É qualquer substância  que tem a propriedade de  atuar sobre os sistemas do organismo, provocando alterações em seu funcio...
As drogas agem nos  neurotransmissores  - as substâncias que passam de um neurônio para outro levando um impulso elétrico ...
É uma planta que cresce em condições mais quentes. Seu nome botânico é  Cannabis sativa.  É também chamado de cânhamo indi...
Descrição da Planta Nome:  Maconha Origem do Nome:  do Quimbundo* MA’KAÑA, que significa erva santa Nome Cientifico:  Cann...
Histórico O uso da  maconha  teve início há mais de 4000 anos, na China, sendo a ela atribuído efeito sedativo. Ela era in...
A molécula de THC age no corpo de forma indireta. O THC liga-se a receptores chamados CB1, que estão relacionados à produç...
Formas de Uso A maconha é usada como  fumo , das folhas e algumas vezes de flores da planta. Também o haxixe, uma outra fo...
Uma região do cérebro afetada pela maconha é o  sistema límbico . Aqui o THC tem um efeito estimulante sobre os neurônios ...
A conjuntiva é uma membrana que reveste a parte interna das pálpebras e a parte branca dos olhos, onde há vasos sanguíneos...
Levado pela corrente sanguínea, o THC age direto nas  glândulas salivares , que reduzem a produção de acetilcolina (respon...
Existem altas concentrações de receptores canabinóides no  hipocampo , cerebelo  e nos  gânglios basais . O hipocampo está...
<ul><li>Em seu cérebro, existem grupos de  receptores canabinóides  concentrados em diferentes lugares. Estes receptores p...
Receptores canabinóides são ativados por um neurotransmissor chamado  anandamida . A anandamida pertence ao grupo das subs...
A maconha age como um neurotransmissor, fixando-se aos  receptores de dopamina e provocando sua liberação no cérebro.
 
 
1- Cortéx Frontal. Controla o comportamento. A euforia tem origem aqui.  2- Núcleo Acumbens pode sediar o mecanismo que ca...
A forma como aprendemos a sobreviver baseia-se em um sistema de recompensa. Quando fazemos algo que auxilia nossa sobreviv...
Skunk , também conhecido como  skank  ou  supermaconha , é uma forma de droga. É a maconha produzida em laboratório. como ...
Legalização O debate sobre  a liberação da maconha  não é novo. Agora não são apenas os hippies nem os pop stars que ansei...
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Cannabis Maconha

29,791 views

Published on

About drougs

Published in: Health & Medicine, Technology
0 Comments
10 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
29,791
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
3,394
Actions
Shares
0
Downloads
670
Comments
0
Likes
10
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Cannabis Maconha

