SlideShare a Scribd company logo
1 of 48
Download to read offline
OS CRÍTICOS DE ELLEN WHITE
                 Fábio Paradela

             11 de Março de 2012
Joel 2: 28 – 31 – Revisão


  “E há de ser que, depois derramarei o meu

  Espírito sobre toda a carne, e vossos filhos e
 vossas filhas profetizarão, os vossos velhos
 terão sonhos, os vossos jovens terão visões.
  E também sobre os servos e sobre as servas
   naqueles dias derramarei o meu Espírito ...
Joel 2: 28 – 31 – Revisão




... E mostrarei prodígios no céu, e na terra, sangue

       e fogo, e colunas de fumaça. O sol se
  converterá em trevas, e a lua em sangue, antes
  que venha o grande e terrível dia do SENHOR. ”
Ellen White – Revisão

 Escritos em harmonia com a Bíblia

 Frutos em harmonia com a Bíblia

 Apontam para a Bíblia / Jesus

 Fenômenos físicos

 Cartas na hora certa

 Intervenções sobrenaturais
Tipos de críticas

1. Desordem nervosa
Tipos de críticas

1. Desordem nervosa

2. Falsos ensinos
Tipos de críticas

1. Desordem nervosa

2. Falsos ensinos

3. Plágio
Tipos de críticas

1. Desordem nervosa

2. Falsos ensinos

3. Plágio

4. Profecias não cumpridas
Tipos de críticas

1. Desordem nervosa

2. Falsos ensinos

3. Plágio

4. Profecias não cumpridas

5. Aspectos da vida pessoal
Profetas bíblicos criticados

                    JESUS

“Responderam-Lhe os judeus: Não é por obra boa

     que Te apedrejamos, e sim por causa da
   blasfêmia, pois, sendo Tu homem, Te fazes a
          Deus a Ti mesmo.” (Jo. 10: 33)
Profetas bíblicos criticados

                   JESUS

“Responderam-Lhe os judeus: Não é por obra boa

     que Te apedrejamos, e sim por causa da
  blasfêmia, pois, sendo Tu homem, Te fazes a
         Deus a Ti mesmo.” (Jo. 10: 33)


              (2) Falsos ensinos
Profetas bíblicos criticados

                     JESUS

“Por isso, pois, os judeus ainda mais procuravam

 matá-Lo, porque não somente violava o sábado,
   mas também dizia que Deus era Seu próprio
     Pai, fazendo-Se igual a Deus.” (Jo. 5: 18)
Profetas bíblicos criticados

                    JESUS

“Por isso, pois, os judeus ainda mais procuravam

     matá-Lo, porque não somente violava o
  sábado, mas também dizia que Deus era Seu
     próprio Pai, fazendo-Se igual a Deus.”
                   (Jo. 5: 18)
               (2) Falsos ensinos

          (5) Aspectos da vida pessoal
Profetas bíblicos criticados

                    JESUS

    “Muitos deles diziam: Ele tem demônio e

    enlouqueceu; por que O ouvis?” (Jo. 10: 20)
Profetas bíblicos criticados

                   JESUS

   “Muitos deles diziam: Ele tem demônio e

   enlouqueceu; por que O ouvis?” (Jo. 10: 20)


           (1) Desordem nervosa
Profetas bíblicos criticados

                   JEREMIAS

 “Então, falou Azarias, filho de Hosaías, e Joana,

   filho de Careá, e todos os homens soberbos,
  dizendo a Jeremias: É mentira isso que dizes; o
  Senhor, nosso Deus, não te enviou a dizer: Não
            entreis no Egito, para morar.
Profetas bíblicos criticados

                   JEREMIAS

... Baruque, filho de Nerias, é que te incita contra

  nós, para nos entregar nas mãos dos caldeus a
      fim de nos matarem e nos exilarem na
               Babilônia.” (Jr. 43: 2, 3)
Profetas bíblicos criticados

                   JEREMIAS

... Baruque, filho de Nerias, é que te incita contra

  nós, para nos entregar nas mãos dos caldeus a
      fim de nos matarem e nos exilarem na
               Babilônia.” (Jr. 43: 2, 3)


               (2) Falsos ensinos
Profetas bíblicos criticados

                     PAULO

“Dizendo eles estas coisas em sua defesa, Festo
  o interrompeu em alta voz: Estás louco, Paulo!
   As muitas letras te fazem delirar!” (At. 26: 24)
Profetas bíblicos criticados

                     PAULO

“Dizendo eles estas coisas em sua defesa, Festo
  o interrompeu em alta voz: Estás louco, Paulo!
   As muitas letras te fazem delirar!” (At. 26: 24)


             (1) Desordem nervosa

               (2) Falsos ensinos
Tipos de críticas

1. Desordem nervosa

2. Falsos ensinos

3. Plágio

4. Profecias não cumpridas

5. Aspectos da vida pessoal
Tipos de críticas

1. Desordem nervosa

2. Falsos ensinos

3. Plágio

4. Profecias não cumpridas

5. Aspectos da vida pessoal
Galeria dos críticos




Dudley M. Canright   Ronald L. Numbers   Walter T. Rea


     (1889)              (1976)            (1980)
Walter Rea para o Los Angeles Times:

