Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Fonética e fonologia

6,933 views

Published on

Tratamento da variação em sala de aula.

Published in: Education
  • Be the first to comment

Fonética e fonologia

  1. 1. Fonética e Fonologia Turma LL12 Alexandra Porcellis Berenice Gonçalves
  2. 2. Como a variação dalinguagem é tratada em sala de aula?
  3. 3. RELATO DE PROFESSOR DE ENSINOMÉDIO EM ESCOLA TÉCNICA FEDERAL“Eu vim de uma formação onde a linguística erapriorizada. Porém, na época não era claro pra mim(embora se falasse sobre os diferentes registros)que aquilo que o professor falava naquelemomento, defendesse as variações linguísticas. Mais tarde, lendo outros autores, continuando aminha formação entrei em contato com outrostextos e autores que defendiam “outros falares”.
  4. 4. “(...) Em sala de aula eu tive alunos que eramusuários de outros registros, diferentes danorma padrão, e os próprios colegas gozavamda forma como o colega falava, ainda quebrincando.”“(...) Nas minhas aulas de língua portuguesaquando tenho contato com o primeiro ano, eusempre falo sobre os registros, os diferentesfalares, então eu discuto o preconceitolinguístico, como algo que é pontual, como algoque acontece.”
  5. 5. “Neste ano, por exemplo, o primeiro livroque eu dei foi o de Marcos Bagno, OPreconceito Linguístico...E mesmo assim, orientando e discutindo comeles a respeito do que foi lido, ás vezes, elesnão se afastam dessa ideia de juízo devalor: Se tu falar, „pobrema‟, tu é diferente.O que eu tento passar em sala de aula é quenão é a forma como a pessoa fala quedetermina no comportamento ou no sucessode alguém.”
  6. 6. Mas em sala de aula nem sempre é fácildesfazer esses pré-conceitos com relação avariação ... Principalmente quando lidamos comadolescentes...”“Em aula, temos que ter em mente que colocar anorma padrão não é impor, os alunos aqui temcontato com diversos registros, chegam em casatêm pais falando outros registros.”“O que eu busco não é apagar, mas trabalharessa variação pra que eles possam fazer atransição e saber o que usar, como usar, ondeusar.”
  7. 7. “Particularmente eu acho que nós aqui nosul, principalmente aqui na fronteira, nãotemos tanto esse problema detransposição, porquê usamos umalinguagem muito próxima entre o padrão eo informal.”
  8. 8. RELATO DE PROFESSORA DE ENSINO FUNDAMENTAL EM ESCOLA MUNICIPAL“Em sala de aula o meu objetivo é ensinar, eu soupedagoga, portanto tenho que ensinar a eles aforma “correta” de se expressar, não é que eucobre uma expressão formal, mas “correta”.“Não admito meu aluno falando, “nós fumos”,“pobrema”, “almário”. Se tiver que corrigir a faladeles eu corrijo mesmo. Quando percebo que oaluno tem dificuldades então encaminho para aorientadora pedagógica.”“Se não for pra ensinar eles a falar “correto”então não tenho porque estar aqui.”
  9. 9. “O aluno vem pra sala de aula já trazendoconhecimento de que existem outras variedades nalinguagem, eu não tenho, então, porque ficarbatendo nessa tecla, se eles sabem que existeoutras formas de falar e escrever.Trabalho com textos orientados, incentivo eles alerem, usamos os livros orientados, como AnaMaria Machado, Monteiro Lobato, algumas obrasadaptadas para a idade deles.Eu costumo trabalhar com eles textos comocartas, bilhetes, eles praticam redação.Acho que a escrita da internet é a pior coisa queexiste.”
  10. 10. “Os alunos escrevem tudo faltando letras. Eusempre reviso os cadernos e encontro muitoisso.Eles têm que aprender que não é a linguagem doOrkut ou do MSN que vai levar eles pra umafaculdade. Mas sim as regras da gramatica, umaboa leitura e uma boa redação.”
  11. 11. O QUE ORIENTAM OS PCN’SOs Parâmetros Curriculares Nacionais foramelaborados procurando, de um lado, respeitardiversidades regionais, culturais, politicasexistentes no país e, de outro, considerar anecessidade de construir referenciasnacionais comuns ao processo educativo emtodas as regiões brasileiras.
  12. 12. “No ensino-aprendizagem de diferentespadrões de fala e escrita, o que se almeja nãoé levar os alunos a “falar certo”, mas permitir-lhes a escolha da forma de fala a utilizar,considerando as características e condições docontexto de produção, ou seja, é saber adequaros recursos expressivos, a variedade de línguae o estilo às diferentes situaçõescomunicativas:
  13. 13. saber coordenar satisfatoriamente o que falaou escreve e como fazê-lo;saber que modo de expressão é pertinente emfunção de sua intenção enunciativa – dado ocontexto e os interlocutores a quem o texto sedirige.A questão não é de erro, mas de adequação àscircunstâncias de uso, ou seja, de utilizaçãoadequada da linguagem.” PCNs
  14. 14. Trabalhando a Variação Linguística em Sala de AulaProposta para turmas de 8º ano - 7ª série Ensino Fundamental
  15. 15. “Apresentar diferentes tipologias textuais eincitar os alunos, como estratégia deconhecimento, a opinarem e confrontaremopiniões, através de debates em sala de aulasobre cada um dos textos inseridos.• Orientar os alunos sobre o contexto de cada produção.• Incentivar a escrita de textos com o uso dos diferentes registros, formais e informais.• Solicitar que os alunos produzam seus próprios textos, usando o registro adequado a situações simuladas.
  16. 16. REGISTROS FORMAIS E INFORMAIS.O que se pode dizer sobre os textos a serem apresentados?
  17. 17. “Apresentar diferentes formas de discurso comvariantes regionais, fonológicas e sintáticas,como proposta para desconstruir os possíveispreconceitos e julgamentos precipitados decaráter.”• Incentivar os alunos na pesquisa de vídeos, musicas e textos (causos, poesias etc...) em linguagem onde se apresentem marcas regionais...• Incentivar os alunos a elaborarem a releitura do material apresentado através de peças teatrais ou interpretações orais.
  18. 18. REFERÊNCIASClipe de filme Morro do Céu - Teaser. Disponível em:<http://www.youtube.com/watch?v=eepzqZg54tY> Acesso em: 20dezembro 2011Imagem 1 – Disponível em: <http://www.esportes.opovo.com.br>Acesso em: 23 dezembro 2011Imagem 2 – Disponível em: <http://papelnoel.blogspot.com> Acessoem: 18 dezembro 2011Imagem 3 – Oito bilhetes para fim de relacionamento. Disponívelem: <http://lucasmiranda.blogspot.com> Acesso em: 18 dezembro2011Imagem 4 – Carta Aberta à Presidente Dilma Rousseff. Disponívelem: <http://oberrodaformiga.blogspot.com> Acesso em: 18 dezembro2011Imagem 5 - Disponível em: <http://blog.educacional.com.br> Acessoem: 18 dezembro 2011

×