Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

of

Personalidade na visão analítico-comportamental Slide 1 Personalidade na visão analítico-comportamental Slide 2 Personalidade na visão analítico-comportamental Slide 3 Personalidade na visão analítico-comportamental Slide 4 Personalidade na visão analítico-comportamental Slide 5 Personalidade na visão analítico-comportamental Slide 6 Personalidade na visão analítico-comportamental Slide 7 Personalidade na visão analítico-comportamental Slide 8 Personalidade na visão analítico-comportamental Slide 9 Personalidade na visão analítico-comportamental Slide 10 Personalidade na visão analítico-comportamental Slide 11 Personalidade na visão analítico-comportamental Slide 12 Personalidade na visão analítico-comportamental Slide 13 Personalidade na visão analítico-comportamental Slide 14 Personalidade na visão analítico-comportamental Slide 15 Personalidade na visão analítico-comportamental Slide 16 Personalidade na visão analítico-comportamental Slide 17 Personalidade na visão analítico-comportamental Slide 18 Personalidade na visão analítico-comportamental Slide 19 Personalidade na visão analítico-comportamental Slide 20 Personalidade na visão analítico-comportamental Slide 21 Personalidade na visão analítico-comportamental Slide 22 Personalidade na visão analítico-comportamental Slide 23 Personalidade na visão analítico-comportamental Slide 24 Personalidade na visão analítico-comportamental Slide 25 Personalidade na visão analítico-comportamental Slide 26 Personalidade na visão analítico-comportamental Slide 27 Personalidade na visão analítico-comportamental Slide 28 Personalidade na visão analítico-comportamental Slide 29 Personalidade na visão analítico-comportamental Slide 30 Personalidade na visão analítico-comportamental Slide 31 Personalidade na visão analítico-comportamental Slide 32 Personalidade na visão analítico-comportamental Slide 33 Personalidade na visão analítico-comportamental Slide 34 Personalidade na visão analítico-comportamental Slide 35 Personalidade na visão analítico-comportamental Slide 36 Personalidade na visão analítico-comportamental Slide 37 Personalidade na visão analítico-comportamental Slide 38 Personalidade na visão analítico-comportamental Slide 39 Personalidade na visão analítico-comportamental Slide 40 Personalidade na visão analítico-comportamental Slide 41 Personalidade na visão analítico-comportamental Slide 42 Personalidade na visão analítico-comportamental Slide 43 Personalidade na visão analítico-comportamental Slide 44 Personalidade na visão analítico-comportamental Slide 45 Personalidade na visão analítico-comportamental Slide 46 Personalidade na visão analítico-comportamental Slide 47 Personalidade na visão analítico-comportamental Slide 48
Upcoming SlideShare
Estratégias baseadas em dados para uma cultura de não-violência
Next
Download to read offline and view in fullscreen.

13 Likes

Share

Download to read offline

Personalidade na visão analítico-comportamental

Download to read offline

Conheça meu CD: http://www.cdbaby.com/cd/marciotheapplegadgets
Conheça meu livro: http://www.grupoa.com.br/autor/marcio-borges-moreira.aspx
Visite meu canal do youtube: https://www.youtube.com/user/borgesmoreirayt