(1) Ellen White é uma ladra: ela roubou as
   produções literárias de outros, e colocou seu
   nome nelas (entre 80 e 90%);

(2) Ela é uma mentirosa: ela nega ter feito essas
   coisas;

(3) Ela e o marido são sem vergonha e
   exploradores dos membros da igreja (...) fizeram
   fortuna pessoal por meio dessa fraude ...
The White Lie – A Mentira Branca
Exemplos de “plágio”



                 EGW - 1878

“Alugaram testemunhas falsas para testemunhar
  que o tinham ouvido falar palavras blasfemas
         contra o templo e contra a lei.”
Exemplos de “plágio”



             JS HOWSON - 1852

“Subornaram a testemunhas falsas para acusá-lo
   de blasfemar contra Moisés e contra Deus.”
Exemplos de “plágio”


                   EGW - 1911

“Por débil e defeituosa que seja, a igreja é o único
     objeto ao qual Deus confere seu supremo
    cuidado. É o palco de sua graça, no qual se
   deleita revelar seu poder para transformar os
                     corações.”
Exemplos de “plágio”


             JOHN HARRIS - 1836

“Mas a igreja de Cristo, por débil e defeituosa que
    seja, é o único objeto sobre a terra ao qual
   confere seu supremo cuidado... É o palco de
      sua graça, no qual faz experimentos de
    misericórdia sobre os corações humanos, e
              efetua transformações.”
Exemplos de “plágio”


                  EGW - 1898

“Assim, Cristo levantou seu tabernáculo em meio
   de nosso acampamento humano. Armou sua
   loja ao lado das lojas dos homens, para que
 pudesse morar entre nós, e familiarizar-nos com
          seu divino caráter e sua vida.”
Exemplos de “plágio”



            JOHN HARRIS - 1836

    “Levantou seu tabernáculo em meio do
 acampamento humano, armou sua loja ao lado
  das lojas nossas, para atestar a presença de
 Deus, familiarizar-nos com seu caráter, e fazer-
           nos sensíveis a seu amor.”
1981: A defesa da Igreja Adventista

Conclusões

1. Ellen White não foi culpada; não procede ...

2. Eles perderam o barco; eles têm colocado em
foco somente as palavras e perderam totalmente a
mensagem.

3. Ela está dentro dos padrões legais “do uso
correto” concernente a um escritor usando
materiais de outros.
1981: A defesa da Igreja Adventista




  “Sou um homem mudado. Nunca mais serei o
             mesmo Vince Ramik.”
       (Advogado que realizou as pesquisas)
1981: O “Projeto Surpresa”

Resultados (porcentagem de empréstimos literários)



1. O Grande Conflito: 20,16%

2. Sketches From The Life Of Paul: 12,23%

3. Restante dos livros: aproximadamente 2%
Empréstimos literários na Bíblia




                    MOISÉS

“O que raptar alguém e o vender, ou for achado na
         sua mão, será morto.” (Êx. 21: 16)
Empréstimos literários na Bíblia




       HAMMURABI (250 anos antes)

“Se um cidadão roubou o filho de outro cidadão
             ele deverá ser morto.”
Empréstimos literários na Bíblia




                   MOISÉS

“Não o olharás com piedade: vida por vida, olho
 por olho, dente por dente, mão por mão, pé por
                 pé.” (Dt. 19: 21)
Empréstimos literários na Bíblia



       HAMMURABI (250 anos antes)

 “Se um cidadão destruir o olho do filho de um
 cidadão, seu olho deverá ser destruído... Se um
  cidadão golpear o dente de outro cidadão, seu
      dente deverá ser golpeado também.”
Empréstimos literários na Bíblia



                  SALOMÃO

“O Sábio, usando o seu conhecimento, continuou
   a ensinar ao povo o que sabia. Ele estudou,
       examinou e pôs em ordem muitos
           provérbios.” (Ec. 12: 9 - 10)
Empréstimos literários na Bíblia



                     JESUS

“Portanto, tudo o que vós quereis que os homens
 vos façam, fazei-lho também vós, porque esta é
          a lei e os profetas. ” (Mt. 7: 12)
Empréstimos literários na Bíblia



       Rabino Hillel (1 geração antes)

“O que é desagradável a você, não faça ao seu
   vizinho, esta é a essência da Torá, enquanto
        que o resto é o comentário disto.”
Empréstimos literários na Bíblia



        ESCRITORES EVANGÉLICOS

  95% do livro de Marcos está reproduzido em
               Mateus ou Lucas.
A Teoria das composições sagradas




“O que foi e o que há de ser; e o que se fez, isso

     se tornará a fazer; nada há, pois, novo
            debaixo do sol.” (Ec. 1: 9)
A Teoria das composições sagradas

                  Ellen White

“ ... Como a Lua e as estrelas de nosso sistema
  solar brilham pelo reflexo da luz do Sol, assim,
    no que há de verdadeiro em seus ensinos,
  refletem os grandes pensadores do mundo os
       raios do Sol da Justiça. Toda joia de
    pensamento, todo lampejo de intelecto,
          provém da Luz do Mundo.”
A Teoria das composições sagradas