  1. 2. É qualquer substância  que tem a propriedade de  atuar sobre os sistemas do organismo, provocando alterações em seu funcionamento. São também chamadas de drogas psicotrópicas ou de substâncias psicoativas. Drogas lícitas e ilícitas. Uso : experimental, esporádico ou episódico. Abuso ou uso nocivo : associado a  algum tipo de prejuízo. Dependência : associado à problemas sérios. Drogas
  2. 3. As drogas agem nos neurotransmissores - as substâncias que passam de um neurônio para outro levando um impulso elétrico - ou seja, a mensagem do cérebro. As substâncias chamadas &quot;drogas&quot; são divididas em três tipos: estimulantes (aumentam o fluxo de neurotransmissores, fazendo com que as informações passem a trafegar mais depressa), depressoras (ao contrário, diminuem os neurotransmissores, e o cérebro fica em &quot;câmera lenta&quot;) e alucinógenas (atuam diretamente nos neurotransmissores, criando ou fingindo trazer uma mensagem que não existe). A maconha entra no último grupo. Ela ordena liberação de adrenalina, causando aumento dos batimentos cardíacos, relaxamento muscular, perda de noção do tempo. Como agem as drogas
  3. 4. É uma planta que cresce em condições mais quentes. Seu nome botânico é  Cannabis sativa.  É também chamado de cânhamo indiano, e é conhecido por seus usuários por uma variedade de nomes, incluindo maconha, beck, marijuana, erva, etc. Maconha A substância química psicoativa da maconha é o THC (delta-9-tetrahidrocanabinol). A droga é normalmente ingerida no corpo por fumar as folhas secas da planta (maconha) ou resina (haxixe ou hash). Às vezes, a droga é ingerida e absorvida pelo estômago - cozido em cookies, por exemplo. A   cannabis sativa fornece outras coisas, além da matéria-prima para a fabricação da maconha. Há varias variedades da planta, como o cânhamo (onde se retira às fibras para fabricação de cordas e tecidos). A utilizada para a fabricação da maconha vem de variedades mais ricas na substância entorpecente, o THC. 
  4. 5. Descrição da Planta Nome:  Maconha Origem do Nome: do Quimbundo* MA’KAÑA, que significa erva santa Nome Cientifico:  Cannabis sativa Família: Canabáceas Origem:  Ásia Central ou Oriente Próximo Formas de Uso: Pode ser usada como fumo ou por ingestão Principio ativo: THC (Tetrahidrocanabiol) Descrição:  Planta arbustiva, possui folhas em forma serrilhada e verdes. Pode atingir ate 2,50 metros de altura. Status Legal:  proibido uso, trafego e comércio. Botânica A Cannabis, cuja variedade mais popular é a Sativa, é uma erva de clima tropical ou temperado, muito resistente a pragas e que cresce com facilidade. Em estufas, cresce em qualquer parte do mundo. Dos brotos e folhas sai a maconha para fumar; da seiva, se faz o haxixe; da fibra do caule e dos galhos maiores, o cânhamo.
  5. 6. Histórico O uso da  maconha  teve início há mais de 4000 anos, na China, sendo a ela atribuído efeito sedativo. Ela era indicada contra a asma, cólicas menstruais e inflamações da pele. Também é mencionada nos mais antigos textos sagrados hindus como uma erva mágica, capaz de afastar o perigo de catástrofes e a ira dos inimigos. Era considerada uma planta sagrada e utilizada em ritos religiosos na Índia.  Década de 50: utilizada no Brasil como remédio pra asma e combater os efeitos produzidos pela quimioterapia. Década de 60:  Maconha banida pela prática da medicina em todo mundo ocidental por contas de suas conseqüências devastadoras no organismo humano.
  6. 7. A molécula de THC age no corpo de forma indireta. O THC liga-se a receptores chamados CB1, que estão relacionados à produção de dopamina. Os CB1 estão muito presentes no hipocampo e no cerebelo. Essas áreas do cérebro são responsáveis pelo aprendizado, a memória e a coordenação motora, ações influenciadas pelo efeito da maconha. Tempo para auge do efeito: 15 a 30 minutos Duração do efeito(*): 2 a 6 horas Tempo no corpo: 1 a 7 dias Preço: cerca de 4 reais um baseado (*) Período em que a droga pode ser detectada em testes de urina. THC
  7. 8. Formas de Uso A maconha é usada como fumo , das folhas e algumas vezes de flores da planta. Também o haxixe, uma outra forma de narcótico é proveniente da maconha com a diferença de que utiliza a resina que cobre as flores e as folhas da parte superior da planta. É um extrato, e por isso o haxixe é muitas vezes mais potente que a maconha comum.
  8. 9. Uma região do cérebro afetada pela maconha é o sistema límbico . Aqui o THC tem um efeito estimulante sobre os neurônios que produzem dopamina (substância relacionada ao prazer), com isso a pessoa tem a sensação de bem-estar e provoca ataque de risos. Outra parte afetada é o cerebelo (responsável pelo equilíbrio e coordenação). Quando o THC atinge essa área do cérebro, os resultados imediatos podem ser de inofensivos tropeções à perigosa perda de agilidade ao dirigir um carro. Além destas áreas, a maconha também afeta o hipocampo (pelo aprendizado e pela memória). Cheios de THC, os neurônios perdem eficiência e a pessoa fica com a memória confusa; No Cérebro O QUE ACONTECE...