Personalidade na visão analítico-comportamental

Instituto Walden4
www.walden4.com.br

Related Books

Free with a 30 day trial from Scribd

See all

Related Audiobooks

Free with a 30 day trial from Scribd

See all

Personalidade na visão analítico-comportamental

  1. 1. PERSONALIDADE NA VISÃO ANALÍTICO-COMPORTAMENTAL Márcio Borges Moreira Instituto Walden4 | Centro Universitário IESB www.walden4.com.br quarta-feira, 23 de janeiro de 13
  2. 2. PERGUNTAS RELEVANTES O que é personalidade? É determinada geneticamente? É determinada pelo ambiente? É imutável? Quando é definida ao longo da vida? Como se define? É a causa/explicação de comportamentos? quarta-feira, 23 de janeiro de 13
  3. 3. PERGUNTAS RELEVANTES O que é personalidade? É determinada geneticamente? É determinada pelo ambiente? É imutável? Quando é definida ao longo da vida? Como se define? É a causa/explicação de comportamentos? quarta-feira, 23 de janeiro de 13
  4. 4. O QUE É PERSONALIDADE? A personalidade pode ser definida como os padrões distintivos e característicos de pensamento, emoção e comportamento que definem o estilo pessoal de interação de uma pessoa com o ambiente físico e social (Atkinson, Atkinson, Smith, Bem & Nolen- Heoksema (1953/2000) p. 457). quarta-feira, 23 de janeiro de 13
  5. 5. O QUE É PERSONALIDADE? Em concordância com muitas abordagens da Psicologia, a Análise do Comportamento reconhece que os comportamentos de todos os indivíduos apresentam algumas características – ou, como preferimos, padrões bastante regulares. (...) freqüentemente usamos adjetivos para descrever pessoas ao nosso redor: tímido, agitado, sério, simpático, ansioso, sensível, sagaz e assim por diante, em uma lista infindável (Banaco & cols., 146). quarta-feira, 23 de janeiro de 13
  6. 6. O QUE É PERSONALIDADE? emoção comportamento pensamento quarta-feira, 23 de janeiro de 13
  7. 7. PERGUNTAS RELEVANTES O que é personalidade? É determinada geneticamente? É determinada pelo ambiente? É imutável? Quando é definida ao longo da vida? Como se define? É a causa/explicação de comportamentos? quarta-feira, 23 de janeiro de 13
  8. 8. É DETERMINADA GENETICAMENTE? Talvez um pouco! (tendências?) Analistas do comportamento preferem não “apostar” em determinações genéticas. Por quê? quarta-feira, 23 de janeiro de 13
  9. 9. PERGUNTAS RELEVANTES O que é personalidade? É determinada geneticamente? É determinada pelo ambiente? É imutável? Quando é definida ao longo da vida? Como se define? É a causa/explicação de comportamentos? quarta-feira, 23 de janeiro de 13
  10. 10. É DETERMINADA PELO AMBIENTE? Sim! quarta-feira, 23 de janeiro de 13
  11. 11. PERGUNTAS RELEVANTES O que é personalidade? É determinada geneticamente? É determinada pelo ambiente? É imutável? Quando é definida ao longo da vida? Como se define? É a causa/explicação de comportamentos? quarta-feira, 23 de janeiro de 13
  12. 12. QUANDO E COMO SE DEFINE? comportamento quarta-feira, 23 de janeiro de 13
  13. 13. QUANDO E COMO SE DEFINE? tímido sério simpático comportamento agressivo ciumento arrogante quarta-feira, 23 de janeiro de 13
  14. 14. QUANDO E COMO SE DEFINE? Modelo de Seleção por Consequências Filogenético Ontogenético Cultural quarta-feira, 23 de janeiro de 13
  15. 15. QUANDO E COMO SE DEFINE? quarta-feira, 23 de janeiro de 13
  16. 16. QUANDO E COMO SE DEFINE? comportamento quarta-feira, 23 de janeiro de 13
  17. 17. QUANDO E COMO SE DEFINE? comportamento consequências quarta-feira, 23 de janeiro de 13
  18. 18. QUANDO E COMO SE DEFINE? reforço comportamento consequências quarta-feira, 23 de janeiro de 13
  19. 19. QUANDO E COMO SE DEFINE? reforço comportamento consequências punição quarta-feira, 23 de janeiro de 13
  20. 20. QUANDO E COMO SE DEFINE? reforço comportamento consequências punição quarta-feira, 23 de janeiro de 13
  21. 21. QUANDO E COMO SE DEFINE? reforço comportamento consequências punição quarta-feira, 23 de janeiro de 13