           The Great Teacher, 1835

“Imagine, por exemplo, que um profeta inspirado
      aparecesse na igreja, para adicionar
  suplementos aos livros canônicos – que Babel
 de opiniões ele encontraria existindo em quase
          que cada assunto teológico!
A Teoria das composições sagradas

           The Great Teacher, 1835

  ... E quão altamente provável seria que seu
 ministério consistiria, ou pareceria consistir, em
   uma mera ratificação e seleção destas tais
   opiniões de acordo com a mente de Deus.
   Originalidade absoluta parece ser quase
                   impossível.
A Teoria das composições sagradas
           The Great Teacher, 1835

   ... A mente inventiva do homem já tem se
    incorporado de opiniões especulativas em
 quase todas as formas concebíveis antecipando
  e roubando o futuro de suas justas proporções
 de novidades e descobertas, e deixando pouco
  mais, até mesmo para um mensageiro divino,
   do que a tarefa de tomar algumas destas
 opiniões e imprimi-las com o selo dos céus.”
OS CRÍTICOS DE ELLEN WHITE
                 Fábio Paradela

             11 de Março de 2012

More Related Content

What's hot

História da Trindade na Igreja Adventista do Sétimo Dia
História da Trindade na Igreja Adventista do Sétimo DiaHistória da Trindade na Igreja Adventista do Sétimo Dia
História da Trindade na Igreja Adventista do Sétimo DiaWalter Mendes
 
Daniel e Apocalipse - Disponível em www.portadesiao.blogspot.com
Daniel e Apocalipse - Disponível em www.portadesiao.blogspot.comDaniel e Apocalipse - Disponível em www.portadesiao.blogspot.com
Daniel e Apocalipse - Disponível em www.portadesiao.blogspot.comleitemel
 
SEITAS E HERESIAS - MÓRMONS
SEITAS E HERESIAS - MÓRMONSSEITAS E HERESIAS - MÓRMONS
SEITAS E HERESIAS - MÓRMONSLeonam dos Santos
 
Movimento celular (G12, M12, MIR, MDA, Encontro com Deus) - Seitas e Heresias
Movimento celular (G12, M12, MIR, MDA, Encontro com Deus) - Seitas e HeresiasMovimento celular (G12, M12, MIR, MDA, Encontro com Deus) - Seitas e Heresias
Movimento celular (G12, M12, MIR, MDA, Encontro com Deus) - Seitas e HeresiasLuan Almeida
 
Livro de daniel 2300 tardes e manhãs
Livro de daniel 2300 tardes e manhãsLivro de daniel 2300 tardes e manhãs
Livro de daniel 2300 tardes e manhãsFrancisco Sousa
 
Bíblia de Estudo John Macarthur-completa
Bíblia de Estudo John Macarthur-completaBíblia de Estudo John Macarthur-completa
Bíblia de Estudo John Macarthur-completaRosangela Borkoski
 
Ebd lição 03 Testemunhas de Jeová
Ebd lição 03 Testemunhas de JeováEbd lição 03 Testemunhas de Jeová
Ebd lição 03 Testemunhas de JeováEscol Dominical
 
2 panorama do at - genesis criacao ate adao
2   panorama do at - genesis criacao ate adao2   panorama do at - genesis criacao ate adao
2 panorama do at - genesis criacao ate adaoPIB Penha
 
Quem são os "ASD Remanescentes"?
Quem são os "ASD Remanescentes"?Quem são os "ASD Remanescentes"?
Quem são os "ASD Remanescentes"?ASD Remanescentes
 
Conheça as doutrinas verdadeiras da IASD
Conheça as doutrinas verdadeiras da IASDConheça as doutrinas verdadeiras da IASD
Conheça as doutrinas verdadeiras da IASDFernando Xavier China
 
Lição 4 - Perseverando na Fé
Lição 4 - Perseverando na FéLição 4 - Perseverando na Fé
Lição 4 - Perseverando na FéÉder Tomé
 
Principais símbolos do apocalipse
Principais símbolos do apocalipsePrincipais símbolos do apocalipse
Principais símbolos do apocalipseMarcelino Alencar
 
Lição 6 - A Rebeldia de Saul e a Rejeição de Deus
Lição 6 - A Rebeldia de Saul e a Rejeição de DeusLição 6 - A Rebeldia de Saul e a Rejeição de Deus
Lição 6 - A Rebeldia de Saul e a Rejeição de DeusÉder Tomé
 
A Forma e a Formula do verdadeiro Batismo Biblico
A Forma e a Formula do verdadeiro Batismo BiblicoA Forma e a Formula do verdadeiro Batismo Biblico
A Forma e a Formula do verdadeiro Batismo BiblicoASD Remanescentes
 
estudo do evangelho de Mateus
estudo do evangelho de Mateusestudo do evangelho de Mateus
estudo do evangelho de MateusRODRIGO FERREIRA
 

What's hot (20)

