Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Anemia hemolitica

25,311 views

Published on

Published in: Health & Medicine
  • Be the first to comment

Anemia hemolitica

  1. 1. ANEMIAS HEMOLÍTICAS 3.º ano - 2011
  2. 2. CICLO DO ERITRÓCITO Reticulócito Hemólise 120 dias Eritrócito Medula Óssea BAÇO (Produção) maduro Destruição Sequestro (esplenomegalia) Perdas (Hemorragias) ERITROPOETINA (RIM)
  3. 3. GLÓBULO VERMELHO MADURO  Disco bicôncavo, flexível  Diâmetro 8µm, espessura 2µm  Volume: 90 fL  Vida média: 120 dias  Jornada total: 300 milhas  Não tem núcleo nem mitocôndrias  Gera ATP por glicólise anaeróbica
  4. 4. HEMÓLISE
  5. 5. Anemias HemolíticasDefeitos do eritrócito Agressão ao eritrócito Excesso de destruição Parasitas: MaláriaDoenças da membrana do GV Venenos e toxinasEritroenzimopatias FármacosHemoglobinopatias Trauma: microangiopáticasTalassemias Imunes: autoanticorpos Reticulocitose
  6. 6. ICTERÍCIA, ESPLENOMEGALIA E COLELITÍASE SUGEREMANEMIA HEMOLÍTICA (CONSTITUCIONAL/ADQUIRIDA)
  7. 7. ANEMIAS HEMOLÍTICAS Quadro clínico  Palidez “amarelada” (icterícia cutânea)  Esclerótica ictérica:  Bb indireta  Esplenomegalia / Hepatesplenomegalia  Linfadenomegalia (+/-)  Constitucionais: alt. esqueleto facial úlceras MMII  Urina escura: Hb livre (hemólise intravascular)  Colelitíase (hemólise crônica)
  8. 8. ANEMIAS HEMOLÍTICASLaboratório Plasma ictérico Policromasia Reticulocitose  Bb indireta  DHL (Desidrogenase Lática) Anemia (normo / macro / micro) Hemoglobinúria (Hemólise intravascular) Haptoglobina diminuída ou indetectável
  9. 9. ANEMIAS HEMOLÍTICASDiagnóstico diferencial Sangramento agudo ( sem icterícia ) Sequestro:  Baço  Fígado Hemangioma gigante
  10. 10. ANEMIAS HEMOLÍTICASCausas Microangiopatia Anticorpos, toxinas, substâncias químicas Defeitos da membrana do eritrócito Defeitos do metabolismo do eritrócito Defeitos da hemoglobina
  11. 11. ANEMIAS HEMOLÍTICASMicroangiopatia CIVD (Coagulação intravascular disseminada) Doença vascular renal SHU (Síndrome hemolítico-urêmica) PTT (Púrpura trombocitopênica trombótica) Valvas cardíacas anormais / próteses
  12. 12. ESQUIZÓCITOSANEMIA HEMOLÍTICA MICROANGIOPÁTICA
  13. 13. MICROANGIOPATIAS TROMBÓTICASEsquizócitos = Células fragmentadas
  14. 14. ANEMIA HEMOLÍTICA AUTO-IMUNEAnticorpos Fixam diretamente complemento e lisam eritrócitos normais Cobrem eritrócitos  fagocitose S.R.E. Aglutinam eritrócitos na circulação ou in vitro TAD (Coombs Direto) positivo
  15. 15. ANEMIA HEMOLÍTICA AUTO-IMUNE
  16. 16. ANEMIAS HEMOLÍTICASLípides  plasma  membrana  Hemólise(Ins. Hepática)  Eritrócitos em alvo Eritrócitos com espículas
  17. 17. ANEMIAS HEMOLÍTICASMetais pesados Cobre (Doença de Wilson)  Hemólise Gás arsênio  Hemólise
  18. 18. ANEMIAS HEMOLÍTICAS Bactérias circulantes  Enzimas líticas (lipases, proteases)  Hemólise intravascular
  19. 19. ANEMIAS HEMOLÍTICAS Fármacos “Overdose”  Oxidação  Lesão  Hemólise
  20. 20. ANEMIAS HEMOLÍTICAS “Espectadores inocentes” Antibióticos Bactérias ligação à membrana Vírus indução de AC