  22. 22. QUANDO E COMO SE DEFINE? reforço contexto comportamento consequências punição quarta-feira, 23 de janeiro de 13
  23. 23. QUANDO E COMO SE DEFINE? contexto quarta-feira, 23 de janeiro de 13 ?
  24. 24. QUANDO E COMO SE DEFINE? contexto quarta-feira, 23 de janeiro de 13
  25. 25. QUANDO E COMO SE DEFINE? contexto (...) Uma personalidade pode se restringir a um tipo particular de ocasião – quando um sistema de respostas se organiza ao redor de um dado estímulo discriminativo. Tipos de comportamento que são eficazes ao conseguir reforço em uma ocasião A, são mantidos juntos e distintos daqueles eficazes na ocasião B. Então a personalidade de alguém no seio da família pode ser bem diferente da personalidade na presença de amigos íntimos (Skinner, 1953/2000, p. 312). quarta-feira, 23 de janeiro de 13
  26. 26. QUANDO E COMO SE DEFINE? reforço contexto comportamento consequências punição quarta-feira, 23 de janeiro de 13
  27. 27. QUANDO E COMO SE DEFINE? reforço reforço reforço reforço reforço reforço reforço contexto comportamento consequências contexto comportamento consequências contexto comportamento consequências contexto comportamento consequências contexto comportamento consequências contexto comportamento consequências contexto comportamento consequências punição Ap punição punição re punição nd punição punição i punição za ge m quarta-feira, 23 de janeiro de 13
  28. 28. QUANDO E COMO SE DEFINE? Em bom e claro português: Aprendo a ser quem eu sou a partir das minhas interações com o mundo ao meu redor, a partir das minhas experiências ao longo da minha vida... quarta-feira, 23 de janeiro de 13
  29. 29. PERGUNTAS RELEVANTES O que é personalidade? É determinada geneticamente? É determinada pelo ambiente? É imutável? Quando é definida ao longo da vida? Como se define? É a causa/explicação de comportamentos? quarta-feira, 23 de janeiro de 13
  30. 30. É A CAUSA/EXPLICAÇÃO DE COMPORTAMENTOS? João se olha várias vezes por dia no espelho porque é vaidoso. Maria liga a todo momento para seu namorado porque é ciumenta. Pedro faz boas apresentações porque é extrovertido. Luís tem problemas de relacionamento porque é neurótico. quarta-feira, 23 de janeiro de 13
  31. 31. É A CAUSA/EXPLICAÇÃO DE COMPORTAMENTOS? João se olha várias vezes por dia no espelho porque é vaidoso. Maria liga a todo momento para seu namorado porque é ciumenta. Pedro faz boas apresentações porque é extrovertido. Luís tem problemas de relacionamento porque é neurótico. quarta-feira, 23 de janeiro de 13
  32. 32. É A CAUSA/EXPLICAÇÃO DE COMPORTAMENTOS? Se não é a causa: Qual é utilidade do conceito? Como explicar o comportamento? quarta-feira, 23 de janeiro de 13
  33. 33. É A CAUSA/EXPLICAÇÃO DE COMPORTAMENTOS? Se não é a causa: Qual é utilidade do conceito? É um conceito disposicional (Ryle, 1949) Como explicar o comportamento? Análise funcional (passado e presente) quarta-feira, 23 de janeiro de 13
  34. 34. É A CAUSA/EXPLICAÇÃO DE COMPORTAMENTOS? Conceitos disposicionais João é vaidoso. quarta-feira, 23 de janeiro de 13
  35. 35. É A CAUSA/EXPLICAÇÃO DE COMPORTAMENTOS? Conceitos disposicionais João é vaidoso. É provável, ou possível, que João: se vista bem... cuide de sua aparência... não lide bem com críticas... O que mais??? quarta-feira, 23 de janeiro de 13
  36. 36. É A CAUSA/EXPLICAÇÃO DE COMPORTAMENTOS? Conceitos disposicionais João é vaidoso. É provável, ou possível, que João: se vista bem... Tendência ou disposição para agir cuide de sua aparência... (comportar-se) de determinadas não lide bemecom críticas... maneiras não de outras. O que mais??? quarta-feira, 23 de janeiro de 13
  37. 37. É A CAUSA/EXPLICAÇÃO DE COMPORTAMENTOS? Conceitos disposicionais João é vaidoso. Por que João é vaidoso? se vista bem... cuide de sua aparência... não lide bem com críticas... O que mais??? quarta-feira, 23 de janeiro de 13
  38. 38. É A CAUSA/EXPLICAÇÃO DE COMPORTAMENTOS? Conceitos disposicionais João é vaidoso. Por que João é vaidoso? se vista bem... cuide de sua aparência... não lide bem com críticas... O que mais??? quarta-feira, 23 de janeiro de 13