História da Trindade na Igreja Adventista do Sétimo Dia
História da Trindade na Igreja Adventista do Sétimo DiaHistória da Trindade na Igreja Adventista do Sétimo Dia
História da Trindade na Igreja Adventista do Sétimo Dia
 
Daniel e Apocalipse - Disponível em www.portadesiao.blogspot.com
Daniel e Apocalipse - Disponível em www.portadesiao.blogspot.comDaniel e Apocalipse - Disponível em www.portadesiao.blogspot.com
Daniel e Apocalipse - Disponível em www.portadesiao.blogspot.com
 
SEITAS E HERESIAS - MÓRMONS
SEITAS E HERESIAS - MÓRMONSSEITAS E HERESIAS - MÓRMONS
SEITAS E HERESIAS - MÓRMONS
 
Movimento celular (G12, M12, MIR, MDA, Encontro com Deus) - Seitas e Heresias
Movimento celular (G12, M12, MIR, MDA, Encontro com Deus) - Seitas e HeresiasMovimento celular (G12, M12, MIR, MDA, Encontro com Deus) - Seitas e Heresias
Movimento celular (G12, M12, MIR, MDA, Encontro com Deus) - Seitas e Heresias
 
Livro de daniel 2300 tardes e manhãs
Livro de daniel 2300 tardes e manhãsLivro de daniel 2300 tardes e manhãs
Livro de daniel 2300 tardes e manhãs
 
Bíblia de Estudo John Macarthur-completa
Bíblia de Estudo John Macarthur-completaBíblia de Estudo John Macarthur-completa
Bíblia de Estudo John Macarthur-completa
 
Ebd lição 03 Testemunhas de Jeová
Ebd lição 03 Testemunhas de JeováEbd lição 03 Testemunhas de Jeová
Ebd lição 03 Testemunhas de Jeová
 
2 panorama do at - genesis criacao ate adao
2   panorama do at - genesis criacao ate adao2   panorama do at - genesis criacao ate adao
2 panorama do at - genesis criacao ate adao
 
Quem são os "ASD Remanescentes"?
Quem são os "ASD Remanescentes"?Quem são os "ASD Remanescentes"?
Quem são os "ASD Remanescentes"?
 
História da iasd
História da iasdHistória da iasd
História da iasd
 
Josue seminario 1
Josue seminario 1Josue seminario 1
Josue seminario 1
 
Conheça as doutrinas verdadeiras da IASD
Conheça as doutrinas verdadeiras da IASDConheça as doutrinas verdadeiras da IASD
Conheça as doutrinas verdadeiras da IASD
 
Lição 4 - Perseverando na Fé
Lição 4 - Perseverando na FéLição 4 - Perseverando na Fé
Lição 4 - Perseverando na Fé
 
5. O Êxodo: do Egito ao Sinai
5. O Êxodo: do Egito ao Sinai5. O Êxodo: do Egito ao Sinai
5. O Êxodo: do Egito ao Sinai
 
O Livro de Esdras
O Livro de EsdrasO Livro de Esdras
O Livro de Esdras
 
Principais símbolos do apocalipse
Principais símbolos do apocalipsePrincipais símbolos do apocalipse
Principais símbolos do apocalipse
 
Lição 6 - A Rebeldia de Saul e a Rejeição de Deus
Lição 6 - A Rebeldia de Saul e a Rejeição de DeusLição 6 - A Rebeldia de Saul e a Rejeição de Deus
Lição 6 - A Rebeldia de Saul e a Rejeição de Deus
 
A Forma e a Formula do verdadeiro Batismo Biblico
A Forma e a Formula do verdadeiro Batismo BiblicoA Forma e a Formula do verdadeiro Batismo Biblico
A Forma e a Formula do verdadeiro Batismo Biblico
 
estudo do evangelho de Mateus
estudo do evangelho de Mateusestudo do evangelho de Mateus
estudo do evangelho de Mateus
 
os 3 julgamentos de Deus
os 3 julgamentos de Deusos 3 julgamentos de Deus
os 3 julgamentos de Deus
 

Similar to Críticas a Ellen White

Paralelismo entre israel antigo e a igreja adventista
Paralelismo entre israel antigo e a igreja adventistaParalelismo entre israel antigo e a igreja adventista
Paralelismo entre israel antigo e a igreja adventistaEduardo Sousa Gomes
 
3 - Jesus, os Profetas e Nós
3 - Jesus, os Profetas e Nós3 - Jesus, os Profetas e Nós
3 - Jesus, os Profetas e NósFábio Paradela
 
1 apresentacao profetas do velho testamento
1   apresentacao profetas do velho testamento1   apresentacao profetas do velho testamento
1 apresentacao profetas do velho testamentoPIB Penha
 
Tessalônica n dias de Paulo_Resumo_Liç_332012
Tessalônica n dias de Paulo_Resumo_Liç_332012Tessalônica n dias de Paulo_Resumo_Liç_332012
Tessalônica n dias de Paulo_Resumo_Liç_332012Gerson G. Ramos
 
