SUMÁRIOINTRODUÇÃO ...........................................................................................................
4                                 INTRODUÇÃOCoréia foi palco de um conflito armado de grandes proporções. Após a Revolução...
51 A GUERRA FRIA       Ao término da Segunda Guerra, os EUA eram o país mais rico do mundo,porém eles teriam que enfrentar...
6enquanto    Berlim    Ocidental se    reerguia rapidamente, Berlim    Oriental nãoapresentava o mesmo progresso.       Be...
7        Já nos anos 80 essa cordialidade foi abandonada. Com a eleição de RonaldReagan em 1981, iniciou-se novamente o ac...
8               Vietnã do Norte: socialista governado por Ho Chin Minh;               Vietnã do Sul: capitalista governado...
9      Em 1976, o Vietnã se reunificou e passou a se chamar República Socialistado Vietnã.      A Guerra do Vietnã, como j...
10general MacArthur, insatisfeito com o recuo, exigiu a concessão de poderes para ouso de armas nucleares. Nesse período, ...
11acordos econômicos e ajuda militar. Após dez anos de um governo que aboliadeterminados costumes religiosos no país, Moha...
12milhares de vidas. Nessa época, a oposição dos EUA ao regime talibã despertou oódio de diversos terroristas muçulmanos. ...
13                                 CONCLUSÃO      A Guerra do Vietnã ocorreu depois da Segunda Guerra Mundial. Estendeu-se...
14              REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICASBRASILESCOLA, Guerra Fria.Disponível em:<http://www.brasilescola.com/geografia/g...
15                             ANEXOSConflito armado nas ruas de Seul durante a Guerra da Coreia.Soldados norte-americanos...
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Guerra fria

1,698 views

Published on

0 Comments
2 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
1,698
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
0
Comments
0
Likes
2
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Guerra fria

  1. 1. SUMÁRIOINTRODUÇÃO ............................................................................................................ 41 A GUERRA FRIA ..................................................................................................... 5 1.1 A GUERRA DO VIETNÃ .................................................................................... 7 1.2 GUERRA DA CORÉIA ....................................................................................... 9 1.3 GUERRA DO AFEGANISTÃO ......................................................................... 10CONCLUSÃO ........................................................................................................... 13REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS ......................................................................... 14ANEXOS ................................................................................................................... 15
  2. 2. 4 INTRODUÇÃOCoréia foi palco de um conflito armado de grandes proporções. Após a RevoluçãoMaoista ocorrida na China, a Coréia sofre pressões para adotar o sistema socialistaem todo seu território. A região sul da Coréia resiste e, com o apoio militar dosEstados Unidos, defende seus interesses. A guerra dura dois anos e termina, em1953, com a divisão da Coréia no paralelo 38. A Coréia do Norte ficou sob influênciasoviética e com um sistema socialista, enquanto a Coréia do Sul manteve o sistemacapitalista.A Guerra do Vietnã contou com a intervenção direta dos EUA e URSS. Os soldadosnorte-americanos, apesar de todo aparato tecnológico, tiveram dificuldades emenfrentar os soldados vietcongues (apoiados pelos soviéticos) nas florestas tropicaisdo país. Milhares de pessoas, entre civis e militares morreram nos combates. OsEUA saíram derrotados e tiveram que abandonar o território vietnamita de formavergonhosa em 1975. O Vietnã passou a ser socialista. Ao longo de sua história, o território vietnamita foi marcado por uma longasucessão de conflitos e guerras. Durante o período imperialista, o Vietnã –juntamente com o Laos e o Camboja – foi alvo da dominação política e econômicaexercida pelos franceses. No entanto, no ano de 1939, um grupo político comunistaliderado por Ho Chi Min encabeçou uma luta contra a presença francesa na região.Logo depois, esse mesmo movimento teve que fazer frente aos interessesimperialistas japoneses na região. Passado os conflitos da Segunda Guerra, osvietnamitas ainda tiveram que sofrer com as lutas travadas na Guerra da Indochina,conflito onde a França tentou retomar o controle da região.