  39. 39. É A CAUSA/EXPLICAÇÃO DE COMPORTAMENTOS? Conceitos disposicionais João é vaidoso. Por que se comporta assim? se vista bem... cuide de sua aparência... não lide bem com críticas... O que mais??? quarta-feira, 23 de janeiro de 13
  40. 40. É A CAUSA/EXPLICAÇÃO DE COMPORTAMENTOS? Análise funcional (passado e presente) quarta-feira, 23 de janeiro de 13
  41. 41. É A CAUSA/EXPLICAÇÃO DE COMPORTAMENTOS? Análise funcional (passado e presente) Se quisermos entender a conduta de qualquer pessoa, mesmo a nossa própria, a primeira pergunta a fazer é: “O que ela fez?” O que significa dizer, identificar o comportamento. A segunda pergunta é: “O que aconteceu então?” O que significa dizer, identificar as conseqüências do comportamento. Certamente, mais do que conseqüências determinam nossa conduta, mas estas primeiras perguntas frequentemente hão de nos dar uma explicação prática (Sidman, 1989/1995, pp. 104-105). quarta-feira, 23 de janeiro de 13
  42. 42. É A CAUSA/EXPLICAÇÃO DE COMPORTAMENTOS? Análise funcional (passado e presente) João é vaidoso. Por que se comporta assim? se vista bem... cuide de sua aparência... não lide bem com críticas... e outros... quarta-feira, 23 de janeiro de 13
  43. 43. É A CAUSA/EXPLICAÇÃO DE COMPORTAMENTOS? Análise funcional (passado e presente) João é vaidoso. Por que se comporta assim? se vista bem... consequências? cuide de sua aparência... consequências? não lide bem com críticas... consequências? e outros... consequências? quarta-feira, 23 de janeiro de 13
  44. 44. É A CAUSA/EXPLICAÇÃO DE COMPORTAMENTOS? Análise funcional (passado e presente) João é vaidoso. Por que se comporta assim? contexto? se vista bem... consequências? contexto? cuide de sua aparência... consequências? contexto? não lide bem com críticas... consequências? contexto? e outros... consequências? quarta-feira, 23 de janeiro de 13
  45. 45. É A CAUSA/EXPLICAÇÃO DE COMPORTAMENTOS? Análise funcional (passado e presente) João é vaidoso. Por que se comporta assim? contexto : comportamento consequências quarta-feira, 23 de janeiro de 13
  46. 46. É A CAUSA/EXPLICAÇÃO DE COMPORTAMENTOS? Análise funcional (passado e presente) João é vaidoso. Por que se comporta assim? contexto : comportamento consequências no trabalho : estar bem vestido evita broncas a namorada : estar bem vestido elogios na rua : estar bem vestido “olhares” quarta-feira, 23 de janeiro de 13
  47. 47. É A CAUSA/EXPLICAÇÃO DE COMPORTAMENTOS? Análise funcional (passado e presente) Não esquecer de incluir na análise... esquemas de reforçamento discriminações condicionais modelagem equivalência de estímulos interações operante-respondente comportamento respondente comportamento governado por regras metacontingências macrocontingências macrocontingências esquemas concorrentes história de reforçamento punição extinção adjuntivos imitação motivação ...entre outros conceitos e princípios quarta-feira, 23 de janeiro de 13
  48. 48. Obrigado pela atenção! quarta-feira, 23 de janeiro de 13
  • DesireeMontana

    Nov. 25, 2021
  • AmandaSoares177

    Dec. 1, 2020
  • SukyRamalho

    Sep. 20, 2019
  • eucilenef

    Mar. 25, 2019
  • vanessaizidoro

    Sep. 11, 2018
  • AlineFavaroDias

    Apr. 13, 2018
  • CamilaLucena12

    Sep. 26, 2017
  • vivianessanchez

    Aug. 12, 2017
  • gutoperesguto

    Jan. 30, 2017
  • psicologiasureal

    Apr. 25, 2016
  • RCS7

    Oct. 19, 2015
  • MatheusAlexandre5

    May. 17, 2015
  • alexmelzer9

    Oct. 31, 2013

Conheça meu CD: http://www.cdbaby.com/cd/marciotheapplegadgets Conheça meu livro: http://www.grupoa.com.br/autor/marcio-borges-moreira.aspx Visite meu canal do youtube: https://www.youtube.com/user/borgesmoreirayt Personalidade na visão analítico-comportamental Instituto Walden4 www.walden4.com.br

Views

Total views

18,494

On Slideshare

0

From embeds

0

Number of embeds

8,615

Actions

Downloads

238

Shares

0

Comments

0

Likes

13

×