Eliaseosprofetasdebaal 130124090032-phpapp01
Eliaseosprofetasdebaal 130124090032-phpapp01Eliaseosprofetasdebaal 130124090032-phpapp01
Eliaseosprofetasdebaal 130124090032-phpapp01Neide Santos
 
Eliaseosprofetasdebaal 130124090032-phpapp01
Eliaseosprofetasdebaal 130124090032-phpapp01Eliaseosprofetasdebaal 130124090032-phpapp01
Eliaseosprofetasdebaal 130124090032-phpapp01Ourofino
 
Adultério espiritual_Lição original com textos_122013
Adultério espiritual_Lição original com textos_122013Adultério espiritual_Lição original com textos_122013
Adultério espiritual_Lição original com textos_122013Gerson G. Ramos
 
O ataque da serpente ao dom de profecia de ellen white
O ataque da serpente ao dom de profecia de ellen whiteO ataque da serpente ao dom de profecia de ellen white
O ataque da serpente ao dom de profecia de ellen whiteEduardo Sousa Gomes
 
Espiritismo e estudos bíblicos rei saul final
Espiritismo e estudos bíblicos rei saul finalEspiritismo e estudos bíblicos rei saul final
Espiritismo e estudos bíblicos rei saul finalLUCAS CANAVARRO
 
O anticristo e a mulher de vermelho
O anticristo e a mulher de vermelhoO anticristo e a mulher de vermelho
O anticristo e a mulher de vermelhoDiego Fortunatto
 
Amós estudo 01 -
Amós   estudo 01 -Amós   estudo 01 -
Amós estudo 01 -Joao Franca
 
ANOTAÇÕES APOLOGÉTICAS
ANOTAÇÕES APOLOGÉTICASANOTAÇÕES APOLOGÉTICAS
ANOTAÇÕES APOLOGÉTICASOswaldo Finita
 

Similar to Críticas a Ellen White (20)

Paralelismo entre israel antigo e a igreja adventista
Paralelismo entre israel antigo e a igreja adventistaParalelismo entre israel antigo e a igreja adventista
Paralelismo entre israel antigo e a igreja adventista
 
3 - Jesus, os Profetas e Nós
3 - Jesus, os Profetas e Nós3 - Jesus, os Profetas e Nós
3 - Jesus, os Profetas e Nós
 
1 apresentacao profetas do velho testamento
1   apresentacao profetas do velho testamento1   apresentacao profetas do velho testamento
1 apresentacao profetas do velho testamento
 
Apocrifos e livros perdidos
Apocrifos e livros perdidosApocrifos e livros perdidos
Apocrifos e livros perdidos
 
07 as duas testemunhas
07   as duas testemunhas 07   as duas testemunhas
07 as duas testemunhas
 
Escatologia
Escatologia  Escatologia
Escatologia
 
Tessalônica n dias de Paulo_Resumo_Liç_332012
Tessalônica n dias de Paulo_Resumo_Liç_332012Tessalônica n dias de Paulo_Resumo_Liç_332012
Tessalônica n dias de Paulo_Resumo_Liç_332012
 
Eliaseosprofetasdebaal 130124090032-phpapp01
Eliaseosprofetasdebaal 130124090032-phpapp01Eliaseosprofetasdebaal 130124090032-phpapp01
Eliaseosprofetasdebaal 130124090032-phpapp01
 
Contra-os-Falsos-Profetas.pdf
Contra-os-Falsos-Profetas.pdfContra-os-Falsos-Profetas.pdf
Contra-os-Falsos-Profetas.pdf
 
Eliaseosprofetasdebaal 130124090032-phpapp01
Eliaseosprofetasdebaal 130124090032-phpapp01Eliaseosprofetasdebaal 130124090032-phpapp01
Eliaseosprofetasdebaal 130124090032-phpapp01
 
igreja de tiatira
 igreja de tiatira igreja de tiatira
igreja de tiatira
 
Adultério espiritual_Lição original com textos_122013
Adultério espiritual_Lição original com textos_122013Adultério espiritual_Lição original com textos_122013
Adultério espiritual_Lição original com textos_122013
 
O ataque da serpente ao dom de profecia de ellen white
O ataque da serpente ao dom de profecia de ellen whiteO ataque da serpente ao dom de profecia de ellen white
O ataque da serpente ao dom de profecia de ellen white
 
Nova ordem mundial
Nova ordem mundialNova ordem mundial
Nova ordem mundial
 
Anticristo
AnticristoAnticristo
Anticristo
 
Espiritismo e estudos bíblicos rei saul final
Espiritismo e estudos bíblicos rei saul finalEspiritismo e estudos bíblicos rei saul final
Espiritismo e estudos bíblicos rei saul final
 
O anticristo e a mulher de vermelho
O anticristo e a mulher de vermelhoO anticristo e a mulher de vermelho
O anticristo e a mulher de vermelho
 