  9. 10. A conjuntiva é uma membrana que reveste a parte interna das pálpebras e a parte branca dos olhos, onde há vasos sanguíneos quase imperceptíveis. O THC relaxa a musculatura em volta deste vasos sanguíneos o que os dilatam, deixando  avermelhados os olhos de quem fumou; Na Garganta As paredes da traquéia e dos brônquios são revestidos de cilícios. Estes são irritados por partículas sólidas, substâncias tóxicas e o calor da fumaça, o que provoca a tosse. Nos Olhos O QUE ACONTECE...
  10. 11. Levado pela corrente sanguínea, o THC age direto nas glândulas salivares , que reduzem a produção de acetilcolina (responsável pela produção da saliva). Quando se fuma a maconha, ela inibe a produção de saliva, deixando a boca seca. O THC inibe a comunicação do cérebro com o hipotálamo. Sem esta informação, a pessoa continua sendo estimulada a comer. É o que chamamos de Larica (fome sem fim).  No Duodeno Na Boca O QUE ACONTECE...
  11. 12. Existem altas concentrações de receptores canabinóides no  hipocampo , cerebelo  e nos  gânglios basais . O hipocampo está localizado no  lobo temporal  sendo importante para a memória de curto prazo. Quando o THC se liga aos receptores canabinóides dentro do hipocampo, interfere na lembrança de eventos recentes. O THC também afeta a coordenação, que é controlada pelo cerebelo. Os gânglios basais controlam os movimentos involuntários dos músculos, o que apenas debilita, ainda mais, a coordenação motora quando sob a influência da maconha. Efeitos Imediatos Efeitos a Longo Prazo
  12. 13. <ul><li>Em seu cérebro, existem grupos de receptores canabinóides concentrados em diferentes lugares. Estes receptores possuem efeitos em diversas atividades mentais e físicas, incluindo: </li></ul><ul><li>memória de curto prazo </li></ul><ul><li>coordenação </li></ul><ul><li>aprendizado </li></ul><ul><li>soluções de problemas </li></ul>
  13. 14. Receptores canabinóides são ativados por um neurotransmissor chamado anandamida . A anandamida pertence ao grupo das substâncias químicas chamadas de canabinóides. O THC também é uma substância deste grupo e copia as ações da anandamida, o que significa que o THC se liga aos receptores canabinóides  ativando os neurônios, com efeitos adversos sobre o próprio cérebro e o restante do corpo. Existem altas concentrações de receptores canabinóides no  hipocampo , cerebelo  e nos  gânglios basais . O hipocampo está localizado no  lobo temporal  sendo importante para a memória de curto prazo. Quando o THC se liga aos receptores canabinóides dentro do hipocampo, interfere na lembrança de eventos recentes. O THC também afeta a coordenação, que é controlada pelo cerebelo. Os gânglios basais controlam os movimentos involuntários dos músculos, o que apenas debilita, ainda mais, a coordenação motora quando sob a influência da maconha.                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                           
  14. 15. A maconha age como um neurotransmissor, fixando-se aos  receptores de dopamina e provocando sua liberação no cérebro.
  15. 18. 1- Cortéx Frontal. Controla o comportamento. A euforia tem origem aqui.  2- Núcleo Acumbens pode sediar o mecanismo que causa dependência.  3- Hipocampo É o setor que guarda informações. Se atingido perde-se a memória.  4- Cerebelo Responde às alterações da coordenação motora. Onde a droga age :
  16. 19. A forma como aprendemos a sobreviver baseia-se em um sistema de recompensa. Quando fazemos algo que auxilia nossa sobrevivência, como comer ou nos exercitar, o sistema límbico de nosso cérebro nos recompensa por esse comportamento liberando a  dopamina , uma substância química que nos faz sentir bem. E quando gostamos de como nos sentimos, aprendemos a repetir esse comportamento. Substâncias diferentes aproximam-se do sistema límbico - o centro de recompensa - em nosso cérebro de diferentes maneiras, mas todas as substâncias de abuso fazem o cérebro liberar altos níveis de dopamina. Essa liberação pode ser de duas a dez vezes maior do que a quantidade que nosso cérebro libera normalmente, dando ao usuário a sensação de &quot;barato&quot; ou &quot;animação&quot;.
  17. 20. Skunk , também conhecido como  skank  ou  supermaconha , é uma forma de droga. É a maconha produzida em laboratório. como a maioria dos vegetais, pode ser cultivada através de sistema hidropônico, podendo alcançar alto teor de THC. A concentração da maconha comum (flores, frutos e folhas prensados) é da ordem de 2,5%, na skank a concentração sobe para 17,5%. SKUNK – A SUPERMACONHA
  18. 21. Legalização O debate sobre a liberação da maconha não é novo. Agora não são apenas os hippies nem os pop stars que anseiam uma mudança. As discussões sobre a legalização da maconha atualmente povoam quase que diariamente a agenda do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso. O ex-presidente faz parte de uma comissão que defende a legalização , juntamente com outros ex-presidentes latino-americanos . Além do sociólogo Fernando Henrique de 77 anos; também compõe a comissão, o ex-presidente da Colômbia, o economista, César Gaviria, de 61 anos, e Ernesto Zedillo de 57 anos, também economista, do México. Eles encabeçam uma comissão de 17 especialistas e personalidades. 

×