ROMANTISMO ÁGATHA ABREU ANA CLÁUDIA KABBACH CINTIA FERREIRA MARCELLA MARTINS NATHÁLIA DO LAGO WILLIAN FERNANDES Jornalismo...
<ul><li>O vocábulo romântico, do advérbio latino romance, significa a maneira dos romanos. A palavra derivou do francês  r...
<ul><li>O Romantismo foi um movimento cultural que surgiu inicialmente na Grã-Bretanha e na Alemanha, como reação ao culto...
<ul><li>Foi originalmente um movimento de fato revolucionário que adotou as idéias políticas e filosóficas elaboradas pelo...
<ul><li>A principal característica deste movimento é a reação do sentimento contra a razão predominante no classicismo. Pr...
NO BRASIL <ul><li>Iniciou-se em 1836 com a publicação, na França, da Nictheroy - Revista Brasiliense, por Gonçalves de Mag...
<ul><li>Os artistas brasileiros buscaram sua fonte de inspiração na natureza e nas questões sociais e políticas do pais. A...
<ul><li>O nacionalismo romântico encontrará a sua representação principalmente nos elementos da natureza.  </li></ul><ul><...
Nas Artes Plásticas: <ul><li>As obras dos pintores brasileiros buscavam valorizar o nacionalismo, retratando fatos históri...
A Batalha do Avaí, de Pedro Américo
<ul><li>    </li></ul>A Batalha de Guararapes de Victor Meirelles
Victor Hugo <ul><li>Os ideais de liberdade acentuam-se, politicamente, e é possível notar seus reflexos na literatura, na ...
Jean-Jacques Rousseau <ul><li>Segundo Rosseau, só em contato com a natureza é que o homem retorna ao seu estado de pureza ...
 
 
 
MARUÍ A decadência do Romantismo na música brasileira ACRÉSCIMO
Década de 30 <ul><li>Ele, de terno cinza e chapéu panamá, em frente à vila onde ela mora, canta: </li></ul><ul><li>&quot;T...
Década de 40 <ul><li>Ele ajeita seu relógio Pateck Philip na algibeira, escreve para a Rádio Nacional e manda oferecer a e...
Década de 50 <ul><li>Ele pede ao cantor da boate que ofereça a ela a interpretação de uma bela bossa: </li></ul><ul><li>&q...
Década de 60 <ul><li>Ele aparece na casa dela com um compacto simples embaixo do braço, ajeita a calça Lee e coloca na vit...
Década de 70 <ul><li>Ele chega em seu fusca, com tala larga, sacode o cabelão, abre a porta prá mina entrar e bota uma mel...
Década de 80 <ul><li>Ele telefona pra ela e deixa rolar um: </li></ul><ul><li>&quot;Fonte de mel, nos olhos de gueixa, Kab...
Década de 90 <ul><li>Ele liga pra ela e deixa gravada uma música na secretária eletrônica: </li></ul><ul><li>&quot;Agora v...
(ainda na) Década de 90 <ul><li>Ele liga pra ela e a convida para um rala rala e curtir: </li></ul><ul><li>&quot;Bota a mã...
Em 2000 <ul><li>Ele captura na internet um batidão legal e manda pra ela, por e-mail: </li></ul><ul><li>“ Vou passar cerol...
Em 2001 <ul><li>Ele pára o chevetinho 81, rebaixado, e no mais alto volume solta o som: </li></ul><ul><li>&quot;Abre as pe...
Em 2003 <ul><li>Ele oferece uma música no baile: </li></ul><ul><li>&quot;Vou mandando um beijinho, pra filinha e prá vovó,...
Em 2004 <ul><li>Ele a chama pra dançar no meio da pista: </li></ul><ul><li>&quot;Ah! Que isso? Elas estão descontroladas! ...
Em 2005 <ul><li>Ele resolve mandar um convite pra ela, através da rádio: </li></ul><ul><li>&quot;Hoje é festa lá no meu ap...
Em 2006 <ul><li>Ele a convida pra curtir um baile ao som da música mais pedida e tocada no país: </li></ul><ul><li>&quot;T...
Em 2007 <ul><li>E se você pensou que aquela poderia ser a última, enganou-se, pois sempre tem mais: </li></ul><ul><li>&quo...
Em 2008 <ul><li>No seu Kadett preto, todo filmado, rebaixado, usando tênis roubado, ele desce do carro que estronda a músi...
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Romantismo

