Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Lição 01 Doutrina da Criação

6,115 views

Published on

LIÇÃO 01 - CURSO BÁSICO DE TEOLOGIA IBADEP
TEOLOGIA SISTEMÁTICA 2

Published in: Spiritual
  • Be the first to comment

Lição 01 Doutrina da Criação

  1. 1. ANJOS / HOMEM / PECADO / SALVAÇÃO
  2. 2. CURSO BÁSICO EM TEOLOGIA DOUTRINA DA CRIAÇÃO PROF. FABIO JOSÉ DA SILVA
  3. 3. INTRODUÇÃO “No princípio criou Deus...”
  4. 4. INTRODUÇÃO • O termo “criação”, tem origem no hebraico “barah” e do lat. “creationem”. • Ato exclusivo de Deus, pois Ele é o único ser que pode suscitar alguma coisa do nada. • Eis o texto bíblico que mais luz esparge sobre o ato criativo de Deus:
  5. 5. INTRODUÇÃO • Os gregos, ao contrário, acreditavam na existência de uma matéria original, da qual procederam todas as coisas. • Todavia, Deus não necessitou de nenhuma pré matéria para criar o Universo; sua palavra foi suficiente.
  6. 6. A EXISTÊNCIA DE DEUS
  7. 7. A EXISTÊNCIA DE DEUS • De todas as doutrinas apresentadas nas Escrituras Sagradas, sem dúvida alguma a mais importante, a principal de todas é a doutrina que trata especificamente da Pessoa de Deus. • Sendo Deus a origem de tudo e de todos, forçoso é que nos voltemos para ele antes de tratarmos de conhecer qualquer segmento do abundante conteúdo teológico do Livro Santo.
  8. 8. A EXISTÊNCIA DE DEUS • Neste mister, vale ressaltar que careceríamos de muitíssimo tempo e espaço para discorrer sobre Deus, posto que dele está cheia toda a Bíblia. • Basta dizer, introdutoriamente, que os 7 nomes ou títulos principais de Deus aparecem nada menos de 10.775 vezes no texto sagrado.
  9. 9. A EXISTÊNCIA DE DEUS • O fato mais primário das Escrituras é a menção da existência de Deus. • Nunca se trata de prová-la, senão apenas expô-la, posto ser ela explicitamente auto-evidente. • A Bíblia inicia com a informação de que no princípio Deus criou os Céus e a Terra.
  10. 10. A EXISTÊNCIA DE DEUS • Ela não começa seu texto como milhares de livros de ficção: Era uma vez. Não. No princípio Deus. • À guisa de informação, e sem qualquer propósito de descer a detalhes, vale mencionar que somente no versículo primeiro do primeiro capítulo de Gênesis emanam nada menos de 7 importantes doutrinas relacionadas com a pessoa de Deus, a saber:
  11. 11. A EXISTÊNCIA DE DEUS 1ª) A existência de Deus. “No princípio criou Deus ...” 2ª) A eternidade de Deus. “No princípio ...” 3ª) O poder de Deus. “Criou ...” 4ª) A soberania de Deus. “No princípio criou Deus ...” 5ª) A vontade de Deus. “No princípio criou Deus ...” 6ª) A sabedoria de Deus: “Criou os céus e a terra” 7ª) A providência de Deus. “No princípio criou Deus os céus e a terra”
  12. 12. A EXISTÊNCIA DE DEUS • Assim, vemos que as primeiras palavras da Bíblia, Gn 1.1 declaram de modo natural que Deus criou os céus e a terra. • Este é um atestado peremptório da existência de Deus, independentemente de qualquer tipo de argumentação. • É um fato tão natural sua existência que se revela auto-evidente. • É uma doutrina que sempre emerge espontaneamente nas páginas das Escrituras.
  13. 13. A EXISTÊNCIA DE DEUS • A Bíblia não foi escrita para provar que Deus existe; ela é uma revelação desse Deus que sempre existiu. • Os homens são exortados a crer em Deus, para seu próprio bem, Hb 11.6. • Negar a existência de Deus é um ato de insensatez, uma loucura declarada. Deus é real.
  14. 14. A EXISTÊNCIA DE DEUS • É preciso, tão somente, que cada criatura o conheça por fé. • A fé é questão moral, e não intelectual. • É uma questão de coração e não de mente. • Naturalmente, a doutrina da existência de Deus é fundamental. • As bases da verdadeira teologia estão assentadas firmemente sobre os fundamentos inabaláveis da existência de Deus, uma doutrina rigorosamente bíblica.
