Nao se abandona_um_amigo_fiel_0212

781 views

Published on

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
781
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
169
Actions
Shares
0
Downloads
6
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Nao se abandona_um_amigo_fiel_0212

  1. 1. NÃO SEABANDONAUM AMIGO FIEL
  2. 2. Mc 14,32 Eles chegaram a um lugar chamado Getsêmani• Então Jesus disse aos discípulos: Sentem-se aqui, enquanto eu vou rezar.• 33 Jesus levou consigo Pedro, Tiago e João, e começou a ficar com medo e angústia.• 34 Então disse a eles: «Minha alma está numa tristeza de morte. Fiquem aqui e vigiem
  3. 3. 35 Jesus foi um pouco mais adiante• prostrou-se por terra e pedia que, se fosse possível, aquela hora se afastasse dele.• 36 Ele rezava: Abba! Pai! Tudo é possível para ti! Afasta de mim este cálice!• Contudo, não seja o que eu quero, e sim o que tu queres.
  4. 4. 37 Depois Jesus voltou• encontrou os três discípulos dormindo, e disse a Pedro:• Simão, você está dormindo? Você não pôde vigiar nem sequer uma hora?• 38 Vigiem e rezem, para não cair na tentação!• Porque o espírito está pronto para resistir, mas a carne é fraca.
  5. 5. Lc 6,17 Jesus desceu da montanha com os doze• Estava aí numerosa multidão de seus discípulos com muita gente do povo de toda a Judéia, de Jerusalém, e do litoral de Tiro e Sidônia.• 18 Foram para ouvir Jesus e serem curados de suas doenças.
  6. 6. E aqueles que estavam atormentados• por espíritos maus, foram curados.• 19 Toda a multidão procurava tocar em Jesus, porque uma força saía dele,• e curava a todos.
  7. 7. 20 Levantando os olhos para os discípulos, Jesus disse• Felizes de vocês, os pobres, porque o Reino de Deus lhes pertence.• 21 Felizes de vocês que agora têm fome, porque serão saciados.• Felizes de vocês que agora choram, porque hão de rir.
  8. 8. 22 Felizes de vocês se os homens os odeiam• se os expulsam, os insultam e amaldiçoam o nome de vocês, por causa do Filho do Homem.• 23 Alegrem-se nesse dia, pulem de alegria, pois será grande a recompensa de vocês no céu,• porque era assim que os antepassados deles tratavam os
  9. 9. 27 Mas, eu digo a vocês que me escutam• amem os seus inimigos, e façam o bem aos que odeiam vocês.• 28 Desejem o bem aos que os amaldiçoam, e rezem por aqueles que caluniam vocês.• 29 Se alguém lhe dá um tapa numa face, ofereça também a outra;
  10. 10. se alguém lhe toma o manto• deixe que leve também a túnica.• 30 Dê a quem lhe pede e, se alguém tira o que é de você, não peça que devolva• 31 O que vocês desejam que os outros lhes façam, também vocês devem fazer a eles
  11. 11. 35 amem os inimigos, façam o bem• e emprestem sem esperar coisa alguma em troca.• Então, a recompensa de vocês será grande,• e vocês serão filhos do Altíssimo,• porque Deus é bondoso também para com os ingratos e maus.
  12. 12. 36 Sejammisericordiosos, como tambémo Pai de vocês é misericordioso• 37 Não julguem, e vocês não serão julgados;• não condenem, e não serão condenados;• perdoem, e serão perdoados.
  13. 13. 38 Dêem, e será dado a vocês• colocarão nos braços de vocês uma boa medida,• calcada, sacudida, transborda nte.• Porque a mesma medida que vocês usarem para os outros,• será usada para vocês
  14. 14. Est 4,17l Meu Senhor, nosso Rei, tu és o Único!• Protege-me, porque estou só e não tenho outro defensor além de ti, pois vou arriscar a minha vida.• 17m Desde a infância, aprendi com minha família que tu, Senhor, escolheste Israel para ser tua herança perpétua.• E cumpriste o que lhe havias prometido.
  15. 15. 17r Lembra-te, Senhor, manifesta-te a nós no dia da nossa tribulação• Quanto a mim, dá-me coragem, Rei dos deuses e Senhor dos poderosos.• 17s Coloca na minha boca palavras certas, quando eu estiver diante do leão
  16. 16. 17t Salva-nos com a tua mão• e vem para me auxiliar, pois estou sozinha. E fora de ti, Senhor, eu não tenho nada.• 17z Ó Deus, mais forte que todos os poderosos, ouve a voz dos desesperados,• liberta-nos da mão dos malfeitores,• e livra-me do medo!
  17. 17. Sl 63(62) 2 Ó Deus, tu és o meu Deus• por ti madrugo. Minha alma tem sede de ti,• minha carne te deseja com ardor, como terra seca, esgotada e sem água.• 3 Sim, eu te contemplava no santuário, vendo o teu poder e a tua glória.
  18. 18. 4 Teu amor vale mais do que a vida• meus lábios te louvarão.• 5 Vou bendizer-te por toda a minha vida, e ao teu nome levantar as minhas mãos.• 6 Vou saciar-me como de óleo e gordura, e, com sorrisos, minha boca te louvará.
  19. 19. 7 Quando eu me lembro de ti• no meu leito, passo vigílias meditando em ti,• 8 pois tu foste um socorro para mim, e, à sombra de tuas asas, eu grito de alegria.• 9 Minha alma está ligada a ti, e tua direita me sustenta.

×