SlideShare a Scribd company logo
1 of 28
Download to read offline
Da transmissão à partilha e do
desempenho à interação
tecnologias de ensino no “Saber Fazer”
Luis Borges Gouveia
lmbg@ufp.edu.pt, Universidade Fernando Pessoa
Seminário Tecnologias no Ensino / formação Saber Fazer
9 de Novembro de 2017, auditório do Citeforma, Lisboa
Sinopse
• Estamos no final da segunda década do novo milénio. As alterações provocadas
pelo digital, pelo uso intensivo de formas de mediação individuais, como as
possibilitadas pelos dispositivos digitais, tornaram ainda mais intensa a tensão
para com os ambientes tradicionais de ensino e aprendizagem. Assim, o espaço
de sala de aula tornou-se exíguo: insuficiente para as necessidades da nossa
sociedade; diminuto para quem ensina e insignificante para quem aprende.
• O digital trouxe novas formas de tempo e espaço que necessitamos de explorar,
bem como uma maior urgência em lidar com o grupo e a cooperação entre
indivíduos, como dimensões base para nos prepararmos para uma realidade
onde a criatividade e a inovação são valores requeridos.
• A apresentação propõe uma reflexão sobre o alcance e possibilidade das
tecnologias, para servir um espaço de ensino e aprendizagem mais alinhado com
as necessidades do nosso tempo, tomando como ponto de partida a sala de aula.
Luis Borges Gouveia, lmbg@ufp.edu.pt
Conhecimento processual ou saber-fazer
são termos utilizados para descrever o
conhecimento prático sobre como fazer
alguma coisa.
Luis Borges Gouveia, lmbg@ufp.edu.pt
ilhas de aprendizagem (Start Trek)
(imersão e auto aprendizagem)
Luis Borges Gouveia, lmbg@ufp.edu.pt
Educar para um mundo diferente…
Luis Borges Gouveia, lmbg@ufp.edu.pt
Sobre tecnologia
Luis Borges Gouveia, lmbg@ufp.edu.pt
A tecnologia ajuda (também porque…)
• Facilita o acesso
• Reduz custos
• Cria oportunidades
• Treina competências
Luis Borges Gouveia, lmbg@ufp.edu.pt
O conhecimento está implícito na própria
tecnologia
Luis Borges Gouveia, lmbg@ufp.edu.pt
A ironia: é precisa tecnologia para reinventar o
ensino e a aprendizagem (falta conhecimento)
Luis Borges Gouveia, lmbg@ufp.edu.pt
A dupla face do ensino e aprendizagem
(quem mais aprende, é quem ensina…)
Luis Borges Gouveia, lmbg@ufp.edu.pt
Devemos…
•Aprender (o que precisamos)
•Reter (o que aprendemos)
•Aplicar (o que aprendemos para fazer)
Luis Borges Gouveia, lmbg@ufp.edu.pt
O desafio maior:
aprender, desaprender e reaprender
Luis Borges Gouveia, lmbg@ufp.edu.pt
Aprendemos quando…
• Temos uma carga cognitiva reduzida
• Micro aulas, Vídeos
• Histórias curtas, Ligação emocional
• Permitimos a tentativa e erro
• Experimentamos e fazemos
• Damos tempo entre conteúdos e conceitos
• Demora tempo e exige atenção (foco)
