Necessidade da vida social

5,134 views

Published on

Necessidade da vida social

  1. 1. LEI DE SOCIEDADENECESSIDADE DA VIDA SOCIAL Falar sobre o ensino à distânciaA DIVERSIDADE ENRIQUECE A UNIDADE, NÃO A PREJUDICA
  2. 2.  766 - A vida social é uma obrigação natural? – Certamente. Deus fez o homem para viver em sociedade. Deus deu-lhe a palavra e todas as demais faculdades necessárias ao relacionamento. Ex: Jesus interagia com 12 apóstolos, 70 discípulos e uma multidão que o seguia..
  3. 3.  768 O homem, ao procurar viver em sociedade, apenas obedece a um sentimento pessoal, ou há um objetivo providencial mais geral? – O homem deve progredir, mas não pode fazer isso sozinho porque não dispõe de todas as faculdades; eis por que precisa se relacionar com outros homens. No isolamento, se embrutece e se enfraquece. Ex: professor chato Joanna de Ângelis no livro Psicologia da Gratidão: Vivemos um grande conflito entre o que se é e o que se deseja ser em busca de nossa harmonia emocional, mas tem-nos faltado CORAGEM SOCIAL para romper a cortina que nos impede a clara visão da realidade psicológica da existência.
  4. 4.  Obs de André Luiz no livro Libertação: Cada criatura na Crosta da Terra nasce para enriquecer-se através do serviço à coletividade. O maior do reino Celeste é aquele que se converter em servo de todos. JESUS
  5. 5.  769 Compreende-se, como princípio geral, que a vida social faça parte na natureza; mas, como todos os gostos estão também na natureza, por que o gosto pelo isolamento absoluto seria condenável se o homem encontra nele sua satisfação? – Satisfação de egoísta. Há também homens que encontram satisfação em se embriagar; vós os aprovais? Deus não pode ter por agradável uma vida em que o homem se condena a não ser útil a ninguém. Ex: faço o que quero dentro do aquário disse o peixe.
  6. 6. Obs de Joanna no livro Psicologia da Gratidão O ser imaturo psicologicamente não venceu a infância que foi transferida para a idade adulta com toda carga de conflitos não resolvidos que se manifestam no relacionamento, sempre escondendo a personalidade insegura e doentia.
  7. 7.  770 O que pensar dos homens que escolhem viver em reclusão absoluta para fugir do contato nocivo do mundo? – Duplo egoísmo. Obs do Nazareno Feitosa: “ A vida do homem é a sua própria confissão pública. Não importa o que digam de nós , mas aquilo que fazemos é o que vai dizer quem nós somos.”
  8. 8.  770 a Mas se esse retiro tiver por objetivo uma expiação ao lhe impor uma privação pesarosa, não é meritório? – Fazer antes o bem do que o mal é a melhor expiação. Ao evitarem um mal, caem em outro, uma vez que se esquecem da lei de amor e de caridade. Obs do livro Nosso Lar: Trabalhe para o bem dos outros para que possa encontrar o seu próprio bem. Exemplo da Ministra Veneranda: Tem mais de 1 milhão de bonus- hora de trabalho útil sem interromper, sem reclamar e sem esmorecer . Cerca de 1000 anos.
  9. 9.  771 O que pensar daqueles que fogem do mundo para se devotar ao alívio dos sofredores? – Esses se elevam ao se rebaixarem. Têm duplo mérito por se colocarem acima dos prazeres materiais e por fazerem o bem cumprindo a lei do trabalho. Ex. da Condessa Paula
  10. 10.  772 O que pensar do voto de silêncio determinado por certas seitas desde a Antiguidade? – Perguntai antes se a palavra é um dom natural e porque Deus a concedeu ao homem. Deus reprova o abuso e o não uso das faculdades que concedeu. Entretanto, há momentos em que o silêncio pode ser útil. No silêncio vos concentrais; vosso Espírito torna- se mais livre e pode então entrar em comunicação conosco. Mas voto de silêncio é uma tolice. Sem dúvida, os que consideram essas privações voluntárias como atos de virtude têm uma boa intenção, mas se enganam porque não compreendem verdadeiramente o alcance das leis de Deus.

×