  3. 3. 51 A GUERRA FRIA Ao término da Segunda Guerra, os EUA eram o país mais rico do mundo,porém eles teriam que enfrentar um rival, ou seja, o segundo país mais rico domundo: a URSS. Tanto os EUA (capitalista) como a URSS (socialista), tinham ideiascontrárias para a reconstrução do equilíbrio mundial, foi então que começou umagrande rivalidade entre esses dois países. Esse conflito de interesses que assustouo mundo ficou conhecido como Guerra Fria. Tanto os EUA criticavam o socialismoquanto a URSS criticava o capitalismo.Europa Ocidental, Canadá e Japão sealiaram aos EUA enquanto que a Tchecoslováquia, Polônia, Hungria, Iugoslávia,Romênia, Bulgária, Albânia, parte da Alemanha e a China se uniram com a URSS. Na década de 50 e 60 houve a chamada corrida armamentista. Quem seriacapaz de produzir tecnologias bélicas mais modernas, EUA ou URSS? Mesmoassim, esses dois países jamais se enfrentaram com armas durante a Guerra Fria,embora apoiassem guerras entre países menores (cada superpotência apoiando umdos lados rivais), como por exemplo, na Guerra da Coréia entre 1950 e 1953. Na tentativa de provar que o seu sistema era melhor do que o outro, cadalado fez as suas investidas, a URSS enviou um homem (Yuri Gagárin) ao espaço,enquanto os EUA enviaram Neil Armstrong à Lua. Estas disputas continuavam para ver quem era o melhor, atingindo inclusive aárea dos esportes. Nas Olimpíadas, por exemplo, os dois países lutavam para verquem ganhava mais medalhas de ouro. No final da Segunda Guerra, a Alemanha foi invadida por todos os lados;além de ter sido separada da Áustria, ficando assim dividida em dois países: Alemanha Ocidental (ou República Federal da Alemanha – RFA) –capitalista; Alemanha Oriental (ou República Democrática Alemã – RDA) –governada pelos comunistas. A antiga capital – Berlim, que se localizava no interior da Alemanha Oriental,também ficou dividida em dois: Berlim Oriental (tornou-se a capital da RDA); Berlim Ocidental (tornou-se uma ilha capitalista cercada de socialismo). A briga continuava. Os EUA resolveram ajudar Berlim Ocidental a se reerguere para isso investiram milhões de dólares na reconstrução da cidade, porém
  4. 4. 6enquanto Berlim Ocidental se reerguia rapidamente, Berlim Oriental nãoapresentava o mesmo progresso. Berlim Ocidental (organizada e em processo de reconstrução) representava ocapitalismo dentro de uma Alemanha socialista. Foi então que em 1948, Stálin, dirigente da URSS ordenou que ascomunicações entre a República Federal da Alemanha e Berlim ocidental fossemcortadas. Ele achava que o isolamento facilitaria a entrada das tropas soviéticas naoutra parte de Berlim. Porém, tal iniciativa não deu certo, pois uma operação comcentenas de aviões levando mantimentos da RFA para Berlim Ocidental garantiuque uma continuasse ligada a outra. O Governo não teve outra escolha a não seraceitar a situação. Assim, Berlim Ocidental continuou a crescer e as pessoas começaram acomparar Berlim Ocidental e Berlim Oriental e viram que o capitalismo era melhorque o socialismo. Como consequência houve uma emigração de pessoas muitoqualificadas para Berlim Ocidental e com isso Berlim Oriental ficava abandonada.Claro que o Governo da RDA se irritou e em 1961 ordenou a construção de um muroisolando Berlim Ocidental do restante da Alemanha. Era o Muro de Berlim, que éconsiderado um dos maiores símbolos da Guerra Fria. Na conferência de Yalta, realizada logo após o fim da Guerra ficouestabelecida a divisão do mundo em áreas de influência, ou seja, cada parte doplaneta ficaria sob o controle de uma das superpotências e uma não deveriainterferir na zona de influência da outra. A década de 50 e 60 foi marcada por momentos de tensão e intolerância, poisos dois sistemas (capitalista e socialista) eram vistos da forma mais negativapossível. Os dois países possuíam armas nucleares; porém, os dois lados estavamcientes que uma guerra naquele momento poderia destruir o mundo. Por esta razãotentavam influenciar a humanidade tomando o máximo de cuidado para nãoprovocar uma Guerra Nuclear Internacional, como isso, a tensão diminuiu. Ainda nos anos 60, EUA e URSS viveram a época da coexistência pacífica,ou seja, fizeram a política da boa vizinhança. Na década seguinte, Nixon e odirigente soviético Brejnev, iniciaram uma distensão mundial assinando acordos paradiminuir a corrida armamentista e selaram esse acordo com um encontro simbólicono espaço entre as naves americanas e soviéticas (1975).