• Tornamos tangível os conceitos, com conteúdos
• Produtizamos o conhecimento (o valor do livro?)
• Criamos estímulos visuais (vídeo, cor, movimento, multimédia,…)
• O fascínio e a fuga para o youtube (adeus wikipedia…)
• Proporcionamos diversidade
• Curiosidade e ver o diferente
Luis Borges Gouveia, lmbg@ufp.edu.pt
A evolução da tecnologia (dos bits)
dos computadores, ao digital e do digital ao ubíquo
1960 1970 1980 1990 2000 2010
Baixo impacto Baixo impacto Mudança de
comportamento
Tudo interligado Presença
massiva
Integração total
TIC para
militares
TIC para
académicos
TIC para uso
doméstico
TIC disseminada
(empresas e
escolas)
TIC em todo o
lado
TIC em toda a
atividade
Bebés… Crianças… Adolescentes… Jovens… Adultos… Idosos…
Emergência do novo: REDES, COOPERAÇÃO e COMUNIDADES
Luis Borges Gouveia, lmbg@ufp.edu.pt
Luis Borges Gouveia, lmbg@ufp.edu.pt
Luis Borges Gouveia, lmbg@ufp.edu.pt
Simulação
Luis Borges Gouveia, lmbg@ufp.edu.pt
Conteúdos tridimensionais e interativos
Luis Borges Gouveia, lmbg@ufp.edu.pt
Robots e mecanismos
Luis Borges Gouveia, lmbg@ufp.edu.pt
Visualização em ambiente (sem monitores ou
projetada) e interação por gesto
Luis Borges Gouveia, lmbg@ufp.edu.pt
Os limites da tecnologia
tecnologia
pela
tecnologia
é redutor!
(um instrumento e não
um fim em si mesmo…)
Luis Borges Gouveia, lmbg@ufp.edu.pt
Senão repetimos a tecnologia como âncora
(ficar preso à tecnologia que sabemos…)
Luis Borges Gouveia, lmbg@ufp.edu.pt
Luis Borges Gouveia, lmbg@ufp.edu.pt
Recentrar a atividade em quem aprende e não em
quem ensina (impacto nos espaços, nas atividades
e nas estratégias)
Luis Borges Gouveia, lmbg@ufp.edu.pt
Reconfigurar a sala de aula
(mas com leitura…)
Luis Borges Gouveia, lmbg@ufp.edu.pt
Luis Borges Gouveia, lmbg@ufp.edu.pt
A maior tecnologia são as pessoas e a sua
capacitação (soft skills e o lado humano…)
Luis Borges Gouveia, lmbg@ufp.edu.pt
Nota biográfica
http://homepage.ufp.pt/lmbg/
• Luis Borges Gouveia
• Professor Catedrático da Universidade Fernando Pessoa.
• Coordenador do Programa de Doutoramento em Ciências da Informação, ramo
Sistemas, Tecnologias e Gestão da Informação, também na Universidade
Fernando Pessoa.
• Agregado em Engenharia e Gestão Industrial pela Universidade de Aveiro,
Doutorado em Ciências da Computação pela Universidade de Lancaster, Reino
Unido e Mestre em Engenharia Electrónica e de Computadores, pela Faculdade
de Engenharia da Universidade do Porto.
• Tem desenvolvido trabalho no impacto que o digital, as redes e os computadores
imprimem à atividade humana, em particular no contexto do e-government e do
e-learning.
• Autor de 16 livros de natureza técnica e de cerca de três centenas de publicações
científicas nas suas áreas de especialidade.

