Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Sementes

1,775 views

Published on

Published in: Business, Technology
  • Be the first to comment

Sementes

  1. 1. Automatico com o  Com som  Sugerimos não utilizar o rato e disfrutar
  2. 2. Era uma vez um homem... que apanhava diariamente o autocarro para o trabalho...
  3. 3. Após a primeira paragem, subia uma senhora que se sentava ao lado da janela...
  4. 4. A senhora abria a carteira e durante todo o trajecto atirava algo pela janela,
  5. 5. Fazia sempre a mesma coisa e um dia, o homem intrigado, perguntou-lhe o que estava a atirar pela janela. - São sementes, respondeu-lhe a velhinha. .
  6. 6. - Sementes? Sementes de quê? - De flores. É que olho lá para fora e está tudo tão vazio... Gostaria de poder viajar vendo flores durante todo o caminho. Não acha que era bonito? .
  7. 7. <ul><li>Mas as sementes caem na estrada, </li></ul><ul><li>Os carros destroem-nas, os pássaros comem-nas... </li></ul><ul><li>Acha que as suas sementes irão germinar em todo o caminho? </li></ul><ul><li>Claro que sim. Mesmo que algumas se percam, </li></ul><ul><li>outras irão para a terra e, com o tempo, crescerão. </li></ul>
  8. 8. - Mas... Demorarão a crescer, precisam de água! - Eu faço aquilo que posso, os dias de chuva hão-de vir!
  9. 9. A velhinha seguiu com o seu trabalho ... E o homem saíu do autocarro para ir trabalhar, pensando que a senhora tinha perdido um pouco do seu juízo . .
  10. 10. Uns meses depois... Quando ia para o trabalho, o homem, ao olhar pela janela viu todo o caminho cheio de flores... Era uma verdadeira paisagem colorida de flores!
  11. 11. Lembrou-se da idosa, mas já há alguns dias que não a via. Perguntou ao motorista: <ul><li>A senhora das sementes? </li></ul><ul><li>Coitada, morreu o mês passado. </li></ul>.
  12. 12. O homem sentou-se novamente e continuou a olhar para a paisagem, pensando: «As flores nasceram, mas para que serviu todo esse trabalho, se não pôde ver o resultado?».
  13. 13. De repente, ouviu o riso de uma criança. Uma menina apontava entusiasmada para as flores... - Olha pai! Olha tantas flores bonitas! .
  14. 14. Não é preciso explicar a moral desta estória, pois não? A velhinha desta fez o seu trabalho, e deixou a sua herança a todos quantos a puderam receber, a todos os que puderam contemplá-la e ser mais felizes.
  15. 15. Dizem que o homem, desde aquele dia, faz a viagem de casa para o trabalho com um saco de sementes que... .
  16. 16. Esta apresentação, é dedicada a todos os professores e educadores, que, hoje, mais do que nunca, não podem ver como crescem as flores plantadas, as esperanças transmitidas aos corações de milhões de crianças e jovens das suas classes. E como os pais são, ou deveriam ser, os grandes educadores, tambem é dedicada a eles. Porque... Educar é ajudar a descobrir caminhos

×