  5. 5. 7 Já nos anos 80 essa cordialidade foi abandonada. Com a eleição de RonaldReagan em 1981, iniciou-se novamente o acirramento entre as potências. Os americanos investiram alto no setor bélico deflagrando a chamada “Guerranas Estrelas”. Durante o segundo mandato de Reagan (1984 -1988), em 1987, foi assinadoo tratado para eliminação de armas de médio e curto alcance (nessa época a URSSestava sob o comando de Gorbachev), causando um alívio aos europeus, já que oacordo implicava a desativação de grande parte das ogivas voltadas para aquelelado. As hostilidades entre os dois países estavam quase acabando.A Guerra Friaterminou por completo com a ruína do mundo socialista (a URSS estava destruídaeconomicamente devido aos gastos com armamentos) e com a queda do Muro deBerlim em 9 de novembro de 1989.1.1 A GUERRA DO VIETNÃ Ocorreu entre os anos de 1959 e 1975 e é considerado o mais violentoconflito da segunda metade do século XX. Laos, Vietnã e Camboja faziam parte de uma região conhecida comoIndochina. Estavam sobre o domínio francês e queriam a independência. Para entender melhor o conflito é preciso saber que durante a SegundaGuerra, o Japão invadiu e dominou esta região. Com o objetivo de combater osorientais, os vietnamitas, liderados por Ho Chi Minh (líder revolucionário), sereuniram e formaram a Liga Revolucionária para a Independência do Vietnã (ligadaao partido comunista). Os primeiros conflitos ocorreram em 1941, ainda durante a Segunda GrandeGuerra. Quando esta terminou, começou o processo de descolonização, que originouuma luta entre tropas francesas e guerrilheiros do Viet Minh (Liga para aIndependência do Vietnã). Derrotados, os franceses tiveram que aceitar a independência. Em 1954, a Conferência de Genebra (convocada para negociar a paz)reconheceu a Independência do Camboja, Laos e Vietnã. Outra medida tomada estabeleceu que o Vietnã ficasse dividido em:
  6. 6. 8 Vietnã do Norte: socialista governado por Ho Chin Minh; Vietnã do Sul: capitalista governado por Ngo Dinh-Diem. Essa divisão estaria valendo até as eleições para unificação do país, em1956. Em 1955, Ngo Diem liderou um golpe militar tornando-se ditador. Diemcancelou as eleições, proclamou a Independência do Sul, brigou com os budistas,perseguiu nacionalistas e comunistas e seu governo foi marcado pela corrupção. Osamericanos o apoiaram, porque estavam convencidos de que os nacionalistas ecomunistas de Ho Chi Minh ganhariam as eleições e isso não era bom; pois se oscomunistas ganhassem, acabariam influenciando outras nações a segui-los (“Teoriade Dominó”). Os EUA passaram a colaborar com o Vietnã do Sul enviando armas, dinheiroe conselheiros militares. Tudo isso fez com que surgissem os movimentos de oposição: FrenteNacional de Libertação (apoiados pelo Vietnã do Norte) juntamente com o seuexército Vietcong. Apoiados pelos americanos e suas armas poderosas os sul-vietnamitasatacaram por 10 anos o norte. Porém, depois que algumas embarcações americanas foram bombardeadasno Golfo de Tonquim, o presidente Lindon B. Johnson ordenou bombardeios derepresália contra o Vietnã do Norte. Esse fato marcou a entrada dos EUA na guerra(1965). Em 1968, as tropas do norte e os vietcongs fizeram a chamada Ofensiva doTet, ocupando inclusive a embaixada americana em Saigon. Isso fez com que osamericanos sofressem sérias derrotas. A