More Related Content

Similar to Tecnologias de ensino no “Saber Fazer” - Luis Borges Gouveia

Explorar e interagir também no digital: um desafio para os mais crescidos
Explorar e interagir também no digital: um desafio para os mais crescidosExplorar e interagir também no digital: um desafio para os mais crescidos
Explorar e interagir também no digital: um desafio para os mais crescidosLuis Borges Gouveia
 
A oportunidade de um novo normal no ensino superior
A oportunidade de um novo normal no ensino superiorA oportunidade de um novo normal no ensino superior
A oportunidade de um novo normal no ensino superiorLuis Borges Gouveia
 
O Digital e a Universidade: uma reflexão para um tempo novo
O Digital e a Universidade: uma reflexão para um tempo novoO Digital e a Universidade: uma reflexão para um tempo novo
O Digital e a Universidade: uma reflexão para um tempo novoLuis Borges Gouveia
 
Uma discussão do impacte do digital (dos computadores aos fluxos de informaçã...
Uma discussão do impacte do digital (dos computadores aos fluxos de informaçã...Uma discussão do impacte do digital (dos computadores aos fluxos de informaçã...
Uma discussão do impacte do digital (dos computadores aos fluxos de informaçã...Luis Borges Gouveia
 
ReflexãO Individual Lptic- ines
ReflexãO Individual Lptic- inesReflexãO Individual Lptic- ines
ReflexãO Individual Lptic- inesanainesbg
 
ReflexãO Individual Lptic---Ines
ReflexãO Individual Lptic---InesReflexãO Individual Lptic---Ines
ReflexãO Individual Lptic---Inesanainesbg
 
Portifólio da leni inêz
Portifólio da leni inêzPortifólio da leni inêz
Portifólio da leni inêzleniproinfo
 
Ousar e fazer nas (e com) redes sociais
Ousar e fazer nas (e com) redes sociaisOusar e fazer nas (e com) redes sociais
Ousar e fazer nas (e com) redes sociaisLuis Borges Gouveia
 
Enagrad tecno adm-10-11-2014_stavros
Enagrad tecno adm-10-11-2014_stavrosEnagrad tecno adm-10-11-2014_stavros
Enagrad tecno adm-10-11-2014_stavrosANGRAD_
 
Portifólio proinfo
Portifólio proinfoPortifólio proinfo
Portifólio proinfoitapevamarco
 
Portifólio Proinfo
Portifólio ProinfoPortifólio Proinfo
Portifólio Proinfoitapevamarco
 
Portifólio Proinfo
Portifólio ProinfoPortifólio Proinfo
Portifólio Proinfoitapevamarco
 
Portifólio Proinfo
Portifólio ProinfoPortifólio Proinfo
Portifólio Proinfoitapevamarco
 
Transformação digital e gestão da informação
Transformação digital e gestão da informaçãoTransformação digital e gestão da informação
Transformação digital e gestão da informaçãoLuis Borges Gouveia
 
Desafios de ensinar e aprender em um mundo conectado - José Moran
Desafios de ensinar e aprender em um mundo conectado -  José MoranDesafios de ensinar e aprender em um mundo conectado -  José Moran
Desafios de ensinar e aprender em um mundo conectado - José MoranSEJUD
 
Debate Teaching informatics: Teach what? To whom?
Debate Teaching informatics: Teach what? To whom?Debate Teaching informatics: Teach what? To whom?
Debate Teaching informatics: Teach what? To whom?Luis Borges Gouveia
 
Portifólio professoras do maya
Portifólio professoras do mayaPortifólio professoras do maya
Portifólio professoras do mayaeliageraldo
 

Similar to Tecnologias de ensino no “Saber Fazer” - Luis Borges Gouveia (20)

Explorar e interagir também no digital: um desafio para os mais crescidos
Explorar e interagir também no digital: um desafio para os mais crescidosExplorar e interagir também no digital: um desafio para os mais crescidos
Explorar e interagir também no digital: um desafio para os mais crescidos
 
A oportunidade de um novo normal no ensino superior
A oportunidade de um novo normal no ensino superiorA oportunidade de um novo normal no ensino superior
A oportunidade de um novo normal no ensino superior
 
O Digital e a Universidade: uma reflexão para um tempo novo
O Digital e a Universidade: uma reflexão para um tempo novoO Digital e a Universidade: uma reflexão para um tempo novo
O Digital e a Universidade: uma reflexão para um tempo novo
 
Uma discussão do impacte do digital (dos computadores aos fluxos de informaçã...
Uma discussão do impacte do digital (dos computadores aos fluxos de informaçã...Uma discussão do impacte do digital (dos computadores aos fluxos de informaçã...
Uma discussão do impacte do digital (dos computadores aos fluxos de informaçã...
 