  15. 15. A EXISTÊNCIA DE DEUS • Existem 4 fontes universalmente reconhecidas como origem do conhecimento de Deus, a saber: Intuição, Tradição, Razão e Revelação. • Intuição – significa conhecimento direto, nato, auto-consciente, compreensão sem aprendizagem ou razão, conhecimento pelo instinto. • Tradição – é a soma de conhecimentos recebidos de diferentes fontes. É um conhecimento indireto.
  16. 16. A EXISTÊNCIA DE DEUS • Razão – é a faculdade de raciocinar, de extrair conclusões pelo pleno exercício do intelecto. – É o conhecimento desenvolvido. • Revelação – é o ato divino de comunicar ao homem aquilo que de outra maneira ele nunca poderia saber perfeitamente. – É o conhecimento outorgado.
  17. 17. A CRIAÇÃO É OBRA DO DEUS TRINITÁRIO ( Gn 1; Hb 11.3) • As obras de Deus revelam seu poder criador. – Seu poder pessoal, Gn 1.1; Jó 38.4; II Rs 19.15. – O poder de sua palavra, Hb 11.3 – O poder de sua vontade, Ap 4.11; Ef 1.11. – Um poder ilimitado, Jr 27.5; Am 5.8; 9.6.
  18. 18. A CRIAÇÃO É OBRA DO DEUS TRINITÁRIO ( Gn 1; Hb 11.3) • As obras de Deus foram feitas por toda a Trindade – O Pai é Criador, I Co 8.6. – O Filho é Criador, Jo 1.3; Cl 1.16,17; Hb 1.1012. – Espírito Santo é Criador, Gn 1.2; Jó 26.13; 33.4; Sl 33.6; 104.29,30. – O Deus Trino (Elohim) é Criador, Gn 1.1,26.
  19. 19. DEUS CONTROLA E PRESERVA SUAS OBRAS ATRAVÉS DA PROVIDÊNCIA • Como podemos definir a Providência Divina ? “Resolução tomada de antemão por Deus visando a consecução de seus planos e decretos, a preservação de tudo quanto ele criou e a salvação do ser humano. Acha-se a providência divina fundamentada nos atributos metafísicos e morais de Deus”.
  20. 20. DEUS CONTROLA E PRESERVA SUAS OBRAS ATRAVÉS DA PROVIDÊNCIA • As quatro faces da providencia divina: – Providência preventiva, Gn 20.6 – Providência permissiva, Dt 8.2; II Cr 32.31; Os 4.17; Rm 1.24,28. – Providência diretiva, Gn 50.20; Sl 76.10. – Providência determinativa, Rm 12.2
  21. 21. DEUS CONTROLA E PRESERVA SUAS OBRAS ATRAVÉS DA PROVIDÊNCIA • A afirmativa bíblica de que Deus sustenta pela palavra do seu poder todas as coisas criadas, faz cair por terra o “DEÍSMO”. • Definição de DEISMO: – Crença que, apesar de admitir a existência do Supremo Ser, ensina não estar ele interessado no curso que a história toma, ou venha a tomar. – Noutras palavras, Deus limitou tão somente a criarmos, abandonando-nos a seguir à própria sorte.
  22. 22. DEUS CONTROLA E PRESERVA SUAS OBRAS ATRAVÉS DA PROVIDÊNCIA • A Bíblia ensina-nos, porém, estar o bondoso Deus preocupado com a humanidade. – No Salmo 104, por exemplo, Davi mostra quão solícito é o Criador para com as suas Criaturas. • E o que dizer da mensagem de João 3.16? – Deus jamais enviaria seu Unigênito a morrer por nós, caso não estivesse interessado em nosso bem-estar!
  23. 23. DEUS CONTROLA E PRESERVA SUAS OBRAS ATRAVÉS DA PROVIDÊNCIA • Sendo assim concluímos que o “DEÍSMO” é: – O paganismo travestido de piedade. – É a distorção do “TEÍSMO”. • Definição de “TEISMO”: – Doutrina que, baseada na teologia natural e revelada, admite a existência de um Deus pessoal e presente.
  24. 24. DEUS CONTROLA E PRESERVA SUAS OBRAS ATRAVÉS DA PROVIDÊNCIA • As obras de Deus têm propósitos definidos: – Elas manifestam a glória de Deus, Sl 19.1 – Elas resultam na glorificação de Deus, Is 60.21; 43.7 – Elas resultam na adoração do nome de Deus, Ap 4.11. – Elas resultam na felicidade pessoal do homem.
  25. 25. DEUS CONTROLA E PRESERVA SUAS OBRAS ATRAVÉS DA PROVIDÊNCIA • Deus é infinito, ou seja, ele é: – Auto-existente; – A causa primária de tudo que existe. – Deus não depende de nada e nem de ninguém.