guerra continuava e os americanos não estavam muito felizes. Váriasmanifestações foram realizadas contra a participação dos EUA na guerra. Em 1972, durante o governo do presidente Nixon, os EUA bombardearam aregião de Laos e Camboja utilizando, inclusive, armas químicas, mas não adiantou,pois os guerrilheiros continuavam lutando. Eles (guerrilheiros) se saíram melhor, principalmente pelas vantagensgeográficas, já que conheciam bem a região. Os americanos se retiraram do conflito em 1973; porém, a guerra só foiencerrada de fato em 30/04/1975, pois ainda havia alguns conflitos contra o norte.
  7. 7. 9 Em 1976, o Vietnã se reunificou e passou a se chamar República Socialistado Vietnã. A Guerra do Vietnã, como já foi dito no início deste texto, é considerado umdos conflitos mais violentos do século XX. Durante todo o desenrolar da guerra, os meios de comunicação do mundointeiro divulgaram a violência e intensidade do conflito, além de falarem sobre o maudesempenho dos americanos, que investiram bilhões. Foi nesta guerra que oshelicópteros foram usados pela primeira vez. Como em toda guerra, não existem vencedores, somente vítimas. Calcula-seque milhões de pessoas (civis e militares) morreram.1.2 GUERRA DA CORÉIA Chegado o fim da Segunda Guerra Mundial, o Japão perdeu todas suas áreasde exploração colonial. Entre outras regiões espalhadas pelo mundo, a Coréia foilivrada do poderio nipônico graças à intervenção das tropas soviéticas e norte-americanas. Com a polarização política e ideológica da Guerra Fria, Estados Unidose União Soviética empreenderam a divisão do território coreano a partir da criaçãode uma linha imaginária situada no Paralelo 38º. O acordo firmado, em 1948, deu origem a duas novas nações: ao norte, asocialista República Democrática da Coréia do Norte; e ao sul, a capitalistaRepública da Coréia do Sul. Depois da retirada das tropas estrangeiras, umaverdadeira guerra ideológica se instalou na região, acirrando as relações entre asduas novas nações. Inspirados pela vitoriosa revolução liderada por Mao-Tsé Tungna China, grupos políticos do norte mobilizaram-se militarmente na tentativa dereunificar a Coréia. O início da guerra foi longo, seguido por uma reunião extraordinária da ONUque deveria arbitrar sobre o conflito. As nações reunidas concluíram que a açãonorte-coreana deveria ser reprimida por meio do envio de tropas internacionais. Osexércitos enviados, de maioria norte-americana, realizaram um rápido ataque quetomou a Coréia do Norte em setembro de 1950. No entanto, a participação da Chinano conflito mudou os quadros dessa guerra. O apoio dos chineses aos norte-coreanos obrigou as tropas da ONU arecuarem de volta ao Paralelo 38º. Um dos líderes das forças norte-americanas,
  8. 8. 10general MacArthur, insatisfeito com o recuo, exigiu a concessão de poderes para ouso de armas nucleares. Nesse período, os norte-coreanos empreenderam umasérie de ataques bem sucedidos contra a Coréia do Sul. Pouco tempo depois, osconflitos recuaram à região de fronteira das duas nações. Ao longo de mais dois anos, os conflitos se desenvolveram provocandointenso desgaste das tropas de ambos os lados. Com isso, em 1953, abriram-sediversas rodadas de negociação com o objetivo de dar fim à Guerra da Coréia. Nomês de julho, o Armistício de Pan-munjom restaurou os mesmos limites