ReflexãO Individual Lptic- ines
ReflexãO Individual Lptic- inesReflexãO Individual Lptic- ines
ReflexãO Individual Lptic- ines
 
ReflexãO Individual Lptic---Ines
ReflexãO Individual Lptic---InesReflexãO Individual Lptic---Ines
ReflexãO Individual Lptic---Ines
 
Portifólio da leni inêz
Portifólio da leni inêzPortifólio da leni inêz
Portifólio da leni inêz
 
Orientações - Plano de trabalho de Tecnologia 2014
Orientações - Plano de trabalho de Tecnologia 2014 Orientações - Plano de trabalho de Tecnologia 2014
Orientações - Plano de trabalho de Tecnologia 2014
 
Ousar e fazer nas (e com) redes sociais
Ousar e fazer nas (e com) redes sociaisOusar e fazer nas (e com) redes sociais
Ousar e fazer nas (e com) redes sociais
 
Enagrad tecno adm-10-11-2014_stavros
Enagrad tecno adm-10-11-2014_stavrosEnagrad tecno adm-10-11-2014_stavros
Enagrad tecno adm-10-11-2014_stavros
 
Portifólio proinfo
Portifólio proinfoPortifólio proinfo
Portifólio proinfo
 
Portifólio Proinfo
Portifólio ProinfoPortifólio Proinfo
Portifólio Proinfo
 
Portifólio Proinfo
Portifólio ProinfoPortifólio Proinfo
Portifólio Proinfo
 
Portifólio Proinfo
Portifólio ProinfoPortifólio Proinfo
Portifólio Proinfo
 
Portifolio Digital Aniele
Portifolio Digital AnielePortifolio Digital Aniele
Portifolio Digital Aniele
 
Transformação digital e gestão da informação
Transformação digital e gestão da informaçãoTransformação digital e gestão da informação
Transformação digital e gestão da informação
 
Desafios de ensinar e aprender em um mundo conectado - José Moran
Desafios de ensinar e aprender em um mundo conectado -  José MoranDesafios de ensinar e aprender em um mundo conectado -  José Moran
Desafios de ensinar e aprender em um mundo conectado - José Moran
 
Debate Teaching informatics: Teach what? To whom?
Debate Teaching informatics: Teach what? To whom?Debate Teaching informatics: Teach what? To whom?
Debate Teaching informatics: Teach what? To whom?
 
Sobre Cultura Digital
Sobre Cultura DigitalSobre Cultura Digital
Sobre Cultura Digital
 
Portifólio professoras do maya
Portifólio professoras do mayaPortifólio professoras do maya
Portifólio professoras do maya
 

More from Citeforma

Linguagens de programação visuais para ensino da programação - Manuel Sequeira
Linguagens de programação visuais para ensino da programação - Manuel SequeiraLinguagens de programação visuais para ensino da programação - Manuel Sequeira
Linguagens de programação visuais para ensino da programação - Manuel SequeiraCiteforma
 
Realidade Virtual no Ensino - Leonel Morgado
Realidade Virtual no Ensino - Leonel MorgadoRealidade Virtual no Ensino - Leonel Morgado
Realidade Virtual no Ensino - Leonel MorgadoCiteforma
 
Tecnologias de ensino no “Saber Fazer” - Francisco Restivo
Tecnologias de ensino no “Saber Fazer” - Francisco RestivoTecnologias de ensino no “Saber Fazer” - Francisco Restivo
Tecnologias de ensino no “Saber Fazer” - Francisco RestivoCiteforma
 
Simuladores no Ensino da Gestão – Filipa Freitas
Simuladores no Ensino da Gestão – Filipa Freitas Simuladores no Ensino da Gestão – Filipa Freitas
Simuladores no Ensino da Gestão – Filipa Freitas Citeforma
 
Citeforma - A tecnologia e a escola - ambientes emergentes
Citeforma - A tecnologia e a escola - ambientes emergentesCiteforma - A tecnologia e a escola - ambientes emergentes
Citeforma - A tecnologia e a escola - ambientes emergentesCiteforma
 