4,231 views

Published on

Trabalho sobre Romantismo

Published in: Technology, Education

Romantismo

  1. 1. ROMANTISMO ÁGATHA ABREU ANA CLÁUDIA KABBACH CINTIA FERREIRA MARCELLA MARTINS NATHÁLIA DO LAGO WILLIAN FERNANDES Jornalismo – 3º semestre/08
  2. 2. <ul><li>O vocábulo romântico, do advérbio latino romance, significa a maneira dos romanos. A palavra derivou do francês romanz e do adjetivo inglês romantic , que passou a significar quimérico, ridículo, absurdo, qualidades (ou defeitos) que se atribuíam precisamente ao romances e poemas romanescos. </li></ul>
  3. 3. <ul><li>O Romantismo foi um movimento cultural que surgiu inicialmente na Grã-Bretanha e na Alemanha, como reação ao culto da razão do Iluminismo. Depois espalhou-se por toda a Europa e Estados Unidos da América. </li></ul><ul><li>É um estado da sensibilidade européia entre finais do século XVIII e princípios do século XIX. </li></ul>ROMANTISMO NO MUNDO
  4. 4. <ul><li>Foi originalmente um movimento de fato revolucionário que adotou as idéias políticas e filosóficas elaboradas pelo século das Luzes: livre expressão da sensibilidade e afirmação dos direitos do indivíduo. Mas o romantismo, para lá da sua oposição à estética clássica, quer revelar a parte do homem oculta pelas convenções estéticas e sociais. </li></ul>
  5. 5. <ul><li>A principal característica deste movimento é a reação do sentimento contra a razão predominante no classicismo. Privilegia a emotividade e a subjetividade do artista no processo da criação estética, ao invés do racionalismo e do rigor formal da arte clássica. </li></ul><ul><li>Os românticos procuram a todo o custo a evasão, quer no sonho, quer no exotismo, quer num passado sempre idealizado. </li></ul>
  6. 6. NO BRASIL <ul><li>Iniciou-se em 1836 com a publicação, na França, da Nictheroy - Revista Brasiliense, por Gonçalves de Magalhães. Neste período, nosso país ainda vivia sob a euforia da Independência do Brasil </li></ul>
  7. 7. <ul><li>Os artistas brasileiros buscaram sua fonte de inspiração na natureza e nas questões sociais e políticas do pais. As obras brasileiras valorizavam o amor sofrido, a religiosidade cristã, a importância de nossa natureza, a formação histórica do nosso pais e o cotidiano popular. Veio a Independência do Brasil e com ela, a importância de se exaltar nossa cultura, torná-la independente da Europa e promover nossas belezas tropicais e nossos índios. </li></ul>
  8. 8. <ul><li>O nacionalismo romântico encontrará a sua representação principalmente nos elementos da natureza. </li></ul><ul><li>A terra é identificada como pátria. Assim, os fenômenos naturais tornam-se representativos da grandeza do país. A natureza jovem, vital, exuberante, serve de compensação para a pobreza social ao mesmo tempo que simboliza as potencialidades do Brasil. </li></ul>
  9. 9. Nas Artes Plásticas: <ul><li>As obras dos pintores brasileiros buscavam valorizar o nacionalismo, retratando fatos históricos importantes. Desta forma, os artistas contribuíam para a formação de uma identidade nacional. As obras principais deste período são : </li></ul>
  10. 10. A Batalha do Avaí, de Pedro Américo
  11. 11. <ul><li>  </li></ul>A Batalha de Guararapes de Victor Meirelles
  12. 12. Victor Hugo <ul><li>Os ideais de liberdade acentuam-se, politicamente, e é possível notar seus reflexos na literatura, na frase do escritor francês Victor Hugo: “Nada de regras, nem de modelos”. </li></ul>
  13. 13. Jean-Jacques Rousseau <ul><li>Segundo Rosseau, só em contato com a natureza é que o homem retorna ao seu estado de pureza original </li></ul>
  14. 17. MARUÍ A decadência do Romantismo na música brasileira ACRÉSCIMO
  15. 18. Década de 30 <ul><li>Ele, de terno cinza e chapéu panamá, em frente à vila onde ela mora, canta: </li></ul><ul><li>&quot;Tu és, divina e graciosa, estátua majestosa! Do amor por Deus esculturada. </li></ul><ul><li>E formada com o ardor da alma da mais linda flor, de mais ativo olor, que na vida é a preferida pelo beija-flor...&quot; </li></ul>
  16. 19. Década de 40 <ul><li>Ele ajeita seu relógio Pateck Philip na algibeira, escreve para a Rádio Nacional e manda oferecer a ela uma linda música: </li></ul><ul><li>&quot;A deusa da minha rua, tem os olhos onde a lua, costuma se embriagar. </li></ul><ul><li>Nos seus olhos eu suponho, que o sol num dourado sonho, vai claridade buscar...&quot; </li></ul>