territoriaisfixados após a Segunda Guerra Mundial. Sem nenhum ganho militar, territorial oupolítico, mais de quatro milhões de pessoas foram mortas durante os conflitos. A Coréia do Sul permaneceu capitalista e ganhou incentivo dos EstadosUnidos para recuperar-se depois da guerra. Depois de sofrer com a corrupção e aascensão de governos totalitários, o país modernizou sua economia e hoje sedestaca como um dos mais proeminentes “Tigres Asiáticos”. O país tentareaproximar-se politicamente da Coréia do Norte e ganhou notoriedade com arealização de parte dos jogos da Copa do Mundo de 2002. Os norte-coreanos preservam um governo de orientação socialista marcadopor um governo centralizado nas mãos de grupos militares. Ao longo da Guerra Fria,conseguiram firmar uma sólida política educacional e um eficiente sistema de saúde.Em contrapartida, desenvolvem um programa nuclear visto com desconfiança pordiversas nações contemporâneas, principalmente os Estados Unidos.1.3 GUERRA DO AFEGANISTÃO Ao longo de sua história, o Afeganistão foi alvo de diversos conflitos quecolocaram este país em uma situação desoladora. Muitos dos conflitos alidesenvolvidos se davam por conta de sua localização privilegiada, responsável pelainterligação entre Oriente Médio, Índia e o restante da Ásia Central. Alvo daexpansão do mundo árabe, no século VII, a região se tornaria um verdadeirocaldeirão de crenças, colocando budistas, hindus e muçulmanos em um mesmoterritório. Com o fim da Segunda Guerra Mundial (1939 - 1945), o governo passou a sercontrolado pelo militar Mohammed Daud Khan. No primeiro momento em que esteestava no poder, aproximou-se do governo soviético buscando o estabelecimento de
  9. 9. 11acordos econômicos e ajuda militar. Após dez anos de um governo que aboliadeterminados costumes religiosos no país, Mohammed sofreu um golpe militar que oretirou da vida política afegã ao longo de toda uma década. No ano de 1973, restabeleceu os contatos com o governo soviético e permitiumudanças alinhadas às diretrizes do socialismo soviético. Contudo, foi mais uma vezatingido por um movimento golpista em 1978, quando os integrantes do PartidoDemocrático do Povo do Afeganistão tomaram o poder e assassinaram MohammedDaud Khan. Com o novo incidente político, os soviéticos decidiram intervir naquestão afegã ao exigir a deposição do novo presidente Hafizullah Amin. Sem obter uma resposta favorável das novas lideranças afegãs, o governorusso decide enviar um bem preparado exército que deveria varrer todos aquelesque se opusessem à indicação de Barbak Karmal para a presidência do país.Enquanto isso, os mujahedins –grupo de guerrilheiros afegãos contrários àintervenção russa – lutavam contra as tropas soviéticas. Em pouco tempo, talresistência passou a contar com o apoio financeiro e bélico de nações como China,Estados Unidos, Irã, Paquistão e Arábia Saudita. A partir desse momento, as tropas soviéticas passariam a sofrer sucessivasderrotas contra o moderno aparato militar fornecido pelas nações aliadas aoAfeganistão. Dessa maneira, o presidente Mikhail Gorbatchev anunciou a retiradadas tropas russas do território afegão. Em 1988, lideranças soviéticas, norte-americanas, afegãs e paquistanesas assinaram um acordo de paz que deu fim aoconflito. Com essa derrota, o bloco socialista dava mais um sinal de seu vindouroesfacelamento. Apesar