Citeforma - Tecnologias de apoio à gestão escolar
Citeforma - Tecnologias de apoio à gestão escolarCiteforma - Tecnologias de apoio à gestão escolar
Citeforma - Tecnologias de apoio à gestão escolarCiteforma
 
Citeforma - A Escola do futuro
Citeforma - A Escola do futuroCiteforma - A Escola do futuro
Citeforma - A Escola do futuroCiteforma
 

More from Citeforma (7)

Linguagens de programação visuais para ensino da programação - Manuel Sequeira
Linguagens de programação visuais para ensino da programação - Manuel SequeiraLinguagens de programação visuais para ensino da programação - Manuel Sequeira
Linguagens de programação visuais para ensino da programação - Manuel Sequeira
 
Realidade Virtual no Ensino - Leonel Morgado
Realidade Virtual no Ensino - Leonel MorgadoRealidade Virtual no Ensino - Leonel Morgado
Realidade Virtual no Ensino - Leonel Morgado
 
Tecnologias de ensino no “Saber Fazer” - Francisco Restivo
Tecnologias de ensino no “Saber Fazer” - Francisco RestivoTecnologias de ensino no “Saber Fazer” - Francisco Restivo
Tecnologias de ensino no “Saber Fazer” - Francisco Restivo
 
Simuladores no Ensino da Gestão – Filipa Freitas
Simuladores no Ensino da Gestão – Filipa Freitas Simuladores no Ensino da Gestão – Filipa Freitas
Simuladores no Ensino da Gestão – Filipa Freitas
 
Citeforma - A tecnologia e a escola - ambientes emergentes
Citeforma - A tecnologia e a escola - ambientes emergentesCiteforma - A tecnologia e a escola - ambientes emergentes
Citeforma - A tecnologia e a escola - ambientes emergentes
 
Citeforma - Tecnologias de apoio à gestão escolar
Citeforma - Tecnologias de apoio à gestão escolarCiteforma - Tecnologias de apoio à gestão escolar
Citeforma - Tecnologias de apoio à gestão escolar
 
Citeforma - A Escola do futuro
Citeforma - A Escola do futuroCiteforma - A Escola do futuro
Citeforma - A Escola do futuro
 

Recently uploaded

Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)Paula Meyer Piagentini
 
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptx
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptxQUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptx
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptxAntonioVieira539017
 
Mini livro sanfona - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona  - Povos Indigenas BrasileirosMini livro sanfona  - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona - Povos Indigenas BrasileirosMary Alvarenga
 
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZAAVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZAEdioFnaf
 
Ser Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitação
Ser Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitaçãoSer Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitação
Ser Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitaçãoJayaneSales1
 
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...Unidad de Espiritualidad Eudista
 
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTREVACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTREIVONETETAVARESRAMOS
 
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptxEVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptxHenriqueLuciano2
 
Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.Paula Meyer Piagentini
 
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxBaladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxacaciocarmo1
 
Projeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETO
Projeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETOProjeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETO
Projeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETODouglasVasconcelosMa
 
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...LuizHenriquedeAlmeid6
 
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptxSlides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Apreciação crítica -exercícios de escrita
Apreciação crítica -exercícios de escritaApreciação crítica -exercícios de escrita
Apreciação crítica -exercícios de escritaeliana862656
 
As variações do uso da palavra "como" no texto
As variações do uso da palavra "como" no  textoAs variações do uso da palavra "como" no  texto
As variações do uso da palavra "como" no textoMariaPauladeSouzaTur
 
Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.Paula Meyer Piagentini
 
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024GleyceMoreiraXWeslle
 
Mini livro sanfona - Diga não ao bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao  bullyingMini livro sanfona - Diga não ao  bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao bullyingMary Alvarenga
 
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)Paula Meyer Piagentini
 
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptxPOETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptxJMTCS
 

Recently uploaded (20)

Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)
 
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptx
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptxQUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptx
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptx
 
Mini livro sanfona - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona  - Povos Indigenas BrasileirosMini livro sanfona  - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona - Povos Indigenas Brasileiros
 
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZAAVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
 
Ser Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitação
Ser Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitaçãoSer Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitação
Ser Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitação
 
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
 
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTREVACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
 
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptxEVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
 
Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.
 