Amós estudo 01 -
Amós   estudo 01 -Amós   estudo 01 -
Amós estudo 01 -
 
ANOTAÇÕES APOLOGÉTICAS
ANOTAÇÕES APOLOGÉTICASANOTAÇÕES APOLOGÉTICAS
ANOTAÇÕES APOLOGÉTICAS
 
Idolatria Moderna
Idolatria ModernaIdolatria Moderna
Idolatria Moderna
 

Recently uploaded

O concílio de Jerusalém Cap 14 e 15.pptx
O concílio de Jerusalém  Cap 14 e 15.pptxO concílio de Jerusalém  Cap 14 e 15.pptx
O concílio de Jerusalém Cap 14 e 15.pptxPIB Penha
 
RESOLVENDO CONFLITOS NO CASAMENTOe na familia
RESOLVENDO CONFLITOS NO CASAMENTOe na familiaRESOLVENDO CONFLITOS NO CASAMENTOe na familia
RESOLVENDO CONFLITOS NO CASAMENTOe na familiamaysa997520
 
slide da missa com leituras e oração eucarística
slide da missa com leituras e oração eucarísticaslide da missa com leituras e oração eucarística
slide da missa com leituras e oração eucarísticaFranklinOliveira30
 
Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - Aula ao vivo
Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - Aula ao vivoEbook - Mentoria Ministério com Jovens - Aula ao vivo
Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - Aula ao vivoInsituto Propósitos de Ensino
 
Lição 2 - A Escolha entre a Porta Estreita e a Porta Larga.pptx
Lição 2 - A Escolha entre a Porta Estreita e a Porta Larga.pptxLição 2 - A Escolha entre a Porta Estreita e a Porta Larga.pptx
Lição 2 - A Escolha entre a Porta Estreita e a Porta Larga.pptxCelso Napoleon
 
Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - Introdução
Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - IntroduçãoEbook - Mentoria Ministério com Jovens - Introdução
Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - IntroduçãoInsituto Propósitos de Ensino
 
Lição 1 - O início da caminhada - CPAD.pptx
Lição 1 - O início da caminhada - CPAD.pptxLição 1 - O início da caminhada - CPAD.pptx
Lição 1 - O início da caminhada - CPAD.pptxCelso Napoleon
 

Recently uploaded (11)

O concílio de Jerusalém Cap 14 e 15.pptx
O concílio de Jerusalém  Cap 14 e 15.pptxO concílio de Jerusalém  Cap 14 e 15.pptx
O concílio de Jerusalém Cap 14 e 15.pptx
 
RESOLVENDO CONFLITOS NO CASAMENTOe na familia
RESOLVENDO CONFLITOS NO CASAMENTOe na familiaRESOLVENDO CONFLITOS NO CASAMENTOe na familia
RESOLVENDO CONFLITOS NO CASAMENTOe na familia
 
slide da missa com leituras e oração eucarística
slide da missa com leituras e oração eucarísticaslide da missa com leituras e oração eucarística
slide da missa com leituras e oração eucarística
 
O Livro dos Espiritos - Allan Kardec.pdf
O Livro dos Espiritos - Allan Kardec.pdfO Livro dos Espiritos - Allan Kardec.pdf
O Livro dos Espiritos - Allan Kardec.pdf
 
Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - Aula ao vivo
Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - Aula ao vivoEbook - Mentoria Ministério com Jovens - Aula ao vivo
Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - Aula ao vivo
 
Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - Aula 02
Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - Aula 02Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - Aula 02
Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - Aula 02
 
Lição 2 - A Escolha entre a Porta Estreita e a Porta Larga.pptx
Lição 2 - A Escolha entre a Porta Estreita e a Porta Larga.pptxLição 2 - A Escolha entre a Porta Estreita e a Porta Larga.pptx
Lição 2 - A Escolha entre a Porta Estreita e a Porta Larga.pptx
 
Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - Aula 01
Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - Aula 01Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - Aula 01
Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - Aula 01
 
Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - Aula 03
Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - Aula 03Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - Aula 03
Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - Aula 03
 
Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - Introdução
Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - IntroduçãoEbook - Mentoria Ministério com Jovens - Introdução
Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - Introdução
 
Lição 1 - O início da caminhada - CPAD.pptx
Lição 1 - O início da caminhada - CPAD.pptxLição 1 - O início da caminhada - CPAD.pptx
Lição 1 - O início da caminhada - CPAD.pptx
 