  17. 20. Década de 50 <ul><li>Ele pede ao cantor da boate que ofereça a ela a interpretação de uma bela bossa: </li></ul><ul><li>&quot;Olha, que coisa mais linda, mais cheia de graça. </li></ul><ul><li>É ela a menina que vem e que passa, no doce balanço a caminho do mar. </li></ul><ul><li>Moça do corpo dourado, do sol de Ipanema. </li></ul><ul><li>O teu balançado é mais que um poema. </li></ul><ul><li>É a coisa mais linda que eu já vi passar...&quot; </li></ul>
  18. 21. Década de 60 <ul><li>Ele aparece na casa dela com um compacto simples embaixo do braço, ajeita a calça Lee e coloca na vitrola uma música papo firme: </li></ul><ul><li>&quot;Nem mesmo o céu, nem as estrelas, nem mesmo o mar e o infinito não é maior que o meu amor, nem mais bonito. Me desespero a procurar alguma forma de lhe falar, como é grande o meu amor por você....&quot; </li></ul>
  19. 22. Década de 70 <ul><li>Ele chega em seu fusca, com tala larga, sacode o cabelão, abre a porta prá mina entrar e bota uma melô jóia no toca-fitas: </li></ul><ul><li>&quot;Foi assim..como ver o mar..a primeira vez que os meus olhos se viram no seu olhar. </li></ul><ul><li>(...) </li></ul><ul><li>Quando eu mergulhei no azul do mar, sabia que era amor e vinha pra ficar...&quot; </li></ul>
  20. 23. Década de 80 <ul><li>Ele telefona pra ela e deixa rolar um: </li></ul><ul><li>&quot;Fonte de mel, nos olhos de gueixa, Kabuki, máscara. </li></ul><ul><li>Choque entre o azul e o cacho de acácias, luz das acácias, você é mãe do Sol..” </li></ul>
  21. 24. Década de 90 <ul><li>Ele liga pra ela e deixa gravada uma música na secretária eletrônica: </li></ul><ul><li>&quot;Agora vem pra perto vem, vem depressa, vem sem fim dentro de mim. </li></ul><ul><li>Que eu quero sentir o teu corpo pesando sobre o meu. Vem meu amor, vem pra mim, me abraça devagar, me beija e me faz esquecer...&quot; </li></ul>
  22. 25. (ainda na) Década de 90 <ul><li>Ele liga pra ela e a convida para um rala rala e curtir: </li></ul><ul><li>&quot;Bota a mão no joelho e dá uma abaixadinha. </li></ul><ul><li>Vai mexendo gostoso, balançando a bundinha...” </li></ul>
  23. 26. Em 2000 <ul><li>Ele captura na internet um batidão legal e manda pra ela, por e-mail: </li></ul><ul><li>“ Vou passar cerol na mão, assim, assim! </li></ul><ul><li>Vou cortar você na mão, vou sim, vou sim! </li></ul><ul><li>Vou aparar pela rabiola, assim, assim! </li></ul><ul><li>Vou trazer você pra mim, vou sim, vou sim! </li></ul><ul><li>Eu vou cortar você na mão, vou mostrar que eu sou tigrão, vou te dar muita pressão então, martela, martela, martela o martelão! </li></ul>
  24. 27. Em 2001 <ul><li>Ele pára o chevetinho 81, rebaixado, e no mais alto volume solta o som: </li></ul><ul><li>&quot;Abre as pernas, faz beicinho eu vou morder o seu grelinho. Vai serginho, vai serginho...” </li></ul>
  25. 28. Em 2003 <ul><li>Ele oferece uma música no baile: </li></ul><ul><li>&quot;Vou mandando um beijinho, pra filinha e prá vovó, só não posso esquecer da minha eguinha pocotó. Pocotó, pocotó, pocotó, pocotó, minha eguinha pocotó...” </li></ul>
  26. 29. Em 2004 <ul><li>Ele a chama pra dançar no meio da pista: </li></ul><ul><li>&quot;Ah! Que isso? Elas estão descontroladas! </li></ul><ul><li>Ah! Que isso? Elas estão descontroladas! Ela sobre, ela desce, ela dá uma rodada, elas estão descontroladas...” </li></ul>
  27. 30. Em 2005 <ul><li>Ele resolve mandar um convite pra ela, através da rádio: </li></ul><ul><li>&quot;Hoje é festa lá no meu apê, pode aparecer, vai rolar bunda lêlê...” </li></ul>
  28. 31. Em 2006 <ul><li>Ele a convida pra curtir um baile ao som da música mais pedida e tocada no país: </li></ul><ul><li>&quot;Tô ficando atoladinha, tô ficando atoladinha, tô ficando atoladinha!! </li></ul><ul><li>Calma, calma, foguetinha!!” </li></ul>
  29. 32. Em 2007 <ul><li>E se você pensou que aquela poderia ser a última, enganou-se, pois sempre tem mais: </li></ul><ul><li>&quot;Vai da tapinha na bundinha </li></ul><ul><li>Vai que eu sou sua cachorrinha </li></ul><ul><li>Vai que eu to muito assanhada </li></ul><ul><li>Vamos dá uma lapadinha? </li></ul><ul><li>Só se for na rachadinha </li></ul><ul><li>Toma gostosa, LAPADA NA RACHADA Você pede e eu te dou, lapada na rachada E aí, tá gostoso? Lapada na rachada...toma toma toma...” </li></ul>
  30. 33. Em 2008 <ul><li>No seu Kadett preto, todo filmado, rebaixado, usando tênis roubado, ele desce do carro que estronda a música mais tocada desde o início do ano: </li></ul><ul><li>“ Pra dançar créu tem que ter disposição. Pra dançar créu tem que ter habilidade. Pois essa dança ela não é mole não..” </li></ul>

×