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxBaladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
 
Projeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETO
Projeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETOProjeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETO
Projeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETO
 
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
 
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptxSlides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
 
Apreciação crítica -exercícios de escrita
Apreciação crítica -exercícios de escritaApreciação crítica -exercícios de escrita
Apreciação crítica -exercícios de escrita
 
As variações do uso da palavra "como" no texto
As variações do uso da palavra "como" no  textoAs variações do uso da palavra "como" no  texto
As variações do uso da palavra "como" no texto
 
Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.
 
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
 
Mini livro sanfona - Diga não ao bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao  bullyingMini livro sanfona - Diga não ao  bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao bullying
 
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)
 
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptxPOETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
 

Tecnologias de ensino no “Saber Fazer” - Luis Borges Gouveia

  • 1. Da transmissão à partilha e do desempenho à interação tecnologias de ensino no “Saber Fazer” Luis Borges Gouveia lmbg@ufp.edu.pt, Universidade Fernando Pessoa Seminário Tecnologias no Ensino / formação Saber Fazer 9 de Novembro de 2017, auditório do Citeforma, Lisboa
  • 2. Sinopse • Estamos no final da segunda década do novo milénio. As alterações provocadas pelo digital, pelo uso intensivo de formas de mediação individuais, como as possibilitadas pelos dispositivos digitais, tornaram ainda mais intensa a tensão para com os ambientes tradicionais de ensino e aprendizagem. Assim, o espaço de sala de aula tornou-se exíguo: insuficiente para as necessidades da nossa sociedade; diminuto para quem ensina e insignificante para quem aprende. • O digital trouxe novas formas de tempo e espaço que necessitamos de explorar, bem como uma maior urgência em lidar com o grupo e a cooperação entre indivíduos, como dimensões base para nos prepararmos para uma realidade onde a criatividade e a inovação são valores requeridos. • A apresentação propõe uma reflexão sobre o alcance e possibilidade das tecnologias, para servir um espaço de ensino e aprendizagem mais alinhado com as necessidades do nosso tempo, tomando como ponto de partida a sala de aula. Luis Borges Gouveia, lmbg@ufp.edu.pt
  • 3. Conhecimento processual ou saber-fazer são termos utilizados para descrever o conhecimento prático sobre como fazer alguma coisa. Luis Borges Gouveia, lmbg@ufp.edu.pt
  • 4. ilhas de aprendizagem (Start Trek) (imersão e auto aprendizagem) Luis Borges Gouveia, lmbg@ufp.edu.pt
  • 5. Educar para um mundo diferente… Luis Borges Gouveia, lmbg@ufp.edu.pt
  • 6. Sobre tecnologia Luis Borges Gouveia, lmbg@ufp.edu.pt
  • 7. A tecnologia ajuda (também porque…) • Facilita o acesso • Reduz custos • Cria oportunidades • Treina competências Luis Borges Gouveia, lmbg@ufp.edu.pt
  • 8. O conhecimento está implícito na própria tecnologia Luis Borges Gouveia, lmbg@ufp.edu.pt
  • 9. A ironia: é precisa tecnologia para reinventar o ensino e a aprendizagem (falta conhecimento) Luis Borges Gouveia, lmbg@ufp.edu.pt
