Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

O quanto as nossas emoções influenciam o nosso corpo

6,562 views

Published on

Aborda os prejuízos que as nossas emoções e sentimentos podem causar ao nosso corpo.

Published in: Health & Medicine
  • Be the first to comment

O quanto as nossas emoções influenciam o nosso corpo

  1. 1. Psicóloga Anissis Moura Ramos CRP 07/11.688
  2. 2. EMOÇÃO  O humano vive de acordo com o modo de se relacionar com o mundo ou com a realidade. Isso é o que define a sua situação existencial, aqui-eagora, física ou psíquica, juntamente com a qualidade que o nosso ser reage à realidade.  Algumas pessoas adoecem devido à maneira desarmônica de se relacionar com o mundo, têm dificuldade de se adaptarem, acreditam que o universo conspira contra elas e sofrem por isto.
  3. 3. HUMANO  Três são as instâncias que formam o humano e que precisam estar em homeostasia. Mente Corpo Espírito
  4. 4. BOM E MAU HUMOR - EMOÇÕES POSITIVAS OU NEGATIVAS  Emoções Positivas são aquelas que geram: alegria, felicidade, prazer, amor, etc. Estas potencializam a saúde.  Emoções Negativas desencadeiam uma experiência vivencial desconfortável, como: ansiedade, irritação, raiva, medo, ódio, tristeza, mágoa, etc. Tendem a comprometer a saúde.
  5. 5. SOMATIZAÇÃO  Existe a presença de sintomas físicos, porém não existe doença orgânica.  Os sintomas são provocados por nossas emoções.  Ex: Forte dor no peito. Cardiologista não identifica nenhuma cardiopatia
  6. 6. DOENÇAS PSICOSSOMÁTICAS  Exercem influência no corpo de forma intensa. As emoções e sentimentos mais fortes são percebidos pelo hipotálamo e alteram suas funções e sua conexão com a hipófise. As doenças psicossomáticas são resultados desta alteração, portanto, temos componentes psíquicos que se manifestam por meio de doenças orgânicas.
  7. 7. SISTEMA LÍMBICO
  8. 8. HIPÓFISE
  9. 9. REAÇÃO DO CORPO  O corpo utiliza-se de suas próprias defesas, colocando para fora as emoções que, às vezes, a pessoa procura esconder, mas que se manifesta por meio de tremor, dores de barriga, travamento de dentes, sensação de desmaio, gagueira na hora de falar, etc.
  10. 10. TRANSTORNOS PSICOFISIOLÓGICOS SEM ALTERAÇÕES FÍSICAS Sistema Cardiovascular Palpitação, dor, opressão no peito, tontura, falsa sensação de hipotensão. Sistema Respiratório Falta de ar, suspiros, nó na garganta. Sistema Endócrino Falsos sintomas de hipoglicemia. Sistema Gastrintestinal Enjoo, mal digestão, boca amarga, queimação, síndrome do cólon irritável. Sistema Dermatológico Coceira, queimação, formigamento. Dor Crônica Dores generalizadas.
  11. 11. TRANSTORNOS PSICOFISIOLÓGICOS SEM ALTERAÇÕES FÍSICAS Sistema Reumatológico Dores nas costas, mãos, pernas, etc. Sistema Otorrino Zumbido, tontura, pigarro.
  12. 12. A DOENÇA FÍSICA TAMBÉM AFETA A MENTE  A doença física provoca sofrimento mental além do sofrimento orgânico. Uma doença que debilite fisicamente a pessoa, obrigando que ela se afaste de suas atividades e dos outros, pode desencadear um sofrimento psíquico, dando inicio a um processo de depressão, por exemplo. Nestes casos, a pessoa deve receber tratamento médico e psicológico.
  13. 13. ALGUMAS DOENÇAS QUE PODEM SER OCASIONAS POR AFLIÇÕES PSICOLÓGICAS  Alergia, bulimia, infertilidade, infarto, diabetes, disfunções glandulares, doenças gástricas, de pele, respiratória, etc.  Eventos estressantes em qualquer fase da vida: término de uma relação, morte, desemprego, mudança de trabalho ou de casa, problema com marido ou filho, dificuldade financeira, etc.
  14. 14. FUNÇÃO DO SINTOMA  Qual a função do sintoma ou da dor? O sofrimento mental fica lá bem guardadinho, fazendo com que você pense que já o esqueceu, no entanto, ele está lá agindo silenciosamente e se você não der uma atenção para o seu emocional, ele encontrará uma maneira de se manifestar, fazendo com que o corpo adoeça. A função do sintoma é alertar de que alguma coisa não está indo bem, portanto, não o desconsidere.
  15. 15. QUAL A FUNÇÃO DA SOMATIZAÇÃO?  Tem uma função parecida com a do sintoma, ou seja, chamar sua atenção para mostrar que algo não está bem em você. Este é o momento de parar e ver o que está errado na sua vida pessoal, profissional, afetiva, financeira, acadêmica. Trate o que precisa ser tratado, ou seja, o emocional, porque o corpo está sinalizando que o psicológico não esta bem.
  16. 16. O QUE PODE PROVOCAR UMA DOENÇA PSICOSSOMÁTICA?  Instabilidade social e/ou financeira.  Dificuldade de verbalizar seus sentimentos, emoções e necessidades.  Angústia, medo, raiva, tristeza, insegurança, ambivalência, orgulho, inflexibilidade, rigidez.  Depressão, ansiedade, fobias, pânico e estresse.  ATENÇÃO!!! Todo sofrimento emocional debilita a pessoa como um todo.
  17. 17. EVITE AS SOMATIZAÇÕES E AS DOENÇAS PSICOSSOMÁTICAS  Não alimente sentimentos como: mágoas, tristezas, raivas, rancores, ódios, etc. Troque-os pelo bom humor, pelo sorriso, pela serenidade, pois isso ajuda a renovar a energia.  Pratique atividade física e faça exercício respiratório, se possível, diariamente.  Não fique se queixando da vida ou criando dificuldades que não existem.  Não se prenda ao ontem e nem queira viver o amanhã, antes de ele chegar. Não sofra por antecipação.
  18. 18. EVITE AS SOMATIZAÇÕES E AS DOENÇAS PSICOSSOMÁTICAS  Não dê ouvidos a fofocas e nem fale mal dos outros.  Evite discussões, pois não lhe levam a lugar nenhum.  Ria de você mesmo.  Respeite a opinião dos outros.  Exponha sua opinião, seus sentimentos.  Peça ajuda quando necessário.
  19. 19. VOCÊ ESCOLHE!!!  A partir do momento que você tem consciência das suas emoções e o que elas podem lhe ocasionar, é possível corrigir a maneira como encara e se relaciona com o mundo. Assuma a responsabilidade pelos seus sentimentos e emoções e com certeza, isto fará a diferença na sua saúde.

×