Críticas a Ellen White

  • 1. OS CRÍTICOS DE ELLEN WHITE Fábio Paradela 11 de Março de 2012
  • 2. Joel 2: 28 – 31 – Revisão “E há de ser que, depois derramarei o meu Espírito sobre toda a carne, e vossos filhos e vossas filhas profetizarão, os vossos velhos terão sonhos, os vossos jovens terão visões. E também sobre os servos e sobre as servas naqueles dias derramarei o meu Espírito ...
  • 3. Joel 2: 28 – 31 – Revisão ... E mostrarei prodígios no céu, e na terra, sangue e fogo, e colunas de fumaça. O sol se converterá em trevas, e a lua em sangue, antes que venha o grande e terrível dia do SENHOR. ”
  • 4. Ellen White – Revisão  Escritos em harmonia com a Bíblia  Frutos em harmonia com a Bíblia  Apontam para a Bíblia / Jesus  Fenômenos físicos  Cartas na hora certa  Intervenções sobrenaturais
  • 5. Tipos de críticas 1. Desordem nervosa
  • 6. Tipos de críticas 1. Desordem nervosa 2. Falsos ensinos
  • 7. Tipos de críticas 1. Desordem nervosa 2. Falsos ensinos 3. Plágio
  • 8. Tipos de críticas 1. Desordem nervosa 2. Falsos ensinos 3. Plágio 4. Profecias não cumpridas
  • 9. Tipos de críticas 1. Desordem nervosa 2. Falsos ensinos 3. Plágio 4. Profecias não cumpridas 5. Aspectos da vida pessoal
  • 10. Profetas bíblicos criticados JESUS “Responderam-Lhe os judeus: Não é por obra boa que Te apedrejamos, e sim por causa da blasfêmia, pois, sendo Tu homem, Te fazes a Deus a Ti mesmo.” (Jo. 10: 33)
  • 11. Profetas bíblicos criticados JESUS “Responderam-Lhe os judeus: Não é por obra boa que Te apedrejamos, e sim por causa da blasfêmia, pois, sendo Tu homem, Te fazes a Deus a Ti mesmo.” (Jo. 10: 33) (2) Falsos ensinos
  • 12. Profetas bíblicos criticados JESUS “Por isso, pois, os judeus ainda mais procuravam matá-Lo, porque não somente violava o sábado, mas também dizia que Deus era Seu próprio Pai, fazendo-Se igual a Deus.” (Jo. 5: 18)
  • 13. Profetas bíblicos criticados JESUS “Por isso, pois, os judeus ainda mais procuravam matá-Lo, porque não somente violava o sábado, mas também dizia que Deus era Seu próprio Pai, fazendo-Se igual a Deus.” (Jo. 5: 18) (2) Falsos ensinos (5) Aspectos da vida pessoal
  • 14. Profetas bíblicos criticados JESUS “Muitos deles diziam: Ele tem demônio e enlouqueceu; por que O ouvis?” (Jo. 10: 20)
  • 15. Profetas bíblicos criticados JESUS “Muitos deles diziam: Ele tem demônio e enlouqueceu; por que O ouvis?” (Jo. 10: 20) (1) Desordem nervosa
  • 16. Profetas bíblicos criticados JEREMIAS “Então, falou Azarias, filho de Hosaías, e Joana, filho de Careá, e todos os homens soberbos, dizendo a Jeremias: É mentira isso que dizes; o Senhor, nosso Deus, não te enviou a dizer: Não entreis no Egito, para morar.
  • 17. Profetas bíblicos criticados JEREMIAS ... Baruque, filho de Nerias, é que te incita contra nós, para nos entregar nas mãos dos caldeus a fim de nos matarem e nos exilarem na Babilônia.” (Jr. 43: 2, 3)
  • 18. Profetas bíblicos criticados JEREMIAS ... Baruque, filho de Nerias, é que te incita contra nós, para nos entregar nas mãos dos caldeus a fim de nos matarem e nos exilarem na Babilônia.” (Jr. 43: 2, 3) (2) Falsos ensinos
  • 19. Profetas bíblicos criticados PAULO “Dizendo eles estas coisas em sua defesa, Festo o interrompeu em alta voz: Estás louco, Paulo! As muitas letras te fazem delirar!” (At. 26: 24)
  • 20. Profetas bíblicos criticados PAULO “Dizendo eles estas coisas em sua defesa, Festo o interrompeu em alta voz: Estás louco, Paulo! As muitas letras te fazem delirar!” (At. 26: 24) (1) Desordem nervosa (2) Falsos ensinos
  • 21. Tipos de críticas 1. Desordem nervosa 2. Falsos ensinos 3. Plágio 4. Profecias não cumpridas 5. Aspectos da vida pessoal
  • 22. Tipos de críticas 1. Desordem nervosa 2. Falsos ensinos 3. Plágio 4. Profecias não cumpridas 5. Aspectos da vida pessoal
  • 23. Galeria dos críticos Dudley M. Canright Ronald L. Numbers Walter T. Rea (1889) (1976) (1980)
  • 24. Walter Rea para o Los Angeles Times: (1) Ellen White é uma ladra: ela roubou as produções literárias de outros, e colocou seu nome nelas (entre 80 e 90%); (2) Ela é uma mentirosa: ela nega ter feito essas coisas; (3) Ela e o marido são sem vergonha e exploradores dos membros da igreja (...) fizeram fortuna pessoal por meio dessa fraude ...
  • 25. The White Lie – A Mentira Branca
  • 26. Exemplos de “plágio” EGW - 1878 “Alugaram testemunhas falsas para testemunhar que o tinham ouvido falar palavras blasfemas contra o templo e contra a lei.”
  • 27. Exemplos de “plágio” JS HOWSON - 1852 “Subornaram a testemunhas falsas para acusá-lo de blasfemar contra Moisés e contra Deus.”
