. 7. 1. Medo de não mais viver: “ Este temor é um efeito da sabedoria da Providência e uma conseqüência do instinto de conservação , (...) contrapeso à tendência que, sem esse freio, nos levaria a deixar prematuramente a vida e negligenciar o trabalho terreno que deve servir ao nosso próprio adiantamento .” (KARDEC, O Céu e o Inferno , Cap. II)
  7. 8. 2. Medo de doer: “ Muitas pessoas temem a morte por causa dos sofrimentos físicos que a acompanham . Sofremos, é verdade, na doença que acaba pela morte, mas sofremos também nas doenças de que nos curamos . No instante da morte, dizem-nos os Espíritos, quase nunca há dor ; morre-se como se adormece. Esta opinião é confirmada por todos aqueles a quem a profissão e o dever chamam frequentes vezes para a cabeceira dos morimbundos .” (DENIS, O Problema do ser, do destino e da dor , cap. X – A morte )
  8. 10. 3. Medo do Desconhecido: “ O temor da morte decorre, portanto, da noção insuficiente da vida futura , embora denote também a necessidade de viver e o receio da destruição total; igualmente o estimula secreto anseio pela sobrevivência da alma, velado ainda pela incerteza .” (KARDEC, O Céu e o Inferno, Cap. II ) Temos uma tendência natural de temer o desconhecido. Com a Doutrina Espírita, passamos a conhecer melhor a vida além-túmulo, e a morte passa a ser uma simples transição das muitas vidas.
  9. 12. 4. Medo de Sofrer: “ Outra causa de apego às coisas terrenas, mesmo nos que mais firmemente crêem na vida futura, é a impressão do ensino que relativamente a ela se lhes há dado desde a infância . Convenhamos que o quadro pela religião esboçado, sobre o assunto, é nada sedutor e ainda menos consolatório. ” (KARDEC, O Céu e o Inferno, Cap. II) Céu Inferno Penas Eternas
  10. 13. 5. Medo de Perder: “ O medo da morte é o medo do ego de desaparecer. Por esse motivo o indivíduo, movido pelos desejos egóicos, apega-se ao corpo como se ali estivesse sua própria essência. ” (NOVAES, Psicologia e Espiritualidade ) “ A morte o assusta [o homem carnal] , porque ele duvida do futuro e porque tem de deixar no mundo todas as suas afeições e esperanças .” (KARDEC, O Livro dos Espíritos, Q941)
  11. 14. A contribuição do Espiritismo: “ Para libertar-se do temor da morte, é mister poder encará-la sob seu verdadeiro ponto de vista, isto é, ter penetrado pelo pensamento no mundo espiritual, fazendo dele uma idéia tão exata quanto possível, o que denota da parte do Espírito encarnado um tal ou qual desenvolvimento e aptidão para desprender-se da matéria. No Espírito atrasado, a vida material prevalece sobra a vida espiritual ”. (KARDEC, O Céu e o Inferno, Cap. II) O Espiritismo matou a morte!
  12. 15. “ E quando, enfim, após uma existência bem completada, vier a hora solene, será com calma, sem pesar, que acolherá a morte; a morte, que os homens envolvem com sinistro aparato; a morte, espanto dos poderosos e dos sensuais, e que, para o pensador austero, não é mais que a libertação , a hora da transformação , a porta que se abre para o império luminoso dos Espíritos .” (DENIS, O Porquê da Vida)
  13. 16. Ensino em Vida - “A morte, meus irmãos, é coisa à-toa” - Pregava Nhô Picanço Albergaria “ A morte é o despertar em novo dia, Na luz de nova vida clara e boa”... “ Considero infeliz toda pessoa Que não sabe morrer como devia, Medo da morte é pura covardia... A morte é a vida que nos abençoa...” Mas nisso, um marimbondo entrou de manso, E ao ferroar o peito de Picanço, Fez-se na sala um bafafá tremendo... Caindo, ele gritou de voz opressa: - “Estou de enfarte!... Um médico depressa!... Socorro, meus irmãos, que estou morrendo!”... Cornélio Pires
  14. 17. “ Aquele que crê em mim, ainda que esteja morto, viverá.” (João, 11:25)

×