  21. 21. ANEMIAS HEMOLÍTICASDefeitos da membrana do eritrócito Adquiridos  HPN: perda clonal de proteínas da membrana que ancoram outras proteínas. Células ficam mais sensíveis à lise pelo complemento Constitucionais  Esferocitose hereditária  Eliptocitose hereditária
  22. 22. Membrana Eritrocitária(Modificado de Lux e Palek, 1995) Glicoforina A Glicoforina C Glicoforina A Banda 3 3 p53 Tropomiosina 4.2 a Espectrina 4.9 Aducina Anquirina 4.1 b Espectrina Actina Local de Auto-Associação Tropomodulina
  23. 23. ESFEROCITOSE E ELIPTOCITOSEHEREDITÁRIAS Esferócitos e policromasia
  24. 24. CURVA DE RESISTÊNCIA GLOBULAROU DE FRAGILIDADE OSMÓTICA
  25. 25. Hemoglobinúria Paroxística Noturna  doença clonal adquirida  hemólise intravascular  trombose  insuficiência da MO Causada por sensibilidade anormal dos eritrócitos, leucócitos e plaquetas à ação do complemento.
  26. 26. HEMOGLOBINÚRIA PAROXÍSTICA NOTURNA
  27. 27. HEMOGLOBINÚRIA PAROXÍSTICA NOTURNA
  28. 28. Hemoglobinúria Paroxística Noturna Exames laboratoriais específicos  Teste de Ham (teste do soro acidificado)  Teste do açúcar  Citometria de fluxo
  29. 29. Hemoglobinúria Paroxística Noturna Eritrócitos Granulócitos
  30. 30. HPN
  31. 31. ANEMIAS HEMOLÍTICASDefeitos do metabolismo do eritrócito  G6PD : células mais suscetíveis a oxidantes  PK : glicólise deficiente
  32. 32. DEFICIÊNCIA DE G6PD
  33. 33. ANEMIAS HEMOLÍTICASDefeitos da Hemoglobina (Hb A= a2 b2) Talassemia: a =  produção de cadeias a b =  produção de cadeias b Anemia falciforme: Hb S (valina no lugar de ácido glutâmico, posição 6, cadeia b) Hemoglobinopatia C: Hb C (lisina no lugar de ácido glutâmico)
  34. 34. GENES & CADEIAS DE GLOBINA
  35. 35. TALASSEMIAS E ANORMALIDADES ESTRUTURAIS DAHEMOGLOBINA – DISTRIBUIÇÃO GEOGRÁFICA
  36. 36. Molécula de Hemoglobina Estrutura terciária da cadeia betaEstrutura quaternária da molécula de HbA
  37. 37. ALFA-TALASSEMIA
  38. 38. ALFA-TALASSEMIA: HB H
  39. 39. BETA-TALASSEMIA MAJOR
  40. 40. BETA-TALASSEMIA MAJOR
  41. 41. FÍGADO: HEMOSSIDEROSE
  42. 42. CORPÚSCULOS DE HOWELL-JOLLY (APÓSESPLENECTOMIA)
  43. 43. BETA-TALASSEMIA INTERMÉDIA
  44. 44. ANEMIA FALCIFORMENECROSE AVASCULAR DE CABEÇA DE FÊMUR
  45. 45. RNM – ANEMIA FALCIFORME
  46. 46. DACTILITE – ANEMIA FALCIFORME
  47. 47. ANEMIA FALCIFORME
  48. 48. ANEMIA FALCIFORME
  49. 49. ANEMIA FALCIFORME - OSTEOMIELITE
  50. 50. HB C HB S
  51. 51. ANEMIA FALCIFORME
  52. 52. Doenças Falciformes HbSS Anemia Falciforme HbS b0tal Sb0 Talassemia HbSC Hemoglobinopatia SC HbS b+tal Sb+ Talassemia Outras duplas heterozigoses com HbS (falcização positiva)
  53. 53. Doença FalciformeFisiopatologia  Anemia hemolítica crônica  Fenômenos vasooclusivos N Engl J Med 1999; 340:1021-30
  54. 54. Doença Falciforme
  55. 55. Hemoglobinopatias - Eletroforese Hb
  56. 56. ANEMIAS HEMOLÍTICAS - TRATAMENTO Suporte ( transfusões: discutir com hematologista ou hemoterapeuta ) Identificar a causa para tratamento específico Autoimunes: CE (imunossupressão) Esplenectomia em alguns casos Aconselhamento genético ...

×