Camada de ozono

13,638 views

Published on

1 Comment
5 Likes
Statistics
Notes
No Downloads
Views
Total views
13,638
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
20
Actions
Shares
0
Downloads
99
Comments
1
Likes
5
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Camada de ozono

  1. 1. Camada de ozonoDisciplina de: Qualidade Ambiental Trabalho realizado por:Professora: Cecília Azevedo Carlos Moreira nº5 Tiago silva nº21 1
  2. 2. IntroduçãoNeste trabalho vamos falar sobre a camada de ozono. Vamos explicar o que é acamada de ozono dizer as consequências da camada de ozono e sobre as medidas aadoptar para prevenir o aumento da camada de ozono.A atmosfera terrestre divide-se em cinco camadas consoante as variações detemperatura. As cinco camadas são: troposfera, estratosfera, mesosfera, termosfera ea exosfera.A camada de ozono situa-se na estratosfera a cerca de 50 km de altitude.A função da camada de ozono é absorver a radiação ultravioleta, UV-B emitida pelosol. 2
  3. 3. O que é o ozono?O ozono é uma substância elementar gasosa bastante oxidante, azul pálida, muitovenenosa, bastante instável e com um odor desagradável, que lembra lixívia. A suainalação, mesmo feita em quantidades reduzidas, pode ser mortal ao Homem. É umaforma alotrópica do oxigénio, sendo a sua molécula constituída por três átomos deoxigénio, enquanto o oxigénio vulgar é constituído apenas por dois.O ozono forma-se quando se dá uma descarga eléctrica num meio contendo oxigénioe deve-se a este gás o cheiro característico comum nas proximidades de mecanismoseléctricos.Podemos, no entanto, considerar dois tipos de ozono: O ozono estratosférico – que é aquele que nos protege do efeito prejudicial das radiações ultra violeta absorvendo-as. (ozono “bom”). 3
  4. 4. Qual a importância do ozono na estratosfera?As radiações ultravioletas que atingem a Terra podem agrupar-se em três tipos: UV-C – as mais energéticas; UV-B; UV-A – as menos energéticas.Os raios ultravioletas C são absorvidos pelo oxigénio na mesosfera, não penetrandona estratosfera. Os raios B são os mais perigosos para os seres vivos e são, na quasetotalidade, absorvidos pelo ozono. Os raios A, próximos do visível, são menosperigosos e atingem a troposfera.A presença de ozono na estratosfera constitui um filtro para o tipo de radiaçõesultravioletas B, protegendo os seres vivos da sua acção nefasta.Apesar de reduzida, a quantidade de ozono é suficiente para absorver as radiaçõesUV de energia compreendida entre 6,6 x 10-19 J e 9,9 x 10-19 J.Estas radiações são capazes de provocar ruptura de ligações entre os átomos nasmoléculas constituintes dos seres vivos, o que causa: O aparecimento de cancros de pele nos animais; Perturbações visuais, diminuição do sistema imunitário; Diminuição da produção de alguns tipos de plantas; Danos nas populações aquáticas; Interacção com gases poluentes que nos rodeiam, aumentando a sua reactividade; Deterioração de materiais, como os plásticos e a madeira, e muitos outros danos.Pensa-se que uma diminuição de 10% da quantidade de ozono na estratosferapoderia conduzir a um aumento de 25% no número de certos cancros de pele e a ummilhão de novos casos de cataratas oculares, no Mundo inteiro.Quando se pretende referir o ozono existente na estratosfera, fala-se vulgarmente na“camada de ozono”, embora o ozono não exista propriamente numa camada, masantes disperso no seio do azoto e do oxigénio atmosférico, embora a sua máximaconcentração (muito baixa, de cerca de 5 x 1012 moléculas/cm3) se situe a 25-30 kmde altitude. 4
  5. 5. Quais as consequências da destruição da camada de ozono?Maiores quantidades de radiação ultravioletas poderão atingir a superfícieterrestre, permitindo o aquecimento do planeta com consequências graves…(cancro da pele, mudança de climas, aumento do efeito de estufa, derretimentodos glaciares…).O que destrói a camada de Ozono? A destruição da camada de ozono resulta do conjunto de reacções químicas provocadas pelo Homem. Os clorofluorcarbonetos ou fréons ao serem lançados para a atmosfera, reagem com o ozono, provocando a diminuição da sua concentração. A diminuição da espessura da camada de ozono facilita a passagem das radiações ultravioletas, fazendo com que estas cheguem com maior facilidade àsuperfície terrestre.Medidas tomadas a nível mundial: Governos de diversos países, assinaram em 1987 um acordo (Protocolo de Montreal), com o objectivo de reconstruir a concentração de ozono na alta atmosfera; os países comprometeram-se a reduzir 50% do uso de CFC; Esta medida tem dado resultado e os cientistas prevêem que em 2050 o buraco da camada de ozono estará fechado.Medidas que cada um pode tomar: Tentar usar produtos rotulados como “amigos do ozono”; Assegurar que os técnicos que reparam frigoríficos reciclam os velhos CFC’S; Verificar regularmente os aparelhos de ar condicionado; Trocar extintores que usem “Halon” por outros que usem compostos alternativos. 5
  6. 6. Protocolo de MontrealO Protocolo de Montreal fala sobre substâncias que empobrecem a camada deozono e é um tratado internacional em que os países signatários secomprometem a substituir as substâncias que se demonstrou estarem reagindocom o ozono (O3) na parte superior da estratosfera. O tratado esteve abertopara adesões a partir de 16 de Setembro de 1987 e entrou em vigor em 1 deJaneiro de 1989. Ele teve adesão de 150 países e foi revisado em 1990, 1992,1995, 1997 e 1999. Devido à essa grande adesão mundial, Kofi Annan dissesobre ele: "Talvez seja o mais bem-sucedido acordo internacional de todos ostempos…"Em comemoração, a ONU declarou a data de 16 de Setembro como o DiaInternacional para a Preservação da Camada de Ozono. 6
  7. 7. 7

×