  26. 26. A DECLARAÇÃO BÍBLICA DA CRIAÇÃO • Quatro verdades estabelecem os fundamentos da obra da criação: – 1. A obra da criação é autoria única do Deus Trino. – 2. A obra da criação foi feita por um ato livre da parte do Criador, Ef 1.11; Ap 4.11 – 3. A obra da criação teve um princípio. A expressão “no princípio” no hebraico é bereshith, que literalmente significa começo. Gênesis 1.1; Ezequiel 28.11; Gênesis 1.2; Isaías 45.18 – 4. A obra da criação foi produzida do nada, Hb 11.3
  27. 27. PROCESSO DA OBRA DA CRIAÇÃO • A) A criação das coisas espirituais: Ne 9.6. • B) A criação das coisas materiais (Universo): Gn 1,2. • C) A criação da vida sobre a terra. – A vida física numa combinação do imaterial com o material.
  28. 28. O MÉTODO DA CRIAÇÃO • A mente humana tem sido bombardeada por inúmeras teorias do aparecimento do Universo. • Se faz necessário frisar que são apenas teorias, especulações e opiniões humanas que nenhum valor tem diante das irrefutáveis afirmações da Bíblia Sagrada, que é a verdade absoluta e revelação do Deus Todo-Poderoso , II Pe 1.21; Jr 1.12.
  29. 29. DEUS CRIOU • Nos dois primeiros capítulos de Gênesis, são usados três vocábulos para descrever os atos criativos de Deus, leia Gn 1.1, 21,27, etc. • “Bara” – que significa criar do nada. • “Asah” – que significa fazer. • “Yatzar” – que significa formar. • Nota: Os dois últimos vocábulos, revela uma matéria pré existente.
  30. 30. DEUS CRIOU POR SUA PALAVRA • “Pela palavra do Senhor foram feitos os céus; e todos os exércitos deles, pelo espírito da sua boca”: Salmos 33.6 • Nisto vemos o grande poder da Palavra de Deus, não podemos esquecer a relação entre ela e o próprio Jesus, que é o Verbo de Deus (logos), a Palavra de Deus: Jo 1.1-3.
  31. 31. DEUS CRIOU POR SUA VONTADE, AP 4.11 • A vontade soberana de Deus não está sujeita a qualquer limitação. Leia Is 43.13.
  32. 32. DEUS CRIOU POR SUA MÃO, IS 66.2 • A mão é símbolo de trabalho, atividade, força, domínio, autoridade, proteção, etc. (Antropomorfismo)
  33. 33. DEUS SUSTENTA O QUE CRIOU, HB 1.3 • Através de leis fixas, Deus sustenta todas as coisas criadas. Leia Is 40.26.
  34. 34. O MÉTODO DA CRIAÇÃO • O relato bíblico da criação revela que Deus desejou de tal maneira o relacionamento com a raça humana que, que sabendo de antemão da queda do homem, pela ação de satanás, na sua presciência, fez o plano de salvação, pelo qual, haveria de redimir a raça humana caída: (Ap 13.8). • O Apocalipse termina dizendo: “... Com eles habitará, e eles serão seu povo, e o mesmo Deus estará com eles e será o seu Deus”: (Ap 21.3).
  35. 35. A ORDEM DOS EVENTOS DA CRIAÇÃO NATURAL
  36. 36. O RELATO BÍBLICO DA CRIAÇÃO NEGA: • A eternidade da matéria. • O ateísmo. • Panteísmo. • Evolucionismo.
  37. 37. O QUE É A TEORIA DA EVOLUÇÃO: • Doutrina formulada pelo inglês Charles Darwin que, em 1859, lançou um livro no qual sugere que as atuais espécies de vida são resultado de um lento e gradativo desenvolvimento. • Ou seja: das formas mais simples às mais elaboradas e complexas. • O evolucionismo não é ciência; é uma mitologia especulativa.
  38. 38. O QUE É A EVOLUÇÃO CRIATIVA? • Uma tentativa de harmonizar o evolucionismo de Darwin com o criacionismo do Gênesis bíblico. • Os partidários desta teoria veem os dias da criação como se fossem eras geológicas constituídas de milhões e milhões de anos.
  39. 39. O QUE É A EVOLUÇÃO CRIATIVA? • Nestas, o Senhor teria cuidado pessoalmente da evolução que se processava na terra. • Esta tentativa, porém, esbarrase na simplicidade, objetividade e congruência do relato bíblico.
  40. 40. O QUE É A EVOLUÇÃO CRIATIVA? • Não houve qualquer tipo de evolução; houve tão somente atos criativos. • E estes independem de eras, mas do tempo determinado pelo Todo-Poderoso.

×