Apres.sexualidade.escola

3,035 views

Published on

Resumo sobre o desenvolvivento de atividades sobre sexualidade ne escola.

Published in: Education, Technology, Business
0 Comments
3 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
3,035
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
4
Actions
Shares
0
Downloads
96
Comments
0
Likes
3
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Apres.sexualidade.escola

  1. 1. Sexualidade na Escola O aluno e suas manifestações
  2. 2. O aluno e suas manifestações <ul><li>Quem é esse aluno? </li></ul><ul><ul><li>Faz parte de uma família </li></ul></ul><ul><ul><li>A família possui seus valores </li></ul></ul><ul><li>Quem é esse aluno? </li></ul><ul><ul><li>É alguém que sofre, ainda, a influência de muitas outras fontes, dentre elas a mídia </li></ul></ul>
  3. 3. O aluno e suas manifestações <ul><li>Todas as informações recebidas pelo aluno são trazidas para dentro da escola </li></ul><ul><li>A sexualidade se manifesta no comportamento dos alunos, dentro de sala de aula, e fora dela </li></ul>
  4. 4. O aluno e suas manifestações <ul><li>Quais são essas manifestações na escola? </li></ul><ul><li>Como podem ser? </li></ul><ul><ul><li>Físicas </li></ul></ul><ul><ul><li>Verbais </li></ul></ul><ul><li>Situações do cotidiano escolar </li></ul>
  5. 5. Manifestações Físicas <ul><li>Masturbação </li></ul><ul><ul><li>Problema quando é constante </li></ul></ul><ul><ul><li>Pode ser sintoma </li></ul></ul><ul><ul><li>Canalização da energia fora da aprendizagem </li></ul></ul><ul><ul><li>Evitar chamar a atenção na frente da turma </li></ul></ul><ul><ul><li>Conversar com o aluno </li></ul></ul><ul><ul><li>Quando a situação persistir deve-se conversar com os pais </li></ul></ul><ul><ul><li>Importância de mostrar os limites entre o público e o privado </li></ul></ul>
  6. 6. Manifestações Físicas <ul><li>Namoro na escola </li></ul><ul><ul><li>Proibir, incentivar, ignorar? </li></ul></ul><ul><ul><li>Cada escola deve ter claro quais são seus próprios valores </li></ul></ul><ul><ul><li>Com regras explícitas fica fácil estabelecer limites </li></ul></ul>
  7. 7. Manifestações Físicas <ul><li>Gravidez na escola </li></ul><ul><ul><li>Mostrar à aluna os recursos que ela tem à disposição </li></ul></ul><ul><ul><li>Oferecer condições para que continue estudando </li></ul></ul><ul><ul><li>Índice de natalidade entre jovens de 14 a 19 anos cresceu nos últimos vinte anos – e a geração é a mais bem informada </li></ul></ul>
  8. 8. Manifestações Físicas <ul><li>Aluno apresenta comportamento efeminado e/ou aluna apresenta comportamento masculinizado </li></ul><ul><ul><li>Existem características que podem ser definidas como especificamente masculinas ou femininas nas relações sociais e, portanto, nas relações escolares? </li></ul></ul><ul><ul><li>Criamos estereótipos sobre homens e mulheres </li></ul></ul>
  9. 9. Manifestações Verbais <ul><li>Um colega chama o outro de veado e a professora diz: “Olha a boca...” </li></ul><ul><li>Um aluno pergunta ao professor o que é aborto e ele responde: “É o assassinato de um filho.” </li></ul><ul><li>Aluno pergunta: “Professora, você tem filhos? Ela responde: “Não, eu não sou casada.” Na mesma hora ele devolve – “E quem disse que precisa casar para ter filhos?” </li></ul>
  10. 10. Sexualidade na Escola <ul><li>Sexualidade e família na escola. </li></ul><ul><li>Qual sexualidade, qual família, qual escola? </li></ul><ul><li>Escola e família na sexualidade </li></ul><ul><li>Por que escola, por que família, por que sexualidade? </li></ul><ul><li>Sexualidade e escola na família. </li></ul><ul><li>Para que sexualidade, para que escola, para que família? </li></ul><ul><li>Sexualidade e família na escola, quando? </li></ul><ul><li>Escola e família na sexualidade, onde? </li></ul><ul><li>Sexualidade e escola na família, como? </li></ul>

×