  • 28. Exemplos de “plágio” EGW - 1911 “Por débil e defeituosa que seja, a igreja é o único objeto ao qual Deus confere seu supremo cuidado. É o palco de sua graça, no qual se deleita revelar seu poder para transformar os corações.”
  • 29. Exemplos de “plágio” JOHN HARRIS - 1836 “Mas a igreja de Cristo, por débil e defeituosa que seja, é o único objeto sobre a terra ao qual confere seu supremo cuidado... É o palco de sua graça, no qual faz experimentos de misericórdia sobre os corações humanos, e efetua transformações.”
  • 30. Exemplos de “plágio” EGW - 1898 “Assim, Cristo levantou seu tabernáculo em meio de nosso acampamento humano. Armou sua loja ao lado das lojas dos homens, para que pudesse morar entre nós, e familiarizar-nos com seu divino caráter e sua vida.”
  • 31. Exemplos de “plágio” JOHN HARRIS - 1836 “Levantou seu tabernáculo em meio do acampamento humano, armou sua loja ao lado das lojas nossas, para atestar a presença de Deus, familiarizar-nos com seu caráter, e fazer- nos sensíveis a seu amor.”
  • 32. 1981: A defesa da Igreja Adventista Conclusões 1. Ellen White não foi culpada; não procede ... 2. Eles perderam o barco; eles têm colocado em foco somente as palavras e perderam totalmente a mensagem. 3. Ela está dentro dos padrões legais “do uso correto” concernente a um escritor usando materiais de outros.
  • 33. 1981: A defesa da Igreja Adventista “Sou um homem mudado. Nunca mais serei o mesmo Vince Ramik.” (Advogado que realizou as pesquisas)
  • 34. 1981: O “Projeto Surpresa” Resultados (porcentagem de empréstimos literários) 1. O Grande Conflito: 20,16% 2. Sketches From The Life Of Paul: 12,23% 3. Restante dos livros: aproximadamente 2%
  • 35. Empréstimos literários na Bíblia MOISÉS “O que raptar alguém e o vender, ou for achado na sua mão, será morto.” (Êx. 21: 16)
  • 36. Empréstimos literários na Bíblia HAMMURABI (250 anos antes) “Se um cidadão roubou o filho de outro cidadão ele deverá ser morto.”
  • 37. Empréstimos literários na Bíblia MOISÉS “Não o olharás com piedade: vida por vida, olho por olho, dente por dente, mão por mão, pé por pé.” (Dt. 19: 21)
  • 38. Empréstimos literários na Bíblia HAMMURABI (250 anos antes) “Se um cidadão destruir o olho do filho de um cidadão, seu olho deverá ser destruído... Se um cidadão golpear o dente de outro cidadão, seu dente deverá ser golpeado também.”
  • 39. Empréstimos literários na Bíblia SALOMÃO “O Sábio, usando o seu conhecimento, continuou a ensinar ao povo o que sabia. Ele estudou, examinou e pôs em ordem muitos provérbios.” (Ec. 12: 9 - 10)
  • 40. Empréstimos literários na Bíblia JESUS “Portanto, tudo o que vós quereis que os homens vos façam, fazei-lho também vós, porque esta é a lei e os profetas. ” (Mt. 7: 12)
  • 41. Empréstimos literários na Bíblia Rabino Hillel (1 geração antes) “O que é desagradável a você, não faça ao seu vizinho, esta é a essência da Torá, enquanto que o resto é o comentário disto.”
  • 42. Empréstimos literários na Bíblia ESCRITORES EVANGÉLICOS 95% do livro de Marcos está reproduzido em Mateus ou Lucas.
  • 43. A Teoria das composições sagradas “O que foi e o que há de ser; e o que se fez, isso se tornará a fazer; nada há, pois, novo debaixo do sol.” (Ec. 1: 9)
  • 44. A Teoria das composições sagradas Ellen White “ ... Como a Lua e as estrelas de nosso sistema solar brilham pelo reflexo da luz do Sol, assim, no que há de verdadeiro em seus ensinos, refletem os grandes pensadores do mundo os raios do Sol da Justiça. Toda joia de pensamento, todo lampejo de intelecto, provém da Luz do Mundo.”
  • 45. A Teoria das composições sagradas The Great Teacher, 1835 “Imagine, por exemplo, que um profeta inspirado aparecesse na igreja, para adicionar suplementos aos livros canônicos – que Babel de opiniões ele encontraria existindo em quase que cada assunto teológico!
  • 46. A Teoria das composições sagradas The Great Teacher, 1835 ... E quão altamente provável seria que seu ministério consistiria, ou pareceria consistir, em uma mera ratificação e seleção destas tais opiniões de acordo com a mente de Deus. Originalidade absoluta parece ser quase impossível.
  • 47. A Teoria das composições sagradas The Great Teacher, 1835 ... A mente inventiva do homem já tem se incorporado de opiniões especulativas em quase todas as formas concebíveis antecipando e roubando o futuro de suas justas proporções de novidades e descobertas, e deixando pouco mais, até mesmo para um mensageiro divino, do que a tarefa de tomar algumas destas opiniões e imprimi-las com o selo dos céus.”
  • 48. OS CRÍTICOS DE ELLEN WHITE Fábio Paradela 11 de Março de 2012