  • 10. A dupla face do ensino e aprendizagem (quem mais aprende, é quem ensina…) Luis Borges Gouveia, lmbg@ufp.edu.pt
  • 11. Devemos… •Aprender (o que precisamos) •Reter (o que aprendemos) •Aplicar (o que aprendemos para fazer) Luis Borges Gouveia, lmbg@ufp.edu.pt
  • 12. O desafio maior: aprender, desaprender e reaprender Luis Borges Gouveia, lmbg@ufp.edu.pt
  • 13. Aprendemos quando… • Temos uma carga cognitiva reduzida • Micro aulas, Vídeos • Histórias curtas, Ligação emocional • Permitimos a tentativa e erro • Experimentamos e fazemos • Damos tempo entre conteúdos e conceitos • Demora tempo e exige atenção (foco) • Tornamos tangível os conceitos, com conteúdos • Produtizamos o conhecimento (o valor do livro?) • Criamos estímulos visuais (vídeo, cor, movimento, multimédia,…) • O fascínio e a fuga para o youtube (adeus wikipedia…) • Proporcionamos diversidade • Curiosidade e ver o diferente Luis Borges Gouveia, lmbg@ufp.edu.pt
  • 14. A evolução da tecnologia (dos bits) dos computadores, ao digital e do digital ao ubíquo 1960 1970 1980 1990 2000 2010 Baixo impacto Baixo impacto Mudança de comportamento Tudo interligado Presença massiva Integração total TIC para militares TIC para académicos TIC para uso doméstico TIC disseminada (empresas e escolas) TIC em todo o lado TIC em toda a atividade Bebés… Crianças… Adolescentes… Jovens… Adultos… Idosos… Emergência do novo: REDES, COOPERAÇÃO e COMUNIDADES Luis Borges Gouveia, lmbg@ufp.edu.pt
  • 15. Luis Borges Gouveia, lmbg@ufp.edu.pt
  • 16. Luis Borges Gouveia, lmbg@ufp.edu.pt
  • 18. Conteúdos tridimensionais e interativos Luis Borges Gouveia, lmbg@ufp.edu.pt
  • 19. Robots e mecanismos Luis Borges Gouveia, lmbg@ufp.edu.pt
  • 20. Visualização em ambiente (sem monitores ou projetada) e interação por gesto Luis Borges Gouveia, lmbg@ufp.edu.pt
  • 21. Os limites da tecnologia tecnologia pela tecnologia é redutor! (um instrumento e não um fim em si mesmo…) Luis Borges Gouveia, lmbg@ufp.edu.pt
  • 22. Senão repetimos a tecnologia como âncora (ficar preso à tecnologia que sabemos…) Luis Borges Gouveia, lmbg@ufp.edu.pt
  • 23. Luis Borges Gouveia, lmbg@ufp.edu.pt
  • 24. Recentrar a atividade em quem aprende e não em quem ensina (impacto nos espaços, nas atividades e nas estratégias) Luis Borges Gouveia, lmbg@ufp.edu.pt
  • 25. Reconfigurar a sala de aula (mas com leitura…) Luis Borges Gouveia, lmbg@ufp.edu.pt
  • 26. Luis Borges Gouveia, lmbg@ufp.edu.pt
  • 27. A maior tecnologia são as pessoas e a sua capacitação (soft skills e o lado humano…) Luis Borges Gouveia, lmbg@ufp.edu.pt
  • 28. Nota biográfica http://homepage.ufp.pt/lmbg/ • Luis Borges Gouveia • Professor Catedrático da Universidade Fernando Pessoa. • Coordenador do Programa de Doutoramento em Ciências da Informação, ramo Sistemas, Tecnologias e Gestão da Informação, também na Universidade Fernando Pessoa. • Agregado em Engenharia e Gestão Industrial pela Universidade de Aveiro, Doutorado em Ciências da Computação pela Universidade de Lancaster, Reino Unido e Mestre em Engenharia Electrónica e de Computadores, pela Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto. • Tem desenvolvido trabalho no impacto que o digital, as redes e os computadores imprimem à atividade humana, em particular no contexto do e-government e do e-learning. • Autor de 16 livros de natureza técnica e de cerca de três centenas de publicações científicas nas suas áreas de especialidade.