do fim da guerra, outros conflitos viriam a tomar conta do territórioafegão. Diversos grupos dissidentes tentariam derrubar o novo governo deMohammad Najibullah. No ano de 1992, diversas milícias tomaram conta da capitalCabul e promoveram a deposição do presidente Najibullah. O novo governoempossado tentou empreender uma colisão entre os guerreiros mujahedins e osintegrantes da etnia tadjique. Contudo, os afegãos pertencentes a maioria étnica pashtun passaram aintegrar o exército radical islâmico Talibã, que repudiava a integração política dosdiferentes grupos étnicos e religiosos do país. Em 1996, esse movimento ortodoxoconseguiu tomar a capital afegã. A partir de então, um terrível governofundamentalista deu prosseguimento a uma terrível disputa militar que ceifou
  10. 10. 12milhares de vidas. Nessa época, a oposição dos EUA ao regime talibã despertou oódio de diversos terroristas muçulmanos. Entre estes estava o milionário árabe Osama Bin Laden, que em 1998 eraapontado como principal suspeito dos atentados terroristas às embaixadas norte-americanas no Quênia e na Tanzânia. Em apoio aos EUA, a Organização dasNações Unidas impôs uma série de sanções econômicas ao governo afegão natentativa de conseguir que os talibãs entregassem Bin Laden. No entanto, oterrorista conseguiu fugir da perseguição imposta pelas autoridades norte-americanas.
  11. 11. 13 CONCLUSÃO A Guerra do Vietnã ocorreu depois da Segunda Guerra Mundial. Estendeu-seessa guerra em dois períodos distintos. No primeiro deles, as forças nacionalistasvietnamitas, sob orientação da liga vietnamita, lutaram contra os colonialistasfranceses. No segundo, uma frente de nacionalistas e comunistas enfrentaram astropas de intervenção norte-americanas. A Guerra da Coreia foi um conflito entre Coreia do Sul e Coreia do Norte. Teve como pano de fundo a disputa geopolítica entre Estados Unidos(capitalismo) e União Soviética (socialismo). Com o fim da guerra, as duas Coreiaspermaneceram divididas e os conflitos geopolíticos continuaram, embora nãofossem mais para a área militar. Atualmente a Coreia do Norte permanece com oregime comunista, enquanto a Coreia do Sul segue no sistema capitalista. A Guerra do Afeganistão durou nove anos entre tropas soviéticas que davamapoio do governo marxista do Afeganistão e insurgentes mujahid afegãos quetentavam derrubar o regime comunista no país. A União Soviética esteve do lado do governo, enquanto que os insurgentestinham apoio dos Estados Unidos, do Paquistão e de outros países muçulmanos. Oconflito sucedeu ao mesmo tempo em que Revolução Iraniana e a Guerra Irã-Iraque.
  12. 12. 14 REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICASBRASILESCOLA, Guerra Fria.Disponível em:<http://www.brasilescola.com/geografia/guerra-fria.html>.Acesso em 14 de out. 2012.INFOESCOLA, Guerra do Vietnã.Disponível em:<http://www.infoescola.com/historia/guerra-do-vietna.html>.Acesso em 14 de out. 2012.BRASILESCOLA, Guerra da Coréia.Disponível em:<http://www.brasilescola.com/historiag/guerra-coreia.html>.Acesso em 14 de out. 2012.INFOESCOLA, Guerra do Afeganistão.Disponível em:<http://www.infoescola.com/historia/guerra-do-afeganistao-1979.html>.Acesso em 14 de out. 2012.
  13. 13. 15 ANEXOSConflito armado nas ruas de Seul durante a Guerra da Coreia.Soldados norte-americanos em campo de batalha no Vietnã.

×